Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Dia 5 - Cirque Du Soleil

 mensagem postada em 03/05/2007 - 00:05:05hs
 
 


O Cirque Du Soleil fica em Downtown Disney. É um passeio legal para se fazer a noite. Tem alguns bons restaurantes, o Planet Hollywood e a Virgin Mega Store.

Quanto ao show, valeu a pena cada cent investido. O show é fascinante, perfeito, divertido.

 


 
Dia 5 - Animal Kingdom

 mensagem postada em 03/05/2007 - 00:05:50hs
 
 


Parque diferente, mistura de safari com um zoológico. Esse eu achei mais ou menos.

As atrações melhores são o Everest, Kali River Rapids (você se molha mesmo) e o Kilimanjaro Safaris. Se você chegar umas 9 da manhã, termina o parque até o meio da tarde. Não tem tanta coisa.

 


 
Dia 4 - EPCOT

 mensagem postada em 03/05/2007 - 00:05:58hs
 
 


Já começo com uma dica: busquem logo Fastpass assim que chegarem ao parque para as seguintes atrações: Soarin e Test Track. São super disputados, principalmente o Soarin, que para mim é a melhor atração entre todas que vi nos quatro parques principais. O Mission:Space é bem forte, principalmente se você vai na opção que gira (spinning). Simula o vôo de um foguete, com força G, decolagem, ausência de gravidade etc.

No Test Track, uma dica é voltar como Single Driver: é bem mais rápido do que ir em junto com alguém.

Outra dica é a Club Cool. Você experimenta vários refrigerantes diferentes de propriedade da coca-cola pelo mundo. Ex: Fanta da Costa Rica, soda limão de Israel. Vale a pena para refrescar sem gastar nada. Só não tem coca-cola free.

E tem o passeio no World Showcase. É muito legal também. As melhores atrações são os passeios de barco na Noruega e México. Ficam logo no começo, para quem circula a lagoa no sentido horário.

Festival de Encerramento - Illuminations. Vale a pena.

 


 
Dia 3 - MGM Studios

 mensagem postada em 03/05/2007 - 00:05:43hs
 
 


Fui logo cedo buscar os ingressos com o Ronaldo Esteves. Cariocão gente fina. Deu boas dicas, jogamos uma conversa fora e ainda trocou meus travellers por moeda.

Chegamos ao MGM por volta das 11hs. Esquemão de sempre (já tinha ido quando garoto, em 1990). Você estaciona o carro (USD 10 nos parques da Disney) e o trem nos leva até a entrada. Tem uma revista básica dos seguranças, mas estes são já senhores, super brincalhões e atenciosos. Entramos sem problemas com comida (lata de
batata Pringles, garrafa de água, cookies etc).

Mas não dá pra ficar sem comer. Um lanche não é caro, coisa de U$ 7 por pessoa (Cheeseburger + Refri). Tem ainda a FairFax Fries, patrocinada pelo McDonalds. Eles vendem só a batata frita, a mesma do Mc, mas em tamanho super grande. Custa U$ 2,39. As garrafas de Coca e água de 600 ml custam U$ 2,00 em todos os parques. E ficam mergulhadas em tanques de gelo. Não achei caro.

Melhores atrações: Aerosmith Rock ´n´ Roller Coaster, Twilight Tower of Terror, Muppet3D, Lights - Motor - Action! e o festival de encerramento Fantasmic.

O parque estava tranquilo, com filas somente para o Aerosmith e a Tower of Terror. Nada que um Fastpass não resolva. Putz, esperar na fila ouvindo os sons do Aerosmith já valeu o passeio.

Dica: se você chegar muito cedo no MGM, umas 5 da tarde não tem mais o que se fazer. Aí fica complicado esperar o Fantasmic até às 8 da noite.

 


 
Dia 2 - domingo - Compras

 mensagem postada em 02/05/2007 - 23:05:29hs
 
 

Visitas aos três principais Outlets de Orlando: Orlando Premium, Prime Orlando e Lake Buena Vista Factory Stores. O melhor deles é Premium, mais agitado, ficando aberto até às 23hs. Dava tempo de sair dos parques e ver os preços. Os outros também são bons. O Lake Buena Vista fecha mais cedo, 18hs.

