Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Gaspinha!

 mensagem postada em 07/05/2012 - 09:05:10hs
 
 

Como todos sabemos o limite da cota de isenção é de US$ 500,00 (quinhentos dólares) - link.

Além disso, os bens de uso ou consumo pessoal do viajante isentos de impostos são apenas os artigos de vestuário, higiene e demais bens de carácter manifestamente pessoal, de natureza e em quantidade compatíveis com as circunstâncias da viagem. Exemplos: roupas, calçados, óculos, um relógio usado, uma máquinha fotográfica usada, um telefone celular usado. Notebooks e filmadoras não são isentos.

Ao chegar no Brasil, caso os produtos que esteja trazendo (não de uso pessoal), ultrapassem esse limite de US$ 500,00 (quinhentos dólares) você deverá declará-los.

Quando puder, leia também este guia - link.

Um forte abraço,
Luiz Carlos ºoº

 


 
Solicitação

 mensagem postada em 06/05/2012 - 21:05:12hs
 
 

Olá amigos,

Venho encarecidamente pedir aos amigos que reservem o presente tópico para a postagem de relatos sobre a alfândega.

Peço que evitem enveredar para temas como "civilidade", "cotas de isenção", "dutty free", dentre outros.

Informo ainda que redirecionei algumas mensagens para o tópico - Alfândega - Cota de Isenção - link.

E para mensagens sobre Dutty Free - link.

Por favor, me auxiliem a manter a boa organização do nosso fórum.

Conto com a colaboração de todos.

Um forte abraço,
Luiz Carlos

 


 
ALFANDEGA E BRASILEIROS

 mensagem postada em 06/05/2012 - 19:05:41hs
 
 

Li algo tão absurdo como pessoas falando em mudar a rota de viagem pq tem muitos brasileiros em Miami. Aconselho a estas pessoas olharem em suas carteiras de identidade e verem onde nasceram, pra não esquecer que também é brasileiro. Fico revoltada pq tem coisas que acreditamos que não acontece mais e lemos tanto absurdo que dá vergonha não da nacionalidade e sim da raça humana. E se amanhã não tiver condições de viajar para nenhum lugar mais? Vai fazer o que?
Nos EUA tem americano honesto e tb tem desonesto igual aqui mesmo, o que muda são as leis que regem o país. Já negociei com cada americano picareta que tive que ameaçar denuncia-los a policia e outros que trabalham correto e cumprem com a negociação e sua palavra, igual aqui mesmo, tem pessoas corretas e incorretas.
Deus abençoe a todas e boa viagem!

 


 
ALFANDEGA E BRASILEIROS

 mensagem postada em 06/05/2012 - 19:05:12hs
 
 

Cheguei de viagem no final de abril e a alfandega de Brasilia foi tranquila. Meu vôo fez conexão em Lima-PE, a fiscal apenas fez algumas perguntas e nos mostrou a saída. Eu estava com uma mala media e outra pequena. Tinha muitas roupas mas nada de eletrônicos que estourasse a cota.
Como usuária do site quero descordar categoricamente de pessoas que repudiam seus próprios compatriotas dizendo que são mal educados e se metem em problemas nos EUA. Entendo que é muita altivez de um ser humano desprezar o outro dizendo que o envergonha e por isso está com "medo" ou que os brasileiros estão transformando Miami em um Paraguay e outras tantas coisas de mal gosto que li aqui, uma total falta de elegância usar termos como "gente do terceiro mundo". Ao mesmo tempo que estão falando mal das faltas alheias estão cometendo outras muito mais graves. Uma pseudo elite que ainda pensa que viajar de avião é chique e ao exterior ainda devia ser para poucos. Será que nunca ouviram falar em turismo de compras?
O que vejo em Miami são vendedores que já até arriscam um pouquinho de português e tem sido super simpáticos para atender excelentes clientes com dinheiro no bolso. Só isso. Deixem essa mentalidade arcaica de pensar que americano é mais educado e brasileiro é ralé, se nos tratam bem hoje é porque somos economicamente interessantes e não pq são tão mais educados que nós. Problemas em vôos acontecem com brasileiros, italianos, indianos, japoneses e etc.
E o que falar dos alemães que não gostam de banho e dividir um elevador com muitos deles é quase uma tortura!
Não desfaço de nada que é meu para enaltecer o que é dos outros. Cada caso é um caso. Deixem de besteira de vergonha e etc, isso sim é atraso.
Boa viagem a todos!

