Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Res: 06/05/2014 - Universal e Lost and Found 2

 mensagem postada em 22/12/2014 - 12:12:28hs
 
 

Bruna,


Os seus relatos são maravilhosos, principalmente as "lições" do dia! Esses 20 dias devem ter sido ótimos com tanta tranquilidade. Quando estivemos nos parques da Universal no mês de fevereiro também tive essa impressão sobre a estrutura para as filas, devem ser mesmo muito grandes na alta estação. Bom para quem escolheu na baixa...Hehehe. Aguardamos mais relatos para relembrar nossas próprias aventuras na terra da magia!

E Malena, tem mais aventuras para contar? Tudo muito bem planejado, também adorei os seus relatos.

 


 
Relato terceiro dia 15/11

 mensagem postada em 22/12/2014 - 15:12:51hs
 
 

Pessoal fiquei um pouco parado nos relatos mas vou tentar retomar!

No terceiro dia de viagem fomos para o Animal Kingdon, inclusive esse dia estava muito quente, por volta dos 28º!
Acordamos cedo e fomos tomar o café da manhã do hotel, que na minha opinião é um dos melhores de Orlnado, posso compará-lo ao do Chef Mickeys.
Nesse dia reparei que o meu hotel tem uma vista privilegiada para o Orlando Eye.

O parque não estava muito cheio, fomos em tudo que podíamos e foi bem legal. Esse dia foi bem legal, como sempre o almoço no Rain Forest foi muito bom.
Saí do AK umas 16:30 eu fui direto para o Walmart da Turkey Lake, e dessa vez fui fazer algumas compras de eletrônicos e brinquedos. Por conta disso fiquei um pouco mais ligado a tudo que acontecia a minha volta, até porque no dia de chegada me deparei com um cara seguindo e " sacando" as pessoas. Não deu outra, dessa vez tinham dois caras sacando as pessoas e vendo tudo que elas compravam, eu fiquei dentro do Walmart umas 2 horas e meia um dos caras passou por mim umas 15 vezes da hora que comecei a contar, avisei minha esposa e alguns brasileiros que vi por lá. Na hora de pagar avisei a caixa que chamou a supervisão e a gerência, a supervisora veio até conversar comigo e eu mostrei os dois para ela. Quando eu estava saindo de lá tinha um gerente junto com a segurança de olho nos dois caras.
Esquecendo esse incômodo (de novo) eu segui para o hotel para deixar as coisas lá, afinal não ia dar mole com tudo que havia comprado já que os ladrões sabiam exatamente o que eu tinha comprado. Deixamos tudo lá, passamos no happy hour do hotel para beber umas bud lights de graça e seguimos para o Ale House da I-drive, afinal era dia de UFC e o Fabricio Werdun ia lutar pelo título dos pesados! rsss Chegando lá 49 televisões estavam transmitindo futebol americano universitário e 1 o UFC! rssssss Pessoas gritando e torcendo para os diferentes jogos. Levou cerca de 30 min a espera da mesa. Aquele lugar é uma máquina de gente e é muito barato!!!!! Certamente lugar impossível de não ir!

A noite já estava um pouco mais frio, porém nada de absurdo. Depois da vitória do Werdun voltamos para o hotel para acordarmos bem cedo e seguirmos com a viagem!

 


 
07/05/2014 – Islands of Adventure

 mensagem postada em 22/12/2014 - 15:12:08hs
 
 

Hoje acordamos tarde 9:00hs, era dia de Islands of adventure e como percebemos que o Universal era pequeno e que em um dia a gente fez ele, por suposição decidimos que o Islands também era pequeno, e tbm tínhamos dois dias reservado para ele, relaxamos e dormimos um pouco mais.
A área infantil desse parque é linda, tão colorida, queria ser criança pra brincar lá.
Achei linda a área do lost continent tbm, é tudo grandioso em Orlando né?