Na verdade, os três tem praticamente as mesmas lojas. O que acontece é que o que você não encontra em um, encontra no outro. Ex: procurei por um Nike Air 180, tamanho 12,5. Encontrei os mesmos modelos nos três shoppings, mas o tamanho que queria somente no Premium.

Esses outlets são um templo de perdição. Tem que comprar mesmo. Alguns exemplos: Nike Air 180 Fem por USD 59,99 e Masc por 79,99. Os Shox vc encontrava por 59 a 79. O mais caro era o Nike 360, por 129,99. Pra se ter uma idéia, hoje em SP vi o mesmo tênis que comprei em Orlando por U$ 79 custando R$ 450.

Agora a mamata mesmo é procurar pelos tênis que estão meio perdidos pelas prateleiras, aqueles que o pessoal está desovando mesmo, as últimas unidades. Achei vários Nike Air por 29.99, coisa de primeira linha, daqueles
sem câmera de ar externa.

Outra loja ótima foi a Gap. Moletons por 19,99. Camisetas por U$ 5,49. Aliás, como muitos amigos do site já indicaram, PROCUREM PELOS CUPONS DE DESCONTO. Você compra tudo com 50% e no final apresenta o cupom, ganhando em média mais 10%. Compramos dois moletons, daqueles com gorro, 4 camisas, duas bermudas e um shorts
tudo por U$ 62,00.

Perfumes: uma surpresa - na média, estava mais barato comprar no Free Shop em GRU.

 


 
Dia 1 - Chegada a Orlando - sábado

 mensagem postada em 02/05/2007 - 23:05:40hs
 
 


Partimos de NY (LGA) e chegamos no aeroporto de Orlando às 19:30. Cerca de 1 hora depois, eu já estava na fila da Alamo, que fica no andar inferior, para retirar o veículo. Optei pelo plano All Inclusive, que considero muito melhor. Só tentaram me oferecer um serviço extra de guincho da Alamo, mas não aceitei. Fomos ao estacionamento. Baita susto. Não havia carros da categoria midsize. Ficaria entre o Pontiac G6 ou o Corolla. Apareceu um Corolla branco com 5.000 milhas, novinho. É super fácil. Você pega a chave que fica do lado de fora e o carro é seu. Depois faz o check-out e vai embora.

DICA: é muito fácil dirigir em Orlando. Não precisa de neverlost ou GPS algum. Entrei no Google Maps, imprimi os principais endereços, tipo Hotel - Orlando Premium Outlets, Magic Kingdom - International Drive. Não tem erro.

Até a I4 / International Drive são dois pedágios de U$ 0,75. Ficamos hospedados no Country Inn Lake Buena Vista, bem perto de Downtown Disney. Achei um ótimo hotel. Tem quartos grandes, geladeira, micro-ondas, ferro e tábua de passar. E o principal, como detesto aqueles hotéis abertos, tipo o Days Inn, o Country Inn é fechado, com andares, corredores, elevador etc, com mais segurança e privacidade.

O Hotel eu vou avaliar na seção de hotéis.

Fomos por fim ao Wal Mart da South Apopka Vineland Road (SR 535), na mesma avenida do hotel. Realmente lá se encontram os menores preços. Fui ao Super Target do Mall at Millenia na sexta, mas o Wal Mart ganha. Exemplos: pack com 10 tabletes de Trident: USD 1,00 (10
tabletes cada um com 5 chicletes). Pack com 12 latas de Coke Classic: 3,79. Lata Gillete de Gel para barbear que em SP pago 17 reais: U$ 1,79 !!!! Batata Pringles: U$ 1,00. Protetor solar Banana Boat FPS 30: U$ 5,59. Pack com 12 Budweiser Long Neck: U$ 5,49. Barra de Chocolate Lindt Extra Milk, por U$ 1,69 (no Free Shop GRU U$ 3,09).

Realmente tudo é bem barato por lá, ainda mais eu e minha noiva, que estávamos vindo de NYC, cidade bem mais cara. além da Sales tax: 8,375% em NY e 6,500 na Florida.