 


 
Brasília

 mensagem postada em 06/05/2012 - 17:05:56hs
 
 

Boa tarde, cheguei de Orlando no dia 02-05 as 23:55 num voo vindo de Orlando com escala no Panamá nesse horário só esse voo chegando. Eu estava trazendo 2 malas grandes + uma de mão e mais uma mochila, muita roupa de homem, criança e para mim, alguns brinquedos e tinha comprado 2 iphones um pra mim em uso e mais um para o meu marido. Estava com mais 5 amigas eu preferir declarar o iphone e 250 dólares em roupas de criança ( em notas separadas pois tinha feito 3 compras grandes na Carters a minha era de 600 dólares mas, separei as notas de menor valor pra apresentar) caso fosse necessário não pagaria a MULTA. Na fila o fiscal estava só olhando e mandando quem não tinha nada a declarar passar todas as minhas amigas passaram quando chegou a minha vez ele me mandou direto para a parte do declarar sem preguntar nada, como eu estava com meu papel preenchido não tive nenhum problema apresentei o iphone ele me pediu a nota eu apresentei nem olhou as de roupa, foi educado calculou o imposto eu paguei 266 reais e fui liberada tenho certeza que se eu não estivesse feito declaração ele ai abrir minha mala. DICA: Façam a declaração e se o fiscal mandar vc seguir ótimo se não apresente a declaração e não pague a muta.



Boa sorte!

 


 
Minha Opinião

 mensagem postada em 06/05/2012 - 12:05:18hs
 
 

desde 1979, quando viajei para os USA pela primeira vez, os brasileiros aprontam....... colocavam moedas brasileiras nas máquinas de coca-cola, disparavam alarmes de incêncio dos hotéis, se recusavam a pagar as gorjetas, etc, etc, etc, ou seja, isso não é de hoje, infelizmente ou felizmente a "porteira" escancarou e agora o antigo "terceiro mundo" está com dinheiro no bolso, não só brasileiros, mas chineses, indianos e outras porpulações que nunca viajaram antes estão "dominando", infelizmente muitos se deslumbram com a viagem e perdem a compostura, às vezes eu acho que a pessoa se torna uma "criança" e perde o controle, não recrimino ninguém e também não me interessa se essas pessoas tem consciência ou não, só me interessa a minha viagem e ponto final, não se estressem com problemas que vão ser difíceis de solucionar.

 


 
Minha Opniao!

 mensagem postada em 06/05/2012 - 10:05:33hs
 
 

Gente acho que cada um tem sua opniao e pode deixa-la aqui para reflexão certo???
tenho 2 historia para compartilhar....
1- estava na fila do caixa na tommy em um dos premium, uma pessoa conversando nao prestou atenção que a fila tinha andado e ficou um espaço entre ela a pessoa que estava na frente veio uma mulher com um sacola enorme cheia de coisa e entro por baixo daquela fita que fica no caixa!!! fiquei impressionado com a cara de pau, ai comentei com minha namorada que estava comigo na fila, quer ver como e brasileira????? depois que passei minhas compras encontrei essa mulher no corredor do outlet e perguntei as horas em português ela respondeu em português e ainda me disse que era mto bom encontrar brasileiros para conversar !!! GENTE FURAAAAR FILAAAAA????? nem aqui isso e aceitável!!!
2- estava no voo domestico entre atlanta e MCO quando vi uma discussão em inglês entre comissário um cidadão americano e uma família brasileira, ai comecei a prestar atencao e vi que os brasileiros estavam perdidos na discussão pois nao entendia o inglês , quando eu vi o motivo era pq eles tinham separado o Marido da Mulher com um filho deles de uns 2 anos o Marido brasileiro estava sentado no lugar do Americano e nao queria sair pois queria ir junto com a familia dele!!!! e o Americano queria o lugar dele pois era na janela e o que tinha nas poltronas do lado era o assento do meio que seria do Marido brasileiro.....
depois de mto tempo o Americano cedeu o lugar para o brasileiro ir com sua familia, mais com uma cara de estar mto P da vida!!!!!!
essas coisas acontecem simmmmmmm brasileiros fazem mto issso simmmm!!!
nao to generalizando mais tem uns que fazem e isso ninguem pode negar!!!
como tem mto americano eu vi tocando o terror tb nos parques ainda mais adolecentes!!!
mais um detalhe eles estao no PAIS delesssss!!!!!
eu ja fui pra orlando 3 vezes, ano passado eu achei super de boa!!! agora lendo os relatos de quem foi esse ano eu to ficando assustado na boa, to com medo de ver o que vou encontrar por la!!!
como eu disse no comeco eu so queria compartilhar essas experiências desagradáveis que eu viiiiii por la!!!
quanto a declarar ou nao, eu sempre declaro se tiver eletronico ou algo de valor superior os 500 usd, eu nunca trago eletronico do tipo computador ou ipad entao quase nunca eu declaro alguma coisa!! so compro roupas e coisas para mim e alguns coisas pro meu pai minha mae, nunca tive problema com isso!!!
mais eu acho que declarar e a melhor solucao!!! voce pode trazer o que vc quiser de qualquer valor basta declarar pronto simples assim!!!!
um abraco

