Notícias - Gripe Suína - AH1N1

 
Tópico Trancado

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Preocupações

 mensagem postada em 28/04/2009 - 23:04:49hs
 
 

Acho quem decidiu ir não deve ficar se preocupando com a medicação. Como foi dito, os remédios só devem ser tomados por quem já tem os sintomas da doença, sob pena de desenvolver resistência e, uma vez que essa se manifeste, com certeza os hospitais americanos vão ter a medicação para aplicar, pois estão tão interessados em controlar a doença como qualquer um de nós. Como já disse a Vanessa, importante é ter seguro saúde para poder ser bem atendido por lá, pois a possibilidade de precisar é real.
Não acho que a imigração seja um problema. Se eles forem barrar todo mundo que der um espirro, correm o risco de criar um tumulto absurdo e pânico desnecessário. Além disso, a princípio, eles são o foco da doença e não o Brasil. O perigo então para quem estiver gripado é maior no retorno para casa...
Por outro lado, queria dar minha opinião a respeito das máscaras. Elas são muito incômodas e é muito chato usá-las direto, acho quase impossível obrigar as crianças a ficar com elas por muito tempo. Acho que não é um dos recursos mais confiáveis, só um quebra-galho...
Além do mais, acho que quem resolveu ir deve estar disposto a encarar o risco e, embora tomando os cuidados de higiene (claro), desligar, pois viajar para ficar todo o tempo preocupado em estar ou não pegando a doença, não vale a pena.
Nós estamos marcados para julho e ainda não decidimos o que fazer, mas agradeço a todos pelas informações, pois só com essa troca é que poderemos chegar a uma conclusão mais segura.
Beijos e muito obrigada!!!

 


 
Noticias

 mensagem postada em 29/04/2009 - 00:04:14hs
 
 

O Ministério da Saúde divulgou, nesta terça-feira,
as medidas adotadas para informar a população sobre
a gripe suína e dar informações aos viajantes. Uma
das ações do ministério foi disponibilizar o Disque
Saúde (0800 61 1997), que teve seus profissionais
treinados para prestar esclarecimentos sobre o
tema.

De acordo com o órgão, serão veiculadas 53
inserções de comunicados em oito emissoras de
televisão até o dia 30 de abril. Nas rádios, são
cerca de 2,7 mil inserções nas duas principais
rádios de cada capital e duas redes nacionais. Os
dois jornais de maior circulação em cada Estado
publicarão três comunicados sobre o assunto.

O Ministério da Saúde disponibilizou um hotsite
sobre a doença, com link no portal
www.saude.gov.br. Além disso, o órgão diz ter
confeccionado 300 mil folderes trilíngues
(português, inglês e espanhol), distribuídos nos 46
aeroportos de maior movimento no País.

A Infraero veicula avisos sonoros sobre os sintomas
da doença e os procedimentos a serem adotados em 67
aeroportos. A partir desta quarta-feira, os
principais aeroportos do país passarão a reproduzir
informações sobre a gripe suína em seu sistema de
televisão.

Informações para quem viaja a áreas afetadas:
- Usar máscaras cirúrgicas descartáveis durante
toda a permanência em áreas afetadas. Substituir as
máscaras sempre que necessário.

- Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca
com um lenço, preferencialmente descartável.

- Evitar locais com aglomeração de pessoas.

- Evitar o contato direto com pessoas doentes.

- Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e
objetos de uso pessoal.

- Evitar tocar olhos, nariz ou boca.

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão,
especialmente depois de tossir ou espirrar.

- Em caso de adoecimento, procurar assistência
médica e informar história de contato com doentes e
roteiro de viagens recentes às áreas afetadas.

- Não usar medicamentos sem orientação médica.

Informações para quem chega das áreas afetadas:
Segundo o Ministério da Saúde, viajantes
procedentes, nos últimos 10 dias, de áreas com
casos confirmados de influenza suína em humanos
(como México, Estados Unidos e Canadá) e que
apresentem febre alta repentina, superior a 38ºC,
acompanhada de tosse e/ou dores de cabeça,
musculares e nas articulações, devem:

- Procurar assistência médica na unidade de saúde
mais próxima.

