Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
10/05/2014 – Discovery Cove, um dia incrível

 mensagem postada em 25/12/2014 - 10:12:30hs
 
 

Depois do Magic Kingdom esse era pra mim, o parque mais esperado da viagem, íamos nadar com os golfinhos.
Chegamos bem cedo no parque e nosso nado foi agendado pras 9:25 hs, guardamos nossas coisas, tomamos café, entramos naquela roupa “maravilhosa” de se entrar, e ficamos observando o pessoal interagir com os golfinhos até dar a nossa hora. Que emoção ver os golfinhos assim de perto, e aquele barulhinho que ele faz, que coisa mais linda! Poderia com certeza trazer um golfinho pra casa, pra ficar nadando na fonte do Epcot, no meu jardim, mas com certeza seria taxada no golfinho tbm, então deixei ele lá mesmo.
Acabei nesse dia encontrando a Nathalia de Fortaleza, que conheci aqui no VPO e nos falávamos quase todos os dias antes da viagem pelo Whats. Beijo Nathy.
Perto do nosso horário fomos na cabana indicada, onde eles passam um filminho sobre os golfinhos e dão um termo de responsabilidade pra gente assinar, graças ao meu não inglês não tenho ideia do que esse termo falava, já ouviram falar que tem horas que a ignorância é uma benção? Acho que essa foi uma dessas horas, meu marido aliviou o que o termo dizia, e me disse que era apenas um alerta que golfinhos, continuam a ser golfinhos mesmo em cativeiro, e claro fiz questão de acreditar nisso.
Eu tinha muito medo de na hora de nadar com os golfinhos ficar com medo deles e travar, embora ao mesmo tempo morria de vontade de ter a experiência. Apesar de achar lindo, tenho pânico de animais do mar, se vou à praia e sinto qualquer coisa tocar meu pé saio gritando.
Pois bem, chegou a nossa hora, e gente que experiência única na vida é aquela? Não entendi nada do que o treinador ia dizendo, pareciam ser interessantes as informações. Mas passar a mão naquela animal tão grande e ao mesmo tempo tão dócil, que coisa fofa, nadar com ele puxando a gente, que emoção, dar comida pra ele ai que delicia, e isso tudo não precisa de tradução pra entender, é demais. Achei a interação até que demorada, acho que foi por volta de 30, 40 minutos, e interagimos com dois golfinhos diferentes.
Depois fomos ver as fotos, e enquanto eu via só escutava um falatório sem fim dos funcionários do parque, o qual é claro não entendia, e estava muito maravilhada com as fotos pra tentar entender, meu marido me explicou que, eles estavam dizendo que houve um erro em um cartão de memoria das câmeras deles, e que, por algumas fotos não terem saído, eles estavam fazendo 25% de desconto no pacotão completo de fotos, com filmagem, pôster, e um porta retrato ou dando a filmagem pra quem comprasse qualquer pacote. Acabamos optando por comprar o pacote completo, que resgatando as notinhas aqui, saiu de $219,00 por $164,00 com o desconto, ainda é caro, mas simplesmente não podia largar essas fotos lá. Achei o máximo quando fomos buscar as fotos e pagar quase na hora de ir embora, e a pessoa do caixa saber que exatamente na nossa vez havia tido o problema na câmera e que tínhamos direito ao desconto, sem pestanejar desconto dado, sem briga, sem estress fácil assim. Como vocês acham que seria se fosse no Brasil? Além disso achei de uma honestidade imensa da parte deles, oferecer esse desconto, podiam ter deixado quieto né? Nós não íamos saber que estavam faltando algumas fotos, e isso é uma das coisas que me faz ter uma saudade incrível dos EUA, lá o consumidor é tratado com respeito, já aqui.... deixa pra lá.






 


 
10/05/2014 – Discovery Cove, um dia incrível 2

 mensagem postada em 25/12/2014 - 10:12:02hs
 
 

Depois da incrível interação com os golfinhos, ficamos no rio lento do parque, fomos no aviário, e depois passamos a tarde toda na piscina que tem arraias e peixes, e quem diria não tive medo das arraias, amei as arraias, fiquei meio cabreira pra entrar na piscina, mas depois que entrei foi uma delicia. No final da tarde as tratadoras do parque vieram alimentar as arraias e os peixes, e elas deixavam que o pessoal que estava ali na piscina ajudasse na tarefa, de alimentar os peixes, as arraias só as funcionarias do parque faziam, gente vcs precisavam ver as arraias pendurar na tratadora pedindo comida, muito legal.





