Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Res: De volta...

 mensagem postada em 25/01/2015 - 14:01:19hs
 
 

Infelizmente chegamos hoje de volta ao Brasil. Porém, felizmente poderei compartilhar os momentos mais uma vez vividos por lá.

Em breve começarei os relatos.
Abs
(mensagem de Claudio H.F.)


Já estamos aguardando!!!

 


 
13# Labirinto de Compras

 mensagem postada em 25/01/2015 - 15:01:05hs
 
 

A sensação que tive andando pelos corredores do Walmart foi de estar no labirinto da rainha de copas! Os corredores são traiçoeiros porque além de se perder da sua turma, você corre um sério risco de ficar muito mais pobre. Seu cérebro começa a fazer conversões monetárias alucinadamente e fia estarrecido com preços que chegam a ser ¼ mais baratos do que na nossa terra natal. Compramos uns chaveirinhos para lembrança por US$ 2, 1 ou 2 camisetas básicas, conjuntos de agasalho leve 2 e pague 1, 18 pares de meias e por ai vai... Perdemos um certo tempo na seção de roupas porque a Sra. Oliveira e Oliveirinha caçula foram ambas provar roupa no mesmo provador (ao mesmo tempo – coisa que os americanos não devem estar habituados porque o vendedor ficou me olhando com um ar meio de espanto e meio de riso enquanto eu esperava com o carrinho) e uma delas perdeu a própria blusa no meio da pilha de roupas. Levou 25 minutos para acharem: Imagina o tamanho da pilha! Não tenha preguiça de provar as roupas, as blusas e camisetas quase sempre ficam bem em nós, só temos que cuidar com o tamanho nas etiquetas, pois cheguei a comprar camisetas que iam do P ao GG. Mas as calças são outra história. Aparentemente o modelo de corpo das americanas não é igual ao das brasileiras e uma das queixas que mais ouvimos foi a dificuldade de se comprar calças jeans. Elas simplesmente não caem bem na maioria das brasileiras então prove antes para não ter surpresas ruins depois! (as meias são uma maravilha, tanto que voltei comprar mais pares depois!!!)
Na seção de comidas – o que eu mais gosto!!! – compramos cookies (que posteriormente descobrimos que não eram crocantes mas moles e verificamos tarde demais que na embalagem estava escrito creamy! Não que elas fossem ruins, mas pra quem não gosta de bolachas cremosas verifique com cuidado na hora de escolher as milhões de opções nas prateleiras. Tipo, enquanto aqui no mercado você tem à sua disposição 3 ou 4 opções de cookies, lá tem um corredor só disso! Foram acrescentados no carrinho pão de forma (pra quem vai fazer picnic com frango e farofa nos parques esse item é imprescindível), uns lanches congelados (esquentados no micro-ondas para a janta), suco (anote esse nome: tropicana!) e um fardo de garrafinhas de água (nos parques água é ozói-da-cara, então a gente levava água e como o fardo era muito barato, mas assim ridiculamente barato!!!) Outra coisa: você vai precisar de capa de chuva em algum momento, isso é fato, então compre por US$1,35 quase a mesma capa que você pagaria US$ 9,00 no parque. Passamos um total de 4 horas percorrendo inúmeras vezes (ida e volta) os vários corredores do WM, e acho que se ficássemos mais tempo faríamos ainda mais compras! Essa para é obrigatória em quase todo roteiro!
Ao retornarmos ao hotel, tive a perspicácia de ser a primeira a ir tomar banho. Aqui fica um adendo (para aqueles que como eu não estão habituados a tomar banho em chuveiros dentro de banheiras protegidas por cortinas): por mais estranho que possa parecer, a cortina deve permanecer com suas pontas no INTERIOR da banheira durante o procedimento da toalete! Caso contrário você pode sofrer a mortificação de alagar o banheiro, como eu acidentalmente o fiz!

 


 
Res: 04.01 - E lá vamos nós!

 mensagem postada em 25/01/2015 - 16:01:49hs
 
 

Faaala Claudio...tambem ja estou fazendo planos pra voltar pra la no Carnaval do ano que vem...Eu e a familia nao vemos a hora...
Estou curioso pra saber como foi em Old Town...Nunca estive la, mas desde seu ultimo relato fiquei com muita curiosidade de conhecer aquela casa mal assombrada.
Um grande abraco.