 


 
Relato de viagem Orlando - 21/04 a 28/04/2007

 mensagem postada em 02/05/2007 - 23:05:01hs
 
 


Pessoal, quero compartilhar minha experiência de viagem com vocês. Afinal de contas, muitas das dicas que tornaram nossa viagem (minha e de minha noiva) inesquecível foram através desse site.

Ficamos em Orlando por 7 dias. Não é muito, mas já vinhamos de um passeio de 10 dias em NY, para onde direcionamos boa parte dos gastos. Posso dizer que fazer NYC e depois Orlando é fascinante.

Um choque com a abundância de cultura e história oferecida por NY a preços módicos (você paga se quiser U$ 1,00 para conhecer os principais museus) e o sonho e a diversão em Orlando.

Viagem: todos os vôos foram pela American. GRU - NYC, NYC - MCO (Orlando) e MCO - GRU, voando de Boeing 777 nos trechos internacionais. É uma aeronave super confortável, espaçosa, silenciosa e com um número adequado de lavatórios. Serviço normal. Atendimento educado, com tripulação 50% brasileira. Nenhuma bagagem extraviada.

Sinceramente, não consiguiria colocar minha família em um 737 super apertado durante 10 horas, com conexão no Panamá, para ir aos EUA. O trecho aéreo completo pela AA, incluindo NY, saiu por USD 840.

A imigração nos EUA (NYC) foi simples e rápida. Não perguntaram nada. O oficial já foi carimbando os passaportes.

Notei que a imigração é menos rígida, por termos desembarcado no terminal exclusivo na American.

 


 
PARTE IV - O SONHO NÃO ACABOU

 mensagem postada em 01/05/2007 - 18:05:31hs
 
 

EPCOT - Este parque nos surpreendeu positivamente. Estava lindo e, devido a primavera, todo florido. Foi neste parque também que encontramos a atração que mais gostamos: Soarin. É maravilhoso. Fomos duas vezes e se tivessemos mais tempos iríamos a terceira vez. Outra atração excelente é o Tast track. Meu filho gostou do Nemo e do Querida encolhi a audiência. Outra coisa bem legal, não me lembro o nome agora, é um local onde se pode experimentar refrigerantes fabricados pela coca-cola em vários países. Gostamos mais dos refrigerantes da Alemanha e do México. O de Israel parecia vitamina C efervescente. Como o parque estava bem tranquilo, fomos a todos os países. Gostamos mais da Noruega, pelo passeio e pelo doces. Epcot também é o parque que tem mais variedade de comida. Eu não sei falar bem o inglês, mas não passei nenhum aperto e nem fiz nada parecido com aquele brasilerio que queria um bife mal passado e pediu um "steak bad past"(hehehe). Para encerrar a noite teve o IllumiNations. Que coisa maravilhosa! Enquanto filmava o show de fogos eu fiquei olhando para o lado e vi várias pessoas enxugando as lágrimas. É emocionante. Gostamos tanto deste parque que ficamos na dúvida se repetiríamos ele ou o Magic Kingdon. Acabou vencendo o M.K.
Magic Kingdon - Acho que é o melhor parque de todos, pelo menos é o melhor para quem tem criança pequena. Assistimos a parada Dream Come True, a parada noturna e o Wishes. Um melhor que o outro. Tudo muito perfeito, emocionante. O parque é tão grande e tem tantas atrações, quem nem sabíamos por onde começar. Ficamos mais perdido que amendoim na boca de banguela. Tem cinco atrações que eu adorei: Mickey Philarmagic, Splash Moutain, Big Thunder Railroad, Piratas do Caribe e Indy Speedway. Meu filho gostou mais do brinquedo do Buzz Lightyear e das casas do Mickey e da Minnie. Simplesmente fantástico. Foram oito dias maravilhosos, inesquecíveis. Para vocês terem uma idéia, enquanto estávamos em Orlando, por três vezes, em dias diferente, eu acordei de madrugada com as gargalhadas que meu filho dava enquanto sonhava. Para resumir: Pringles: US$ 0,79. Tênis Nike: US$ 69,90. Você acordar de madrugada com as gargalhadas de seu filho: NÃO TEM PREÇO. Se Deus quiser voltaremos em breve.

