Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Res: Viajando sozinha

 mensagem postada em 06/01/2015 - 07:01:05hs
 
 

Oi Nayana...apesar de nunca ter ido sozinho pra terra da magia posso te garantir que e possivel viajar para la sem ninguem e a viagem ser muito legal....E claro que voce tem que se programar bem...ter um bom seguro viagem para algum caso de emergencia...e elaborar seu roteiro da forma mais segura possivel...
Voce estara livre para muda-lo a sua vontade, mas acho que ter o tempo todo so pra voce pode acabar te deixando menos organizada em relacao ao que fazer e tornar a viagem menos produtiva...
Lembro de ter lido os relatos de um cara que foi pra la sozinho ha uns meses atras e que ele curtiu muuuuito a viagem...Tenta dar uma procurada nos relatos antigos e entra em contato com ele pra pegar umas dicas...
Um grande abraco.

 


 
RELATO 08 (15/11) - ISLAND E UNIVERSAL - PARTE 1

 mensagem postada em 06/01/2015 - 09:01:23hs
 
 

Bom, queria começar dizendo que eu sou uma mentirosa, né? Eu disse que ia aproveitar o recesso de fim de ano para voltar com os relatos e nem apareci aqui rs! Faz quase dois meses que eu voltei de viagem e ainda não terminei meus relatos, mas vou tentar dar um gás nessa semana.

Vamos lá!

Como o tempo em Orlando é muito louco, acordamos com o maior sol e o clima bem mais quente (lembrando que, no dia anterior, tinha passado – o que eu pensava – ser o meu maior frio em Orlando)! Partimos para a Universal. Paradinhas básicas no Starbucks do Citywalk para o café da manhã e depois para as fotos da entrada!





Apesar de ser sábado, o parque estava bem vazio quando entramos. Depois, deu uma enchida, mas ficou bem tranquilo.

Logo de cara, tiramos fotos com Scooby e Salsicha e com Hommer e Margie Simpson!





Geralmente, fazemos as atrações em sequencia, no sentido horário ou anti-horário do parque, né? Mas não sei porque, nesse dia, resolvemos fazer um percurso louco, indo e voltando, sem qualquer lógica hahahahaha! Corri para a Múmia, que é meu brinquedo favorito e fui – juro – três vezes seguidas só para começar rs! Depois fomos o Transformers e, de lá, para Springfield para fotos e simulador dos Simpsons.







Seguimos novamente para o Beco Diagonal, mas a atração Escape of Gringotts estava com 80 minutos de fila!!! Como eu tinha sido esperta e aproveitado o brinquedo no dia anterior – e ainda voltaria na Universal – resolvi deixar para outro dia. Só andei por lá e tirei mais algumas fotos. Não canso de falar: é uma perfeição! Todos os detalhes foram pensados, é um cenário incrível!!!

Depois disso, a fome bateu! Queria almoçar no Caldeirão Furado, mas o Fellipe não curtiu as opções de comida e acabamos no bom e velho Mel’s Drive In. Delícia, como sempre!

De lá, voltamos a nossa sequencia louca e fomos para o início do parque, para o simulador do Meu Malvado Favorito!!! É demais, né? Já tinha experimentado em 2013, mas me diverti ainda mais! Adoro os minions!



Ainda não tínhamos encontrado o restante do nosso grupo! Nos falamos e marcamos na área mais infantil, onde tem a mini montanha russa do Pica-Pau. Aproveitamos para ir ao ET (essa atração já deu ou estou muito implicante?) e, de lá, partimos para a Rock It. Consegui quatro adeptos a causa, mas um desistiu na fila hahahahaha! Aliás, a fila estava giganteeeeeeeeee! Decidimos ir no Single Rider, mas também demorou. Esperamos, pelo menos, uns 40 minutos. Mas valeu super a pena!!! Essa ride é imperdível! Apesar de estarmos na fila do Single Rider, fui do lado do Fellipe. Ou seja, se estiver cheio, arrisquem, porque muitas vezes eles colocam as pessoas juntas. Meu cunhado também foi do lado da amiga dele, que estava nos acompanhando nesse dia. Coloquei “Happy” para ouvir e acho que não há música melhor para esse momento, eu gritava e cantava ao mesmo tempo, uma loucura! Coloquei todos os problemas para fora nesse momento, todas as angústias, preocupações... Foi ótimo!!!