O parque estava vazio, e conseguimos fazer: Dragon chalenge (fizemos a vermelha, saímos e voltamos na fila pra fazer a azul), Hary Potter, Jurassic Park, Poppey, Homem Aranha, Hulk e Posseidon Fury.
A gente a Dragon Chalenge é demais né, e a Montanha Russa do Hulk então, nem se fala, que coisa boa, saí de lá meio zonza, mais nada que uma sentadinha na sombra não resolvesse.

Na saída do Hary Potter fiquei com dó de uma senhora, é uma bagunça aqueles lockers né? É gente guardando mochilas, gente tirando mochila do armário, gente esperando o amigo que está guardando as coisas, gente que perdeu o armário e não lembra o numero, coisa de louco, acho que muito se deve a atração ser concorrida e o lugar ser meio apertado, talvez se fosse do lado de fora como é na Dragon Chalenge ou na Mumia seria mais suave. Enfim, a senhora tinha guardado a mochila no armário, só que deixou a alça pra fora, e ai veio outra pessoa e usou o armário de baixo e trancou a alça da mochila da mulher no armário, resumindo a mulher tirou a mochila dela do locker, mas, não conseguia desprender do armário de baixo, e ficou lá no meio daquela muvuca de gente com a mochila na mão sem poder sair do lugar, e o pessoal querendo abrir os armários que ela estava encostada, que situação. O marido dela era um senhorzinho e estava desesperado a procura de um funcionário do parque pra ajuda-los, fiquei morrendo de dó, infelizmente eu com meu inglês abaixo de zero não conseguiria ajudar, e nesse momento me dei conta que estava perdida do meu marido, fui embora atrás dele com o coração na mão pensando no casal.
Sobre as atrações que molham desse parque, gente elas molham de verdade, molham de encharcar a pessoa, os carrinhos enchem d’água até os joelhos, é até engraçado, sentamos na saída do Poppey pra dar uma secada e tinha gente que saia torcendo as roupas, tirando tênis e colocando no sol é tenso o negócio, fomos perto da hora do almoço que o sol era forte, estava muito calor, mas até o fim do dia me sentia em sopa, o pior foi entrar na fila do simulador do homem aranha, num ar condicionado que parecia o polo norte, eu tremia, mas não queria deixar de ir à atração então fingi que não estava sentindo nada.

 


 
07/05/2014 – Islands of Adventure 2

 mensagem postada em 22/12/2014 - 15:12:09hs
 
 

Pra quem é fã de super-heróis as lojinhas desse parque são uma perdição né gente? Fotografamos tudo, pq tudo é muito lindo, mais muito caro tbm, infelizmente. O marido pira, nos action figure.
Pois bem, saímos da montanha russa do Hulk e apareceram os super-heróis pra tirar fotos, e descobrimos que a Universal não tem uma programação certinha de horário de fotos, os personagens vem, e vão. E na hora vc precisa decidir com quem quer fotos, pq com todos não vai rolar, o tempo é muito curto, na primeira vez nem escolhemos, fomos tirar foto com os menos requisitados, e eu queria pq queria uma foto com o capitão America, entramos na fila e não deu tempo, ai ficamos sentadinhos na área dos super heróis esperando (tomando aquela delicia de Ben Jerrys que só de lembrar dá vontade de chorar, de tão bom) quando ele apareceu corremos na fila, o tempo é só 15 minutos e o Capitão América de blá, blá, blá com o pessoal e o tempo passando, e os funcionários do parque avisando que faltava pouco tempo pra ele se ir, sei que conseguimos a foto, mas de uma fila que deveríamos ser no máximo os décimos, fomos os últimos a conseguir a foto, ai o Capitão América subiu na motinho e foi embora, triste né? Deixou muitos fãs pra trás, kkkkkk, então se vc estiver com criança que faz questão de foto com um determinado personagem fique esperto nos horários de aparição, e corra pra fila.






