Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Féres, Parabéns!!!

 mensagem postada em 08/08/2009 - 00:08:33hs
 
 

Você está arrasando nos relatos!!! Fui em Janeiro/09 com meus filhos e lendo seus depoimentos não vejo a hora de embarcar de novo. Vou em jan/10, mas agora sem as crianças, pois a princípio eu iría só a NYC, mas não resisti e passarei 10 dias em Orlando. Continue... estou anciosa para os próximos relatos...

 


 
SABBAG'S STUDIOS - 4o. RELATO 12/07/09

 mensagem postada em 07/08/2009 - 23:08:49hs
 
 

Acordamos e fomos tomar um café básico com frutas (maçã e banana), saladinha de fruta, iogurte, chafé (chá mesmo, porque até o café robusto é aguado), pães diversos, waffle, sucrilhos, sucos, etc, etc, etc. Era meu primeiro café da manhã no hotel. Nooossaa, quanta coisa. Bem diferente do Quality Inn do Kissimmee que ficamos em 2007 e a diária praticamente a mesma. Barriguinha cheia e bem informado pelas noticias do USATODAY (jornal disponível no hall do café). Como dissemos ontem, era necessário incluir meu nome como motorista adicional e passamos no escritório da Álamo na ID para fazer isso. Em 5 minutos a funcionária inclui e imprimiu o novo contrato. Passamos no Walgreens em frente ao Wet’n Wild para comprar o ótimo protetor solar fator 30 de fabricação própria de 237ml por $6. Peguei também mais um estoquinho de Buds, pois ontem o negócio foi brabo. Seguimos em direção a Univeral. Mesmo estando com um pouco de sono parece que o colorido do City Walk contagia e enche os olhos. Todo mundo seguindo na mesma direção e na esquina da Fossil, uma parte do pessoal segue para a US e outra para o IOA. Seguimos para a US. Compramos um ingresso combo com direito a 7 dias de parques (US + IOA) + Blue Man Group. Como já dissemos anteriormente, recebemos o voucher do Ronaldo que precisa ser trocado pelo ingresso, pois para o BMG precisa ser pago antecipadamente e não aceita cancelamento. Fomos até a bilheteria da US trocar o voucher. Chegando na bilheteria, a funcionária ficava olhando o voucher e não entendia nada. Depois pegou um marca texto e destacou que o voucher precisa ser trocado na bilheteria do teatro do BMG. Sou mesmo um -- palavra censurada -- ...estava escrito isso...por que não li? Primeiro mico meu. Mas vá lá, tem que dar um desconto, é meu primeiro dia de passeio e estou de férias...férias...férias. Relax baby. Vamos até lá. Fomos até a bilheteria do teatro e trocamos rapidinho pelos ingressos. Ninguém na fila. Pensei comigo: esse bagaça deve estar fechada! Que nada. O funcionário recebeu o voucher, pediu uma ID, entregou os tickets e explicou que não podia chegar atrasado no show e blábláblá...blablabla. Detalhe: na entrada do teatro a visão da nova montanha russa Hollywood rip ride Rockit é de assustar...enorme. Beleza, vamos para o parque.
Nisso, demos de cara com uma excursão de Argentinas chegando na entrada da US. Corra que a gripe vem aí! Vamu...Vamu...Vamu. Conseguimos entrar antes da tchurma.
Ainda tiramos algumas fotos na entrada e o Gu estava usando uma camiseta do “São Paulo”. Tem gosto pra tudo. O fotógrafo do parque ainda brincou com ele dizendo que sua namorada era de São Paulo e torcia para o São Paulo. Tem gosto pra tudo...Continuamos a corrida até a nova atração The Simpsons Ride e correndo para chegar na frente do bando de muchachas. Ufa, conseguimos. O tempo de fila marcava 25 minutos, mas não deu 20 minutos. Aliás, o simulador é ótimo. Não percam por nada desse mundo. Já que estávamos no World Expo, já fomos fazer o Men in Black. Guardamos a mochila no armário (grátis até 2hs) e fizemos a atração em 20 minutos. Partimos então para a San Francisco/Amity e iniciamos pelo Jaws não demorando mais do que 10 minutos na fila. Em seguida o Disater, nossa quarta atração e foram mais 15 minutos de fila. O calor estava forte e compramos água em frente ao Beetlejuice’s Graveyard Revue. Uma das nossas atrações preferidas. O show agendado para as 1:25PM. Um concerto de rock em roll tão barulhento que vai acordar até os mortos.
Encerrada essa parte do parque, fomos para New York e também iniciamos por uma das atrações que mais gostamos...Revenge of the Mummy...na escuridão total, enfrentando bolas de fogo, enxames de escaravelhos sagrados e um batalhão de múmias guerreiras. Na saída compramos uma toalha e uma camiseta linda para a Ge. Muito bom. The Blues Brothers seria nossa próxima atração. Em Delancy street os bandidos do blue fazem uma excelente apresentação.
Aí bateu a fome e fomos almoçar no Richter’s Burger. Dessa vez não compramos o Universal Meal Deal, agora somente com 2 restaurantes participantes. Em 2007 eram 05. Pedimos o tradicional e enorme After Shock. Um mega hamburger que ainda pode ser completado com a saladinha do balcão. Uma delícia, apesar de percebermos que o tamanho diminui, mas o preço continuou o mesmo. Tiramos fotos com os carros originais do filme Velozes e Furiosos IV. Continuando em New York, fomos fazer a atração do Twister...Ride It Out e fizemos em 15 minutos. A aventura em 4D de Shrek foi nossa próxima atração. Em 15 minutos também. Já estávamos em Production Central e fomos no Jimmy Neutron’s Nicktoon Blast. Essa demorou um pouquinho mais e ficamos na fila 25 minutos. Terminada essa parte do parque, nos dirigimos para Hollywood começando pelo Universal Horror Make up Show. Nessa atração, os maquiladores de cinema mostram os efeitos especiais dos filmes mais famosos da Universal. Esse show aconteceu as 5:45 PM. Vejam os horários das apresentações. Nesse setor ainda tem a atração Terminator 2: 3D Battle Across Time. Uma apresentadora meio sem graça tentando agradar a platéia. Uma combinação de ação ao vivo, efeitos especiais e filme 3D. Também com horários definidos. Ainda era cedo para o encerramento e fomos repetir a atração do Simpsons, pois gostamos muito. Mais uns 25 minutos de fila. Ao lado tem uma lojinha chamada Kwik-E-Mart com os motivos dos Simpsons. O Gui tomou um energético, o Gu comprou uma caneca, nós um shortglass para nossa coleção de copos e mais um boné. Não fomos no setor Woody Woodpecker’s Kidzone, pois são atrações para crianças, porém demos uma passadinha rápida para algumas fotos. Levamos nossos copos (mugs) da Universal de 2007 e aproveitamos para tomar um refill, cada um a $0,85 com taxa incluída. Tomamos vários ao longo do dia. Um ride rápidinho no ET. Nesse meio tempo, o Gui começou a fazer sua coleção de moedas “pressed coins”. Uma aqui, outra ali. Esse negócio começou como diversão e acabou se tornando uma coleção. Fomos tirando fotos e procurando um lugar para assistir o show de encerramento das 9 PM com queima de fogos e lembrança de alguns dos principais filmes da Universal. Encerrado, passamos na lojinha da saída e fomos embora. Passamos na Fossil e Quiet Flight do City Walk para dar uma olhada e acabei comprando uma tira para óculos nessa última ($7). Eis que o estômago do Gui roncou e perguntou o que teríamos para jantar...o que vcs querem?...que tal uma Pizza Hut?...Topo, topo sim, vamu caí pra dentro! Passamos então na loja da ID e pedimos uma pepperoni/mussarela ($14,95). Pizza gostosa, crocante, mas recheio moderado e econômico, não é igual as pizzas que faço, bem generosas nos recheios. Nos mandamos para o hotel e comemos a pizza no quarto, acompanhada das minhas Buds, claro. Mandei meu relato do dia para o VPO e desmaiei na cama. Amanhã é dia de IOA.


Abs.,
Família Sabbag

 


 
Tati - Miami Ink

 mensagem postada em 07/08/2009 - 18:08:51hs
 
 

Tati, isso mesmo. Quem fica lá são outros tatoo artists. Mesmo assim vale entrar lá. É lindoooo. Parece coisa de TV...e é...hehehe
Da próxima vez que eu for vou tentar denovo...vai que eu dou de cara com um desses...

 


 
Fernanda....Miami Ink

 mensagem postada em 07/08/2009 - 16:08:26hs
 
 

Nosssaaaa 250 dolares para marcar a hora, depois ainda o valor da tatoo!!

eu tb queria fazer com o Ami, mas acho que desisti...rs

Então não adianda visitar a love hate pq eles não ficam la, só a equipe secundaria?

beijos

 


 
Sabbag

 mensagem postada em 07/08/2009 - 09:08:12hs
 
 

Sabbag,

Estou viciado nos seus relatos. Se os relatos do tópico "Estou em Orlando" já eram ótimos, os deste tópico aqui estão perfeitos.

Aguardemos os próximos. Não demore a psotá-los, OK?

Abraços!!

 


 
Féres

 mensagem postada em 07/08/2009 - 08:08:57hs
 
 

Parabéns pelos relatos, Amigo!!! Me emociono muito quando vejo vc narrar os detalhes da sua vida familiar pq, modéstia à parte, tb tenho uma família de dar inveja a qualquer um! Vc e a Ge são dois vencedores, pois um amor assim é construído, não é p/ qualquer um não e só sabe disso quem vive assim tb! Não demore a postar os outros capítulos! Abços!

 


 
TATI - MIAMI INK

 mensagem postada em 06/08/2009 - 23:08:13hs
 
 

Tati, fui a Miami em Dezembro e estava decidida a fazer minha quarta tatoo no Miami Ink. Peguei o endereço na internet e chegando lá vi que a porta que eles filmam como Miami Ink, na realidade é a loja de produtos deles (roupas e assessórios). O nome do estúdio é LoveHate e fica na esquina. Fui lá e é lindoooo! Fiquei louca pra fazer a tatoo, mas os caras legais do programa não fazem mais em walk inns, ou seja, tem que marcar hora, eles não ficam mais lá. Aí não deu pra mm, pois já ía voltar no dia seguinte.
Calhou que voltei uns 2 meses depois, e do Brasil mandei um email tentando marcar uma hora com Amy ou Nunes, mas só pra marcar custava $250 e o menor preço era $250!!!! Eu desisti...!
Mas vale a pena conhecer o estúdio.

 


 
SABBAG'S STUDIOS - 3o. RELATO 11/07/09

 mensagem postada em 06/08/2009 - 22:08:43hs
 
 

Chegou o meu dia de pousar em Orlando. Estava tranqüilo. Meu embarque também foi pela Copa as 3:50 da manhã do dia 11/07/09. Já havia feito o web check-in em casa pela internet para facilitar as coisas no balcão da cia aérea. O balcão abriu por volta das 0:30hs e para lá fui. Estava aguardando pacientemente no saguão. Nesse horário vc não vê quase ninguém circulando pelo aeroporto. Despachei minha mala e fui para a Polícia Federal. Não foi diferente do embarque da Angela (Ge a partir de agora). As funcionárias estavam morrendo de sono. Apresentei minha documentação, bati um papo e desejei bom serviço. Me disseram que não dormiam a 48hs. Fui então dar uma passadinha no Duty Free para conferir o preço de alguns produtos e comparar com os praticados em Orlando e no Duty Free do Panamá. Eis que apareceu uma funcionária da Emirates toda paramentada perguntando se eu ia para Dubai. O embarque para Dubai era 1:35hs e faltava um passageiro na lista de embarque. Disse que não era eu, infelizmente, mas quem sabe um dia.
O vôo saiu no horário previsto. Seriam aproximadamente 7 horas até Panamá City para fazer a conexão. Eu olhava no relógio e a hora não passava. Serviram um lanchinho marreta e um café pela manhã. Chegando em Panamá City, a romaria segue até os toaletes para fazer uma higienização pessoal, mas a escala de 1 hora dá tempo suficiente até para dar uma voltinha pelo Duty Free. Coisa que não fiz. Estava morrendo de cansaço e fiquei ali mesmo aguardando chamarem o embarque para Orlando. Não sem antes passar por uma revista meia boca feita por funcionárias panamenhas. Essa revista somente acontece para vôos que partem para os EUA. Revistam sua bagagem de mão, passam um detector de metal manual e pedem para tirar os sapatos. Mas é tranqüilo. Sem estresse. Estou de férias. Embarcado, seriam mais umas 3hs até Orlando. Enquanto eu estava espremido no avião, a Ge, o Gu e o Gui foram se esbaldar na Ross Dress For Less da 5452 Touchstone Drive, uma travessa da ID, pertinho do Prime Outlet. A bem da verdade, mais o Gu e o Gui. Depois do café da manhã, no quarto, sem omelete com calda, eles saíram em direção a Ross. O Gu e o Gui ficaram deslumbrados e colocaram tanta camiseta e bermudas no carrinho que não tinha nem como empurrar. A Ge foi conversando com eles, que essa não era a única loja que visitariam então era bom manerar um pouco a ansiedade de sair comprando tudo o que via pela frente. Ela fez com que experimentassem todas as roupas e depois selecionaram as que mais gostaram. O Gu encontrou uma bermuda tipo de surfista da Element por $18 que ele adora, só que o número era bem maior do que ele usa. Experimentou e apertou o mais que pode as cordinhas da bermuda, mas não teve jeito. Era só dar um passo que a danada parava no calcanhar (o número dele é 36 e a bermuda era 40), com o olhar mais triste do mundo deu a bermuda para o Gui provar e não é que ficou certinha no little Guilherme. No fim o Gu também achou outras bermudas legais. Duro foi a Ge que teve que ficar de plantão na porta do provador, eles saiam e pediam a opinião dela, quando não gostava nem falava nada apenas torcia o nariz, a senhora mau humorada que tomava conta do provador olhava e fazia cara feia. Só pode entrar com 8 peças no provador então o que não vai levar fica com a mau humorada. Eles experimentaram mais de 20 camisetas cada um e perderam a conta das bermudas e calças. Depois que selecionaram tudo que iriam levar o Gu falou...agora vamos deixar a mamãe escolher as coisas dela. A Ge já estava meio tonta de olhar tanta roupa e acabou pegando somente uma bolsa e umas lembrancinhas para o afilhado. Já era quase 1 PM. Meu vôo chegaria as 2:20 PM. Foram até a Dollar Tree ao lado, pegaram umas bugigangas e depois foram visitar a TJ Maxx, também ao lado. A Ge comprou uma calça Carebbean Joe por $15 e o Gui um boné.