CONTINUA


 


 
RELATO 08 (15/11) - ISLAND E UNIVERSAL - PARTE 2

 mensagem postada em 06/01/2015 - 09:01:05hs
 
 

CONTINUAÇÃO

Depois repetimos alguns brinquedos. Fomos todos novamente na Múmia e andamos mais umas duas vezes. Foi hilário, porque o namorado da minha cunhada tem medo e ficava gritando no trajeto. Mas não era grito normal. Ele falava algumas coisas, berrava “estou fazendo looping, estou fazendo looping” hahahahha! Gente, nem tem looping nessa atração, mas ele jura – até hoje – que tem, sim rs! Faltava dois minutos para o parque fechar e saímos correndo para o Transformers novamente. Foi só entrarmos, que a atração fechou... E aí, fomos embora depois!

Fomos jantar no Olive Garden. O restaurante estava cheio, mas não esperamos muito. Éramos seis e mais duas crianças e nos colocaram numa mesa enorme, num lugar reservado, achei super estranho hahahaha! Mas não discutimos, foi ótimo. A comida, como de costume, estava maravilhosa. O OG é, sem dúvida, o restaurante com melhor custo-benefício de Orlando. Meu namorado pediu um prato que era algo como “clássicos da Itália” que vinha com lasanha a bolonhesa, frango a parmegiana e mais uma outra coisa que não lembro. Enorme - dá para dividir, com certeza – e apenas US$ 17!!!

Depois, seguimos para o hotel! Confesso que já estava batendo uma depressão porque faltavam apenas três dias de viagem! Eu já fico com DPD antes de ir embora, sabe? Hahahaha! Triste!!!!

Bom, espero voltar ainda semana com o próximo relato (Compras + Festa de Natal do MK).

Beijos a todos!


 


 
Res: Viajando sozinha

 mensagem postada em 06/01/2015 - 09:01:48hs
 
 

Recentemente, (há uns 4 ou 5 meses atrás) tivemos o relato de uma moça que foi sozinha e curtiu pra caramba!!! Até o Memory Maker ela comprou...
Tem o Almir que tb foi sozinho em 2013... E relatou a viagem por aqui ano passado! Ele foi na época do Halloween e curtiu pra caramba!!!

Sobre a época, pelo que vejo por aí, começo de Agosto é um pouco mais cheio, devido às férias escolares e ainda muito calor!!! Mas, final de Agosto já começa a ficar mais tranquilo quanto à multidão!!!

Oi, gente! Há muito tempo não entro aqui. Todas as minhas tentativas de voltar pra Disney foram frustradas e eu, definitivamente, vi que não posso esperar ninguém para ir me acompanhar, senão não irei tão cedo.
A pergunta é: vocês acham que é possível fazer tudo/se divertir sozinha em Orlando. Sei que dá, claro. Mas e as despesas com hospedagem etc? Alguém já passou por essa experiência. Apenas para constar: estou pensando em ir no mês de agosto/2015. Vocês acham uma boa ideia?

Abraços,
<3

(mensagem de Nayana d Oliveira)


 


 
Res: Elena Bessa - Ajuda por favor!!!!!

 mensagem postada em 06/01/2015 - 10:01:00hs
 
 

Oi Dani!

Olha, passamos por uns pequenos perrengues por causa de táxi, e a melhor dica que eu posso ter dar quanto a isso é: quando for usar táxi, sempre use os serviços da Mears! É a companhia que possui os táxis amarelinhos, possui taxímetro, dá pra pagar no cartão... É super eficiente! Lá em Orlando há muitos táxis que aparentemente não possuem empresas, os taxistas dão preço fixo pra corrida, é meio estranho... Mas aprendi a sempre pegar os da Mears.
Não achei o preço salgado; para distâncias curtas (ir no WalMart ali, no Mall at Milenia aqui) o preço da corrida ia de $10 a $15. Para distâncias maiores dávamos preferência a ônibus!
Beijos!

