Vocês sabem o significado de O’Hana?

por 8 out 2009Artigos


Vocês sabem o significado de O’Hana?

Foi com essa frase, que uma atendente do restaurante O’hana veio nos recepcionar.

Já havíamos feito o “check-in” no restaurante, e aguardávamos ser chamados. Era a minha segunda vez no restaurante, mas confesso a vocês que dessa vez a reserva havia sido uma condição da minha mãe para voltar para Orlando.

Da primeira vez também saímos atrasados do parque e quando cheguei ao Disney’s Polynesian Resort o horário da reserva já tinha passado e muito, uma pequena confusão de dias, que o ritual da entrada no restaurante nem chegou a acontecer. Quando entramos a Silze e a turminha dela já esperava por mim e pela minha mãe.

Mas vamos lá… Ao chegarmos no dia 11 de setembro de 2009 no Disney’s Polynesian Resort, fomos recebidos com um alegre “Aloha!” pelo “cast member” da segurança, muito simpático como sempre nos explicou o caminho (que eu já conhecia e lá fomos), eu, minha mãe e meu sobrinho de 10 anos, que visitava Orlando pela primeira vez e tudo que acontecia e via era novidade. Ele chegou a comentar: “Nossa, parece que estamos na Polinésia de verdade”, pois já tinha visto o hotel durante o dia, mas pelo monorail.

A nossa reserva no restaurante O’hana era para as 20h:25min e essa reserva era para mim, minha mãe, meu sobrinho, uma amiga com seus seis filhos e mais uma amiga com seu filho, ao todo 12 pessoas.

Precisamos esperar alguns minutinhos até que todos chegassem para que pudéssemos entrar no restaurante. E foi a partir daí que essa visita ao O’hana pela segunda vez, que pra mim parecia que não iria ter graça, começou a ser mágica.

Quando eu estou na Disney, olhar para o Mickey já é motivo para que meus olhos encham de lágrimas. Só quem já foi mesmo, conhece as sensações e reações que temos, quando estamos por lá.

Mas então, continuando…

A atendente veio até a gente e perguntou:
– Todos já estão por ai? Eu disse que sim. Isso já era por volta de 9 pm ( sorte nossa e eu ainda não fazia idéia).

Ela se apresentou, disse que se chamava Mercedes, que iria servir a nossa mesa e nos conduzir até lá. Andava sempre de costas em direção a mesa sempre olhando para gente.

Ai veio a primeira pergunta:
– Vocês sabem o significado de O’hana? A maioria disse não e ela respondeu:
– O’hana quer dizer família, e família significa nunca mais abandonar ou esquecer (Aquela famosa frase do filme Lilo & Stitch).

Ela continuou:
– Aqui todos nós somos uma família. Esse é o cardápio que iremos servir a vocês. Como todos nós somos uma família a comida é a mesma servida a todos. Ali estão os nossos irmãos preparando a refeição. Esse é o pão (e nessa hora deu um pratinho com um pão) para alguns de nós levarmos ate a mesa; ela também levava um.

Foi explicando sobre o pão até que chegamos à mesa. Sentamos, pedimos as bebidas e logo a comida começou a ser servida.

O O’hana é um restaurante que aqui chamaríamos de “churrascaria”. Algumas coisas são trazidas na mesa e deixadas para servirmos, e as carnes os garçons passam como se fosse um “rodízio” realmente.

Ao provarmos a carne o sabor é diferenciado prontamente. Tempero diferente, mais adocicado. Foi ai que notamos que um de nossos companheiros de grupo, um dos filhos de minha amiga, não poderia comer já que é diabético.

Chamamos a Mercedes e explicamos a situação. Ela rapidamente chamou o chef que veio a nossa mesa e explicou:
– Todas as nossas carnes aqui são temperadas com um pouco de açúcar, mas irei providenciar algo que ela possa comer.

E ele ainda disse:
– Assim que ele terminar me chame novamente, que providenciarei uma sobremesa pra ele.

O jantar correu mito bem, o chef mandou ao nosso amiguinho um prato lindo, cheio de espetinhos com as carnes que eram servidas, mas todas sem o tempero adocicado, um prato de dar água na boca até nos adultos …

Terminamos de jantar e resolvemos pedir a sobremesa que na minha opinião é uma das melhores servidas no complexo Disney. Um pudim feito de pão com coco, servido com sorvete de creme e uma calda deliciosa de bananas. Só de lembrar fico com água na boca.

Para o nosso amiguinho a sobremesa foi sorvete de creme com calda de frutas vermelhas (no sugar).

A sobremesa, o bate-papo, o ambiente tudo estava ótimo… Quando de repente ouvi um som que saia das caixas de som do próprio restaurante.

Nem me dei conta de que horas eram. Isso pra mim passa despercebido quando estou de férias, mas percebi no primeiro segundo que aquele som e aquela música eram algo muito conhecido.

A Mercedes estava vinda em direção da nossa mesa, acho que logo percebeu que estávamos sem saber o que iria ocorrer e me disse:
“Fireworks!”

Como o restaurante é todo rodeado de vidros, ao olhar a minha direita dei de cara com a Magic Kingdom… Era o Wishes começando…

Todos da mesa foram ao delírio. As crianças diziam:
– Vamos ver isso mais uma vez, pode que seja a última nessa viagem! E eu logo pensei comigo:
– Epa.. nessa viagem???????? O desejo de voltar já despertou em todos eles??

… Ao final do Wishes, ganhei um abraço da minha amiga agradecendo a oportunidade de estar presenciando tudo aquilo, e feliz demais pelo carinho e cuidado que tiveram com o nosso amiguinho diabético.

Então o conselho que deixo a todos é “Se tiveram a oportunidade, não deixem de conhecer o O’hana (quantas vezes for possível), e tentem reservar próximo ao horário do Wishes e o principal lembre-se que O’hana quer dizer família, e família quer dizer nunca mais abandonar ou esquecer”.

Bom o que você está esperando, para ir com sua família até lá??? Beijos a todos e até o próximo artigo.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MacroBaby VIP
Booking.com
%d blogueiros gostam disto: