Orlando Tickets Online
 

Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
Mariana Franco
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 26/08/2014
 
 
Dia 10 - Turnê da Amanda 17/08/14
postado por: Mariana Franco

 mensagem postada em 17/08/2015 - 09:08:10hs
 

Ao Lado do México tinha a Noruega!! Passamos rápido por causa da fome e fomos direto para a China, já que voltaríamos mais tarde por causa do fast pass para o Maelstrorm... Na China também era tudo muito lindo! Os cenários são maravilhosos! Fomos direto e reto pro restaurante!! Estava vazio!! Pegamos 2 Shrimp Fried Rice, que era um Chop Suey, mas com camarões super limpinhos!! Claro que mais arroz do que qualquer outra coisa, mas era exatamente o que precisávamos! De acompanhamento uma salada acho que de repolho extremamente picante, tipo...muito! E um rolinho primavera!! A quantidade de arroz era suficiente para nós três!! Fartura!! E por 7 ou 8 dólares!! Maravilhoso!!

Enfim pude dizer que o enjôo finalmente acabou!! Era realmente tudo que precisávamos! Saindo do Restaurante me lembro de uma foto minha que a Mari tirou, lembro como foi difícil ir até o sol e ficar parada lá pelo tempo de uma foto!! Passamos ainda na lojinha – que é alto nível, é claro, e foi lá que eu descobri que tudo que eu pensava que era japonês é chinês!! O gatinho de costas pra porta, os elefantinhos... kkk! Mas que coisa! Imaginem como fiquei curiosa pra ver o que teria no Japão!

Depois da China, partimos para a Alemanha!! Hmm... um cheirinho de caramelo!! Delícia... lá dentro mil deliciosos artigos alimentícios feitos com caramelo... algumas coisas as moças iam fazendo lá mesmo, como biscoitos e pipoca com caramelo!! Só olhamos, né... já estamos na época de contenção! Rsrs... Depois passamos rapidamente em outra parte, que tinha cristais e enfeites de Natal! Na saída, a barraquinha da cerveja... babamos na cervejinha gelada! Mas na real, a idéia de tomar uma cerveja naquele calor, debaixo daquele sol era inconcebível! Parecia que poderia colocar tudo a perder!! Esquecemos a idéia!

O próximo país era a Itália!! Tão lindo também!! Uma réplica do Palazzo Ducalle, do Campanário de São Marcos, ambos na Praça São Marcos em Veneza!! Além disso, casas comuns, lá perto da entrada uma pontezinha clássica de Veneza, tudo muito bem feito! E mais lá para o fundo, algo tipo um palquinho, que inspirou a Amandinha!! Rsrs... Foi então que ela começou a fazer os shows, cantando e dançado. Disse que ia fazer em todos os países!! Estava em turnê! Kkk... claro que isso ela não falou!! É que eu pensei agora! Kkk... Partimos para o Japão!! Também muito lindo!! Um templo de vários andares!! Um Jardinzinho muito característico, bem compacto, mas perfeito... foi ali que rolou o show da Mulan da Amanda!! Rs Bem na hora que estávamos lá começou uma apresentação com uma mulheres tocando aqueles tambores...Legal!! ah!! Pelo menos isso é realmente do Japão! Kkk... No pavilhão de artesanatos só coisas bem modernosas, tipo Pikachu e demais Pokemons, desenhos afins e para minha surpresa, uma Hello Kit bronzeada de biquíni! Isso me fez rir um pouco! Rsrs...

Logo adiante, o Marrocos! Com pátios, fontes e mosaicos, até um “mini-mercado”!! É tudo tão perfeito!! This is Disney World!! Entramos em uma loja para dar uma olhada e tinha uma lâmpada, como a do Gênio! A Mari deu uma esfregadinha e falou pra Amanda esfregar. Ela ficou meio receosa, meio desconfiada... mas esfregou! Rs... Ela é tão criancinha!! Passamos no lugar onde ficam o Aladin e a Jasmine. Faltava meia hora ainda e já tinha fila! Não dava pra encarar... tínhamos uma volta ao mundo pela frente! Olha... anda-se tanto que poderia até ser! Rs! Mas antes a Amanda fez um baiita show!! A Mari filmou tudo. Ela cantou e dançou uma das músicas da Frozen inteirinha!! Muito bonitinha!!