Já passavam das 2:30PM. O Gui programou a “Elvira” para o Orlando International Airport seguindo pelo caminho mais rápido. Eles já previam uma imigração demorada e não se preocuparam tanto com o horário, estimando que eu saísse da imigração depois de 1 hora da chegada do vôo. Foram procurar o local de desembarque e ficaram aguardando. Para distrair um pouco, a Ge foi tirar umas fotografias para ver se a ansiedade passava. O Gu ficou plantado no portão de desembarque aguardando eu aparecer. Eis que eu apareço acenando para todos. Uma felicidade só reencontrar todos ali. A Ge estava com os olhinhos vermelhinhos quase querendo chorar. Segurou firme. Nos abraçamos, nos beijamos, parecia que não nos víamos há muito tempo, mas foram apenas 48 hs.
Chegamos no carro e me assustei quando abriram o porta malas. Sacolinha da Ross pra todo lado...me digam onde vou colocar a mala? Achamos um cantinho para ela. Saímos do aeroporto e passamos na Compusa da Orange Blossom para aproveitar o último dia de oferta do GPS Garmin 205W por $129. Mandei um cupom de $10 de desconto encima. Tínhamos um outro cupom de desconto de 15% da Toy Rus válido até aquele dia para jogos de vídeo game. Conseguimos no Orlando Sentinel. Fomos até a loja do Florida Mall. Os jogos para PS3 da listinha do Gu não tinham, mas acabei comprando 3 jogos de PSP, encomendados por um colega, por $45 sem o desconto.
Precisávamos ainda passar na Álamo para colocar meu nome como motorista adicional e fomos para a loja da ID. Já estava fechada desde as 4PM, agora só amanhã. Aproveitamos para passar no Ronaldo e dar um abraço no amigo. Os meninos quiseram ir até a Ron Jon do Festival Bay Mall, ali na ID, comprar uns chinelos e pagaram $18,70 cada um usando o cupom de desconto de 15%. Como sempre, o atendimento continua péssimo nessa loja. Os vendedores não te dão a mínima. A nossa amiga chuva apareceu. Despencou um pé d’água de dar inveja a qualquer um. Ficamos presos no shopping mais de 30 minutos. Eu estava muito cansado da viagem e doido para dar uma esticada na horizontal. Como o cupom da Toy Rus era válido somente até aquele dia, procuramos outra loja pelo GPS e fomos parar na 730 Herndon Avenue. A brincadeira de procurar joguinhos com desconto não saiu barata. Acabamos comprando o wii console, wii fit, 2 wii motion plus, wii nunchuk, wii remote controller, cabo HDMI do PS3 e base carregadora para os controles do PS3. Já eram mais de 8PM e eu parecendo um zumbi, morto de cansado...Vamos para o hotel?....pleeeeeaaase!...pelo amor de Deus...salvem essa carcaça. Aí o Gui teve a excelente idéia...Vamos jantar nos Arby’s?...negativo coleguinhas...vamos já pro hotel...pra mim já chega por hoje. Vamos pegar um lanche e comer no quarto. Eu e o Gu descarregamos o carro e ficamos no hotel, enquanto a Ge e o Gui foram buscar um lanche no Burger King. Chegando no quarto fui logo abrindo minha Bud que desceu como água...o radiador estava fervendo...que delícia...me deu até água na boca agora... pera aí que já volto...Haaaa...voltei. A Ge chegou com os lanches, fizemos uma boquinha e desmaiei na cama. Amanhã começam os parques – UNIVERSAL STUDIOS



