Orlando Tickets Online
 

Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
Alini de Oliveira Vilani Fogaça
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 07/06/2011
 
 
cheguei dia 21/11/13 em São Paulo vindo de Atlanta
postado por: Alini de Oliveira Vilani Fogaça

 mensagem postada em 04/12/2013 - 14:12:58hs
 

Cheguei em São Paulo, vindo de Atlanta pela Delta, chegamos as 10:30 estava super tranquilo, na verdade acho que não tinha ninguém, meu marido disse que viu alguem sentado, mas nem percebi, passamos com duas malas cada, três grandes e uma pequena. Trouxemos dois Ipads, um cada, algumas bolsas e cremes de vs. Mas estava bem tranquilo quando chegamos.

att

Alini

Samira Carrera
 
Membro
 
 
Vitoria - Es
 
Inscrição: 04/12/2013
 
 
Res: Cheguei domingo dia 24/11 por Guarulhos
postado por: Samira Carrera

 mensagem postada em 04/12/2013 - 01:12:03hs
 

Ola Carina, td bem? Obrigada pela sua postagem e foi a que me identifiquei aqui! Gostaria de saber se o notebook que voce e seu namorado trouxeram foram pedidos as notas fiscais ou foi passado como item de uso pessoal?
Obrigadaa. Bjos

Mônica F Oliveira
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 17/08/2010
 
 
Res: Estrangeiros ou brasileiros residentes no exterior em visita ao Brasil
postado por: Mônica F Oliveira

 mensagem postada em 03/12/2013 - 12:12:24hs
 

Olá pessoal!

Já tentei encontrar informações sobre como funciona a isenção e cota para estrangeiros e brasileiros residentes no exterior em visita ao Brasil, mas não consigo encontrar nenhuma. No site da receita federal não explica nada, tudo muito superficial.


Se meu cunhado (que é americano) quiser trazer o ipad dele, imagino que não possa ser taxado. Afinal de contas todos as coisas dele são dos EUA e acredito que não há o que se falar em taxação. Esse Ipad não poderia entrar na cota dos 500$, ou poderia?

Minha irmã e ele nunca foram parados na alfândega, mas todas as vezes existe aquela preocupação pra viajar.

Se alguém já passou por essa situação (Estrangeiros e brasileiros residentes no exterior em visita ao Brasil que tiveram suas malas revistadas) ou conhece alguém que tenha passado por essa experiência, eu ficaria muito grata com seu relato. Qualquer informação é bem vinda...

(mensagem de Cinthia Santos)


Não entra na cota, pois eles irão ver que é usado.

Diocles
 
Membro
 
 
Campina Grande - Pb
 
Inscrição: 31/12/2010
 
 
Res: Res: Alfândega - Guarulhos
postado por: Diocles

 mensagem postada em 03/12/2013 - 11:12:21hs
 

Pode até ser... mas 14 hidratantes deu U$ 80,00. E os 10 perfumes (todos em promoção... que ela estava trazendo para dar de presente) deu U$ 415,00.
Não vejo nada de absurdo nisso. Um só computador dava esse valor.

