quinta-feira, setembro 24, 2020
Notícias Universal Orlando usa impressoras 3D para fazer protetores faciais

Universal Orlando usa impressoras 3D para fazer protetores faciais

|

- Patrocínio -

Jessica Harned, supervisora ​​de tecnologia avançada de resorts no departamento de tecnologia de parques do Universal Orlando Resort, enviou uma mensagem para seu chefe em 28 de março, dizendo: “O que você acha de nós fazermos protetores faciais, usando a impressora 3D, para doar para as instalações médicas locais?”

Desde então, os membros da equipe do Universal Orlando doaram mais de 1.300 arcos, que são usados nos protetores faciais, para os profissionais de saúde da região central da Flórida.

Por semanas, antes daquela mensagem inicial, Jessica havia visto posts em seu feed das redes sociais sobre os diferentes esforços daqueles que responderam ao COVID-19, colocando sua a impressora 3D em funcionamento.

“Eu vi algumas coisas sobre pessoas ajudando e pensei: ‘Eu poderia fazer isso’”, explica Jessica. “Estou em casa, tenho uma impressora e posso pegar mais duas no escritório e tentar imprimir alguns desses protetores.”

Jessica começou pesquisar tudo o seria necessário para conseguir imprimir. Ela encontrou um site que trazia instruções de design para a confecção do arco para a cabeça, fez algumas impressões de teste, experimentou diferentes opções de viseiras (a parte transparente que protege o rosto) e acabou entrando em contato com Scott Bond, diretor sênior do laboratório de inovação do AdventHealth Nicholson Center.

“A principal maneira de espalhar o COVID-19 é através de gotículas”, diz Scott. “Para proteger nossa força de trabalho, nossas equipes médicas – e até equipes de outras áreas, temos pessoas que fazem triagem nas portas das casas – todos precisam de proteção. Embora as máscaras N95 sejam extremamente vitais e importantes, elas não protegem os olhos nem fecham totalmente o nariz. Portanto, se um paciente tossir ou espirrar, precisamos desses escudos para proteger todo o rosto.”

Assim que Jessica conseguiu entrar em contato com Scott e percebeu que as impressões de teste que ela estava fazendo correspondiam às necessidades da AdventHealth, tudo começou a andar rapidamente. E por uma boa razão, o número de protetores necessários que Scott mencionou a Jessica naquela conversa inicial foi de 20.000. Nesse momento, Jessica e suas três impressoras 3D poderiam produzir cerca de 40 arcos por dia se estivessem imprimindo continuamente.

“O lance com as impressoras é que tudo parece realmente emocionante, mas, provavelmente, é só um pouco mais emocionante do que ver tinta secar”, diz Jessica. “Eles são muito lentos.”

Para quem não é especialista nas características tecnológicas da impressão 3D (no caso eu, 100% eu), Jessica descreveu dessa forma.

“As extrusoras típicas de uma impressora 3D pegam um fio de filamento plástico, o aquecem e o colocam na superfície de impressão, uma camada de cada vez. Se você pensa em uma grade tridimensional com os eixos X, Y e Z, a impressora está lendo uma série de coordenadas X, Y, Z enquanto imprime um objeto camada por camada.”

Você ainda está aí? No Universal, essas impressoras 3D são normalmente usadas de várias maneiras, desde para fazer protótipos até na fabricação de pequenos componentes, como as pulseiras Tapu Tapu do Volcano Bay.

“Qualquer coisa que você precise que seja de plástico, eu provavelmente posso fazer”, diz Jessica.

Por enquanto, a necessidade é de 20.000 protetores faciais. E embora a contribuição de Jessica, com a impressão em 3D de 40 arcos por dia, tivesse ajudado a reduzir essa quantidade, ela começou a trabalhar no recrutamento.

“E aqui é onde começa a ir muito além de mim”, diz ela. “Eu só dei o primeiro passo. Antes de tudo isso, eu já havia formado essa cooperativa não-oficial de impressão 3D com colegas que eu sabia que faziam impressão 3D na propriedade. Temos pessoas da área de tecnologia de parques, do time de criação, tecnologia de entretenimento, equipe de merchandising… temos pessoas no parque todo que estão motivadas com esse objetivo em comum”.

“temos pessoas no parque todo que estão motivadas com esse objetivo em comum”

Com todos esses diferentes membros da equipe trabalhando duro na impressão, o número 20.000 está cada vez mais próximo. Quando é o momento de recolher a contribuição de todos, Jessica supervisiona para que a distância social seja mantida e gerencia a parte de limpeza e controle de qualidade da operação.

“Também tiro fotos depois de reunir todos os protetores”, diz ela. “Eu os alinho para fazer a contagem e, em uma das vezes, me dei conta. Estavam todos juntos e fiquei tipo ‘Eu tenho 300 e tantos protetores aqui empilhados na minha mesa e isso significa que 300 e tantos médicos, enfermeiros e paramédicos estarão protegidos’. Sabe, acho que essa foi a maior surpresa para mim. Existe uma necessidade e é bom saber que estamos, pelo menos, ajudando a suprir parte dela.”

Assim que Jessica entrega os arcos feitos na impressora 3D, a equipe de Scott na AdventHealth reúne todas as peças que compõem protetor facial e entrega os equipamentos completos para instalações da região central da Flórida. Com a ajuda do Universal Orlando e outros parceiros em toda a cidade, 1.500 protetores faciais, no total, foram doados desde 15 de abril.

“Acho que todos nós estamos sentindo como é gratificante fazer parte dessa iniciativa”, diz Scott. “Ver a comunidade em que vivemos e ver que muitos responderam e agiram em um momento de necessidade. Quero dizer, você tem o Universal fornecendo peças para equipes médicas. Isso não é algo que eles normalmente fazem, mas todo mundo quer contribuir e ajudar. Esse número de 20.000 é significativo; portanto, quanto mais rápido chegarmos lá, melhor.”

Se você estiver interessado no que fazer para contribuir e ajudar a obter equipamentos essenciais de proteção pessoal para os profissionais de saúde, consulte esta página da AdventHealth ou esta página para ver outras opções.

O Universal Orlando e a UO Foundation continuam buscando oportunidades para apoiar nossa comunidade, e se conectar com nossos parceiros sem fins lucrativos, para ajudar com nas necessidades mais urgentes. Depois de doar caminhões de alimentos para o Second Harvest Food Bank em março, a UO Foundation fez doações significativas para organizações que prestam serviços diretos de apoio aos esforços de socorro da COVID-19, como o Second Harvest Food Bank, United Way, Community Hope Center, Shepherd’s Hope e muito mais. Além disso, a UO recentemente doou milhares de ponchos para os departamentos de bombeiros da cidade de Orlando, Orange County, Osceola County e Seminole County assim como EPI (Equipamento de proteção individual) para seus socorristas.

Luiz Carlos Pantoja Filhohttps://www.viajandoparaorlando.com
Criador e Webmaster do site Viajando para Orlando (carinhosamente conhecido como VPO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias

- Advertisement -

Outras informaçõesRelacionadas
Recomendadas para você!