 


 
Rosana Pereira

 mensagem postada em 06/05/2012 - 09:05:06hs
 
 

Olá, com todo o respeito que tenho pelos amigos aqui VPO, que me ajudam demais com minhas dúvidas e preocupações , vou discordar um pouquinho de vc...nas últimas vezes que fui a Orlando e Miami tbm, tenho me envergonhado sim com as atitudes de alguns brasileiros, qdo estamos em outro país temos que respeitar a cultura, os costumes, as pessoas, enfim precisamos nos adaptar ao estilo de vida que eles têm, os americanos realmente não dão jeitinho em nada, eles tentam com toda educação resolver o seu problema, se não tiver solução então não tem jeito, os americanos respeitam leis, principalmente as de trânsito, eles realmente não se acostumam com nosso jeito de chegar falando alto nos lugares, nas lojas principalmente vi sim mtas vezes brasileiros fazendo a maior bagunça com tudo e ignorando vendedores, deixando um monte de peças bagunçadas nos provadores, discutindo com funcionários dos restaurantes, por não conseguirem mesa sem reserva...realmente presenciei sim mtas cenas assim infelizmente, tanto que tenho visto aqui mtos relatos de arrombamento de carros, isso quer dizer que estamos sim chamando atenção, qto a pagar ou não o imposto qdo chegamos aqui, cada um faz o que sua consciência determinar, no meu caso dificilmente passo da cota, pois seu gastar tudo numa viagem só não me sobra $$$ pra próxima...

 


 
BRASILEIROS NO EXTERIOR

 mensagem postada em 05/05/2012 - 19:05:50hs
 
 

Vejo ser completamente desrespeitosos determinados comentários referentes a brasileiros no exterior dizendo que não sabem se portar em lojas de grifes, que os vendedores não gostam dos brasileiros pq reviram e compram tudo (???). Não faz o menor sentido diminuir alguém pq está comprando e pagando com o seu próprio dinheiro. Tudo o que passa da cota de 500 dolares está defraudando o governo e aqui está cheio de gente que faz isso, mas como pensa "ah o meu é só umas coisinhas" está tão errado quanto quem está "muambando". Se acha que outros estão errados comece a dar o exemplo por si mesmo. Declare tudo que passar de 500 dolares e seja feliz ou então deixe para comprar tudo com os preços extorsivos da nossa terrinha.
Lamento ter que pagar tantos impostos e não ter segurança, educação de qualidade, saúde pública decente, pagamos tantos impostos e temos que pagar condominios, seguros contra assalto, escola para os filhos, planos de saúde e etc. Lamentavel!

 


 
Juliana e Fabio

 mensagem postada em 05/05/2012 - 16:05:21hs
 
 

Olá Juliana e Fábio, boa tarde.

Atualmente é permitido que cada um de nós traga, além da cota, 01 câmera em uso, 01 celular em uso e 01 relógio em uso...

Se você tiver apenas esta câmera (sua única), mesmo que acima dos 500 dolares, não acredito que haja problemas...

Sugiro no entanto ver o tópico "Alfândega - Cota de Isenção"... O pessoal lá é expert neste assunto!

No mais, o que puder ajudar, estou por aqui...

 


 
 
A ilumininação do interior do pavilhão do México é propositalmente baixa para simular o anoitecer. Pois, segundo a cultura mexicana, é neste período do dia, que amigos e familiares se reunem na plaza para se divertirem.