- Informar ao profissional de saúde o seu roteiro
de viagem.

O Ministério da Saúde também disponibiliza no site
outras questões sobre a gripe suína e uma lista de
hospitais de referência.

Medidas anunciadas
O Gabinete Permanente de Emergência, formado por
representantes dos ministérios da Saúde e da
Agricultura e da Anvisa, decidiu monitorar os vôos
procedentes de áreas afetadas (México, Estados
Unidos, Canadá, Espanha, Grã-Bretanha e Nova
Zelândia). O controle começará a ser realizado
dentro dos aviões. Caso seja identificado algum
passageiro com suspeita da doença, todos a bordo da
aeronave serão submetidos à avaliação médica.

Os principais aeroportos do País terão ambulâncias
de plantão para transportar eventuais pacientes das
aeronaves para hospitais especializados, evitando
contato com outras pessoas. O Ministério da Saúde
divulgou em seu site uma lista de hospitais de
referência.

Restrições
Até agora, não há restrição de viagens para
brasileiros. Segundo a Anvisa, a medida só vai
ser tomada caso a Organização Mundial da Saúde
(OMS) julgue necessário. Em entrevista coletiva no
final da tarde desta terça-feira, o gerente da área
de coordenação interprogramática de prevenção e
controle de doenças e saúde ambiental da
Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Rubén
Figueroa, voltou a afirmar que a organização não
vai fazer recomendações de fechar fronteiras nem de
que brasileiros deixem de viajar às áreas afetadas,
por considerar esse tipo de medida "pouco
eficaz".


Também não há restrições ao consumo de carne ou
produtos de origem suína. Segundo o Ministério da
Agricultura, "não existem animais infectados ou
doentes com essa virose mesmo nos países em que
casos humanos foram identificados".

Com informações da BBC Brasil.

 


 
Seguro Saúde e Hospitais em Orlando

 mensagem postada em 29/04/2009 - 00:04:03hs
 
 


Pessoal,

Tenho viagem marcada para sexta-feira e estou muito preocupada. Ainda não sei se vou ou não (principalmente pq vou com crianças de 2 anos).

Tenho uma dúvida sobre o seguro saúde: se durante a estadia em Orlando for decretado Pandemia, o seguro saúde continua me dando cobertura?

Quais hospital de orlando tem um padrão de atendimento como o hospital Albert Einstein?

Obrigada,

Eliana

 


 
Much Ado About Nothing

 mensagem postada em 29/04/2009 - 00:04:51hs
 
 

To achando que a mídia tá querendo audiência.

Só o México teve vítimas fatais, quem vive no meio de epidemias de dengue, febre amarela e violência urbana descontrolada como nós brasileiros não precisa entrar em mais uma paranóia.

Mesmo assim quem quiser acreditar nesse sensacionalismo barato e desistir, to aceitando doação de passagens hehehe

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1099366-5598,00-PASSAGEIROS+DEVEM+TOMAR+CUIDADOS+ANTES+DE+VIAGEM+PARA+EUA+E+MEXICO.html

 


 
viagem a miami

 mensagem postada em 29/04/2009 - 00:04:17hs
 
 

gente, tb to preocupada, viajo sexta para MIAMI, somente lá, ficarei 5 dias e nao vou em area de risco, mas estou com medo do voo e no aeroporto de miami que tem grande circulação de pessoas vindas de locais de risco, tenho medo de na volta ter alguem infectado no voo,apesar de tudo , nao to a fim de desistir, paguei ja,poxa,nunca fui para EUA,miami, compras, mas minha preocupação é eu chegar com essa gripe e passar aos meus filhos pequenos, 5 e 7 anos, que nao vao viajar comigo,mas na volta, como fica?? a imprensa exagera, poxa...se alguem puder me tranquilizar, ou nao né??? to realmente sem saber o que eu faço!
grata
priscila

 


 
concordo

 mensagem postada em 29/04/2009 - 01:04:09hs
 
 

concordo com a imprensa exagerar, como disse o teco. mas.... nao da para nao se preocupar tendo pais neuroticos te enchendo porque tenho filhos pequenos, por mim to nem ai,se pegar me trato e pronto. tenho bom plano de saude pra isso que me da einstein,sirio, enfim... me trato e pronto,mas emeus filhos??? rsrsrsrs

 


 
Priscila

 mensagem postada em 29/04/2009 - 01:04:04hs
 
 

não te preocupa, vai dar tudo certo. Agora leva máscaras e quanto a ter infectado no vôo se vc ler a notícia que coloquei.