Ao lado do Marrocos, os Estados Unidos – ok... a volta ao mundo está meio fora de ordem!! Bom...a pergunta que não quer calar é: por que um pavilhão dos Estados Unidos? Já não basta o fato de... estarmos nos Estados Unidos?? Acho que por isso mesmo não poderia faltar!! Não tinha nada de interessante... a Amanda subiu na mureta de um canteiro e fez o show!! Eu e a Mari falamos algo durante a apresentação e levamos a maior bronca! Kkk...

Passamos rápido pelos EUA e chegamos na França!! Coisa mais linda! Já na chegada um restaurante bem chique, bem francês! Kkk... Tinha um jardim francês também, bem clássico, simétrico... Tinha chafariz também pra dar uma refrescada. E lá pro fundo a maravilhosa Les Halles Pastisserie Boulangerie... Tudo tão caro que não dá vontade nem de olhar... Fomos para a fila da Aurora!! Ela ficava num lugar como um coreto, lá depois do jardim. Enquanto isso fui até o banheiro, e dei uma olhadinha por cima dos doces... de babar!! Não demorou muito até Aurora ter que se recolher por causa de quê? Ãh, ãh?? Imaginary Thunder Storm! Brincadeira, meu!? Lá se foi ela... e tinha relâmpago nada!! Por que eles inventam isso!?!? Então seguimos viagem!! Quê remédio?? Na volta passaríamos de novo...

Mariana Franco
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 26/08/2014
 
 
Dia 10 - Que comece a volta ao mundo! 17/08/14
postado por: Mariana Franco

 mensagem postada em 17/08/2015 - 09:08:28hs
 

Depois disso fomos para o Journey Into Imagination with Figment! Figment é um dragãozinho... Não o conhecia!! Ele também tinha algo a ver com um cientista, pois o brinquedo era sobre experiências sensoriais, visão, audição, olfato, e tals! A Amanda nesta hora estava morrendo de fome!! Dizíamos que assim que saíssemos do brinquedo iriamos comer, mas no meio do role do carrinho ela dizia: “Não posso mais esperar!! Acabaram as vitaminas do meu corpo!! Se eu morrer de fome eu me mato! Kkk... Figura!! No final tinha um monte de joguinhos interativos, e ela se esqueceu da vida e da fome lá!! Como prometemos, compramos uma pipoca ao sair do brinquedo!! Ainda era cedo para almoçar, e nós queríamos almoçar no pavilhão de algum país! Se tentávamos pegar uma pipoquinha sequer ela achava ruim!! Ficava brava de verdade!!

Decidimos depois da pipoca ir no Mission Space, que simula o lançamento de uma nave. A Mari falou que esse brinquedo dava um pouco de enjôo, o que me deixou um pouco preocupada, pois eu já estava enjoada o suficiente!! Assim tínhamos esperança que o mal estar não demorasse a passar! Na porta do Mission In Space você podia escolher ir na “ride”com ou sem emoção. Bom... já que estamos aqui, vamos com emoção de uma vez, né!? Já na fila comecei a me arrepender!! Incessantes avisos eram dados, referindo-se a motion sickness (enjôo de movimento), Desorientação, saco de vômito, pânico de espaços escuros fechados... começai a ficar com medo mesmo!! Até que diante de uma última porta eles avisam: quer sair?? esta é sua última chance! Mas antes a narradora repete todas as hipóteses citadas acima mais uma vez! Resolvi ficar! Seja lá o que Deus quiser.

Bom, pra começar você entra numa cabine com mais três pessoas, e essa cabine é apertada e escura, de fato! Já me deu uma agonia, mas tudo sob controle! Depois eles dão uma função para cada pessoa da cabine, e dizem que em determinado momento você vai ter que apertar um botão! Ok. Então começa a contagem regressiva e o foguete é lançado!! Quando esse -- palavra censurada -- desse foguete decola... gente!! Deus do céu, que coisa horrível!! Dá uma tontura, uma náusea, a cabeça parece que pesa um tonelada! Uma pressão no peito... felizmente lembrei das tantas recomendações da narradora no trajeto até a cabine... Não feche os olhos em nenhuma hipótese. Em caso de tontura, ou desorientação, foque num ponto no horizonte da tela. E foi isso que eu fiz!! E esperei, pensando que se o negócio todo fosse com aquela sensação, não ia terminar bem! Por sorte, depois que a nave estabiliza no espaço a sensação ruim melhora bastante!! E depois finalmente acaba! Kkk... Não passei mal por pouco, e posso dizer que não saí de lá melhor do que estava!! Depois foi a vez da Mari, e enquanto isso a manda e eu ficamos no brinquedão que tinha no final. Como ela adora esses brinquedões! Tinha também uns jogos interativos! Comemos mini cenouras enquanto a Mari não chegava.... não agüento mais mini cenouras!!