Leandro Gomes da Silva
 
Membro
 
 
Rio de Janeiro - Rj
 
Inscrição: 19/08/2013
 
 
Res: Alfândega - Guarulhos
postado por: Leandro Gomes da Silva

 mensagem postada em 03/12/2013 - 11:12:17hs
 

Minha esposa chegou hoje de viagem, vindo de Miami. O voo chegou as 5:40hs. Ela estava em um grupo de viagem com 35 pessoas. Ela e mais duas pessoas desse grupo foram "escolhidos" para passar no raio x. As duas pessoas passaram e foram liberadas. Ela não. Estava com duas malas grandes e uma de mão. O interessante é que não tinha nenhum eletrônico. Nem mesmo câmera fotográfica (já que ela por estar sozinha, prefere tirar fotos com o celular dela, um Samsung S4). O que tinha nas malas eram roupas para ela, para mim, nossos dois filhos e algumas peças que iríamos dar de presente no Natal. Além de roupas tinham 3 relógio da Tommy, de baixo valor, 4 bolsas (1 MK, 1 Tommy, 1 Guess e 1 CK), 10 pefumes (variados) e 14 hidratantes da VS.
A fiscal não contou conversa... pediu as notas fiscais e mandou que minha esposa abrisse a bolsa. Minha esposa, chorando, só dizia que tudo era para ela, pro marido e pros filhos. Mas a fiscal continuou insistindo e fez ela abrir a bolsa... por minha esposa não ter malícia, todas as notas fiscais estavam juntas, inclusive de refeições. Não deu outra... a fiscal somou todas, e como, lógico, ultrapassou os U$ 500,00, teve que pagar a diferença com multa de 100%. Assim sendo, o valor total deu R$ 8.100,00...
Infelizmente, por falta de experiência da minha esposa e por estar sozinha nesse momento, pagou. Também nem sei se, pelo forma abusiva que ela falou que a fiscal a tratou, mais alguma coisa seria possível fazer para diminuir esse valor.
A conclusão que tiro é que eles escolhem aleatoriamente... tinha gente no grupo com eletrônicos em grande quantidade... e não foi pego... e essa coisa de que roupa passa sem problemas, também não é uma verdade absoluta... a prova esta aí...
Fiquem atentos.
(mensagem de Diocles)


Mas convenhamos que 10 perfumes e 14 hidratantes é de chamar a atenção de qualquer agente.

Diocles
 
Membro
 
 
Campina Grande - Pb
 
Inscrição: 31/12/2010
 
 
Alfândega - Guarulhos
postado por: Diocles

 mensagem postada em 03/12/2013 - 11:12:00hs
 

Minha esposa chegou hoje de viagem, vindo de Miami. O voo chegou as 5:40hs. Ela estava em um grupo de viagem com 35 pessoas. Ela e mais duas pessoas desse grupo foram "escolhidos" para passar no raio x. As duas pessoas passaram e foram liberadas. Ela não. Estava com duas malas grandes e uma de mão. O interessante é que não tinha nenhum eletrônico. Nem mesmo câmera fotográfica (já que ela por estar sozinha, prefere tirar fotos com o celular dela, um Samsung S4). O que tinha nas malas eram roupas para ela, para mim, nossos dois filhos e algumas peças que iríamos dar de presente no Natal. Além de roupas tinham 3 relógio da Tommy, de baixo valor, 4 bolsas (1 MK, 1 Tommy, 1 Guess e 1 CK), 10 pefumes (variados) e 14 hidratantes da VS.
A fiscal não contou conversa... pediu as notas fiscais e mandou que minha esposa abrisse a bolsa. Minha esposa, chorando, só dizia que tudo era para ela, pro marido e pros filhos. Mas a fiscal continuou insistindo e fez ela abrir a bolsa... por minha esposa não ter malícia, todas as notas fiscais estavam juntas, inclusive de refeições. Não deu outra... a fiscal somou todas, e como, lógico, ultrapassou os U$ 500,00, teve que pagar a diferença com multa de 100%. Assim sendo, o valor total deu R$ 8.100,00...
Infelizmente, por falta de experiência da minha esposa e por estar sozinha nesse momento, pagou. Também nem sei se, pelo forma abusiva que ela falou que a fiscal a tratou, mais alguma coisa seria possível fazer para diminuir esse valor.
A conclusão que tiro é que eles escolhem aleatoriamente... tinha gente no grupo com eletrônicos em grande quantidade... e não foi pego... e essa coisa de que roupa passa sem problemas, também não é uma verdade absoluta... a prova esta aí...
Fiquem atentos.

Cinthia Santos
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 15/03/2010
 
 
Res: Numero de malas.
postado por: Cinthia Santos

 mensagem postada em 03/12/2013 - 09:12:48hs
 

Conheço uma pessoa que viajava várias vezes e trazia muitas malas. Na maioria das vezes passou sem ser taxado.

Faz sentido pensar que em uma única mala de uma pessoa podem haver muito mais produtos ultrapassando a cota do que de outra pessoa com mais malas. Acho que a escolha das "vítimas" é aleatória.