 


 
PARTE III - O CONFRONTO COM O YETI

 mensagem postada em 01/05/2007 - 17:05:26hs
 
 

Vou falar sobre os parques. Nosso pacote dava direito a apenas quatro parques, por isso fomos apenas nos da Disney. Quando cheguei em Orlando e o receptivo nos entregou os ingressos, fomos informado que poderíamos repetir um dos parques. Decidimos visitar os quatro parques e, por ultimo, repetir o que mais gostássemos.
Animal Kingdon - É um parque lindo. Começamos fazendo o Kilimanjaro Safaris. Meu filho, que tem cinco anos, adorou ver os animais. Gostou também do musical do Nemo e do Triceratop Spin. O Kali River é muito legal, mas molha muito. Muito mesmo. Eu não gosto de montanha russa, mas fiquei olhando aquele Everest lindo o dia inteiro e no final decidi: Vou encarar. Na entrada o tempo de espera estava marcando 40 min, mas demorou menos de 10 min (para aumentar mais ainda minha agonia). No começo foi tudo bem. O carrinho ia subindo e o parque ficava cada vez mais lá para baixo. Aí eu pensei: Meu Deus, o que eu estou fazendo aqui. De repente o carrinho para, pois o Yeti tinha "destruído" a estrada. Aí o carrinho começa a "voar" de ré, entra num túnel escuro, faz umas viradas malucas e ainda teria que encontrar o Yeti. Durante esses momentos eu falei baixinho: Ai Minha Nossa Senhora de Minas de Ecatu Protetora do Kokotos Apaixonados, se eu sair vivo dessa eu nunca mais volto nesse brinquedo. Como estou contando isto para vocês, significa que ainda estou vivo. Não me arrependo de jeito nenhum de ter ido, afinal é bom você conhecer coisas novas, mas não voltaria novamente, pois tenho med..., quero dizer, receio de montanha russa.
MGM - Estava uma delícia andar neste parque, não bem tranquilo. Fomos em todas as atraçoes que queríamos. A melhor, na minha opnião foi o Fantasmic. Maravilhoso, emocionante. Depois dele o melhor é o Lights, Motors Action! Imperdivel. Gostamos também do High School Musical (musiquinhas bem animadas), do Backlot tour e do Indiana Jones. Fui sozinho na Torre do Terror (parece que o corpo cai e alma fica lá em cima, ou vice-versa) e na montanha russa do Aerosmith (o carrinho já sai a uns 200km/h). Encontramos com os personagens do filme Carros e com os Power Rangers. Foi o parque em que mais tiramos fotos com os personagens Disney. Mas o que meu filho mais gostou foi o "Querida encolhi as crianças". trata-se de um parquinho cheio de escorregadores, onde tudo é grande, menos as crianças. É bom para os pais descansarem.

 


 
10º. DIA – 14/04/2007 – MIAMI e A VOLTA.

 mensagem postada em 27/04/2007 - 23:04:30hs
 
 

:-((

Como tudo que é bom dura pouco, chegou o dia de irmos embora. Ainda que pese a questão de que voltar para casa é maravilhoso e nossa estada sido tão intensa, queríamos ficar mais lá nos States. Só que não dava. Eu só tinha 10 dias de férias e as crianças estavam em aula. Então não dava para prolongar. Nosso vôo sairia as 20:50h. E de verdade Miami é bonita só que não tem nem de perto a magia de Orlando. Em Orlando, mesmo sendo visualmente uma cidade grande, você tem a impressão de estar numa cidade de interior, tem um acolhimento interessante, enquanto que em Miami é aquela coisa de megalópole. Parece uma São Paulo, sei lá. Bonita, moderna, cheia de avenidas e autopistas enormes! Rica!

Na noite anterior havíamos combinado com as crianças que Eu e a Silene iríamos ao Kmart e ao Wall Mart pela manhã riscar mais alguns itens da “listinha” de compras, enquanto eles ficariam dormindo no quarto do hotel. E ficaram.