"O controle começará a ser realizado
dentro dos aviões. Caso seja identificado algum
passageiro com suspeita da doença, todos a bordo da
aeronave serão submetidos à avaliação médica."

Vamos com fé que dará tudo certo. Pior eu que vou para NY e com meu filho... mas vamos que vamos!!

Abçs
Larissa

 


 
larissa

 mensagem postada em 29/04/2009 - 01:04:08hs
 
 

pois é larissa, vamos que vamos, contrariando meus pais, que estao me enchendo por causa dos meus filhos, que nem vao comigo, EU VOU!!!

MEU MARIDO TB ESTA DE ACORDO, VAMOS OS DOIS FAEZR COMPRAS EM MIAMI E TOMARA QUE ESTEJA TUDO MAIS BARATO E VAZIO OS SHOPPINGS! RSRSRS

DA MEDO,MAS... eu disse: se pegar trato!

vc consultou pediatra? ha perigo para cças??? eu so temo isso, trazer esse virus incubado e passar aos meus pequenos, e a imunidade deles ser menor! o que v me diz????

bjo

 


 
Mães aflitas, mas que vão mesmo assim...

 mensagem postada em 29/04/2009 - 01:04:09hs
 
 

A duvida continua e quanto mais pergunto para medicos, amigos e familia, cada vez fica mais dificil decidir, ir ou nao ir. Estou indo com minha filha de 4 anos e meu marido. Minha filha de 8 meses vai ficar aqui mesmo... então, se puderem me ajudar com algumas dicas, ficará mais facil tomar a decisão. meu marido disse que vai e que a decisao da minha ida e da minha filha sera minha, o que eu decidir faremos!!! a ultima vez que fui a orlando eu tinha 12 anos (20 anos atras) então é como se estivesse indo a um lugar novo mesmo...
1) quais são so hospitais referencia por lá? alguém ja "experimentou" emergencia por lá???
2) para os remedios do dia a dia (novalgina, vit c, xarope) preciso levar a receita da pediatra?
3) o seguro cobre casos de calamidades, pandemias e etc?
4) as crianças de vcs estao tomando a vacina de gripe sazonal antes de embarcar?

 


 
Priscila e Patricia

 mensagem postada em 29/04/2009 - 02:04:22hs
 
 

O pediatra do meu filho disse que fosse e que os EUA são mto cautelosos em relação à saúde e que se fosse algo grave nós nem embarcaríamos. Aqui nesse tópico tem uma pediatra a Dra Vanessa que também concorda com ele.

Patricia a minha situação é bem parecida com a sua. Vou levar meu filho de 4 anos e deixar a de 1 ano. Quanto a hospitais, graças a Deus nunca precisei por isso não sei te informar. Quanto a vacina não adianta e até é melhor nem tomar pelo que andei lendo o que os médicos falam. Quanto a medicação eu peguei uma receita médica do pediatra com todos os medicamentos (febre, tosse, alergia, infecção intestinal etc.) e levei tudo daqui sem problemas.

Priscila se você puder ir ao Sawgrass que fica em Fort Lauderdale você se divertirá mto mais com as suas compras!!! e se quiser ainda melhor te indico os outlets de Orlando, se puderem. Mas o Sawgrass é pertinho de Miami e tem mta coisa boa.

Boa sorte para todos nós!!!
Abçs
Larissa

 


 
 
Walt Disney World Resort tem o tamanho da cidade de São Francisco ou o dobro do tamanho de Manhattan.