Marcelo Castro 003
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 21/07/2013
 
 
Res: Res: iPad na alfândega?
postado por: Marcelo Castro 003

 mensagem postada em 02/12/2013 - 21:12:42hs
 

Alguém poderia me ajudar informando se o fato de meu iPad ter o símbolo da Anatel já é o suficiente ou terei que ter a nota fiscal para que esse equipamento não entre em minha cota? Grato. (mensagem de Nilo Peçanha dos Santos)

Sim, já é suficiente. Não precisa da nota fiscal. (mensagem de regism)


Anatel nao serve para comprovar nacionalizacao. Albuns aparelhos ja Sao vendidos no exterior con esse logo. Leve sua nota darf pago para garantir nao ser tax ado novamente.

Vivianne
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 17/07/2008
 
 
Res: Res: Numero de malas.
postado por: Vivianne

 mensagem postada em 02/12/2013 - 16:12:16hs
 

Beto,
com certeza, cada caso é uma caso... eu vou a Orlando todos os anos pelo menos 1 vez, meu marido vai umas 3 a trabalho, entao estou falando pela minha experiencia. Nas minhas experiencias familiares o numero de malas nunca pareceu ser o ponto x da questao, é isso que estou colocando, para que as pessoas nao pensem que isso é tudo entende? Minha sogra e a irma dela vieram de Miami com 2 malas cada uma, duas senhoras com mais de 65 anos, porem a irma dela tinha um ipad e uma apple tv na bolsa e nao se sabe porque foram paradas e ela teve que pagar o imposto.
Mas nao tenho muita experiencia no Galeao, so desci por la uma vez, e neste dia achei ate mais tranquilo, menos gente, menos fila, normalmente desco em SP, sempre cheio, mas no nosso caso dificilmente trazemos eletronicos, bolsas, relogios, coisas que possam dar problema, quando mandaram meu marido para o raio x da ultima vez, olharam as malas e pronto, dispensaram ele, nem questionaram nada, porque uma mala tinha apenas 2 caixas enormes de lego friends pra minha filha (rsrsrs). Mas entendo a sua colocação


Viviane, certamente o número de malas não é o único fator q faz vc ser direcionado para o raio x, mas diminui muito a chance de vc passar direto pelo nada a declarar. ´

Todos nós devemos conhecer casos de pessoas q passaram com um número elevado de malas e não foi pro raio x. Eu mesmo sou um. Assim como casos de quem só tinha uma mala e não passou.

Agora, na minha opinião, pelo q eu tenho lido aqui no forum e pelo q eu já vivenciei no galeão, acredito fortemente, q o número de malas x qtdade de dias na viagem, faça a diferença na hora do "vamos ver".

O q tb influencia, é de onde vc vem. A minha mulher chegou de Houston, há um mês, com 2 malas com excesso de peso e só tinha um fiscal sentado q não olhou para ela.

Qdo nós fomos taxados, vindo de Miami, a primeira coisa q o fiscal ironicamente nos perguntou foi, qts dias de viagem e depois q eu respondí 18 dias ele fez a clássica pergunta, estão de mudança?!

Estávamos eu, minha mulher, meu filho de 2 anos e mais 6 malas no total.






(mensagem de Beto_RJ)

Rodrigo Bolina
 
Membro
 
 
Rio de Janeiro - Rj
 
Inscrição: 24/06/2012
 
 
Res: iPHONE
postado por: Rodrigo Bolina

 mensagem postada em 02/12/2013 - 13:12:47hs
 

Pessoal se comprar iphone ou qualquer tipo de celular lá em orlando e começar a usar lá mesmo quando voltar ao Brasil ele entra ou não na conta dos US$ 500?? (mensagem de WIlliam Loureiro)

amigo,
essa sua pergunta já foi respondida várias vezes,basta voltar algumas páginas que encontrará essa e outras respostas úteis de que pode ou não entra na cota.

 
Na fila da atração Piratas do Caribe você encontra dois esqueletos jogando xadrez, as peças do tabuleiro foram corretamente colocadas de forma que o jogo parece estar em um impasse que irá durar pela eternidade. Trata-se de uma marca registrada do Imagineiro Marc Davis que é apaixonado pelo jogo de xadrez.