Fomos e fizemos mais compras. Meu Deus, a essa altura eu já tinha perdido o controle do cartão de crédito e os travelers estavam acabando. Passamos no drive-thru do BK, pegamos café da manhã, e voltamos para arrumar as malas. No BK tem um lanche parecido com nosso misto quente e um chocolate gelado da Hershey’s (tipo toddynho) que é muito bom!

No hotel eu havia pedido um late check-out até as 14h, mas arrumamos as malas e decidimos sair antes mesmo. Eu ainda queria ir no Dolphin e no International Mall só para eles darem uma olhadinha, e passar na Toys’R’us. E também tinha que achar um Target para comprar uma máquina de suco que a minha mãe havia pedido. Aqui está custando R$ 900,00 e lá estava por apenas US$ 100. Só para parentes e amigos importei mais de US$ 1.000. hahaha

Programei a Filó para o Target mais próximo e a burra me levou para um lugar que não tinha nada a ver. Quando ela avisou que chegamos ao destino, cadê o Target? Fiquei p. da vida com a Filó. Xinguei ela de novo. Reprogramei torcendo para dar certo. E deu, mas andamos umas 15 milhas e finalmente chegamos no Target e compramos a bendita máquina de suco. Eu a Si combinamos que na próxima viagem não vamos mais trazer nada pra ninguém. Dá muito trabalho né....

Almoçamos num MC Donald’s da US-1.... Um lixo. Fomos mal atendidos e por pouco não briguei com a atendente. Tava tão mal-humorada que o lanche ficou até ruim. Fomos então ao Dolphin Mall mas já estava tarde e então só entramos na Toys’R’us do International.

A Toys é uma atração à parte. As crianças ficam bobas. Como eu havia dado o MP4 para o Felipe comprei um CD Player da Barbie para a Camila e um travesseiro do High School Musical que é “sonoro”. Você conecta ele no CD player e dorme ouvindo músicas. Muito legal. O Felipe comprou uma lancha de controle remoto com a mesada dele e a Camila comprou outras porcariadas de meninas.

Mas o mais divertido foi a situação em que ficou o carro. Nós já tinhamos feito as malas e então fomos colocando os pacotes adicionais nos bancos dos de trás do carro e na frente junto com a Si. Eu tive que tirar fotos. Muambeiros demais!!! Na foto as crianças e a Si quase nem aparecem. Só os pacotes!!!

Bom fomos devolver o carro na Hertz antes, onde tivemos que refazer duas malas. E aí aquela maratona para ir até o aeroporto. Com seis malas grandes, três bolsas de mão e mais uma mochila nas minhas costas. Ah, e ainda mais três grelhas elétricas enormes da Black&Decker (que paguei US$ 20 em cada uma!!!) que trouxe para casa e para dois amigos. No aeroporto fizermos um “wrap” das grelhas com aqueles stretchs de mala e então ficamos com praticamente 7 bagagens despachadas e mais quatro de mão. Muito mais do que o dobro de volumes de quando saímos do Brasil.

O nosso vôo atrasou um pouco pois um passageiro não havia embarcado mas a mala estava no avião. Tiveram que tirar a mala do cidadão, mas depois o bendito apareceu e toca achar a mala dele e embarcar de novo. O vôo foi tranquilo. Comida pior do que a da ida. Camila e Felipe dormiram praticamente o vôo inteiro.

Chegamos no Brasil e ainda gastamos mais um pouco no Duty Free (praticamente só encomendas). Fomos para a fila do “nada a declarar”, com aquele monte de malas, e passamos tranquilos. Nem raio-x.

Voltamos de Caprioli de Guarulhos até Campinas e ao chegar em casa minha mãe tinha feito almoço para nós. ARROZ, FEIJÃO, BIFE, SALADA DE ALFACE.... QUE DELÍCIAAAAAAA!!!

Nossa viagem foi maravilhosa, com minha família excepcional e naquelas cidades lindas que são Orlando e Miami..... MAAAASSSSSS...

É MUITO BOM ESTAR DE VOLTA AO BRASIL!!!

 


 
 
O espetáculo Beauty and the Beast-Live on Stage estreou no parque Disney's Hollywood Studios no mesmo dia que o filme de animação estreou nos cinemas americanos, ou seja, em 22 de novembro de 1991.