Não agüentamos mais o enjôo, tomamos um remedinho que a Mari tinha!! Porque será que demoramos tanto!? Não demorou muito para passar, mas aí veio o enjôo da fome... tanta fome!!! Quando íamos passando a caminho dos pavilhões a Amanda viu uma daquelas áreas de refreshments, e claro que ela quis ir!! Era tipo um lava rápido... saía vapor de água de cima, de baixo... Ela se divertiu!! Tanto, que depois de brincar ficou tão ensopada que teve que trocar toda a roupa! A Mari levou ela e eu fiquei esperando numa sombrinha! Eu estava ficando com muita fome, não sabia se era fome ou se era enjôo! Mas controlei o meu humor! Acho que todos sabem como ele pode ficar! Rsrs... o calor também era demais!! A Amandinha seca, partimos para o World Showcase.

Demos uma boa andada no sol escaldante. Essa foi uma das únicas vezes que eu tive que usar a sombrinha que eu comprei pra me proteger do sol! Indescritível!! O primeiro país era o México. O Pavilhão é uma réplica da pirâmide famosa que tem lá, que não vou me arriscar e dizer o nome... Todos saber qual é!! Rsrs... O melhor de tudo é que lá dentro era noite! Muito legal!! Tinham uma feirinha de artesanato, com coisas lindas, e caras!! Lá tiramos uma foto muito fofa da Amanda com um sombreiro enorme!! Tinha também um bar ou restaurante, mas como já comemos enough Cheesy Gorditas, passamos! Depois pegamos um barquinho que vai passando entre as casinhas típicas! Adorei!!

Mariana Franco
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 26/08/2014
 
 
Dia 10 - Epcot 17/08/14
postado por: Mariana Franco

 mensagem postada em 17/08/2015 - 09:08:08hs
 

Acordamos as 7:00hs, com muita coragem. Nos arrumamos para o parque no esquema de sempre. Foi dia de Epcot! O calor da... “muléstia” (pra não dizer outra coisa!) Desde cedo! Paramos no Seven Eleven para comprar energético... entre outras coisas. Meu amigo, o Sr. Indiano não estava lá hoje! Na fila do caixa me aproximei das estantes, e tinham algumas pílulas. Eram vários tipos de energético, para fazer exercícios e tal... pensei: “Bom, se vendem aqui na prateleira, mal não há de fazer!” Eu definitivamente precisava de energia! Levei, e levei mais uma ampola vitamínica! Rsrs...

Tivemos que dar uma volta meio longa de carro, o gps nos deu um baile dentro da Disney, e o carro quase sem gasolina. Tomamos nossa pílulas mágicas no caminho. Apesar do rolê, conseguimos chegar bem cedo ao Epcot. Já na entrada se vê a gigante e famosa bola!! O céu absolutamente azul, o sol tostando... a bola reluzindo! Kkk... tirei mil fotos e passei tirando fotos de bola o dia todo! A Mari falou que é o segundo monumento/objeto mais fotografado do mundo, só perde para a torre Eiffel. A bola é inspiradora!! Kkk...

