Orlando Tickets Online
 

Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
Tânia Maria
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 11/04/2011
 
 
Passar na Alfândega com excursão
postado por: Tânia Maria

 mensagem postada em 12/07/2011 - 21:07:12hs
 

Vou com uma excursão que a maioria é adolescentes,inclusive meu filho, chego no aeroporto do RJ, mas não sou de ferro e vou fazer minhas comprinhas, pelo fato de ir de excursão é melhor ou pior de passar sem problemas na alfandega, meu filho quer trazer pelo menos uns 10 jogos diferentes.Eles implicam com ipod e mp3?

Márcia Brazão
 
Membro
 
 
Boa Vista - Rr
 
Inscrição: 27/04/2007
 
 
Manaus
postado por: Márcia Brazão

 mensagem postada em 12/07/2011 - 21:07:00hs
 

Já voltei 3x por Manaus, a última foi em Março desse ano.

Sobre o imposto, o fiscal emite a DARF na hora e vc pode pagar nos caixas eletrônicos do Aeroporto. O fiscal Retém a mercadoria enquanto vc paga a DARF. Independente do dia da semana.

Sobre o Raio X, nem todos são passados pelo Raio X, o Fiscal escolhe (não sei qual o critério), e a pessoa passa as malas no Raio X. Em Novembro estava eu meu filho e marido e mais 4 familiares, nenhum de nós foi escolhido para declarar e estávamos com muitas malas. O meu marido resolver declarar e o fiscal achou até que a gente tinha se confundido de fila, ele disse: "Senhor, essa é a fila do declarar, o senhor tem certeza?"..Meu marido declarou a nota, pediu a nacionalização de um netbook que estava dentro da cota e pronto, nada passou pelo Raio-X, acreditaram em nossa Boa Fé.

Conversei com a fiscal, super simpática, e ela disse que eles tem muito bom senso na taxação e realmente ela estava sendo sensata com todos que paravam no Raio-X, pois fiquei aguardando enquanto meu marido pagava a DARF.

Antes do meu embarque em nossa viagem de novembro, fui perguntar se o GPS e a cadeirinha do meu filho seriam taxados ao retornar, disseram que não porque eram bens destinados ao consumo na viagem , ou seja estritamente de uso pessoal e realmente não foram. Nesse momento aproveitei para dar um espiadinha no setor de declarar e vi uma loira tirando TUDO da mala de um viajante, mas reparei que ele tinha umas 20 caixas de óculos, ela com certeza deve ter visto isso pelo Raio X.

Não esqueçam que o limite de 500 dólares não é cumulativo por pessoas da família e meu filho de 2 anos na época entrou na Cota sim,teve direito a 500 dólares. Coloquei dois videogames na cota dele, não acho que tenha problema, apesar de no momento não condizer com a idade, hoje em dia ele tem 3 anos e vê filmes no netbook e sabe jogar muito bem no wii.

Márcia Brazão
 
Membro
 
 
Boa Vista - Rr
 
Inscrição: 27/04/2007
 
 
Manaus
postado por: Márcia Brazão

 mensagem postada em 12/07/2011 - 21:07:00hs
 

Já voltei 3x por Manaus, a última foi em Março desse ano.

Sobre o imposto, o fiscal emite a DARF na hora e vc pode pagar nos caixas eletrônicos do Aeroporto. O fiscal Retém a mercadoria enquanto vc paga a DARF.

Sobre o Raio X, nem todos são passados pelo Raio X, o Fiscal escolhe (não sei qual o critério), e a pessoa passa as malas no Raio X. Em Novembro estava eu meu filho e marido e mais 4 familiares, nenhum de nós foi escolhido para declarar e estávamos com muitas malas. O meu marido resolver declarar e o fiscal achou até que a gente tinha se confundido de fila, ele disse: "Senhor, essa é a fila do declarar, o senhor tem certeza?"..Meu marido declarou a nota, pediu a nacionalização de um netbook que estava dentro da cota e pronto, nada passou pelo Raio-X, acreditaram em nossa Boa Fé.

Conversei com a fiscal, super simpática, e ela disse que eles tem muito bom senso na taxação e realmente ela estava sendo sensata com todos que paravam no Raio-X, pois fiquei aguardando enquanto meu marido pagava a DARF.

Antes do meu embarque em nossa viagem de novembro, fui perguntar se o GPS e a cadeirinha do meu filho seriam taxados ao retornar, disseram que não porque eram bens destinados ao consumo na viagem , ou seja estritamente de uso pessoal e realmente não foram. Nesse momento aproveitei para dar um espiadinha no setor de declarar e vi uma loira tirando TUDO da mala de um viajante, mas reparei que ele tinha umas 20 caixas de óculos, ela com certeza deve ter visto isso pelo Raio X.