 


 
Res: Viajando sozinha

 mensagem postada em 06/01/2015 - 11:01:46hs
 
 

Oi!
Fui sozinha em novembro/14, fiquei no Rosen Inn 7600, não tive nenhum problema. Consegui um ótimo preço pela hospedagem e fiquei num quarto com cama King! Parcelei em 5 vezes, comprei com antecedência.
Fui para Universal, Downtown Disney, Mall at Millenia, Florida Mall, restaurantes, tudo sozinha, claro que em algumas atrações seria legal ter alguém pra dividir as emoções mas como não tinha ninguém pra me acompanhar fui assim mesmo.
A única atração que tive um pouco de receio foi o iFly - skydiving, pois se eu passasse mal não teria ninguém pra me ajudar.
Contratei um motorista brasileiro lá que tem vans, excelente pessoa e ele deixou um telefone comigo, então era só combinar os horários, locais e valores.
Quanto aos táxis pegava no hotel mesmo, com preço fechado, entre U$ 20 e 25 dólares por corrida.
No quarto do hotel tem um botão de segurança para fechar quando você está dentro, mas se trancá-lo e sair, depois você tem que chamar um funcionário pra abrir.
Quanto a comida, ás vezes tomava café da manhã no hotel, bem reforçado, U$ 14 com gorjetas e o jantar também com self-service. Também comprei algumas coisas no Walmart, adorei as panquecas do IHOP e o preço é muito bom.
Acho que é isso! Se quiser perguntar mais estou à disposição!
Abraços,

Marcella

 


 
Res: Viajando sozinha

 mensagem postada em 06/01/2015 - 19:01:47hs
 
 

Olá Nayara!

Fui pra NY e Orlando sozinha no fim de outubro e inicio de novembro de 2013, e te digo que a viagem foi maravilhosa.
Gosto bastante de viajar sozinha, e comecei assim como vc, pela dificuldade de arrumar alguem pra ir junto.
Na minha opinião viajar sozinha tem mais vantagens que desvantagens. Vc chega e sai quando quer, vai apenas no que te interessa, fica mais aberta a conhecer outras pessoas. Ao meu ver as desvantagens são o custo não dividido, não ter com quem comentar as coisas (contorna-se isso puxando assunto com alguem ou escrevendo diário de viajem) e para tirar fotos suas que não selfies (contorna-se com os pacotes de foto dos parques).

Acho imprescindível alugar carro pela facilidade de locomoção, como estará sozinha bastará um econômico. Hospedagem não muda pq lá cobram por quarto e não por numero de pessoas .
Comida peça kids menu ou apenas as entradas, pq lá é muito bem servido e sobra muita comida. No Olive Garden fazem meia-porção.
Se vc puder escolher, setembro costuma ser um mês mais vazio e menos quente que agosto, pelo que venho lendo.

Busca nas minhas mensagens os meus relatos pois dei dicas para viajantes sozinhos. O Almir tb foi sozinho na mesma época que eu e fez relatos excelentes.
E se precisar de mais alguma coisa, é só perguntar.

Bj

 


 
Um sonho possível – Epcot (06/11 - Quinta) PARTE 1

 mensagem postada em 07/01/2015 - 08:01:13hs
 
 

4º dia de viagem

Hoje era dia de Epcot e eu já sabia que esse é o parque que mais causa discussão, pois as opiniões são bem opostas uns amam outros não gostam.
Então não criei muita expectativa com esse parque e como ele fecha tarde, resolvemos ir um pouco mais tarde, mas o mais tarde pra mim foi que chegamos no parque umas 11h30 da manhã e não na hora da abertura.