Valeu!
Família Sabbag
ps.: se ficou longo me avisem

 


 
Para FERES

 mensagem postada em 06/08/2009 - 10:08:18hs
 
 

Parabéns mais uma vez, cara.
A gente ve pela sua narrativa o quanto essa viagem vai marcar na vida de toda sua familia. É aquela história...já vão até programar já já o retorno para Orlando.

Kennedy Space Center é um lugar legal de passear, e o tour com três paradas é o ponto alto por lá.

Também já conheci esse Mc Donald's lá do Walt Mart da Sand Lake. É talvez a pior casa da rede...rs...

 


 
SABBAG'S STUDIOS APRESENTA 2o. RELATO - 10/07/09

 mensagem postada em 05/08/2009 - 23:08:43hs
 
 

Dia 10/07/09 (sexta-feira) de madrugada a Angela não conseguia dormir pensando no que fazer e decidiu alterar o roteiro. Estava programado irmos a Universal Studios e IOA, mas como compramos um combo com o Blue Man Group, não veio os tickets e sim um voucher no meu nome para trocar na bilheteria. Esse combo vc economiza $35 por pessoa. No dia anterior, o Ronaldo sugeriu que a Angela tentasse trocar o voucher com um documento que comprovasse o mesmo sobrenome, mas não garantia que conseguisse. Então decidiu trocar a US e IOA pelo Kennedy Space Center, pois eu não fazia muita questão de ir. Ao acordarem ligaram para o OTO para ver se tinha os tickets. A Regina os atendeu e confirmou que tinha os tickets (deixamos para comprar os ingressos do KSC para depois, pois não sabíamos se iríamos mesmo). Resolvido o roteiro, desceram para o café da manhã.
Mico 1 – A Angela foi dissolver o pó para chocolate quente em leite frio para o Gustavo e não deu certo porque fica uma gororoba ensebada (resolveram esse problema comprando um pote de Nesquick). O Gu teve que se contentar com o suquinho de laranja (mais para ruim de que pra bom).
Mico 2 – O Gu pegou umas coisas redondinhas tostadinhas. A Angela perguntou o que era e ele respondeu...panquecas mãe! O Gui quando viu que ele estava comendo com gosto pediu um pedacinho para experimentar, daí deu o maior grito...é omelete!...é omelete! ... hahaha
Credo, omelete com calda de waffer. O detalhe é que o Gu odeia ovo, detesta mesmo, desde bebezinho, se percebesse o sabor, o cheiro do ovo na comida cuspia tudo fora. Foi tanta risada que até resolveram filmar (vejam no vídeo). Depois disso, ele só comia pão doce no café da manhã, além do seu leitinho gelado com o Nesquick.
Terminado os micos do café, seguiram rumo ao Office do Ronaldo para pegarem os tickets do KSC. Ingressos na mão, foi só calibrar a dona “Elvira” e pegar a estrada.
Ou melhor pegar a Colonial dr cheia de sinal.
Mico 3 – Não sabíam que a dona “Elvira” estava ajustada para evitar pedágios então lá foram os 3 passear pela Florida e conhecer um pouco mais do “american style”. Quase 2 horas para chegar.
Quando chegaram ao KSC tinha filinha nas bilheterias, mas com os ingressos na mão já foram direto para entrada, e então passaram pela primeira revista de bolsas e mochilas. Deram uma paradinha no Serviço para Visitantes e uma senhora muito simpática os atendeu. A atendente ao lado era brasileira, mas a fila para pedir informações com ela estava bem maior. A senhora que os atendeu riscou no folheto tudo o que era interessante para ver e o que deveria ser feito primeiro. Eles seguiram a risca o roteiro rabiscado no folheto. Só não deu tempo para verem todos os filmes Imax e de ir ao U.S. Astronaut Hall of Fame, pois não é um passeio para meio dia e sim um dia inteiro e um pouco corrido, pois perde-se tempo nas filas para pegar os ônibus devido serem 3 paradas do tour. Aqui abro um parênteses para relatar o que a Angela observou. A grande maioria das pessoas que trabalham no Complexo para Visitantes eram idosas, a motorista do primeiro ônibus que pegaram era uma senhora de cabelos bem branquinhos que parecia uma uvinha passa de tão enrrugadinha. Indo para a fila do tour tem um painel onde fotógrafos registram sua passagem (eles não tiram foto com nossas máquinas, o Gustavo pediu e ouviu um não posso bem grande). No fim do tour existem umas moças vendendo a foto e quando os meninos escutaram o preço não quiseram nem vê-la ( U$ 30,00).
1ª. Parada – Launch Complex 39 Observation Granty – Do topo da plataforma de observação deu pra ver o Ônibus Espacial que seria lançado no dia seguinte (mas o lançamento foi adiado devido fatores climáticos) com uma boa visão da passarela transportadora. Lojinha, lanchonete, bebedouros e banheiros fazem parte da parada.
2ª. Parada – Apollo/Saturn V Center - Tem um foguete lunar de 111 metros e na Sala de Lançamento. É reproduzido o lançamento de uma Apollo e o Teatro Lunar mostra a primeira aterrissagem na lua. Lojinha, lanchonete, bebedouros e banheiros fazem parte da parada.
3ª. Parada – International Space Station Center da pra ver os componentes da uma Estação Espacial sendo preparados para o vôo e pelo vidro eles viram uma pessoa toda paramentada trabalhando. Nesta parada só bebedouros e banheiros (ainda bem que não tem lojinha).
De volta ao complexo, quem chegou junto com eles ????? sim claro, ela que foi nossa companheira em algumas tardes...a amiga chuuuuvvvaaaaa. Correram para o Shuttle Launch Experience que é a simulação de um lançamento real do ônibus espacial. Bem legal.
Dá para ter uma noção do que passa um astronauta. Agora pausa para um lanchinho no Orbit Café, depois de um hot dog w/fries básico já estavam prontos para ir ao Imax Theaters para assistir um filme. Após várias fotos na chuva (ela não queria ir embora) resolveram gastar umas doletas em camisetas, boné e copo, ai...ai...ai... na Space Shop, não se contentaram com o chaveiro e com as luvas de pegar panelas que haviam comprado na lojinha do Apollo/Saturn V Center. Como já estava ficando tarde e queriam ligar para mim resolveram voltar para o hotel. Quando ligaram eu já estava no aeroporto, pronto para começar minha jornada até Orlando e me contaram sobre o passeio.
O Gui queria por que queria experimentar uma refeição no Wendy’s, só que o endereço da Internacional Dr não tem mais, está fechado e até descobrir outro a dona “Elvira” deu muito trabalho, então resolveram ir ao Walmart da Sand Lake fazer mais umas comprinhas básicas (minha bud light para gelar até minha chegada) e lá tinha o Wendy’s mas com já passava das 10 PM só estava aberto o drive tru resultado, comeram no Mc donald’s sujinho que tem dentro do Walmart. Hotel, banho e cama.



Abs.,
Família Sabbag

 


 
 
Apesar dos 11 países que compõem o World Showcase ocuparem uma vasta área ainda existe espaço para mais 7 pavilhões.