Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Direto do túnel do tempo 1997

 mensagem postada em 02/03/2016 - 15:03:15hs
 
 

Peço licença para postar um resumo sobre minha primeira ida à Orlando, em julho de 1997.
Essa foi a primeira vez que fui à Orlando. Viajei com minha irmã que estava fazendo 15 anos e ganhou de presente a famosa viagem à Disney. Fui "obrigado" a acompanhar a minha irmã, uma vez que era a primeira vez que estávamos viajando sozinhos e sem a companhia dos pais e, de quebra, para o exterior.
Na época, as máquinas de fotografias não eram digitais, e tínhamos um número x de fotos para tirar por dia, tudo bem racionado, porque era uma outra época. Não tirava várias fotos da mesma paisagem, e ainda corria o risco de ver aquela foto queimada quando fosse revelar.
Naquele ano, o parque MK de Orlando estava comemorando 25 anos de fundação, e o parque era uma festa só. O castelo estava inteiramente decorado como se fosse um bolo de aniversário gigante, para o desespero de alguns e alegria de outros. Eu gostei.
Tudo era novidade, porque não tínhamos acesso a vídeos e internet e tudo que sabíamos era contado por conhecidos que já haviam viajado. Fomos os primeiros de nossa família a ir para a Disney, então era tipo uns dinossauros... loucura divertida.












Fomos de excursão com aquela turma de adolescentes. Mas nos divertimos muito, embora a imaturidade não tenha permitido melhores fotos. hehehehe.
Na época ainda o Holywood Studios era MGM e o parque da Universal era um só e tinha o tubarão e o kingkong, de volta para o futuro também ... e começando a mostrar os bastidores do recém-lançado Jurassic Park...










O Sea World era praticamente só um zoológico marinho com shows. Nada de montanhas russas. O show das focas era igual o atual só que acontecia em um cenário de hotel.
Observem o valor do ingresso do Sea World na época, era de 40 dólares.
Os ingressos disney era de papel... perdeu, perdeu... fast pass? isso não te pertencia... fila era a regra geral.


Isso é tudo pessoal! Foi o começo de uma paixão que dura até hoje...


 


 
Res: Janeiro/2016 - dia 1

 mensagem postada em 02/03/2016 - 15:03:32hs
 
 

Rafaela,

Nas vezes anteriores, fui em maio, porque minha filha ainda não estava na alfabetização. Dessa vez tive de ir em janeiro. Maio é muito bom, os parques não são cheios e o tempo é ótimo, às vezes faz um calor danado !

Sim, todos os hóspedes de hotéis Disney recebem a MB, veja com a agência que você está fechando como é feita a entrega. Como fiz direto com a Disney, a entrega foi no check in.

Sobre a validação dos ingressos no Disney Springs, é que comprei com a Orlando Tickets e na confirmação dizia que eu teria de ir a um Will Call (não precisava ser necessariamente em DS, todo parque tem um will call) para validar os ingressos, mas aparentemente não foi necessário porque eu já tinha feito a vinculação deles às MBs no "My Disney Experience", aplicativo da Disney que você pode baixar no computador ou celular.
Sugiro também verificar com a agência como será o procedimento.

Espero que ajude
Fabio

 


 
Res: Janeiro/2016 - dia 1

 mensagem postada em 02/03/2016 - 13:03:04hs
 
 

Olá Fabio!
Estou adorando seus relatos. Vou agora em maio com marido e filha de 05 anos. Ficaremos hospedados em hotel da disney por alguns dias. Estou comprando o hotel e ingressos por uma agência de turismo daqui. Minha dúvida: Todos os hóspedes Disney tem magic Band? Como faço esse cadastro de ingressos que vc falou no Disney Springs?

Obrigada

 


 
Janeiro/2016 - dia 5

 mensagem postada em 01/03/2016 - 23:03:44hs
 
 

Dia 5 - 25/01 - Hollywood Studios
Era o parque mais perto do hotel, em menos de 15 min já chegávamos. Tínhamos FP para o Toy Story Mania, que às 10h já marcava 70 min de fila. Fomos no Star Wars Launch Bay, que é bem bacana, tiramos foto com Chebacca e Darth Vader, e tem um filme de 15 min sobre a magia Star Wars que é emocionante . Fomos no Frozen, que apesar de Elsa e Ana quase não aparecerem, é legal, a galera canta as músicas junto ! Star Tours já com cenas do filme novo, continua super bacana, fomos 1x com FP e mais umas 3 com fila de 5-10 min. Fomos no Fantasmic (lotado) e finalmente Synphony in the Stars, que, em minha opinião (suspeita, porque sou fã dos filmes) por si só já valeria o ingresso. É emocionante, e nas 2 vezes em que vi (ainda voltaríamos ao HS), não deu pra segurar as lágrimas...Jantamos no Olive Garden, confesso que já gostei mais, meu macarrão estava bem apimentado.

