Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
REVEILLON - Mais um sonho realizado...

 mensagem postada em 20/01/2015 - 14:01:21hs
 
 

Pessoal, demorou, mas vou começar a fazer uns relatos aqui da minha viagem de REVEILLON... Enrolei alguns dias pra escrever, porque óbvio que estou na maior DPD. E dessa vez ainda maior, pq não conseguimos aproveitar muito bem essa viagem. Abaixo explico por que...

Vou fazer meus relatos blocados em temas e não em dias.
Voltei de Orlando na segunda-feira, dia 5/1, depois de passar 10 dias por lá. Desta vez foi uma viagem conturbada. E vou começar por essa parte! Minha mãe passou mal por lá, a teimosa não me deixou acionar o seguro saúde, e acabou piorando no final da viagem. Resultado: chegou em SP, quase desmaiou na imigração e corremos com ela pro posto de saúde do aeroporto. Nesse momento foi um stress, pq não havíamos passado pra pegar nossas malas e nem na receita federal. Depois que ela foi atendida pelos médicos, nossas malas sumiram. A Tam foi de extrema arrogância conosco, um despreparo total para esse tipo de situação, e ainda nos culparam, dizendo que eu não avisei a eles quando minha mãe estava passando mal, já que fomos socorridos pela equipe na imigração do aeroporto. Oi? Quem numa situação dessas, com a mãe desmaiando, iria pensar em “Ah! Espera aí que vou avisar a Tam! Mãe, não desmaia agora, não!”. Depois de 1h30 de brigas, gritos, choros e escândalo, as malas apareceram.
Então, não posso nem responder a pergunta de todos que estão indo viajar sobre como está a fiscalização. Nem sei se nossas malas passaram por alguma fiscalização, raio x, ou sei lá o que. Não fomos taxadas. Simplesmente a Tam nos entregou as malas, mamis foi liberada do ambulatório e fomos pra casa.

Lotação da cidade
A segunda coisa que tenho a dizer é que fiquei surpresa com Orlando nessa época, porque achei que seria infinitamente pior em relação a lotação dos parques e lojas, trânsito, tumulto, etc. Lógico que não é a melhor época para se ir se for sua primeira vez na Terra da Magia. Mas se você já foi outras vezes, como é o meu caso, não é tão terrível como alguns dizem. Lógico que tínhamos que chegar cedo nos outlets e malls (cedo eu digo na hora que abre, não antes), alguns restaurantes estavam com 40 minutos de espera (pra quem mora em SP e sai de sexta e sábado à noite isso é extremamente comum), alguns horários o trânsito fica mais chatinho (de novo, nada comparado a SP, rs). O que estava pior era o trânsito para Downtown Disney. Isso por causa de diversas obras no local e na região. O acesso está bem complicado, com faixas de trânsito reduzidas. Tivemos que estacionar longe, já que o novo estacionamento (edifício garagem) já estava lotado. Com as obras lá em DD não dava para andar direito, dava impressão de estar mais lotado ainda.

Amanhã volto com os relatos dos parques que fomos...

 


 
10# Imigração e Aluguel de carros

 mensagem postada em 20/01/2015 - 16:01:00hs
 
 

Quando desembarcamos, bem cedinho, parecia que éramos o primeiro e único avião estrangeiro pousado no momento. A imigração estava vazia, a fila constituía apenas das pessoas do nosso vôo, vários funcionários americanos ainda estavam chegando para trabalhar e o tempo de espera foi relativamente curto.
Passamos pelo Sr. Franco, que foi muito educado e quase simpático, que apenas pegou o passaporte, perguntou quem era quem da família e o período e motivo da viagem. Quando o sr. Oliveira se enrolou um pouquinho com o inglês ele simplesmente começou a falar num espanhol muito bom. Me passou a idéia de que o pessoal que atende os primeiros estrangeiros no início da manhã está com humor melhor do que no final do expediente. A dica é responda só o que foi perguntado, fale só o necessário e não tente ficar se explicando.
Depois de pegarmos nossas bagagens nos andamos um monte, passamos por duas escadas rolantes, duas esteiras rolantes e chegamos no trem que nos leva até a outra parte do aeroporto (e você achando que guarulhos é grande!!!)
(Sr e Sra Oliveira andando de trem no aeroporto de Orlando)