Saímos do parque ainda com animo e fomos na TJ Max, tudo a preços ridículos e nossos dólares minguando.
Chegando no hotel aproveitamos pra separar as roupas que havíamos comprado, tirar as etiquetas pra não sair mais mostrando pro mundo o tamanho das nossas roupas, e o que não iriamos usar já começamos a colocar em malas, pra saber do espaço que tínhamos disponível e pra não dar desespero no fim da viagem.

O que aprendi nesse dia:

- Se vc vai no parque que tem atrações que molham e pretende ir nessas atrações, vá de Crocs, Chinelo, Sandalia qualquer coisa, menos tênis, pq seu tênis vai molhar e muito, e que coisa desagradável ficar o dia todo de pé molhado. (dei sorte, fui de Crocs, mas vi o pessoal com o tênis encharcado, e depois nisso nem arrisquei colocar tênis nos dias de brinquedos molhados).
- Se vc optar por levar sua bolsa nessas atrações que molham, (os lockers nessas atrações são pagos) se certifique que ela seja de um material meio a prova d’água, (se for de tecido igual de roupa, vai molhar) e que seus documentos estão em um lugar bem seguro tipo dentro de um saquinho tipo ziploc, o porta-dólares que estava por baixo da minha camiseta saiu em sopa de uma dessas atrações e aí lembrei pq meu passaporte estava num saquinho desses, ele saiu intacto da brincadeira.
- Se certifique que sua mochila está inteira dentro do Locker, que não sobrou nada pra fora.

 


 
Res: Planejamento e preparação!

 mensagem postada em 22/12/2014 - 16:12:06hs
 
 

Leonardo,

O pior (ou melhor) é que eu lembro dos seus relatos da outra viagem haha. Seu pai chegou no dia seguinte ou algo assim, não foi?!

Continua e pode falar tudo com todos os detalhes, fotos, etc etc hehe

 


 
CHEGOU O GRANDE DIA

 mensagem postada em 22/12/2014 - 17:12:08hs
 
 

Acordei com a maior ansiedade que podia caber em mim. Depois de tanta espera, havia chegado o GRANDE DIA!
Malas prontas, tudo arrumado, e fomos para o aeroporto.
O vôo de Floripa para Guarulhos foi tranqüilo, nada demais... O problema foi quando CHEGAMOS em Guarulhos. Tínhamos pouquíssimo tempo para fazer o check-in e embarcar no vôo internacional, e não sei porque diabos o nosso avião demorou MUITO, mas MUITO mesmo (quase 40min) para estacionar, depois de já estar na pista. Era uma agonia insuportável ver o aeroporto ali, do nosso lado, estávamos dentro dele, mas sem poder descer do avião (e o tempo correndo...)
Depois de uma grande espera, descemos! Enquanto eu esperava as malas, o João já correu para ir fazer o check-in, pois tem uma grande distancia a ser percorrida entre os dois saguões.
As malas não demoraram muito, mas naquela situação, pareciam dias! Tínhamos menos de 20 minutos para o check-in ser encerrado. Resumindo: quando peguei todas as malas corri feito um MALUCO em direção ao saguão de vôos internacionais, e quando cheguei lá o atendente que estava me esperando falou que ele e o João já estavam ate olhando um próximo vôo, pois tinham certeza que não daria tempo. Cheguei SEGUNDOS antes do check-in ser encerrado. Juro, segundos literalmente! Hahaha
Mas deu tudo certo. É claro que tivemos que ir direto para o avião, sem parar em loja nenhuma ou nada do tipo.
Fomos de American Airlines. Avião bom, comida ok, bastante opções de filmes e series. Conseguimos dormir maior parte do vôo. Não tinha como eu fotografar nada, pois meu celular que serviria de câmera eu pegaria somente em Orlando.
Depois de algumas horas de vôo (não lembro exatamente quantas) chegamos em MIAMI, onde faríamos nossa troca de aviões.
Para quem curte os EUA, é uma emoção muito legal estar em solo americano. Fomos olhando tudo, analisando, curtindo tudo, mas com certa pressa, pois não tínhamos muito tempo de novo. Chegamos próximo do portão de embarque para Orlando, e o vôo sairia em alguns minutos. Chegaríamos a Orlando pela manha, o que seria bom, teríamos um dia para se organizar com compras para o hotel e descansar o dia todo antes da maratona dos parques.
Enquanto esperávamos o embarque, ficamos olhando as lojas que estavam perto dali. Uma Starbucks, uma loja de algum time de basquete, que não me lembro qual, e uma banca de revistas. Em poucos minutos iniciou-se o embarque. Minha ansiedade para chegar em Orlando estava muito grande. Eu acho que repeti para o João incontáveis vezes que ele já se sentiria dentro da Disney assim que chegássemos no aeroporto. E o avião levantou vôo, rumo ao nosso tão esperado destino.