 


 
Janeiro/2016 - dia 3

 mensagem postada em 01/03/2016 - 23:03:58hs
 
 

Dia 3 –23/01 - Universal Studios
Esse dia foi o mais frio de toda a viagem: fez 5 graus com sensação térmica de 3, chegando a zero à noite !! Chegamos e nos deparamos com uma fila imensa na entrada, por causa dos detetores de metais. Nessas horas que fica claro que Universal não é a Disney: muita desorganização, ninguém orientando, as pessoas iam simplesmente andando, se apertando para conseguir passar. E junto com o detetor ainda tinha revista das bolsas. Quase perdemos o café com personagens que tínhamos agendado no Café La Bamba. Aliás, sinceramente uma furada: comida e atendimento fracos, ok, conseguimos tirar várias fotos com Gru, Minions, Dora Aventureira, Diego, mas achei muito fraco, não recomendo...
Minions com 70 min de fila, Transformers também (talvez porque era sábado). Esse último não tinha ido ainda, muito legal, sensação de realidade muito grande, parece que você está dentro da ação. Encaramos 65 min. de fila para pegar o trem de Hogwards. Achamos legal, trem, estação e efeitos dentro do trem muito bem feitos. Como diria um amigo meu, tá visto ! Apesar de bacana, sinceramente não gastaria novamente 65 min para ir. Deixamos o Beco Diagonal para o outro dia em que ainda iríamos lá. Passamos para o IoA, fomos na área do Harry Potter. A Forbidden Jorney é bem legal (mais legal do que o Escape to Gringots, em minha opinião), mas fico enjoado. Minha esposa não sentiu nada, e minha filha não quis ir porque tinha aranha e ela morre de medo...
Saímos do parque batendo queixo por conta do vento gelado ! Fomos jantar no Red Lobster, muito bom (como sempre) e não tão caro.
Dia seguinte: descanso e Premiun Vineland

 


 
Janeiro/2016 - dia 2

 mensagem postada em 01/03/2016 - 23:03:53hs
 
 

Dia 2 – 22/01 – Magic Kingdom
Perdemos o show de abertura do parque (segundo o cast member, abriu às 8h, mas eu não tinha visto registro de EMH nesse dia, devo ter feito alguma confusão), tínhamos café da manhã no CRT para 9:20h, conseguimos até antecipar, entramos 9h. Várias fotos com as princesas, sacode varinha pra lá e pra cá, comida razoável ( mas tinha uns muffins muito bons !), mas a atmosfera compensa. Saímos e a chuva tinha dado uma trégua, aproveitamos o fast pass dos 7 Anões, que a essa altura já estava com 70 min de fila. Pra quem não é fã de montanha russa como eu, achei bem radical (rs), apareço nas fotos com os olhos fechados, mas achei bem legal a temática e os detalhes. Depois fomos aproveitar o restante do parque a chuva voltou, mas nada que atrapalhasse (sou suspeito, gosto muito do MK). Perdemos a parada da tarde, mas vimos uma que ocorre mais no fim do dia, com interação com os personagens, Helena gostou muito. Tiramos fotos com vários personagens (inclusive Ana e Elsa), vimos o Wishes (emocionante, como sempre) e fomos embora, cansados e felizes. Duas dicas importantes, sendo uma que eu já li aqui: na saída, pegar o monorail no sentido resorts (contrário ao estacionamento), a primeira parada é no Contemporay, a segunda é no estacionamento. Funcionou muito bem, estava vazio, enquanto que a do sentido estacionamento estava lotado ! A outra dica é para quem gosta de comer: vá ao Sleepy Hollow (Libery Square) e peça o fresh fruit sandwich, é um waffle com frutas (no dia eram banana, morango e amora) e nutella, é maravilhoso !!

Dia seguinte, Universal Studios, com muito, muito frio !

 


 
Janeiro/2016 - dia 1

 mensagem postada em 01/03/2016 - 23:03:40hs
 
 