 


 
14# Um Reino Encantado

 mensagem postada em 25/01/2015 - 17:01:11hs
 
 

Difícil expressar em palavras o sentimento que nos percorre ao ver as milhas diminuindo nas placas e os portais crescendo no horizonte! Voltar ao MK após muitos anos e reavivar as memórias não tem preço. E muitas vezes tenho a impressão de que os adultos acabam se emocionando muito mais por compreender os sacrifícios que demandam os sonhos.
Momento Nostalgia

Sempre tínhamos usado o monorail para ir do estacionamento ao parque. Desta vez resolvemos ir de barco. Estava vazio, fomos os primeiro a embarcar e acertamos! A vista é maravilhosa, você vai vendo o contorno das principais atrações ir crescendo, enquanto o coração vai acelerando na expectativa. Lindo, recomendamos!
Assim entraram no parque 2 crianças presas à corpos adultos, 1 adulta superanimada e 1 adolescente em expectativa. Passamos pela inspeção (novidade para nós, em 95 ainda não tinha isso) com os dedos ávidos para pegar um mapa com tantas coisas para ver. Ao adentrar no parque têm-se a nítida impressão que seus sentidos não são suficientes para captar tudo o que se quer ver, ouvir e sentir. (Dá vontade de ter um olho em cada lado da cabeça para ver as vitrines dos dois lados da Main Street!)
Então acordamos parcialmente do nosso devaneio e fomos consultar nosso roteiro. Aqui fica um compartilhamento: elaborar um roteiro torna a experiência mais eficiente, perde-se menos tempo e aumenta-se a chance de aproveitar o máximo de atrações. As dicas trazidas por cada colega do VPO enriquecem ainda mais o itinerário. Nossos roteiros foram baseados na proposta de um blogueiro que já trabalhou na Disney e o recomendamos fervorosamente, pois em seus blogs há dicas pequenas, mas que fazem realmente a diferença, como comidas que devem ser experimentadas, mas que ficam em cantinhos escondidos. Porém não se esqueça de reservar espaço para o imprevisto. Ele acontece e deve ser acolhido – na medida do possível – sem traumas ao programa. Conosco foi assim. Já às 9h15 tínhamos fast-pass agendado para o Space Mountain, que estava fechado para manutenção. Paciência! Apenas continuamos nosso roteiro e depois voltamos para uma jornada dupla na atração. Não fique restrito à ordem do roteiro, aproveite ao máximo cada momento, oportunidade, e claro, os micos da viagem!
O primeiro deles já foi quando indo ao banheiro, de uma ordem e limpeza impecáveis, perdi 20 minutos tentando achar a lixeira para papel. Alerta: não corra você também esse mico, o papel é de material próprio para descartar no vaso sanitário. Não precisa se preocupar em ser o responsável por entupir o encanamento do parque!

 


 
14# Um Reino Encantado cont1

 mensagem postada em 25/01/2015 - 18:01:26hs
 
 

