Planejamento - Viajando com Criança

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Res: Alimentação - um problema

 mensagem postada em 16/09/2014 - 17:09:23hs
 
 

Em relação a alimentação, desde que meu filho tem 1 ano, sempre fico em hotel com cozinha e levo comida pros parques dentro de um pote térmico chamado Thermos - que encontra no Walmart- e mantém a comida quente por até 5 horas. Fico tranqüila pois ele almoça super bem, arroz, feijão, carne e legume. E ele fica bem mais disposto do que quando nao almoça bem. Levo feijão a vácuo do Brasil, compro arroz de saquinho, legumes congelados que ficam prontos em 1 min e carne moída/ frango. No dia que chego no hotel preparo e congelo o feijão em pontinhos e a carne tb. Todo dia tiro em pote, esquento e levo pro parque. Super funciona e até hj com 5 anos, ele pede pra eu levar. É uma dica que sempre funcionou comigo.

 


 
Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 01/10/2014 - 02:10:36hs
 
 

Pessoal, boas!

Desde 2011 quando fui pela primeira vez para Orlando não vejo a hora de voltar. Agora meu filho está para nascer (comecinho de janeiro), e eu tinha a idéia de fazer uma viagem a Orlando / Disney emmeados de novembro/15.

Minha vontade era levar meus pais junto que nunca viajaram, e os pais da minha esposa e dois cunhados.

Bom, minha dúvida é no sentido de se esta viagem é possível com uma criança de apenas 11 meses. Alguém já fez algo assim? Ou não seria bom fazer?

Abs!

 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 01/10/2014 - 04:10:04hs
 
 

Oi João,
Sempre amei Orlando e quando meu filho nasceu estava louca pra voltar. Com meu primeiro filho viajei a primeira vez com ele com 1 ano e dois meses e foi tudo maravilhoso. Trabalhoso? Super! Mas nào me arrependi nem um minuto. Com meu segundo filho voltei com ele com apenas 6 meses e foi tranquilo tb. E vou voltar em fevereiro com ele com 1 ano e 5 meses. Acho q o que tem q mudar é a nossa cabeça. não vai ser a mesma viagem. Com meus filhos, tive que fazer comida no quarto, levava a comida que eles estavam acostumados tipo arroz, feijão pra não ter muita mudança na rotina. Pra mim o mais impostante é respeitar o tempo deles. Se eles almoçam ao meio dia, pare a essa hora pra dar almoço mesmo que tenha um brinquedo super favoritos sem filas. Se ele dorme as 14hs, não force a barra pra ir num show nessa hora, entende? Faz as coisas meio que como a criança está acostumada e vai ser ótimo!

 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 01/10/2014 - 08:10:55hs
 
 

Olá João,
No ano passado tive uma experiencia de ter ido com os primos da minha esposa e estávamos com uma criança de 11 meses. Eu sempre acostumado ir com minha esposa, achei que seria uma pessima ideia termos uma criança de 11 meses em uma viagem desta que é cansativa. Porém estava equivocado, a criança não deu nenhum trabalho durante os dias, acompanhou desde a abertura do parque até irmos embora (que era tarde) e no dia seguinte acordava cedo. Obvio respeitamos os tempos dela (comida, trocar fraldas, dormir). E cada vez que ela via algum personagem era indescritível a alegria. Não imaginei que seria desta forma, as vezes até emocionava as reações dela.
Enfim, acredito que tudo depende da criança tambem, mas a experiencia foi muito positiva e apoio levar sim uma criança de 11 meses.
Será uma viagem completamente diferente se fosse com adultos apenas, mas será sem duvidas emocionante para os pais.

Eduardo

 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 01/10/2014 - 19:10:07hs
 
 

Nossa que inveja de vc que vai e volta tantas vezes!

De fato eu tb amo Orlando. Só que até hoje não consegui voltar, por diversos fatores, mas em 2015 é uma meta que espero que dê certo. Se vc sobreviveu com duas viagens com crianças pequenas e vai encarar mais uma, eu tb consigo.
Abs e grato pela opinião.

Oi João,
Sempre amei Orlando e quando meu filho nasceu estava louca pra voltar. Com meu primeiro filho viajei a primeira vez com ele com 1 ano e dois meses e foi tudo maravilhoso. Trabalhoso? Super! Mas nào me arrependi nem um minuto. Com meu segundo filho voltei com ele com apenas 6 meses e foi tranquilo tb. E vou voltar em fevereiro com ele com 1 ano e 5 meses. Acho q o que tem q mudar é a nossa cabeça. não vai ser a mesma viagem. Com meus filhos, tive que fazer comida no quarto, levava a comida que eles estavam acostumados tipo arroz, feijão pra não ter muita mudança na rotina. Pra mim o mais impostante é respeitar o tempo deles. Se eles almoçam ao meio dia, pare a essa hora pra dar almoço mesmo que tenha um brinquedo super favoritos sem filas. Se ele dorme as 14hs, não force a barra pra ir num show nessa hora, entende? Faz as coisas meio que como a criança está acostumada e vai ser ótimo!
(mensagem de RENATA DUARTE)


 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 01/10/2014 - 19:10:13hs
 
 

Oi Eduardo!
Que beleza hein, um caso idêntico ao meu, isso me anima muito!
A minha primeira impressão tb foi de muita dúvida, porque querer voltar pra lá todo mundo quer, mas sem correr riscos, ainda mais para filhos...
Se, de fato, a criança ainda tiver essas reações com personagens e com tudo o que irá ver, muito melhor, realmente.
Acho que se essa viagem vier a acontecer, será no mínimo diferente, ao lado de filho e avós! Minha expectativa é ver a reação da magia nos olhos deles.