Ah nesse dia antes do parque passamos no Walmart pra trocar um produto que comprei errado pois eu queria shampoo e acabei levando condicionador e também comprar o famosíssimo Aussie 3 minutes miracle, pois todas as vezes que fomos no Walmart a tarde/noite não tinha nada desse produto, mas foi só ir pela manhã que achamos uma prateleira cheinha deles, portanto mulheres anotem essa dica: vá ao Walmart de manhã, você encontra muito mais opções de cosméticos.
Eu adorei como é fácil realizar trocar no EUA, eu com medo por causa do meu inglês ruim, mas a atendente me entendeu e eu entendi ela sem nenhum problema, peguei o produto certo voltei lá e mesmo sendo outra atendente conseguimos nos entender e voltei com o produto certo, fiquei tão feliz com isso.

Voltando ao Epcot, chegamos ao parque e fomos tirar a tradicional foto da bola, era a ultima semana do Festival Wine and Vine acho que por isso o parque estava meio cheio. Pegamos o mapa e caminhamos em direção ao Mission Space que já estava na hora do nosso fastpass. Ficamos meio perdidos nesse parque, mesmo com o mapa foi um custo achar o Mission Space, na verdade a intenção era ir em outra atração antes dele mas ficamos rodando tanto que acabou dando a hora do nosso fastpass. rsrs
Como fico tonta com facilidade, fomos no verde. Também sou um pouco claustrofóbica então quando fecharam aquela porta que me senti numa cápsula apertadinha fiquei com medo de passar mal. Mas até que nessa questão foi bem tranquilo, só não gostei muito da atração achei um pouco sem graça, até o marido que adora coisas do espaço achou sem graça também.

Dali fomos para o Test track, a fila estava bem grande coisa de 50min., então decidimos ir de Single rider, e aproveitamos muito essa opção em vários parques e em quase todos os brinquedos que fomos de Single Rider acabávamos indo junto no mesmo carrinho. E que maravilha em menos de 10 min. já estávamos entrando no carrinho. Na fila montamos nosso carro e na corrida o meu foi o pior, só era bonitinho. Kkkk





Adoramos a atração, a parte final que o carro corre é demais, mais uma vez quem tem cabelo grande prenda-o. E no final você sai e encontra vários carros como se fosse o “salão dos automóveis” e você pode entrar dentro deles, mexer etc. O marido que é apaixonado por carros nem ficou encantado né?!
Tiramos mil e uma fotos alí dentro. Ah por falar em fotos acho que o Epcot foi o parque que mais tiramos fotos, que parque lindo e bem cuidado, paisagens belíssimas que renderam belas fotos.






Tinha fila pra tirar foto com esse Camaro e antes da entrada tinha um terminal onde você colocava seu endereço de e-mail, e na hora que ia para o carro, tinha uma câmera com um monitor onde contava os segundos e batia a sua foto, acho que a intenção era mandar a foto para o seu e-mail, porém nossa foto não chegou até hoje. =(

Já deu o horário do nosso fastpass para o Soarin e lá fomos nós. Mais uma vez ficamos perdido pra achar essa atração, pois ela fica dentro de um local fechado como se fosse um mini shopping e até descobrimos isso ficamos rodando pelo lado de fora. Rsrs
O que dizer dessa atração... eu amei, amei. Entrou pra minha lista de atrações favoritas da Disney, é lindo, uma delícia o voo e aquele cheirinho de laranja que gostoso. Poxa, até me bateu uma vontade enorme de estar nessa atração agora.
Depois fomos na atração do Nemo, e que lindos os aquários que tem na saída dessa atração.







CONTINUA...