Chegamos no outro ponto, andamos mais um pouquinho nas esteiras rolantes e descemos no andar de baixo (sinalizado) onde ficam os ônibus e vans das empresas de aluguel de carros. Procuramos a plaquinha que indicava a nossa empresa escolhida e aguardamos apenas alguns minutos para a van nos pegar. Optamos pela empresa Sixt, que estava com preços ótimos quando fizemos a reserva e o atendimento foi muito bom e profissional. Perguntaram se queríamos gps, o que recusamos. Em nosso planejamento já tínhamos baixado no google maps a maioria dos endereços e trajetos que iríamos utilizar (não é difícil dirigir em Orlando) e tínhamos baixado o wase no cel (só por garantia, mas nem usamos). No carro tinha um caderno de mapas muito bom que também não foi necessário. O custo benefício de alugar o aparelho de gps não compensa. Outra coisa: quem vai se aventurar fora de Orlando e redondezas tem que tomar cuidado com os pedágios. Muitos deles não aceitam dinheiro só um sistema tipo “semparar”, que você pode alugar também. Como só utilizamos o pedágio 1 vez na viagem para visitar conhecidos nossos então não valia a pena comprar o pacote para o pedágio, apenas tomamos o cuidado de traçar a rota para passar em um posto que aceitasse dinheiro! Nós alugamos um Tiguan, da Volks. Um carro fantástico, delicioso de dirigir, tudo automático, o espaço interno é enorme. O problema é o porta-malas, na ida vai que é uma beleza, mas na volta... Não que ele seja muito pequeno, mas você precisa pensar em todas as malas e caixas e encomendas e bagagens de mão que você pode trazer. Na volta tiramos a tampa do porta-malas, utilizamos o banco de trás e eu vim com a tampa no colo no banco da frente para caber todas as caixas que iríamos despachar. Então na hora de alugar um carro esse é um item muito importante!

 


 
11# Se hospedando com muito conforto

 mensagem postada em 20/01/2015 - 16:01:34hs
 
 

Tínhamos reserva para o Hotel Comfort Inn, que foi indicado por várias pessoas, e possui boa qualificação no tripadvisor e não consta no mapa dos bedbugs! E fica a 20 minutos do Universal! Muito bom, indico e recomendo! A prática de check-in/out lá é muito estranha: check-in às 15h e check-out às 11h. Torcendo para que pudéssemos entrar adiantados, fomos recebidos por nada mais nada menos que uma brasileira na recepção! (Escutei muito mais português nessa viagem do que inglês, e olha que era baixa temporada!) Muito solícita elas nos avisou que nosso quarto ainda não estava pronto (chegamos 6h antes do horário), mas que ela ia nos acomodar em outro quarto um pouquinho maior e se não tinha problema para nós? (Tá brincando! Quando é que a gente recebe um atendimento desse aqui no Brasil? Não faz muito cheguei num hotel bem depois do horário de check-in e minhas acomodações não estavam prontas então tive que esperar 40 minutos pra eles arrumarem um quarto bem nada a ver! Indignações múltiplas).
Além disso, nos entregou vários pacotes de encomendas que haviam chegado antes de nós - Como viajamos dois dias depois do Black-Friday imagina se não compramos os mundos e os fundos nos sites!!! – O hotel cobra uma taxa de 5 obamas por entregas excedentes, mas nem cobraram nada para a gente e olha que abusamos desse serviço! Tudo que se pode comprar em sites deve ser comprado, ganha-se descontos absurdos e economiza muito tempo. Fique atento às comodidades e serviços que o hotel tem para oferecer, por exemplo, o nosso oferecia vários horários de translado para os parques do universal gratuitamente (que economiza o dinheiro do estacionamento).
O quarto era de bom tamanho, com duas camas de casal, o travesseiro tinha um lado macio e outro mais firme para você escolher conforme a preferência! Uma saleta com sofá e mesinha, TV de frente para as camas, com frigobar e micro-ondas (indispensável para a janta que você vai trazer congelada do wal-mart, pois nossa reserva incluía apenas o café-da-manhã). O banheiro é bom, chuveiro escaldante e a pia fica separada do chuveiro e vaso sanitário – isso é muito importante quando se viaja com mais de 1 mulher junto, bem como os 3 espelhos espalhados pelo quarto!
Como estávamos um tanto fatigados, fechamos as cortinas, ligamos o ar-condicionado e caímos nas camas para descansar (leia-se dormir como pedras por 2 horas). Para aqueles que viajam à noite e chegam bem cedinho essa é uma ótima dica: tentar fazer o check-in adiantado, descansar até a hora do almoço e estar revigorado para aproveitar ao máximo o período da tarde e noite. Foi o que fizemos e logo estávamos rumando felizes e contentes para o Downtown Disney!
P.S. Pena que esqueci de tirar fotos do hotel (motivo pra ir de novo!!!)