E foi nela que fomos de primeiro brinquedo. Na fila comecei a sentir um pequeno mal estar...difícil de explicar. Uma lerdeza, associada a um enjôo! Mas fui disfarçando, não era nada grave! Dentro da bola tem o Space Ship Earth. É tipo uma nave que vai contando a história da comunicação (inclusive em Português) desde os Egípcios! Nesse brinquedo eu também aprendi coisas! Aprendi que o papiro era feito de junco amassado!! Pilado até virar papel! Cenas ilustrativas da história eram representadas em cenários com bonecos que se mexiam com fluidez, e que quando falam, mexem a boca perfeitamente! Observação da Amanda: “Os bonecos parecem de verdade porque mexem a boca para falar! Incrível!”. O brinquedo quebrou algumas vezes com a gente dentro!! Era legal, porque ao longo do caminho, na TV do carrinho iam aparecendo algumas perguntas, sobre nossos hábitos, e questões energéticas e sustentáveis. Eles também batiam algumas fotos. No fim do percurso passava por um lugar tipo um planetário, que dava uma sensação de imensidão!! E na tela do carrinho eles mostravam as casas que a Space Ship Earth tinham projetado para nós, com desenhos tipo os Jetsons e a nossa cabeça, que recortavam das fotos que iam tirando pelo caminho! MUITO legal! Eu amei! No final ainda tinha um joguinho interativo, tipo uma projeção no chão, e você tinha que ir empurrando a as usinas de energia para onde tinha maior demanda! A Amanda não quis jogar! No fim, jogamos a Mari e eu! Rsrs... Maior dor nas costas ficar empurrando aqueles rodinhos!! Acho que eram para crianças! Kkk...

Em seguida já fomos no Nemo! Muito bonitinho o brinquedo!! Do tipo da pequena sereia! Cheio de hologramas!! Eles colocavam o Nemo e a Dory dentro dos aquários de verdade! Passamos entre as águas vivas... adorei!! A saída do brinquedo dava dentro de um espaço fechado enorme, permeado de vários imensos aquários! Num determinado lugar uma aglomeraçãozinha. Era uma treinadora comandando os golfinhos com um apito, dali mesmo! Ela dava o comando e eles respondiam! Devia ter pelo menos uns 5, de nariz apontado para as pessoas, num montinho de golfinhos! Então a moça falou para prepararem as cameras. Não preparamos, pois era tanta gente na frente, e o lugar era escuro... não valia a pena!! Então ela soprou o apito e todos os golfinhos ficaram “em pé” e abriram a boca, como se estivessem sorrindo para a câmera!! Muito fofos! Foi demais!! Se a gente tivesse pegado as câmeras!! Ficamos passeando mais um pouco, vendo os aquários. A Amanda e eu posamos dentro da boca do tubarão, e...voltamos para o ar livre! Quando saímos ela estava super animada, pedindo para ir em mais brinquedos!! Muito bom ver ela assim!!

Em seguida fomos no Living With the Land. Ficava dentro de uma prédio que tinha vários restaurantes!! Por este motivo, o delicioso cheiro de comida fazia o estômago doer de fome, e a essas alturas o mal estar que eu estava sentido estava bem pior! Eu estava me sentindo estranha!! Mega enjoada!! E só podia ter sido a tal da pílula energética! A fila estava grande, e eu estava meio quieta... não queria falar pra Mari que não estava bem, pra não deixar ela preocupada! Até que ela me perguntou: “O que você tem? Você está estranha!” Diante disso não pude deixar de dizer a verdade! Isso acabou influenciando ela, que também começou a sentir uma coisa estranha! Bom recapitulando, O Living With the Land é um barquinho que vai passando por toda a produção de alimentos que supre a demanda do restaurante, que só serve o que vem de lá!! Trata-se de formas racionais de cultivo, sustentabilidade, etc!! Muito legal! Vimos estufas, sistemas de hidroponia... frutas e hortaliças crescendo na areia!! No final tinha um sistema de Hidroponia que, para ser ainda mais sustentável, a água bombeada vinha de um tanque com peixes!! Já vinha adubada direto! Foi muito legal! A Mari e a Amanda também gostaram!

Juliana Prado
 
Membro
 
 
Niteroi - Rj
 
Inscrição: 13/08/2015
 
 
Res: Disney com as crianças – Dia 3 (31/01/15) - Parte 2
postado por: Juliana Prado

 mensagem postada em 17/08/2015 - 09:08:39hs
 

juliana, não pára não........Kd o resto dos seus relatos?! Xô preguiça!!! Por favor......
(mensagem de Luciana Moraes)


Vou postar pelo menos mais um dia hoje, pode deixar! Ontem passei o dia inteiro na rua, mas já tenho metade dele pronto, só preciso terminar