Dia 1 – 20/01 e 21/01 – Fomo via TAM, voos GIG-GRU e GRU-MCO (ambos noturnos) tranquilos. Avião com tela de entretenimento individual, comida (jantar e café) acima da média do que estávamos acostumados, mesmo comparando com voos anteriores da própria TAM. Imigração tranquila, o atendimento foi bem rápido, acho que naquele horário (7h) só tinha nosso voo chegando. Transfer aeroporto-hotel Disney (Art of Animation) feito via Disney Magical Express, tranquilo e organizado. Só tinha usado o DME pro hotel-aeroporto, achei ótimo não estressar se as malas iam caber no carro ou não. Bom também que é um ônibus servindo só AoA e Pop Century.
Fizemos o check in no AoA (já tinha feito on line) às 10h e o quarto já estava liberado ! Deixamos as malas e já tinha o transfer da Alamo esperando (tinha agendado horário no dia anterior, mas pode ser solicitado no front desk do hotel) para nos levar no Disney Car Care para pegar o carro alugado. Uma observação: quando retornamos ao hotel, no fim do dia, a máquina fotográfica que minha esposa comprou pela Amazon e pediu para entregar lá, estava disponível no quarto, em cima da cama !
Chegando na Alamo, mesmo tendo feito check in on line, tive de entrar na fila do atendimento. Atendente viu documentos, não tentou me “empurrar” nada, só perguntou se eu não queria um carro maior para acomodar as malas. Expliquei que fiz e ia fazer uso do DME, e ela não sugeriu mais nada, só me indicou a vaga onde estava o carro. Chegando lá, tomei um susto, porque o carro era muito maior do que eu tinha alugado (Toyota Corolla). Era um Chrysler Town & Contry, imenso (pros meus padrões de direção). Reli o contrato e chequei novamente no atendimento, fui presenteado com um upgrade. Talvez por isso a atendente tenha tentado “empurrar” um carro maior... Carro novo, mas com a limpeza deixando a desejar (tava com pouco de cheiro de cigarro). Enfim, maior do que a nossa necessidade, mas sem custo, tá valendo !
Saindo da Alamo, fomos na OTO retirar os ingressos, passamos no Disney Springs para validar os ingressos Disney no Will-Call (pelo que entendi, nem precisava, pois já estavam linkados às nossas MBs), almoçamos no Camilla´s e fomos no Wal Mart para as compras básicas: água, pão, frios, suco, biscoitos, comida congelada, capa de chuva (disse que ia chover no dia seguinte, o que realmente ocorreu). Voltamos para o hotel cansados (temos dificuldades para dormir no avião), e às 20h (horário local) apagamos, porque no dia seguinte começaria a maratona !

 


 
Janeiro/2016 - o início

 mensagem postada em 01/03/2016 - 23:03:21hs
 
 

Pessoal,
Conheci o VPO em 2011, quando da minha terceira ida. Já tiraram muitas dúvidas minhas, já tirei algumas (poucas) dúvidas, e sempre que eu pensava em escrever os relatos, vinha aquele sentimento de saudade misturado com tristeza, e eu ia adiando, adiando, até passar tanto tempo que não fazia mais sentido escrever. Dessa vez foi um pouco diferente, voltei com uma sensação de saudade sim, mas de conformidade, como por exemplo quando você se despede de um filho que vai morar no exterior: você sabe que não vai vê-lo por algum tempo, mas entende que esse período de distanciamento será benéfico para seu desenvolvimento e amadurecimento. Orlando estará sempre no meu coração, mas começo a concordar com a minha esposa que é importante conhecer outros lugares também. Ficarei à distância observando o desenvolvimento das novas "lands" (Star Wars, Avatar, Toy Story, quem sabe um novo parque da Universal), para que, se Deus quiser, possa retornar em 2020 para comemorar meus 50 anos ! Não falta tanto tempo assim, né...

Introdução feita, vamos aos dados: viajantes Fabio (45 anos), esposa (41) e filha(7). Foi minha quinta ida (1995, 2005, 2011, 2013, 2016), quarta da esposa e terceira da filha. Período 20/01 a 06/02/2016. Vou tentar fazer os relatos por dia, sem detalhar demais para eu não me cansar e não cansar vocês !

 


 
Andrea Cordeiro de Pina Dias

 mensagem postada em 29/02/2016 - 08:02:00hs
 
 

Superrrr legal o seu vídeo...adorei e me deu muitas saudades da minha viagem que foi em 2013! Conto os dias pra voltar logo e só quem foi pra Orlando entende esse amor que nós sentimos! E quando voltar, não esqueça dos relatos e dos vídeos!

Até mais!

 


 
Res: Saudade só aumenta...

 mensagem postada em 28/02/2016 - 21:02:49hs
 
 

Roberval, obrigada pela dica !Não tinha me atentado a essa possibilidade.

Muito bom você ter a oportunidade de ir novamente! Aproveite bastante!

Um abraço,
Andrea

Segue o vídeo:

 


 
 
Geralmente a Disney emprega a técnica conhecida como "perspectiva forçada" para fazer com que os edifícios pareçam maiores do que são realmente. Contudo, no pavilhão americano (Epcot), ocorreu o inverso, o prédio de 05 andares aparenta ter apenas 02, com o objetivo de manter o estilo da época colonial.