 


 
Debora T. Res: REVEILLON - Mais um sonho realizado...

 mensagem postada em 21/01/2015 - 11:01:33hs
 
 

OI Debora...

como mencionei, minha viagem foi conturbada e por isso os relatos não serão tãoooo grandes como sempre. Mas nada tirou a magia de ter passado o Reveillon em Orlando. Apesar de tudo, é mágico. Logo logo vou contar sobre o que fizemos na noite de 31/12.
Se for pra lá nessa época, não vai se arrepender. Acho até que quero ir de novo! rsrsrs...

Isabella
Fiquei muito feliz que teremos relatos de Reveillon... pretendo passar a virada 2015/2016 na Disney e queria muito um feedback... ansiosa pelos relatos!
(mensagem de Débora T. Silva)


 


 
Res: Um sonho possível – Compras I (08/11 - Sábado) PARTE 2

 mensagem postada em 21/01/2015 - 11:01:28hs
 
 

Oi Débora,

Já que não achamos todos os modelos que nos serve, pelo menos a vantagem de pagar mais barato né?! rsrs


Malena,

eu tb calço a mesma coisa que vc e na Nike eu consigo tênis Young...descobri sem querer, igual a você...rsrrs...e o melhor é realmente pagar menos por isso!

Bjs
(mensagem de Débora Christina Ferreira Pinto)


 


 
Debora T. Res: REVEILLON - Mais um sonho realizado...

 mensagem postada em 21/01/2015 - 14:01:16hs
 
 

OI Debora...

como mencionei, minha viagem foi conturbada e por isso os relatos não serão tãoooo grandes como sempre. Mas nada tirou a magia de ter passado o Reveillon em Orlando. Apesar de tudo, é mágico. Logo logo vou contar sobre o que fizemos na noite de 31/12.
Se for pra lá nessa época, não vai se arrepender. Acho até que quero ir de novo! rsrsrs...

Isabella
Fiquei muito feliz que teremos relatos de Reveillon... pretendo passar a virada 2015/2016 na Disney e queria muito um feedback... ansiosa pelos relatos!
(mensagem de Débora T. Silva)



(mensagem de Isabella Barriviera)

Ola Debora
Estive com minha familia (esposa e duas filhas de 6 e 11 anos) no período de 27/12/2013 até 07/01/2014 e posso lhe dizer que é simplesmente mágico esse período em Orlando. Tive minha passagem de ano em um restaurante brasileiro onde estava Amaury Junior e sua equipe. Estive hospedado em um resort da Disney e o clima nos parques era fantástico. Estava bastante cheio esse período, mas nada que atrapalhasse a diversão. Optei por esse restaurante, pois estava com criança pequena e também demorei para tentar reservar restaurantes nos parques nesse período e não consegui, optando por um pouco mais de conforto. Recomendo esse período da passagem do ano sem medo e já estou programando passar novamente o ano na terrinha maravilhosa do Mickey.

 


 
REVEILLON - Parque 1 - Hollywood Studios

 mensagem postada em 21/01/2015 - 14:01:35hs
 
 

Ah! Comentei no primeiro relato que ficamos 10 dias lá. Mas na verdade foram 10 dias no total da viagem, pq ficamos 3 dias em Miami também, sobrando apenas 6 dias e meio em Orlando. E esse tempo realmente é muito pouco pra uma cidade tão maravilhosa e que tanto amamos. Mas como eu não tinha mais dias para férias, ou era isso ou era nada! E melhor poucos dias em Orlando do que ficar na minha casa em SP derretendo nesse verão do capeta! rsrsrsrsrs

Fizemos apenas 2 parques: Hollywood Studios e Magic Kingdom. Tínhamos poucos dias em Orlando, sabia que seria um período mais cheio e precisaríamos de mais tempo disponível para as compras. Além disso, eu queria ter feito mais um parque ou repetir o Magic Kingdom no último dia, mas de novo por causa de mamis, não fizemos. Ela disse que não teria forças pra encarar mais um dia de parque. Foi triste ir a apenas 2 parques estando em Orlando. Mas foi uma exceção e tive que entender as condições de mamis.

HS estava cheio, mas transitável. Não precisei chegar na hora de abertura do parque, mas consegui fazer a MR do Aerosmith com single rider (20 minutos de fila). Acho que é a MR em Orlando que mais gosto. Já não sou mais tão radical como quando era mais jovem. Então já acho ela demais! Mas fui ao lado de umas brasileiras adolescentes que ficavam gritando que aquela MR era fraquinha. Oi? E eu quase morrendo de emoção, gritando igual uma doida! Hahahaha...
Com fastpass fizemos Toy Story, The Little Mermaid e Light, Motor, Action (o qual detestei, nunca tinha assistido e se soubesse continuaria assim). Tiramos foto com alguns personagens que estavam no ar condicionado, porque esse dia estava bem quente. Aliás, fui nessa época pra fugir do calor, mas me ferrei. Que ódio! (Depois falo mais do clima). Assistimos ao filminho 3D dos Muppets. Todo mundo fala mal dessa atração, que é antiga e sem graça. Mas eu me divirto com ela. Além de poder descansar sentada.