 


 
08/05/2014 – Epcot – Posso levar essa fonte pra casa?

 mensagem postada em 23/12/2014 - 07:12:27hs
 
 

De novo chegamos na abertura do parque.


Mal entrei e me apaixonei naquela fonte grandona que tem dentro do parque, gente que coisa linda, a água que espirra conforme a musica vai tocando e como tem força e vai alto, passaria o dia olhando pra fonte, e o mais gostoso é que conforme bate o vento vem umas gotinhas daquela agua na gente, naquele calor de Orlando é tão refrescante! Resumindo, amei a fonte e traria ela tranquilamente pra colocar no meu jardim, pena que meu jardim é pequeno e achei que seria tachada pela fonte na policia federal, então deixei ela lá mesmo.

A jardinagem desse parque é coisa de outro mundo, fantástica!


Sobre as atrações fizemos: Test track, Circle of life, The seas with Nemo, Living in the land, Space Ship Earth, Journey into imagination, Soarin, Mission Space, Tres caballeros (Pavilhão do México) e Maelstron (pavilhão da Noruega)

 


 
08/05/2014 – Epcot – Posso levar essa fonte pra casa? 2

 mensagem postada em 23/12/2014 - 07:12:12hs
 
 

Ai gente maravilha o Test Track né? Amei. O problema foi ir de cabelo solto, deu um nó de respeito no meu cabelo. E a Mission Space, quase passei mal antes de entrar de tanta pressão psicológica, eles entregam um papel pra vc ler enquanto está na fila, falando tudo que pode te acontecer, todas as doenças que vc não pode ter pra ir na atração e dizendo em resumo que o melhor que pode acontecer é vc morrer durante a brincadeira, ainda bem que meu inglês é zero e só dei uma passadinha de olhos no papel, além disso não tinha fila, entramos direto, então nem que eu quisesse e forçasse muito meu inglês teria conseguido ler por falta de tempo, ai depois entramos numa salinha, onde tem outros milhões de alertas e em resumo te diz, é melhor desistir agora, mas é claro que já estávamos ali e não íamos desistir.
O medo era tanto que olha o papo meu e do meu marido, enquanto nos eram dadas as últimas chances de desistir, por uma tela de tv: (eu) se nós tivéssemos um filho eu não deixaria ele ir nessa atração, (ele) a eu deixaria, se ele quisesse eu deixaria sim, tem que deixar ir, kkkkkkkkkkkkk sentiram meu medo né? Até um futuro remoto, de uma criança inexistente, eu estava discutindo, meu sub consciente dizia que aquilo era coisa de gente maluca, e se eu fosse apenas um pouquinho responsável não iria, mas minha mãe não estava lá pra falar pra eu não ir, eu não sou lá muito responsável e como ir pro Epcot e não ir sentir a sensação do Mission Space? Enfim, abriu a porta pra entrar na atração, entramos na cabine, e fomos espremidos pela mesma, meu marido falou não olha pro lado, fixa na tela e não fecha os olhos. E começou né gente? Olha pelas descrições que havia ouvido, e pelos alertas pré entrada na atração, achei que seria bem pior, grudei meus olhos na tela e não desgrudei por nada nesse mundo, é realmente uma sensação estranha, senti meio que o rosto dormente, uma pressão no peito, mas meu marido sentiu coisas diferentes, é meio indescritível, só indo pra saber como é, ambos gostamos e não passamos mal, na verdade achei essa a atração mais diferente de Orlando e iria de novo tranquilamente.