Não esqueçam que o limite de 500 dólares não é cumulativo por pessoas da família e meu filho de 2 anos na época entrou na Cota sim,teve direito a 500 dólares. Coloquei dois videogames na cota dele, não acho que tenha problema, apesar de no momento não condizer com a idade, hoje em dia ele tem 3 anos e vê filmes no netbook e sabe jogar muito bem no wii.

Marcelo Henrique de Mello
 
Membro
 
 
Jardim - Ms
 
Inscrição: 28/09/2008
 
 
Aline - Manaus
postado por: Marcelo Henrique de Mello

 mensagem postada em 12/07/2011 - 20:07:54hs
 

Olá, Aline, me permita tirar uma dúvida com você se for possível...como você disse que é de Manaus e estaremos chegando num vôo da Tam por esta cidade, gostaria de saber se você sabe do funcionamento do aeroporto, pois o voo chega num domingo e se precisarmos recolher algum imposto para liberar mercadorias porventura comprados, será possível, sendo domingo?espero ter feito entender e antecipadamente agradeço a atenção.abraços.

André Stein
 
Membro
 
 
Brasilia - Df
 
Inscrição: 24/08/2010
 
 
Sobre cota
postado por: André Stein

 mensagem postada em 12/07/2011 - 19:07:49hs
 

Atenção...se não me engano, é US$500 por pessoa e só. Não rola "usar" a cota alheia pra fechar a conta.

O direito à cota de isenção é pessoal e intransferível, não sendo admitida soma ou transferência de cotas entre os viajantes, ainda que membros da mesma família.

Aline F.
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 26/06/2010
 
 
Anfândega Manaus
postado por: Aline F.

 mensagem postada em 12/07/2011 - 18:07:37hs
 

Luthane, eu sou de Manaus, e quando vim de Orlando em 2010 não vi ninguem sendo obrigado a passar pelo Raio-X

Não sei se foi pq o vôo era na maioria de excursao de adolescentes. Mas uma amiga que também veio de lá ano passado disse que não teve problemas, e estavam com muitas malas!

Se vc diz que não vai comprar muitos eletronicos, acho que não terá problemas. Se são 4 na família, a cota é de U$2.000.

Mas se prepare pra ter paciência! Tudo no aeroporto daqui é muito devagar, feito com muita má vontade! Ele é muito pequeno e quente! E mal tem onde lanchar, é bem caro. Só tem uma casa do pão de queijo e uma bob's.

Thiago Teixeira de Oliveira
 
Membro
 
 
Brasilia - Df
 
Inscrição: 29/05/2009
 
 
Luthane
postado por: Thiago Teixeira de Oliveira

 mensagem postada em 12/07/2011 - 16:07:39hs
 

Já voltei dos EUA 3x fazendo a alfândega no aeroporto de Manaus. Nunca tive problemas e vi poucas pessoas sendo obrigadas a passar pelo RX.

Só que a minha última viagem foi em outubro de 2010. Pode ser que tenha mudado o rigor desde então.

Abs!!

Luthane
 
Membro
 
 
Fortaleza - Ce
 
Inscrição: 04/07/2011
 
 
Julia Holzgrefe
postado por: Luthane

 mensagem postada em 12/07/2011 - 16:07:42hs
 

Julia,
Na realidade, não vou comprar muitos eletronicos, mas claro que sei que vou passar da cota... rsrsrsr.... vou eu, esposo e duas filhas, e são 14 dias de viagem. ACredito que estou sofrendo por antecipação... rsrsrsrs...

Janine Bertolani
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 17/06/2011
 
 
Tem que declarar?
postado por: Janine Bertolani

 mensagem postada em 12/07/2011 - 09:07:38hs
 

Gente,

Alguem sabe se estrangeiro também tem que declarar se ultrapassar a cota dos US$ 500?? Meu namorado é argentino e vai comigo pra Orlando...e volta comigo pro Brasil....ele também tem que declarar se ultrapassar?
Se alguém souber, agredeço muitissimoooo pela ajuda!!!

Fernando Lages
 
Membro
 
 
Porto Alegre - Rs
 
Inscrição: 11/03/2011
 
 
Cuidado
postado por: Fernando Lages

 mensagem postada em 11/07/2011 - 23:07:39hs
 

Pessoal, só tenham em mente que esta estratégia de grudar, por exemplo, ipad ao corpo, é de muito risco! Se forem pegos, o fiscal pode aplicar a pena de perdimento por ocultação de bens! Ou seja, não tem multa, não tem imposto, simplesmente... peeerdeeeuuuu !

 
O portal "torii" existente no pavilhão japonês (Epcot) foi baseado no Itsukushima Shinto Shrine e representa a passagem entre o mundo físico e o espiritual.