Assisti também Beauty and Beast logo no primeiro horário (após a MR do Aerosmith) e não tive nem que ficar na fila. Foi bem tranquilo e ainda sentamos num lugar ótimo! Acho esse musical lindo! Be our guest! Be our guest! Be our guest! Please, be our gueeeeeeeeeeeeeeeeeeeeest! Ops, me empolguei lembrando da música! hehehehehe

Para almoçar reservamos o Sci-fi. Nesse aspecto mandamos bem em reservar com antecedência (debora T., essa dica é boa!). Na vdd não gosto muito de reservas em restaurantes, pq gosto de pensar o que quero comer na hora. Tipo, como vou saber se quero comer em tal lugar 180 dias antes da viagem???? Não gosto! Gosto de ouvir meu estômago nesses momentos! Hahahaha De todos as vezes que fui a Orlando nunca fiz reservas em restaurantes, essa foi a primeira. E nos parques valeu muuuito a pena. As filas das lanchonetes estavam IMENSAS. Tinha gente comendo na mureta do jardim do Pizza Planet em pé. E quem tentava entrar no Sci-fi sem reserva esperava por mais de 3h. O restaurante é bem legal, mas achei estranho comer num lugar tão escuro. Pedimos um hambúrguer com fritas que estava bem suculento, mas nada extraordinário. Valeu pela experiência de comer num restaurante temático tão diferente. Como dividimos o hambúrguer, pq não estávamos com muita fome (eu comeria um inteiro, hehehehe), gastamos 20 dólares.

Como minha mãe já não estava legal, assistimos ao Fantasmic no primeiro horário. Chegamos bem cedo para conseguir assistir e pegar bons lugares. Sentamos bem na frente, tipo 3ª fila. O legal de sentar na frente é ver detalhes dos personagens e do show que não vemos distantes. Mas cai um pouco de água em nós, além de não ser bom para enxergar todas as projeções na água.
Saindo do Fantasmic fomos até a Street of America ver as luzes de Natal do The Osborne Family Spectacle of Dancing Lights. E aqui está o ponto alto da decoração de Natal do HS. Que coisa mais linda! Um espetáculo de luzes, neve artificial, músicas. Eu fiquei até tonta de tanta coisa linda! Rsrsrs
Aproveitamos para tirar as últimas fotos do chapéu e nos despedirmos dele. Snif!
Ah! Nesse parque alugamos um locker, pois levamos lanches, agasalho (pra um frio que não fez) e assim pudemos passear sem carregar peso. Custou U$ 12,00, mas você recebe $5 de volta ao devolver a chave. Achei que valeu a pena! Odeio carregar coisas.






 


 
RELATO 16 – MAGIC KINGDOM: NOSSA MANHÃ MÁGICA

 mensagem postada em 21/01/2015 - 18:01:32hs
 
 

Dia 4 – Magic Kingdom: Nossa Manhã Mágica
(18/10/2014 – Sábado)


Hora de explorar o Reino Mágico. Tentei fazer um roteiro bem organizado para que conseguíssemos aproveitar o máximo, pois o parque é muito grande e é impossível fazer todas as atrações em apenas um dia! Fiz esse tipo de roteiro para todos os parques! Deu um trabalhão, mas valeu muito a pena, pois aproveitamos muito. Contei com a ajuda do TouringPlans.com.




Não ficarei detalhando as atrações, só acho que independente das minhas opiniões ou de outras pessoas, TODAS as atrações que queremos fazer devem ser feitas para que possamos tirar as nossas próprias conclusões. Há muitos fatores que influenciam o gostar ou não, darei as minhas opiniões sobre algumas delas, mas tentarei principalmente dar dicas.

Pude perceber que as atrações estão muito vazias pela manhã e já por volta do horário do almoço ficam extremamente cheias! Como exemplo cito a Big Thunder Railroad e a Splash Mountain que foram as nossas primeiras atrações e marcavam apenas 5 min de fila e depois, por volta das 11h, já marcavam 45 min cada.
As filas estavam tão curtas que só nos levavam até as atrações, pois não ficamos parados por nem 1 segundo nelas. Adoramos ambas!
Ou seja, pela manhã conseguimos fazer muito mais coisas do que no período da tarde.