Abs e grato pela ajuda.

Olá João,
No ano passado tive uma experiencia de ter ido com os primos da minha esposa e estávamos com uma criança de 11 meses. Eu sempre acostumado ir com minha esposa, achei que seria uma pessima ideia termos uma criança de 11 meses em uma viagem desta que é cansativa. Porém estava equivocado, a criança não deu nenhum trabalho durante os dias, acompanhou desde a abertura do parque até irmos embora (que era tarde) e no dia seguinte acordava cedo. Obvio respeitamos os tempos dela (comida, trocar fraldas, dormir). E cada vez que ela via algum personagem era indescritível a alegria. Não imaginei que seria desta forma, as vezes até emocionava as reações dela.
Enfim, acredito que tudo depende da criança tambem, mas a experiencia foi muito positiva e apoio levar sim uma criança de 11 meses.
Será uma viagem completamente diferente se fosse com adultos apenas, mas será sem duvidas emocionante para os pais.

Eduardo
(mensagem de Eduardo di Grazia)


 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 01/10/2014 - 22:10:40hs
 
 

Agora que já deram bastante pitacos positivos, eu vou dar o meu não tão legal, mas veja, não é pra atrapalhar seus planos mas apenas um novo olhar sobre a situação.


Acho que quando pensamos em uma viagem com crianças muitos devem ser os fatores ponderados e no final, verificar se o saldo é positivo.
Eu particularmente só levaria um bebê numa viagem para Orlando se eu tivesse com dinheiro sobrando, pudesse ir outras vezes depois e jjá tivesse ido antes e aproveitado bastante.

Digo isso porque convenhamos, um bebê de 11 meses não vai aproveitar absolutamente nada, não vai poder ir a nada e acho pouco provável que se lembre de alguma coisa.
"Mas Suane, eles quando vêem os personagens ficam doidos e acham graça". Tudo bem, concordo, mas pra achar ggraça do Mickey e Cia não precisa fazer a criança aguentar 10h de avião na ida (no melhor dos vôos) e mais 10 na volta, concordam?
Bebês não precisam passar por toda essa trabalheira de enfrentar viagem, ficar em hote, longe de seu "habitat" e ter que ir pra lá e pra cá pra que possa atender uma necessidade quase que exclusivamente dos pais.

Então por esses fatores eu citei acima que eu só toparia levar se eu tivesse condições de viajar sempre, a hospedagem fosse a mais confortável possível e também tivesse várias pessoas pra ajudar.
Como a minha realidade é outra e uma viagem dessas é sempre um planejamento de muito tempo, eu vetaria. Mas se sua realidade for melhor, dinheiro não é problema e ajuda também não, não custa tentar :-)

 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 02/10/2014 - 07:10:10hs
 
 

Oi Suane, nesse assunto cada um vai ter sua opinião e é tudo válido, cada um faz o que acha melhor pra sua vida. Eu concordo com algumas partes mas acho que o inconveniente de passar 10hs no avião é super superado quando a criança está ao lado dos pais, as pessoas que ela mais está acostumada. Eu não conseguiria viajar e ficar uma semana sem meus filhos - de novo, isso é super pessoal, eu não consigo, fico com olho cheio d`água só de pensar. Então, levo eles pra tudo que é canto. Os pequenos vão se lembrar de alguma coisa? Tenho quase certeza que não mas eu nunca vou esquecer aqueles momentos. Meu filho no barquinho do Small World, com os olhinhos super atentos...Nem eu nem meu marido esqueceremos...e acho q esses momentos marcam mesmo. Pro bebe não "passar por essa trabalheira", teria que ficar sem os pais por 1 semana, 10 dias e PRA MIM isso é muito pior. Mas volto a falar, isso é super pessoal, vai do casal mesmo. Muita gente me fala: ahh, mas pra vc é fácil, seu marido te ajuda em tudo! Exatamente, talvez se não me ajudasse, não conseguiria viajar. Então, cada um vai ter uma experiência e pontos de vista. Bj

 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 02/10/2014 - 13:10:47hs
 
 

Renata, eu também não viajaria sem meu filho, se eu não puder levar, não vou.

O meu ponto de vista não foi dizendo que nesses casos de ter bebê é melhor não levar a criança, e sim de não ir agora.