Juliana Prado
 
Membro
 
 
Niteroi - Rj
 
Inscrição: 13/08/2015
 
 
Disney com as crianças – Dia 3 (31/01/15) - Parte 2
postado por: Juliana Prado

 mensagem postada em 15/08/2015 - 19:08:47hs
 

Reencontramos os outros dois e deixamos Ana e João brincarem um pouco na Fossil Fun Games, pois João estava doido pra ganhar um bicho de pelúcia qualquer. Acabou conseguindo, com a ajuda do Gabriel, um cavalo marinho. Não tínhamos fastpass pro Dinossaur e como Gabriel não queria ir sozinho (eu não gosto desse, acho barulhento demais e odeio não enxergar o que está acontecendo), partimos de volta para a Ásia porque já estava na hora da Everest. Dessa vez Maia optou por não ir e fui só com Gabriel. Quando saímos minha tia disse que já estavam todos com fome e depois de um rápido debate, optamos por voltar para o hotel e almoçar por lá antes de irmos ao Florida Mall, assim Gabriel pegava a carteira que tinha feito o favor de esquecer e usávamos nossos créditos do Dinning Plan pra almoçar, ao invés de comer no shopping e gastar dinheiro de verdade.



Como almoçamos no hotel, tive que passar na lojinha para que João comprasse finalmente o Zurg que ele havia visto no 1º dia e não falava de outra coisa. Foi um parto desamarrar o Zurg daquela caixa, eram lacres dignos de um prisioneiro do espaço, mas libertamos o pai do Buzz e seguimos para o Florida Mall com ele junto. E a primeira parada por lá era a Toys R Us. As crianças quase quicavam dentro do carro ainda. João deixou o Zurg ocupando seu assento e entramos. Tia Luiza foi com a Ana para um lado, Gabriel e Maia foram passear pela área de jogos e eu fui com João à caça de suas compras.



Dentro da loja não tinha como manter o limite de duas coisas por dia, então como a mãe dele autorizou a gastar um determinado valor do dinheiro que ela havia mandado com os brinquedos que ele quisesse, deixei a criança ir à loucura. Conseguimos eliminar mais da metade das coisas que ele tinha em mente comprar e a criança estava tão feliz com suas novas posses que toda hora do nada me abraçava hahaha. Encontramos os outros de volta no carro, escondemos as compras o máximo possível e fomos estacionar para o lado da Macy’s, porque agora era a nossa vez de se divertir um pouco.



Não me lembro mais o que comprei, além de uma apple tv e alguns cabos na loja da apple, e nem quais lojas entramos, mas saímos do shopping já com o céu escuro e como no almoço, também jantamos no hotel. O dia terminou com todo mundo no quarto da minha tia batendo papo, sem pressa de dormir, já que o dia seguinte era dia de outlet e não precisava acordar tão cedo.

Juliana Prado
 
Membro
 
 
Niteroi - Rj
 
Inscrição: 13/08/2015
 
 
Disney com as crianças – Dia 3 (31/01/15) - Parte 1
postado por: Juliana Prado

 mensagem postada em 15/08/2015 - 18:08:05hs
 

Mais uma vez todos fora da cama às 7h (eu e meus tios sempre acabávamos acordando antes) e depois da parada na food court para algumas panquecas matinais, era hora de encarar o Animal Kingdom. Já fomos para o parque sabendo que não íamos passar o dia inteiro nele, então os fastpass eram todos para a parte da manhã.



Pelo estacionamento você já via que o parque ia encher e o sol naquele dia estava forte, mas por sorte não vinha acompanhado de calor. Já de cara coloquei os quatro no It’s tough to be a bug e enquanto eles curtiam o cinema 4D João se distraia com os animais esculpidos na arvore da vida. Quando eles saíram caminhamos juntos até a entrada da África e dali nos separamos, pois eles tinham fastpass pro Kilimanjaro Safari às 9:50. Confiando que Gabriel tinha aprendido a ler os mapas da Disney ainda em 2011, combinamos de nos encontrarmos na Dinoland a tempo para o fastpass do Primeval Whirl, em uma hora, e fui passear pelo parque com João.

Falei que íamos ver alguns animais no caminho e ele quis comprar um binóculo para poder enxergar melhor. Comprar era a palavra que ele mais falava, se eu não tivesse estipulado uma cota de brinquedos diários ele teria gastado todo dinheiro que trouxe em dois dias. Binóculo na mão, fomos para a Maharajah Jungle Trek ver o que tinha por lá. De lá paramos para ver os macacos e ele se divertiu vendo os bichos saltando de um lado pro outro. Macacos devidamente observados, seguimos em frente na direção da Dinoland.