À tarde e a noite, quando as esperas estavam mais longas, eu analisava o quão imperdível as atrações eram para mim, assim eu decidia se encarava a fila, ou se seguia para a próxima, mesmo que isso contrariasse o meu roteiro.

Fazer isso era importante, pois o MK é gigantesco e mesmo com a ajuda do app da Disney que tem o tempo de espera nas filas, era muito difícil ficar indo e voltando. Ou seja, se uma atração era deixada pra trás, as chances de voltarmos até ela eram muito remotas porque além do tamanho do parque, há muitas outras atrações para preenchermos esse vazio! Acredito que se uma atração é indispensável, a fila deve ser encarada!

Eu sempre escolhia sozinha quais atrações seriam feitas, pois o Ricardo não sabia de absolutamente nada. Como temos um gosto muito parecido, não tivemos problemas.

Ainda pela manhã, fomos usar o nosso FastPass+ para a Space Mountain e estávamos um pouco adiantados, então a cast member nos orientou a voltar lá quando faltasse 5 min para o horário oficial, pois a partir daí o sistema já nos aceitaria. Isso também vale para quem está até 5 min atrasado. Essa foi a minha atração favorita, e o Ricardo nem se lembra dela, acreditam? Eu não consigo acreditar!

Aproveitamos o parque mais vazio para interagir com alguns personagens e ficamos muito felizes com as fotos do Memory Maker. Os fotógrafos tiram fotos de todos os momentos, desde a sua espera na fila até o abraço e o momento do autógrafo, então as fotos ficam super espontâneas. E o principal, nós dois saíamos nas fotos. Sem preocupação, sem tirar a câmera do bolso e com uma qualidade incrível! Repito, o MM vale cada centavo!

Almoçamos no Cosmic Ray Starlight Café. O Ricardo pediu um sanduíche que na foto parecia muito pequeno, mas era gigantesco, dava pra ele ter pedido um para nos dois! Ele quase não aguentou comer o lanche dele, por isso é sempre bom tentar dar uma olhada no lanche alheio antes, pra ter uma ideia do tamanho do desafio!
Eu, com pouca fome ainda por causa do café da manhã no castelo, pedi uma sanduíche do menu infantil que já vem com suco e é bem baratinho!

Nesse restaurante há um buffet com algumas coisas para você incrementar o seu lanche gratuitamente, como picles, alface e molhos em geral. Enchi meu lanche com pimenta jalapeño que eu simplesmente adoro! Coloquei outras coisas também e meu lanchinho do menu infantil virou um lanchão! Mas pedir algo do menu infantil só vale pra quem não está com muita fome.

Fizemos a nossa digestão passeando no People Mover que é bem gostosinho e depois seguimos para as demais atrações, incluindo a Mosters Inc. Laugh Floor. Esse é um exemplo de atração da qual li coisas horríveis sobre, mas se eu tivesse dado ouvidos a essas críticas negativas, simplesmente não teria conhecido essa atração que se tornou a nossa segunda favorita! Trata-se de um Stand-Up Comedy muito engraçado com o Mike Wazowski, demos muitíssimas risadas, adoramos!



Como eu escrevo muito, ainda não terminei. Continuarei relatando a minha experiência no MK, desculpem-me!

Até mais,

Jessica

 


 
MEL Res: 11# Se hospedando com muito conforto

 mensagem postada em 22/01/2015 - 10:01:04hs
 
 

OI Mel, td bem?

Qual Comfort Inn é esse? Vc lembra o endereço? Dei um Google e encontrei 3 em Orlando.
Nem tenho previsão ainda de voltar a Orlando, afinal saí de lá tem 3 semanas. hehehehe
Mas como já estou cansada do hotel que fico há 3 anos, quero começar a pesquisar outras possibilidades pra próxima viagem.

E que bom que conseguiu check in antecipado. Em alguns hotéis isso é quase impossível.

 


 
Res: RELATO 16 – MAGIC KINGDOM: NOSSA MANHÃ MÁGICA

 mensagem postada em 22/01/2015 - 10:01:11hs
 
 

Jéssica, meu Deus!!!! Eu achei que fosse organizada! Mas perto de vc, to me sentindo o relaxo em pessoa!!

To muito cobiçando esses seus arquivos! Tem como vc mandar? ou é pedir demais?

Tá muito lindo!

 


 
 
O Storybook Circus se estabeleceu no Carolwood Park - Este nome faz referência ao trem a vapor que estava no quintal de Walt Disney.