Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Esse dia foi muito, muito especial. 🙂

    Eu tinha uma grande expectativa com relação a este parque, porque sou apaixonada por golfinhos, pinguins e estava completamente louca para conhecer a Manta.

    Chegamos no parque no horário de abertura. Pegamos nosso mapa que, salvo engano, já vem com os horários dos shows. O Seaworld demora a liberar no site esses horários, fundamentais para vc montar seu roteiro dentro do parque. Confira bem perto da sua partida.

    O parque é muito bonito. O dia estava agradável e não estava lotado.
    Demos de cara com a Shamu, mas não tiramos foto com ela. Vi aquele vídeo do acidente com a instrutora e estava meio ressabiada com Shamu.

    Vc já entra ouvindo os gritos da galera na Manta. Me cocei para ir, mas como minha amiga não ia, decidi deixar para a saída do parque (grade erro, enorme erro…aiaiai).

    Fizemos hora para o primeiro show dos golfinhos nas lojinhas. No Seaworld tem esquema de refil de refri. Vc compra o copo, que salvo engano custa uns $12 (cada um mais lindo que o outro, tem diferentes em cada loja) e o refil custa $1,06 com a taxa. Valeu a pena! Lá tem Cherry Coke que eu adoro! 

    Ah! Já ia esquecendo…chegue com meia hora de antecedência nos shows dos animais para você poder escolher o lugar com calma.

    O que dizer do show dos golfinhos (Blue Horizons)? Eu chorava e sorria sem parar. Muito lindo, muito bem feito. Superou as minhas expectativas.

    Saímos de lá e fomos para o Dolphin Cove que é o local onde podemos alimentar os golfinhos. Também tem hora marcada e ainda faltava um tempinho.

    Demos um pulo no tanque das arraias! Você pode passar a mão nelas! Não tenha medo! É uma delícia! É possível alimentá-las, acho que custa $5, $7. Nessa hora eu também fiquei emocionada…

    Voltamos para o Dolphin Cove e entramos na fila. Lá já dá para você ver o tanque e as pessoas os alimentando. Aproveite para fotografar e prestar atenção em como as pessoas fazem.

    Vou explicar aqui algo que muita gente me pergunta. No Seaworld, você pode alimentar os golfinhos. Custa $7. Já no Discovery Cove, outro parque, você pode nadar com os golfinhos. O ingresso é bem caro, mas lá tem outras piscinas, outras atrações e também está inclusa a alimentação. Fui apenas no Seaworld, porque a viagem era curta e eu já ia a 7 parques…ia ficar muito caro.

    Voltando…Meu casal de amigos já havia ido e me passou as instruções, o que facilitou muito. Vou fazer isso para vocês. Você entra na fila e passa numa casinha onde paga os $7. Chegando na piscina, uma cast member dará um milhão de instruções em inglês muito rápido. As instruções resumidas são: coloque bolsas para trás; celulares e itens soltos como óculos devem ser guardados para não cairem na piscina; você só pode tocar no queixo do golfinho – se tocar na cabeça ou nos olhos eles se assustam; há fotógrafos do outro lado da piscina para tirar fotos, então acene para eles se você quiser ser fotografado.

    As fotos ficam maravilhosas! Vale a pena. Mas cuidado: acene muito e tenha a certeza de que o fotógrafo te viu. Meu casal de amigos foi antes e a minha amiga saca pouco de inglês e não ouviu a parte de acenar. Meu amigo entendeu isso. Ele acenou, ela não, logo, não tiraram fotos dela. Ela ficou louca, desesperada, reclamou muito. Realmente, até eu que tenho um inglês razoável tive dificuldades de entender as instruções, imagina quem não sabe? O parque acabou permitindo que ela alimentasse de novo os golfinhos em outro horário.

    Chegando na beirinha do tanque, vc vai receber a caixinha com 3 sardinhas. Como demoraram a entregar as nossas, deu para brincar muito tempo com eles. Não tenho palavras para expressar tudo o que senti! Era a realização de mais um sonho! Eles são dóceis, se aproximam sem medo e deixam você fazer muito carinho neles. Esse contato com a natureza não tem preço. Fiquei com os olhos cheios de lágrimas e toda vez que vejo as fotos, fico de novo.

    Minha amiga deu as sardinhas dela primeiro, enquanto eu fotografava e depois foi a minha vez. Dê as sardinhas com calma para não deixar que elas caiam no tanque. Brinque com o golfinho, faça carinho e depois, dê a sardinha para ele. Levante bem a sua mão e mire na boquinha dele, ele vai te ajudar! Kkk

    Saí enlouquecida, correndo para ver as minhas fotos! Compramos o CD, uma foto impressa com um porta-retratos do parque lindo, e um golfinho de pelúcia. Estava tão extasiada que só me lembro que esse golfinho custou $10 rs Não sei quanto foi o CD e a foto impressa rs No CD, vem fotos extras de todos os animais do parque! Muito lindo!

