Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Cristhiane Messias Nogueira

 mensagem postada em 11/10/2011 - 13:10:58hs
 
 


Essa revista que você sofreu não teve nada a ver com a alfândega. Foi feita nos Estados Unidos ainda pelos agentes da TSA (americanos), antes de você embarcar no avião (principalmente para ver se tem algo suspeito de terrorismo, armas, drogas, etc). Eles fazem essa revistas e colocam o papelzinho. Não tem nada com a alfândega no Brasil.

 


 
Para: Caio / Silvia

 mensagem postada em 11/10/2011 - 08:10:54hs
 
 

Oi pessoal
Cheguei pelo aeroporto do RJ, atual Tom Jobim, mas ainda GIG.
A revista das malas foi relizada pela TSA.
Nosso vôo chegou às 9h manhã.
Não vi ninguém ser revistado. Eu estava em um grupo com 6 pessoas, e ninguém parou ou foi questionado.

 


 
Brasilia

 mensagem postada em 10/10/2011 - 14:10:27hs
 
 

Ja cheguei em Brasilia de tudo quanto foi destino e nunca fui taxado em nada, não sei porque esse pavor com a nossa Capital federal, como foi dito em vários posts a alfândega é igual em tudo quanto lugar, quando eles querem pegar e fiscalizar eles fazem quando não eles não tão nem ai. Perdi a conta de vezes que entrei e só tinha um fiscal da receita para receber o nada a declarar hehehe.

 


 
Alvaroek

 mensagem postada em 10/10/2011 - 14:10:01hs
 
 

eu sempre dou preferencia para chegar nos voos da madrugada, já cheguei as 00:30 e foi tranquilo, já cheguei pela copa as 4:30 e tb foi bem tranquilo.

bem diferente de quando vc chega as 6:30 da manhã quando tem um monte de voos juntos mais sempre tem gente sendo parada na alfandega.

alias a unica vez que fui taxado meu voo chegou por volta das 7 da manhã

 


 
Manuzita

 mensagem postada em 10/10/2011 - 14:10:06hs
 
 

o Iphone entraria como de uso pessoal se estivesse em uso, com um chip daqui, porem nunca ninguém me pediu para tirar o que tinha no boso.

um detalhe interessante é que não existe iphone de 200 dolares ok, esse que vc ve por esse preço é com contrato de 2 anos para as pessoas que moram lá.

no seu caso vc compraria o unlocked que custa 649 + txs que nesse caso ele iria para 691,00

 


 
Volta de viagem!

 mensagem postada em 10/10/2011 - 08:10:54hs
 
 

Pessoal
Retornei de viagem no dia 7 de outubro, e não tive problemas. Fomos em um grupo de 6 pessoas, e ao contrário do que imaginávamos tendo em vista os últimos acontecimentos na Receita Federal e Polícia, tudo foi muito tranquilo.
O problema foi depois, quando chegamos em casa e abrimos as malas, uma surpresa: todas haviam sido reviradas!!!! Isso mesmo. As malas são abertas e verificadas sem a sua presença. E, para sua certeza, ainda fica uma notificação da segurança informando quanto ao procedimento.
Quando vi fiquei apavorada e corri para verificar se estava tudo em ordem, porque como não somos informados e a informação quanto à abertura das malas fica dentro dela, se tivesse sumido alguma coisa seria difícel provar de pois de estar em casa.
Enfim, tudo estava em ordem, mas confesso que depois do susto fiquei até com dor de cabeça!Sinceramente, acredito que quando passamos na alfândega eles já sabem dos nossos bens.
Não existe processo sem falhas, e não vou falar em furto, mas vai que alguma coisa se perde durante essa revista? Vai que um relógio rola pelo chão ou um perfume se quebra?
Perceber esse fato somente ao chegar em casa seria um transtorno ainda maior. Sendo assim, aconselho que se possível dê uma olhadinha em sua mala ainda no aeroporto, principalmente se você mora longe dele ou em outra cidade.
Beijo e boa sorte pra quem está indo.

 


 
Alfândega Galeão

 mensagem postada em 08/10/2011 - 12:10:17hs
 
 

Eu e meu marido voltamos dia 24/9 vindo de Orlando, com escala em Miami. Um único fiscal atendia aquele voo. Só estava liberando os estrangeiros. Cerca de 90% dos passageiros que estavam na fila foram enviados para passar no raio-x. Alguns dos que foram revistados foram taxados. Nós também fomos enviados para a revista, mas liberados logo em seguida. Acho que estão mais criteriosos, sim.

 


 
Galeão - Caio Tirapani

 mensagem postada em 07/10/2011 - 14:10:28hs
 
 

Caro companheiro... Eu cheguei na segunda feira e não tem mistério. Estava muito tranquilo. O fiscal perguntou se eu e minha esposa tinhamos algo a declarar. Dissemos que não. Daí ele brincou dizendo: "Tem certeza, nesse monte de mala"? Aí eu respondi: "Se o senhor quiser, estou com a nota aqui". Ele disse então: "Pode passar, vai logo pra casa, vai"... Quanto a passar junto ou separado, não faz a mínima diferença. Tem que passar com naturalidade e estar com as notas na mão para o caso deles pedirem alguma coisa. Pode passar todo mundo junto. Eu passei com a minha esposa e tinha um monte de gente passando "em bandos" e eles não implicaram com ninguém.

 


 
Alfândega Brasília

 mensagem postada em 07/10/2011 - 13:10:05hs
 
 

Bom como sou do meio da aviação, conheço bastantes comandantes que voam internacional.
E um grande amigo meu piloto da TAM, disse que a alfândega em Brasília, todas as vezes que ele passou não viu ninguém ser parado.

Mas ele comentou também, que isso depende muito, porque já viu operação em GRU parando geral.
Mas disse que nesse último mês o desembarque aqui em Brasília, estava muito tranquilo.

 


 
Guarulhos

 mensagem postada em 07/10/2011 - 00:10:52hs
 
 

Olá amigos do VPO. Voltei dos EUA ontem e passei pela alfândega de Guarulhos e só tenho uma coisa a falar: super tranquilo. Tava trazendo um montão de compras e o agente da receita só pediu os formulários que a gente preenche ainda no avião e me mandou seguir! TRANQUILIDADE!

 


 
 
A atual narração da atração - Spaceship Earth foi gravada pela atriz Judi Dench. Anteriormente foram narradores: Jeremy Irons (1994-2008), Walter Cronkite (1986-1994) e Vic Perrin (1982-1986).