Depois dessas experiências incríveis era hora infelizmente de deixar esse parque maravilhoso.
Saindo de lá fomos na busca por um Furby pra minha cunhadinha, e todos os Furbys de Orlando já tinham dono, não havia umzinho sequer em qualquer loja, o vendedor disse que do jeito que chegavam saiam. Na verdade minha cunhada já ia ganhar um Furby, compramos na Amazon e o Sr. Antonio entregou pra gente no hotel, mas ela queria dois, pra um ser amigo do outro, infelizmente o Furby dela ficou solitário, não encontramos outro em lugar nenhum.
Nesse dia descobrimos o Mall At Milenia, onde continuei a Odisseia pelo batom MAC da minha irmã e não encontrei e onde descobri ser mais vazio que o Florida Mall, com o mesmo preço nas coisas que eu precisava comprar.
E assim acabou o dia em que nos tornamos amigos dos golfinhos.

O que aprendi nesse dia:

- Os golfinhos são quentinhos e “emborrachadinhos” e muito mais fofos de pertinho.
- Arraias são melequentas, a parte de cima parece uma gosma.
- É caro o ingresso pro Discovery Cove, mas vale cada centavo investido.
- Que se todos os parques tivessem todas as comidas e bebidas inclusas no valor do ingresso ia ser o máximo. (e eu teria voltado de Orlando uns 8kgs mais gorda)
- Que se vc faz questão de um determinado produto, é melhor comprar pela internet e pedir pra entregar no hotel, vc ganha tempo e é certeza que vc vai ter o produto, ficar procurando de loja em loja é cansativo e ainda vc corre o risco de não encontrar.

 


 
I'm back

 mensagem postada em 26/12/2014 - 08:12:27hs
 
 

Meu Deus... Ainda não consegui acreditar que voltei daquele lugar incrivelmente mágico.
Já chorei, já ri, já compartilhei experiência e no fim... Mais lágrimas!
Não consigo mais olhar as fotos que bate uma tristeza profunda.

Juro que assim que eu me recuperar, volto para relatar os 15 dias em que minha vida voooou, mas que fez meu sonho ser realizado.

Muita saudade, muita, muita...




Bjkas

 


 
Res: 10/05/2014 – Discovery Cove, um dia incrível

 mensagem postada em 26/12/2014 - 08:12:29hs
 
 

Bruna,


Até o golfinho está sorrindo nesta foto !!! Muito legal.!!!
Você escreve muito bem !
Obrigado por seus relatos !!
Forte abraço,

Roberval.



 


 
Res: 10/05/2014 – Discovery Cove, um dia incrível- Roberval

 mensagem postada em 26/12/2014 - 13:12:11hs
 
 

Como os golfinhos são simpaticos e fotogênicos né Roberval?
Foi tanta alegria e realização nessa viagem, que quando olho fotos como essa, sinto muita saudade, uma saudade que até sufoca de tão grande que é.
Que bom que vc esta gostando dos relatos. Vou tentar postar mais um hj.
Obrigada
Bruna

 


 
11/05/2014 – Sea World e meu amor pela Shamu!

 mensagem postada em 26/12/2014 - 16:12:05hs
 
 

Em menos de dez minutos saímos do hotel e já estávamos estacionando no Sea World.
Chegamos no horário da abertura, deixamos as nossas coisas no locker em baixo da manta e já de cara fomos nela, durante todo o planejamento essa montanha russa era muito esperada, e não podíamos dar a chance dela quebrar, ou fechar, o dia estava meio com cara de chuva e não podíamos arriscar.
Deixamos as nossas coisas nesse mesmo locker (pq somos mão de vaca e não iriamos pagar um locker pra cada atração) e aproveitamos pra ir na Kraken, Antarctica empire of th penguim e atlantis, fizemos todas essas atrações em menos de uma hora, pegamos nossas coisinhas e partimos para os shows.
A manta é muito boa, a sensação é de estar voando, só fiquei meio incomodada com a trava que segura o tornozelo, tinha a impressão dela estar me machucando, mas a sensação da montanha russa vale a pena, a Kraken é uma loucura também, muito boa.
Lamentei muito ter deixado a minha blusa de frio e a câmera na bolsa dentro do locker quando fomos na atração dos pinguins, é tão lindo lá dentro, tem tantos pinguins queria ter tirado foto, e ficado mais, mas o frio lá dentro é na temperatura boa pros pinguins né? E se eu fosse um animal eu seria um animal que vive no calor, jamais no frio. Ainda conseguimos observar um tempo, mas chega uma hora que o frio se torna insuportável. Pensei... no fim da tarde eu volto, com a blusa e a câmera, mas no fim da tarde as filas estavam muito longas e acabamos deixando pra lá.
Fizemos então os shows Pet´s ahoy, Shamu, Leões marinhos, não lembro o nome de um que é com acrobatas, e o dos golfinhos. No intervalo entre um e outro, íamos olhando os aquários e tanques do parque, que tem muitos animais diferentes, o berçário de golfinhos então é a coisa mais encantadora da Terra, será que um golfinho pequeno passaria despercebido pela alfandega?

