Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Um sonho possível – Embarque em NY e Desembarque em Orlando (03/11 - Segunda) PARTE 2

 mensagem postada em 17/12/2014 - 15:12:01hs
 
 

Bem, a troca de portão de embarque em cima da hora não é exclusividade do Brasil lá também trocaram o nosso portão. Estávamos no portão indicado mas achei meio estranho porque quase não tinha jovem, nem criança, a maioria era adulto e idoso, um voo indo para Orlando-Disney não é possível que a maioria dos passageiros sejam mais velhas né?! Foi então que reparei na tela que falei acima, indicando para onde o voo iria e realmente não era para Orlando. Rs

Mas lembram do nosso desespero que relatei quando trocaram o nosso portão aqui no Brasil? Bem lá isso nem sequer chegou a ser um problema, como tinha as telinhas que falei apenas fomos olhando em cada portão (que eram poucos) para onde iria cada voo e achamos o nosso assim fácil e rápido. E lá sim tinha um monte de jovem, crianças com mochilinhas dos personagens Disney certeza que era o portão certo.
O voo saiu no horário, aeronave menor que uma de voo internacional mas com os mesmos recursos internos, tinha inclusive tela individual. Só a comida que não foi lá essa coisas serviram apenas mini saquinhos de Doritos ou um outro salgadinho e bebidas.

Eu não lembro muito bem do voo em si (até a tela individual mesmo tive que ficar puxando pela memória se tinha. rs), pois dormi quase que no trajeto inteiro, de dia parece até mais fácil para dormir.
Mas quando chegamos no aeroporto de Orlando aconteceu uma coisa tão legal como tinha várias crianças no avião quando ele pousou os pais de algumas crianças começaram a gritar: We Arrive... êêêêh... e a aplaudir, logo o avião inteiro fez a mesma coisa foi tão lindo, já me emocionei nessa hora.

Chegamos em Orlando antes do horário previsto, acho que o fuso horário de NY e Orlando é diferente porque chegamos muito antes do horário e tivemos que esperar bastante para pegar o carro alugado.
Saímos do avião e eu já sentia meu coração bater de forma diferente, pensa numa pessoa extremamente feliz, meu rosto era só sorriso de orelha a orelha.
Agora era verdade eu estava em Orlando!!!
Pegamos o trem e então seguimos as placas até a esteira pra pegar as bagagens, ou melhor, a bagagem (porque foi só 1 mala que levamos para os dois).
Ah como era voo doméstico não passamos por imigração nem nada do tipo, foi tudo muito rápido.

Depois seguimos as placas também para tentar pegar o carro antes do horário que tinha reservado, fomos utilizar o totem (pois como li várias indicações para usar o totem e evitar o balcão porque ficam empurrando um monte de coisa pra você) mas não conseguimos imprimir o contrato, desconfiamos que era porque não estava ainda na hora da reserva, então fomos dar uma passeadinha pelo aeroporto até dar o horário para tentarmos de novo, aí se mesmo assim não conseguíssemos ia ter que ir ao balcão da Alamo. Aproveitamos e almoçamos no Mc Donalds, tiramos algumas fotos e consegui achar um Wifi para avisar minha família no Brasil q chegamos bem no lugar mais feliz do mundo!





CONTINUA...

 


 
Um sonho possível – Embarque em NY e Desembarque em Orlando (03/11 - Segunda) PARTE 3

 mensagem postada em 17/12/2014 - 16:12:03hs
 
 

Quando deu o horário da nossa reserva fomos novamente ao totem (ah, nele vc pode escolher a língua e tinha Português, fácil demais.) e dessa vez conseguimos, tudo certinho, hora de pegar o carro.
Pegamos um elevador ou foi escada, não lembro bem, mas os carros ficam no andar abaixo da locadora, e nessa hora também não teve segredo já tinha lido que era só procurar a placa da categoria do carro que você alugou, no nosso caso foi um Midsize, escolher o carro e sair com ele.

Bem, meu esposo é apaixonado por carros e aqui no Brasil ele só dirige o meu carro que é um celta, então pensem na alegria do garoto quando viu aqueles carrões. Na verdade nem ficamos olhando muito, o segundo da fila era um Dodge Dart Branco que lá nem era tão carrão assim mas comparando com o que temos aqui aquele era um sonho de carro, tinha um casal de senhorezinhos vendo o carro e o marido ja falando em voz baixa: sai daí tiozinho, pega outro, assim que o casal foi olhar o terceiro carro, marido ja entrou no carro e falou vamos amor. Kkkk
Mas lógico que não foi simples assim, primeiro ficamos lá tentado descobrir como abrir o porta malas, como colocar a chave (que não é bem uma chave) no contato e ligar o carro. E bem devagar o marido foi saindo da vaga, já que era a primeira vez dirigindo um carro automático (ainda bem que ele pelo menos viu um vídeo antes de como que era. rsrs)





Passamos em uma cancela onde uma mulher muito simpática, conferiu o contrato e nos perguntou se devolveríamos o carro com tanque vazio ou cheio, mesmo estando no contrato que devolveríamos cheio. Ela disse q como íamos voltar por Miami a gasolina lá é mais cara (o que vimos ser realmente verdade, mas ainda sim, compensava completar e devolver cheio) se queríamos devolver com tanque vazio, dissemos que não e tudo certo.