Seguindo para a Fantasyland, aproveitamos para revisitar o castelo da Cinderela (sempre fico encantada com a perfeição dos mosaicos!).
Atrás do castelo, valeu a pena esperar 30 minutos para tirar foto com a madrasta e as irmãs-de-criação (totalmente incorporadas nos seus papéis o que arrancava divertidas gargalhadas do pessoal que estava ali na fila!) “3 pelo preço de 1”, aproveite esses tipos de arranjo.
Nessa viagem fiquei com a expectativa de tirar o máximo de fotos com os personagens, porém tive uma grande decepção! As filas são quilométricas e o tempo de espera absurdo! Antigamente os vários personagens passeavam pelo parque, a cada esquina tinha uns 4 ou 5 e você podia passar o dia inteiro tirando fotos. Mas eram realmente muitos personagens, tenho viagens de uma média de mais de 20 fotos com personagens diferentes algo que não é possível agora e muitas vezes você vai ter que escolher entre esperar na fila para tirar foto ou esperar na fila de alguma atração!!! Isso ficou claro quando passamos na frente do salão onde as princesas tiram fotos e a fila de espera estava em 70 minutos. Então pulamos para o trem dos anões e a fila estava (há) em 80 minutos, pulamos momentaneamente esse também. Nossa sorte (programada) foi o parque estar muito tranquilo, afinal era baixa temporada, e fora essas novidades, a maioria das atrações estava com 15 a 30 minutos e passíveis de repetição.
Em se tratando de novidades, tínhamos esperança de conseguir almoçar no castelo da Bela (Be Our Guest). Apressamos o passo para conseguir os tickets, mas como era época de “pouco” movimento, eles não estavam distribuindo os benditos papeizinhos. A fila de espera iria começar às 10h. Como tínhamos fast-pass agendados nesses nesse período, com dor no coração desistimos de almoçar lá (motivo para voltar!!!). Assim visitamos o interior e fomos nos dirigindo para Adventureland, era hora de Piratas do Caribe.
Estávamos animados para testar o sistema fast-pass/magicband (totalmente indispensáveis). No começo ficamos meio perdidos, mas depois de pegar o jeito lamentávamos a falta deles nas filas maiores. Único lembrete: cuidado com os horários de agendamento, para não marcar horários próximos em atrações distantes e ficar ziquezaqueando pelo parque perdendo tempo!
Exploramos a “terra da aventura”, navegamos em águas caribenhas e tiramos muitas fotos na enorme loja temática. – Não se acanhe, faça cara de desentendido e tire muitas fotos com os artigos divertidos, principalmente chapéus, nas lojinhas. As lembranças valem mais do que a timidez!!!
Seguimos para Frontierland, (eu) tirando fotos como uma maníaca! Encontrei o tico e o teco vestidos a caráter (depois de quase 20 anos há muita, mas muuuita, emoção!) e obviamente não deixei de registrar o momento com o memorymaker (tmb indispensável)
A família Oliveira, principalmente oliveirinha caçula, não é dada a tirar retratos. Assim não foram poucas as vezes que tive que, firmemente, arrastar parte ou todo o núcleo familiar para frente dos fotógrafos. (Não me arrependo nenhum pouco dos trancos e barrancos.) É obrigação sua usar e abusar do memorymaker! Você está pagando então, doa a quem doer, faça valer a pena!

 


 
RELATO 19 - ANIMAL KINGDOM: TUSKER HOUSE

 mensagem postada em 25/01/2015 - 19:01:49hs
 
 

Dia 5 – Animal Kingdom: Tusker House
(19/10/2014 – Domingo)


Hoje era dia de Animal Kingdom e eu estava ansiosa para conhecer esse parque. Eu adoro animais e o tema, principalmente o tema África que envolve muitas cores, música e dança!

Eu achei o parque simplesmente lindo! E pra mim indispensável, ao contrário do que muitos pensam... Foi nesse parque que assisti a 3 shows sensacionais, fiz um safári, vi animais e fui na montanha russa mais legal de todo o complexo Disney!

Repetimos o feito do MK e entramos no parque às 8, uma hora antes da abertura oficial, pois tínhamos reserva no Tusker House. Infelizmente, dessa vez não havia fotógrafos do Memory Maker, então deixamos para tirar as clássicas fotos em frente a famosa Árvore da Vida depois do café da manhã.



O restaurante é muito bonito, eu amei a decoração que é perfeita! Parecia que estávamos em um mercado africano, havia muitas cores e os atendentes eram muito atenciosos.





O café da manhã é no estilo buffet, muito parecido com o Boma, que descrevi em um dos meus relatos anteriores. As opções eram muito saborosas, havia muitas opções de bolos, frutas e pratos quentes muito bem temperados que fazem mais o nosso estilo brasileiro. As ‘gordices’ norte-americanas também marcavam presença, ou seja, pra todos os gostos! Gostei muito, um dos meus favoritos. As bebidas eram servidas na mesa à vontade, e escolhemos novamente beber o maravilhoso suco de maracujá, laranja e goiaba!