Gastamos o tempo enquanto eles não chegavam no The Boneyard, onde João brincou por um tempo, até que um dinossauro rugiu mais alto e ele se assustou. Voltou correndo pra onde eu estava e disse “acho que está na hora sair um pouco, eles já devem estar chegando” hahaha. Só esperarmos alguns minutos na sombra até eles chegarem e como já estava na hora do próximo fastpass, João ficou com tia Luiza passeando na lojinha (oh criança pra amar uma lojinha) e fomos Maia, Gabriel, eu e uma relutando Ana Luiza para a fila do Primeval Whirl. Ela ainda estava traumatizada da montanha-russa do pateta, mas com a promessa de que ia do lado dela dessa vez, acabou cedendo. Ela se dividia entre rir, esconder o rosto no meu braço e gritar de desespero pelo percurso, no vídeo que fiz só se escutam os gritos dela e as risadas do meu tio. Mais uma vez saiu dizendo que nunca mais ia numa montanha-russa, mas ela acabou indo em mais duas no decorrer da viagem.

Renatar
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 28/08/2013
 
 
Relatos!!
postado por: Renatar

 mensagem postada em 14/08/2015 - 20:08:12hs
 

Pessoal,

estou amando os relatos!!!

Juliana,

muito legal acompanhar a viagem de vocês. Continue os relatos. O joão é muito bonitinho.

Mariana,

estou amando os relatos. A primeira montanha russa da minha filha foi a do everest com 4 anos. Vcs não fizeram nenhuma maldade Mas naquela viagem não quis ir em mais nenhuma. Esse ano fomos novamente, ela está com 6 anos, e o brinquedo preferido a viagem foi o dos simpsons. E já foi tranquila na 7 darfs. Pode ser que na próxima vez s recupere do susto.
continue...

Renata

Mariana Franco
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 26/08/2014
 
 
Dia 9 - Um pouco mais de compras 16/08/14
postado por: Mariana Franco

 mensagem postada em 14/08/2015 - 15:08:02hs
 

Resolvemos ir para o outro Outlet. Não poderíamos ficar sem ir na Forever 21, e eu queria também ir na Le Creuset, pra ver se conseguia comprar alguma coisa! Queríamos ir em outra Nike também, pra ver se achávamos as camisetas dry-fit! A Mari foi com a Amanda procurar vaga, e eu parti direto para a Le Creuset! Ficamos de nos encontrar na Forever! A Loja da Le Creuset era enorme!! E só tinha eu e uma vendedora lá dentro!! O negócio é exclusivo mesmo!! A sra. perguntou de onde eu era, e eu disse do Brasil. Ela: são nossos melhores clientes!! Brasileiros ricos! Kkk... essa segunda parte fui eu quem acrescentei!! Ela perguntou: você conhece nossas panelas? Eu disse sim, mas que hoje ia ficar só com uma espátula mesmo! Kkk... nem vi o preço da panela!! A espátula era R$ 15,00 e eu já achei um absurdo! Comprei uma!! Só pra dizer que tenho!! Não sou rica, mas queria uma espátula da Le Creuset, ora... A sra da Loja ainda elogiou o meu relógio, e disse que sempre que alguém entrava com um relógio, ou um sapato lindo na loja, ela sabia que era do Brasil!

Saindo de lá fui direto para a Forever 21 encontrar a Mari e a Mandi!! Bom... Forever em fim de carreira (final do dia), só quem conhece sabe o caos que estava. Não achei elas, mas já entrei no garimpo. Algum tempo depois achei as duas! E continuamos!! Achamos algumas coisas boas, ambas enfrentamos as filas dos provadores e saímos satisfeitas com as nossas compras! No caminho para o carro a nossa baladeira comentou o quanto estava legal o passeio a noite!! Ela adora!! Queria continuar passeando!! Sim, porque ela tinha passado a tarde inteira dormindo! Kkk...