Sobre o show da Shamu, não é a toa que é a cereja do bolo desse parque, é muito emocionante, é lindo demais, pensava todo o tempo durante esse show na minha mãe ela fala que ela só iria pra Orlando pra ver a Shamu, que não aguentaria a maratona de parques e tal mas que a Shamu ela queria ver, e eu pensava nela, pensava em como ela ficaria emocionada ali, eu queria mesmo que ela estivesse ali com a gente, pensava que mesmo sem nunca ter estado lá ela tinha razão, é incrível ver a baleia de pertinho, ainda sentamos numa área bem próxima da plataforma onde a baleia sobe, então ela vinha bem pertinho mesmo, aquele lugar foi incrível, aquele show foi maravilhoso. E é claro que queria uma Shamu na minha casa também, dentro da fonte do Epcot.









O show dos golfinhos é igualmente incrível!

 


 
11/05/2014 – Sea World e meu amor pela Shamu! 2

 mensagem postada em 26/12/2014 - 16:12:38hs
 
 




Vimos morsas, beluga, leões marinhos, tubarões, arraias, pinguins, a variedade de animais desse parque é incrível.



Depois do parque passamos na Walgreens pra aumentar o estoque de Lanacane (essa dica é boa gente, essa pomadinha é um santo remédio pra quem tem problemas de assaduras, sabe quando as pernas são muito juntas e ficam raspando uma na outra? Quem tem esse problema sabe o quanto é chato, e dói, e quando se anda muito esse problema é recorrente, essa pomada evita o atrito e não deixa fazer a assadura é um milagre em forma de pomada).
Jantamos no Olive Garden, que comida é aquela? Boa demais.

O que eu aprendi hoje:

- A soak zone do Show da Shamu, não é uma zona úmida, nem molhada, é uma zona ensopada, é agua pra xuxu, se vc não quer se molhar nem sente lá, até com capa de chuva eu me molhei. Não achei ruim, nem estou reclamando, mas se não quiser molhar não sente lá.
- Aproveite bem cedinho as rides desse parque, a tarde elas enchem e as filas são longas.
- Aquele lugar que falei que sentamos no show da Shamu é muito bom, mas pra sentar ali chegamos uma hora e meia antes do show começar, e logo já não havia mais lugar por perto, chegar cedo garante um bom lugar.
- Tenho uma nova comida preferida, a lasanha frita do Olive Garden, já entrou no meu top 10 de favoritos. E não me interessa saber quantas calorias tem um pedacinho dela.




 


 
Res: 11/05/2014 – Sea World e meu amor pela Shamu! 2

 mensagem postada em 28/12/2014 - 16:12:45hs
 
 

Bruna,
eu comi essa lasanha frita no Planet Holywood. Realmente é maravilhosa . Em Orlando não existem calorias.
(mensagem de RenataR)


Não sabia que no planet hollywood tem tinha Renata, muito bom saber

 


 
Res: 11/05/2014 – Sea World e meu amor pela Shamu! 2

 mensagem postada em 28/12/2014 - 16:12:32hs
 
 

Lasanha frita é um negocio que eu jamais imaginei que existia rs.

Vou ter que ir 2x no Olive Garden, já que não posso deixar de comer o Tour de Italy =)
(mensagem de ThiagoGalvano)


Pois existe Thiago, e é divina, vc não vai se arrepender de experimentar. Comemos esse tour de italy tbm, hum que coisa boa...

 


 
Res: 11/05/2014 – Sea World e meu amor pela Shamu! 2

 mensagem postada em 28/12/2014 - 16:12:03hs
 
 

Seus relatos estão maravilhosos!
Amei a dica do Lanacane, acho que vai mudar minha vida, rs
(mensagem de Sabrina Guerreiro)


Obrigada Sabrina, se vc tem esse problema como eu e meu marido temos, realmente essa pomada vai mudar sua vida, pena que nunca encontrei nada parecido com ela aqui no Brasil.

 


 
 
Em Libery Square você encontra um enorme carvalho ("Liberty Square Tree" - "Árvore da Liberdade") onde existem 13 lanternas que representam as 13 colônias independentes americanas.