 


 
Um sonho possível – Epcot (06/11 - Quinta) PARTE 2

 mensagem postada em 07/01/2015 - 09:01:59hs
 
 

Passamos na lojinha da coca-cola para provar as bebidas dos países a a maioria era horrível, gosto de remédio, só gostei da Grécia (Fanta de abacaxi) muito gostosa e o nosso Kuat.
Já deu a hora do nosso ultimo fastpass Character Spot, ou melhor, fotos com Mickey, Minnie e Pateta. O cenário é incrível o que rende fotos lindas, adorei o pateta muito divertido... A Minnie fofa demais... E o Mickey... não preciso nem dizer nada sobre meu ratinho tão amado né?!
Acho que aqui a magia Disney já começou a contagiar meu marido também, pois ele quase não queria tirar foto com os personagens, alguns ele tirou mas porque foi eu que chamei, porém quando ele viu o pateta todo brincalhão, deu a câmera para a cast member e correu pra foto fazendo pose e tudo, foi o único que ele foi por conta própria para a foto. rsrs






Amigaaaa.. quanto tempo! rsrs









Fomos andando até a Spaceship Earth apreciando a paisagem e tirando mais milhões de fotos. Encontrei mais uma amiga do grupo que formamos no whats a fofa da Michele que me viu e me reconheceu. Gostei da atração que tem dentro Spaceship Earth, parece antiga porém muito bem feita e muito legal o videozinho que você faz do seu futuro.









Entramos naquela loja que vende obras de arte da Disney, não lembro o nome. Gente nesse momento eu queria ter bastante dinheiro pra poder comprar todas aquelas belezuras. Cada coisa linda, você se encanta.











Dali entramos no Innovetions onde tem vários brinquedos eletrônicos mas fomos apenas no Sum of all Thrills, onde você primeiro desenha uma montanha-russa, coloca a altura das descidas e subidas, cria os loops e etc, e depois vai em um braço mecânico simulador que faz todos os movimentos que você desenhou, muito legal e achei super criativo essa idéia.

CONTINUA...

 


 
Um sonho possível – Epcot (06/11 - Quinta) PARTE 3

 mensagem postada em 07/01/2015 - 09:01:58hs
 
 

Terminamos as principais atrações do Future World e então fomos explorar os países, eis que a louca dos personagens ataca novamente, perdemos bastante tempo na fila pra tirar foto com a Aurora na França, a Mulan na China e o Pato Donald no México e sem contar alguns outros que entrei na fila, mas o personagem saiu e desisti de ficar esperando.







Achamos a “barraca” do Brasil no festival, então pedimos pão de queijo e cocada que estavam uma delícia por sinal.





Chegamos no parque tarde, ficamos perdidos no começo, parque meio cheio, fila pra personagens... tudo isso contribuiu para que não conseguíssemos explorar muito bem os países, passamos por todos meio por cima, do tipo vimos apenas o que estava em volta, não assistimos nenhum vídeo de nenhum pais nem entramos nas lojinhas, mas fica como mais um motivo pra voltar.









Faltava um pouco para o Illumination, então corremos até o Soarin para ir de novo nele (já disse que amei essa atração né?!rs). Acho que eu poderia ficar ali voando o dia todo que não ia enjoar.
Voltamos para a área do países procurar um lugar para ver o show de fogos, tava tudo bem cheio e foi um pouco difícil achar um lugar, nem lembro em que país paramos acho que foi entre a China e a Alemanha, encontramos um espacinho na grade e ficamos ali.
Ah o show é lindo, afinal o que não é lindo na Disney?! Mas o mais legal é que eu não tinha visto nenhum vídeo desse show o que se tornou uma adorável surpresa pois não sabia de nada que iria acontecer, adoramos. E assim termina mais um dia, sensação de dever comprido, mais um sonho realizado.





E agora minha opinião sobre esse parque tão contraditório: EU ADOREI. Iria nele novamente com certeza, embora não tenha muitas atrações achei um dos parques mais lindos de Orlando, paisagens estonteante, tudo muito bem cuidado, cada detalhezinho dos países são incríveis. Realmente esse foi o parque que mais me surpreendeu.

Próximo relato: Visitando a Shamu no Sea World e o sensacional jogo do Orlando Magic.

 


 
 
Walt Disney World Resort tem o tamanho da cidade de São Francisco ou o dobro do tamanho de Manhattan.