Saímos do estacionamento e fomos cruzando as avenidas para ir até uma loja de surf bem grande que tinha lá perto. A mari queria ver alguma encomenda do marido. Era perto, mas pegamos um pouco de trânsito. Chegamos lá e a loja já estava fechada!! Uma pena!! A fome estava pegando, e perguntamos para a Manda se ela queria jantar em casa ou num restaurante. Ela disse: “Restaurante é mais legal!!”! Bobinha ela! Kkk... Embarcamos e fomos rumo ao KFC mais próximo!

Chegando lá fomo até o banheiro. Era unissex e estava nojento...ai credo!! Sem chance!! A Amanda estava muito “apurada”!! Não tivemos saída a não ser levá-la numa moita, lá fora! Não tinha nenhum outro estabelecimento nas redondezas. Fui com ela procurando um cantinho discreto para não sermos presas, e achamos. Eu tinha pego papel, então deu tudo certo!! Amanda aliviada, fomos comer. Olha... acho que o KFC já foi melhorzinho, viu!? Não tava tão bom! Eu também fui pegar um balde de bebida, que supostamente deveria ser chá, eu acho... cara! Era a coisa mais horrível que eu já bebi na minha vida! Tinha puro gosto de milho! Eca... horroroso! Ah, não teve jeito!! Tive que jogar o copo todinho fora, e encher de refrigerante de limão, que lá, se não for sprite, é sempre um pouco amargo!

Aproveitamos o wi-fi da lanchonete para fazer contato com a família. Neste dia tivemos a triste notícia de que nossa querida Tia Ivone ( aquela que pulava ondas com a gente na Praia Grande igual fizemos com a Amanda no Thyphoon) tinha falecido. Ela estava no hospital quando viajamos. Foi tudo de repente... era para eu ter ligado pra ela no final de semana que ela foi internada e eu não liguei! Foi muito triste saber, especialmente porque já tinha acontecido há uns dois ou três dias. Tinha sentido o jeito da minha mãe diferente uns dias atrás, até comentei com a Mari, mas achei que se acontecesse alguma coisa nos falariam. Bom, o que fazer? Lamentamos juntas. Fiz uma oração em pensamento, vinha fazendo ao longo dos dias. Sempre pensando nela na hora de dormir e mandando boas vibrações. Isso quando o corpo não apagava. Tia, você e Deus sabem o tamanho do carinho que eu tinha por você! Espero que esteja em paz!! Deixamos o estacionamento do KFC e embarcamos para “casa”. Pegamos bastante transito na International Drive. Levou um tempo para chegarmos!

Chegamos no Hotel as 23:30h, e ainda assim tínhamos que organizar um pouco as coisas nas malas. Estava tudo meio espalhado, e não podemos deixar isso para a última hora, que é furada!! Só pra sofrer!! Fomos dormir facilmente às 1:30h. A Amandinha dormiu antes!!

Mariana Franco
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 26/08/2014
 
 
Dia 9 - Compras!!!! 16/08/14
postado por: Mariana Franco

 mensagem postada em 14/08/2015 - 14:08:49hs
 

Hoje foi o dia Oficial da Compras!!!! Eeee! Como se os outros não tivessem sido! Kkk...Mas teve dia que a gente nem comprou, mas nesses dias só não fomos até um Walgreens 24h porque nossos corpos não agüentavam, porque se não dependêssemos deles!! O ritual da manhã foi o mesmo de sempre!! Acordamos às 7h, arrumamos tudo e fomos para a Ross!! Dessa vez uma outra, pra variar a loja!! Rsrs... Entramos nela às 8:30h! Determinamos que tínhamos que sair de até as 10h, porque se deixar, passamos o dia lá dentro!! Na hora de pagar eu me atrapalhei com a grana, e deixei cais U$200 sem perceber!! Nem notei!! Devo ter contado e dado falta, não sei, mas me virei, e lá estavam elas... azulzinhas...sim, porque as notas novas são azuis!! Peguei num pulo e olhei pra cara de uma mulher que na hora disfarçou, fazendo cara de susto, com a mão no peito: Nossa, ainda bem que você viu!!” Sei... acho que ela tava era de olho e se eu bobeasse ela pegava antes de mim e eu nunca ia entender!! Ufa!! Minha adrenalina foi lá em cima!! Já pensou perder duzentinhos no ínicio do dia de compras?? Terrível!!