    Fomos ao Shark Encounter. Sempre via aqueles aquários enormes que a gente vê nos filmes americanos e sempre sonhei em ir a um. Sonho realizado! O aquário é fantástico! Fiquei de queixo caído!

    Almoçamos no Terrace Garden Buffet. O primeiro almoço decente da minha viagem. Recomendo muito o restaurante. Fica no caminho para Shamu Stadium. Excelente custo-benefício. $14,99 pelo Buffet de massas, pizzas, sobremesas e refrigerantes. Comida gostosa e o entorno do restaurante é lindo, cheio de aves e esquilos. Dá para tirar fotos lindas!

    Fomos depois ver o show da Shamu (One Ocean). Chegue cedo para conseguir um lugar no centro. Se não quiser se molhar, fique depois das 10 primeiras filas (quem fica nas primeiras filas se molha muitooooo). Como eu disse, estava meio ressabiada com a Shamu, mas é um show e tanto!

    Á tarde, formos para Antártica – Empire of the Penguim. A fila é gi-gan-tes-ca e lenta. Mas, se você ama pinguis como eu, vale a pena. É um simulador, que tem as opções “wild”, que é mais intenso e “Mild”, mais brando. Fomos no mild, mas o carrinho do wild estava bem atrás de nós e achei bem tranquilo também, achei que chacoalhasse demais. Também há observatórios de pinquins “em terra” e embaixo d´agua, apaixonante! Quando saímos de lá, havia chovido e parado.

    Fomos ao Wild Artic. Eu fui a pé, sem emoção e minha amiga foi no simulador. Acho que a segunda opção deve ser mais legal.Valeu a pena porque tem o ponto de observação da Beluga, do urso polar e da lontra.

    Minha amiga não ia a montanhas russas. Não sei se vocês lembram dos relatos mais antigos, mas ela surtou na Splash Mountain e no Tower of Terror, então, não foi em mais nada.
    Eu passei meses sonhando com a Manta. Ela é na entrada do parque. Como eu tenho um espírito solidário (vulgo, sou trouxa), escolhi fazer tudo o que nós duas queríamos e deixar os emocionantes para o final, assim, até se eu quisesse repetir era mais fácil.

    Você ouve os gritos da Manta por todo o parque. Enquanto me dirigia para lá só havia silêncio…meu coração disparou e olhei pro céu: nubladasso. Cheguei na entrada do brinquedo e vi Journey to Atlantis, outro que eu queria muito ir, parado. Conversei com a cast member da Manta quase chorando e ela me disse que quando há risco de tempestade eles fecham e que não tinha previsão de voltar a abrir.

    Neste dia, iríamos ao Cirque du Solei, na sessão das 21hs, mas nos recomendaram chegar com pelo menos 30 minutos de antecedência para trocar o ingresso. Como não havíamos passeado ainda no Downtown Disney, combinamos de sair do Seaworld às 19hs.

    Quando cheguei na Manta era pouco mais de 18hs. Como só eu queria ir, minha amiga me olhou com aquela cara de “não dá para esperar”. Podia ser que abrisse em 10, 15 minutos ou nem abrisse mais. Em razão do conjunto da obra, não esperei. Fui embora do parque muito, muito triste. Toda vez que penso nisso me arrependo de não ter ido assim que cheguei.

    Então, para não passar por isso, seja egoísta, rs, vá primeiro nos brinquedos que você quer muito ir, independentemente de você ser o single rider ou não. Lá chove, sempre, e ao menor sinal de chuva eles fecham os brinquedos com água e as montanhas russas, então, não marque bobeira por causa de tamanho de fila, por causa das companhias, ou medo de enjoar e estragar seu dia. Se é seu único dia naquele parque priorize suas prioridades kkkk

    Tirando isso, me apaixonei pelo parque. Foi um dia inesquecível e eu, com certeza, vou voltar para matar a saudade dos golfinhos, dos pinguins, das arraias e para ir na sonhada Manta. O universo há de me ajudar nisso, gente!

    Seguimos para Downtown Disney. Passeamos por uma parte, vimos as lojas e depois fomos ao Cirque du Solei. Eu adorei a apresentação. Adoro circo e com aquela qualidade, foi impressionante. Sei que tem gente que diz que não vale a pena e chega a comparar com o “se vira nos 30”, mas eu acho que são pessoas que já viram outros espetáculos deles ou que não gostam de circo. Minha amiga não gosta, mas adorou o Cirque.

    No dia seguinte, mais animais! Animal Kingdom!

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.

Viajando para Orlando

Share via
Copy link