Agora a melhor parte, os personagens! Passaram pela nossa mesa o dono da festa, Donald e seus companheiros Mickey, Pateta e Daisy. Todos estavam com roupinhas fofas de safári! Uma graça! Pedimos para o cast member que os acompanhava tirar as nossas fotos para que saíssemos juntos em todas.



Apesar de todos os pontos positivos, os personagens aqui foram os mais apressados de todos. Já chegavam pegando o caderninho de autógrafos, chamando pra foto e tchau! O único atencioso foi o Pateta, que fez algumas brincadeiras com a gente, nos abraçou de verdade e tirou fotos em mais de uma pose! Acho que isso é questão de sorte, mas no geral achei que valeu muito a pena.



Ah, e esse foi o restaurante que mais vi adultos sem crianças, e muitos adolescentes também!



Depois do café da manhã corremos para encontrar os fotógrafos Disney e já tirar fotos nos pontos mais icônicos sem ninguém atrás da gente! Quanto mais cedo tiramos as nossas fotos, melhor. Porque além da iluminação ser melhor no horário da manhã, há menos gente no parque, e as fotos ficam mais bonitas! Nas poucas fotos que tiramos no período da tarde foi muito difícil ficar com os olhos abertos por causa do sol.

Agora era hora de curtir o parque que se tornou um dos nossos favoritos!

Até o próximo relato!

Jessica

 


 
Res: 04.01 - E lá vamos nós!

 mensagem postada em 25/01/2015 - 21:01:23hs
 
 



O processo de check-in foi rápido e assertivo. Fomos os primeiros a fazê-lo e logo após nos dirigimos a entrada da sala de embarque.o, embarcamos no portão 24.


(mensagem de Claudio H.F.)


O único problema de ser o primeiro a embarcar é que vai ser o último a pegar as malas...rsssss

 


 
Res: Mell e Claudio

 mensagem postada em 25/01/2015 - 21:01:19hs
 
 

Como sempre ótimos relatos!!!
(mensagem de Jé e Rick)


Os seus tmb

Sabe fiquei muito indignada, comigo mesmo, por não ter aproveitado para tirar mais fotos com os personagens. Acho que essas refeições que tem encontro com eles são uma ótima estratégia para aumentar o volume das fotos...

 


 
Res: 5º dia (3 de junho) Magic Kingdom

 mensagem postada em 26/01/2015 - 08:01:19hs
 
 

Estou amando os relatos!!

Pedro, que susto em com a pequena Ana Luísa, que bom que foi medicada rápido, ficou bem e pode curtir os passeios!

(mensagem de Crisfaria)


Muito obrigado, Cris.

Ana Luísa nunca havia ficado doente antes! E foi acontecer bem no primeiro dia de parque na Disney!
O pior é tentar manter a calma e não deixar a criança perceber que você está preocupado. Gleice chorava muito e eu tinha tentar manter a Ana Luísa tranquila.
Ela teve que ficar com sacos de gelo pelo corpo para não deixar a temperatura subir até que os antibióticos fizessem efeito.
Felizmente crianças pequenas costumam ter uma recuperação incrivelmente rápida.
Olhando as fotos, dá para perceber que Ana Luísa está pálida nas fotos do primeiro dia do Magic Kingdom, mas está mais moreninha e corada nas fotos do último dia no Islands of Adventure.
Vou colocar mais relatos nos próximos dias.

 


 
Aos relatantes

 mensagem postada em 26/01/2015 - 09:01:34hs
 
 

Mell, estou adorando seus relatos! Quero muito essa foto com a madrasta da Cinderella :P

Jéssica, me arrepiei com o seu relato do MK! Viajei ano passado com meu namorado, então sei bem como você se sente... É muita emoção!

Claudio, muito bom te ver de volta! No aguardo pelos seus próximos relatos!

e Pedro, continue também! Adoro ver relatos de viagens com crianças pequenas

 


 
 
Walt Disney World Resort emprega mais de 62.000 "cast members". Não por outro motivo é considerada a empresa americanas que mais empregos oferece numa única localidade.