Colocando as coisas no carro percebi que minha prensa francesa não tinha vindo! Voltei pra pegar!! Po... U$6,00 uma prensa Francesa!! No Brasil não vi por menos de R$ 70! Achei nessa Ross também o maravilhoso Cookie: White chunk with Macadamia!! Oh, My!! Tão delicioso... é molinho, docinho... maravilhoso!! A Amanda estava se comportando muito bem! Foi bem compreensiva e não reclamou nada nesta primeira parada!

No caminho para a Best Buy, achamos a Lowe’s, que é uma loja de ferramentas. Paramos, pois ali é que íamos achar as encomendas do pai! Achamos uma delas!! Uma régua enorme, que não tínhamos certeza se cabia na mala!! Rsrs... comprei também o esquadro a laser, que queria dar pra ele de dia dos pais!! Saindo de lá fomos na Best Buy!! Mais uma vez fomos inundadas de dúvidas sobre as encomendas!! Tanta dúvida que calculamos ser possível voltar na Best Buy pela terceria vez, um outro dia. E partimos agora para o outlet oficial!

Achamos uma vaga, depois de muito procurar e partimos para as compras, levando uma mala vazia conosco!! Claro!! Muito mais prático do que carregar sacolas! Fomos entrando nas lojas e olhando tudo com mais cautela, pois ali as coisas eram relativamente baratas, porque comparado a Ross e a Marshalls, não era tão barato assim! Numa das primeiras lojas comprei um óculos tão lindo... quadrado, degradè... vou lembrar dele pra sempre!! Ele é tão lindo que já estou pensando quando ele quebrar, ou eu perder! Kkk ... 15 dolla!!! Cerca de uma hora depois de chegarmos caiu uma chuva bem forte! E a chuva veio bem numa hora que a Mari e eu estávamos separadas. Eu estava com a Amanda!! Tinham muitos trechos sem cobertura para chegar aonde a Mari estava. Bom, tínhamos que encarar. Fomos fazendo os caminhos mais favoráveis, mas chegamos bem molhadas até a Mari!

Para não perdermos tempo, resolvemos almoçar enquanto chovia, para depois podermos circular. A praça de alimentação estava bombástica!! Não tinha nenhum lugar!! Não me lembro das variedades de refeição, mas acho que pela praticidade, sustança e custo, fomos de Taco Bell, Cheesy Gorditas Crunch!! Muito bom encontrá-las de novo! Depois do almoço a Mari e a Amanda foram até a máquina de picolés, e a Amanda escolheu um. Eu fui procurar se achava um telefone, mas não achei! Não existem mais orelhões in the USA!

Logo depois desse movimento de almoço a Amanda dormiu, e vocês não vão acreditar que assim ela permaneceu pelas próximas 4h!! Tadinha... exausta, nem conseguia agüentar!! E nós continuamos comprando! Antes de levantar o acampamento do almoço (as cadeiras que tínhamos encontrado numa área coberta) pegamos um mapa do shopping e marcamos as lojas que queríamos passar com certeza!! A partor daí fizemos uma rota, porque se não você se perde! Comprei os presentes/encomendas do marido, compramos nossos tênis.... Bom, ficamos entrando e saindo de lojas, comprando e não comprando por 4h!! Quando finalizamos a nossa rota, pegamos o carro e fomos até a Gap, que ficava isolada, num lugar mais afastado, que era do outro lado de onde o carro estava, então fomos de carro!!

Alessandra Gilos Moreira
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 10/07/2013
 
 
relatos lindos
postado por: Alessandra Gilos Moreira

 mensagem postada em 14/08/2015 - 12:08:22hs
 

Amanda diva como sempre. Que bom que ela curtiu o AK. E tenho certeza que ela não ficou traumatizada com a sua primeira montanha-russa! Com certeza mais velha irá aproveitar mais. hehehe...

Juliana,
adorando seus relatos!
Achei lindo você levar seu afilhado e incrível você já conhecê-lo tão bem. Visivelmente isso foi essencial (: Ele parece MUITO feliz nas fotos.

 
Você sabia que em 1971 o ingresso do Magic Kingdom custava apenas US$ 3.50 para adultos, US$ 2.50 para menores com idade entre 12 e 17 anos; e, US$ 1.00 para menores com idade entre 03 e 11 anos. Diferentemente do sistema atual, com esse ingresso os visitantes tinham direito a brincar em apenas duas atrações e se quisessem participar de outras tinham que adquirir outros ingressos.