Na verdade, acho que um grande limitador disso tudo é a grana, pois como eu disse, tendo dinheiro sobrando e quem ajude, não vejo problema nenhum. Você leva a criança com 11 meses, 1 ano, 2 anos e assim por diante como eu sei que muitos amigos aqui do VPO fazem, eles PODEM é diferente, eu não posso, ainda não é o meu caso, toda viagem que é faço, até mesmo dentro do Brasil é muito bem pensada e planejada justamente porque tenho que fazer poupança, juntar grana porque apesar da nossa querida presidenta dizer que quem ganha mais de 2 salários mínimos já é classe média, eu que ganho bem mais que isso me considero pobre, porque o que eu pago de Imposto de Renda, INSS e demais taxas daria pra sustentar outra família.

E sobre o " incomodo" pra criança, desculpe, mas 10h de vôo não é nada lindo quando se é pequeno desse jeito e está passando por essa situação por uma necessidade dos pais e não do próprio bebê. No meu vôo tanto de ida quanto de volta de Orlando haviam várias crianças que passaram a noite toda chorando, resmungando, berrando, fazendo malcriações e indispostas. Eu só conseguir sentir dó delas, tão pequenas a ponto de não conseguirem compreender uma série de coisas, mas os pais não estão nem ai, eles querem realizar um sonho que muitas vezes são mais deles do que das crianças. Eu mesma já li aqui no fórum inúmeras vezes as pessoas falando que foram pra Disney quando eram crianças, que não lembram de nada, ou quase nada, mas tenho certeza que os pais lembram bastante. É válido? Não sei, cada um sabe de suas necessidades, de seus sonhos e possibilidades.

O meu filho tem 15 anos, aproveitou MUITO, ele vai lembrar pra vida inteira dos momentos que passamos juntos, pude realizar meu sonho e o dele, se eu pudesse teria ido antes quando ele fez 8 anos, mas não deu. Então pro próximo filho eu já decidi, nada de levar bebê em viajens longas pra me agradar, somente se ele também puder participar. Mas é só uma questão de ponto de vista e respeito todas, o importante é sermos felizes com nossas escolhas :-)

 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 02/10/2014 - 16:10:24hs
 
 

Oi Suane, obrigado pelo posicionamento sincero, assim que é bom!
De uma certa forma, claro que a questão financeira é sempre importante. Mas independentemente dela, temos tb que ter um certo controle, ou seja, mesmo que possamos não nos convém esbanjar.

Vc tocou num ponto forte da ferida: quem quer ir pra Orlando sou eu e não a criança. Eu sei disso. Tanto que tentei de todas as formas programar a gravidez da minha esposa em função de fazermos uma viagem pra lá até os 6 meses de gestação, o quê na minha opinião seria preferível porque poderíamos fazer o enxoval lá, etc. e sem bebê para pagiar.

Mas, por força do destino, as coisas não aconteceram como eu programei, e na época que ela engravidou, só poderíamos viajar até o início do mês de setembro, e, como nessa época ainda é muito quente por lá, e tb coincidiu com estarmos em fase de acabamento de nossa casa, achei conveniente não ir esse ano.

Daí, na situação atual se eu for esperar a criança ficar numa idade minimamente aproveitável para ela, eu teria que esperar 5 anos pelo menos. Por isso meu desejo era ir ano que vem porque depois eu só voltaria após 5 anos mesmo.

Como eu quero levar meus pais e os pais da minha esposa (e a gente nunca sabe o que pode ocorrer com eles) e, considerando ainda que eu alugaria uma casa justamente em função de ter condições mais apropriadas para a hipótese, eu achei que poderia dar certo.

Outro ponto importante que vc tocou foi o incômodo que a criança poderia sentir durante 10 horas de vôo... essa é das principais coisas que me fizeram pensar se valeria a pena ir, pois, se a criança chorar muito e ficar inquieta, é ruim para os pais, para a criança e tb para os demais passageiros não? Todavia, li em algum local que crianças, quanto mais novas dão menos trabalho em viagens (com alguns relatos de pais confirmando essa tese), e isso me fez pensar na possibilidade de que poderia dar certo.

Vc tb tem razão sobre a criança nessa idade não se lembrar de nada.

Mas o diferencial desta viagem seria justamente estarmos com os nossos pais, ou seja, com quatro avós por perto, daria para ficar mais sossegado.

Na verdade seria uma viagem de celebração de uma vida que chega e de outras quatro por ainda nos fazerem companhia.

Mas levarei em conta suas colocações antes de decidir. Porque se eu tiver um pingo de dúvidas, claro que vou preferir preservar a criança, nem que eu espere mais 5 anos...(fazer o quê!!). Aí eu fico aqui lendo!!

Obrigado mais uma vez,

Abs.



 


 
 
Na atração Piratas do Caribe, o Pirtata que fica sentado na ponte, possui pêlos verdadeiros em suas pernas e sujeira no seu pé porque ele é o único pirata que os visitantes podem ver bem de perto e os Imagineiros o fizeram de forma bem realística.