 


 
08/05/2014 – Epcot – Posso levar essa fonte pra casa? 3

 mensagem postada em 23/12/2014 - 07:12:22hs
 
 

Partimos então pra fazer os pavilhões dos países, fizemos México, China e Noruega, e como são legais esses pavilhões, o que eu particularmente achei mais bacana, são as pessoas que trabalham nos pavilhões serem originarias do países que eles representam, dá uma boa ideia pra quem não conhece o país de como é o povo de lá. Por exemplo, descobri que se eu quisesse me mandar pra Noruega, as pessoas que me olhassem demorariam pra descobrir que eu não nasci lá, me vi nas meninas que trabalhavam nas lojinhas e no Maelstron, tipo físico, cor de cabelo, etc. E fiquei imaginando que se tivesse um pavilhão do Brasil, como seriam os funcionários, porque aqui é muito misturado né, não tem um padrão de pessoas, enfim devaneios....




Olha aí minhas irmãs norueguesas!
Ai meu marido estava cansado, ele andava tomando muito Dramim pq passa mal em algumas atrações e acho que isso mexeu com a pressão dele tbm, resolvemos ir embora, teríamos mais um dia nesse parque pra explorar os próximos pavilhões.

Jantamos no Dennys ao lado do hotel.
E fim de mais um dia.


O que eu aprendi nesse dia:

- Não deixe que o medo te impeça de fazer nada, se eu tivesse ouvido meu medo não iria no Mission Space e no final achei essa atração muito boa.
- Depois de 05 dias de pauleira indo em parque depois de parque, e andando feito mula, aprendi que na próxima viagem vou intercalar parques com compras, ou com parques aquáticos, na ânsia de aproveitar muito, colocamos muitos parques no roteiro, nesse dia por exemplo estávamos esgotados, e por fim não se aproveita muito, pq o cansaço fala mais alto. Mas era a primeira vez, erros estratégicos são inevitáveis.
- Que a single rider é MARA! A fila do test track estava em mais de uma hora, resolvemos ir de single rider, em menos de 5 minutos estávamos andando na atração, e fomos no mesmo carrinho, pra quem vai fazer só um dia em cada parque é a solução pra ir em mais rides. O problema foi o americano que foi do meu lado querendo falar comigo e eu não conseguindo entender ele, e meu marido atrás sem poder me ajudar kkkkkkkkkkkkk.

 


 
Relatos.

 mensagem postada em 23/12/2014 - 09:12:31hs
 
 

Olá amigos VPO, gostaria de me desculpar, pois esta meio corrido pra mim esses dias, mas não esqueci de vocês assim que der continuo meus relatos.

Vou confessar que quando a gente lê mensagens comentando ou perguntando do nosso relato isso nos motiva mais, quando ninguém comenta você fica na dúvida se os relatos estão bons se tem alguém lendo. rsrs

Então Bruna continue que os seus relatos estão ótimos, Léo tbm adorei o seu, e vê se dessa vez vc termina eles, por favor. rsrs

Bjus.

 


 
 
A estátua de Walt Disney segurando a mão do Mickey (The Partners Statue - Magic Kingdom) foi criada por Blaine Gibson. O artista ao esculpir o rosto de Walt buscou representá-lo sorrindo observando as pessoas felizes desfrutando o parque.