Como li aqui no VPO andamos um pouco com o carro até ligar o GPS, já que o mesmo pode não funcionar no aeroporto (ah levamos o nosso GPS daqui, baixamos o mapa da Flórida e sinceramente a melhor coisa que fizemos).
Fomos direto para o hotel, ficamos no Rosen In at Point mais uma indicação aqui do VPO, e gostei muito, quarto simples, porém bem organizado, limpo e ótima localização. Fizemos o check in e fomos ao quarto apenas deixar as malas e partimos rumo ao Walmart, mas antes passamos no escritório do Orlando Tickets Online para pegar nossos ingressos.

No Walmart encontrei a cantora Kelly Key lá nos corredores de cosméticos, mas como só sou tiete do Mickey não falei nada, fiquei na minha. rsrs Nos esbarramos outras vezes e teve uma hora que ela passou meio olhando pra mim acho que ela percebeu que eu era brasileira, mas eu continuei quietinho como se fosse qualquer outra pessoa. Rs

Por falar em cosméticos.... Gente o que é aquela parte de cosméticos do Walmart!?!? Eu só queria ficar ali. Kkkk
O marido querendo ver outras coisas e eu lá, olhando produto por produto, ele então falou fica aí vendo, que vou alí olhar outras coisas e já volto. Mas isso não foi uma boa idéia pq enchi as mãos com produtos e o carrinho ficou com ele, já tinha olhado tudo e nada dele voltar, senti um pouco do que a Patty sentiu no Outlet e o pior é q não levei meu celular, ou seja, nem por wifi teria como nos falar. Deixei as coisas no cantinho e fui ver se achava ele, mas nada. Então voltei pra parte de cosméticos e fiquei esperando, depois de um bom tempo ele aparece e eu já tava quase chorando, dei uma bronca nele e falei q não íamos nos desgrudar em nenhum lugar mais.

Compramos 1 mala nova de fibra de carbono (mais uma dica que peguei aqui no VPO), alguns cosméticos, algumas camisetas de personagem, água, comida congelada (pizza e hotpocket de presento e queijo), algumas coisas para tomarmos café no hotel(pão, manteiga, muffins e nesquik) e umas besteirinhas pra levar para os parques(batata pringles, pão e peito de peru) .



Jantamos no Mc Donalds alí de dentro do Walmart mesmo e voltamos para o hotel porque no outro dia era dia de realizar o maior sonho: Ver o castelo da Cinderela!!!

Próximo relato: Um dos dias mais feliz da minha vida... visita ao Magic Kingdom.

 


 
Res: Um sonho possível – Embarque em NY e Desembarque em Orlando (03/11 - Segunda) PARTE 3

 mensagem postada em 17/12/2014 - 16:12:03hs
 
 

Malena,

Realmente quem curte carro enloquece, né? E quanto ao fato de ele ser automatico: quase quebrei o pescoço da galera freando loucamente o carro rs.

Pelo que vi alugou pela Alamo, né? Foi td tranquilo fazer o check-in pelo toten? Acho que vou fazer pela internet antes de ir

 


 
Res: RELATO 07 (14/11) - ISLAND E UNIVERSAL / PARTE 1

 mensagem postada em 17/12/2014 - 18:12:27hs
 
 

Renata, ela tem medo? Acho que ela pode se assustar... Tem muitos "monstros" rs!!! E no começo tem uma quedinha um pouco íngrime. Não sei, depende da criança. Se ela for tranquila, acho que dá para levar.

Beijos!

Juliana,
me dá uma ajuda? Eu vou com minha filha de 6 anos e algumas pessoas falaram que "escape of gringotts" da enjoo. Vc acha viável levá-la? Pela altura ela entra...
Obrigada.

Seus relatos estão ótimos!!! Continue... Nos ajudam a matar a saudade

Renata
(mensagem de RenataR)


 


 
ORLANDO 2014 com 14 - O Início

 mensagem postada em 17/12/2014 - 19:12:21hs
 
 

Finalmente encontrei um tempo pra colocar meu relato da viagem aqui pra vcs que sempre me ajudaram.


Hoje está indo ao ar o primeiro vídeo da nossa viagem. Foram 16 dias em Orlando com uma galera nota mil!





Queremos aproveitar este post para apresentar e agradecer a cada um por sua contribuição ímpar. Foi tudo muito melhor do que nós poderíamos imaginar. Superou todas as nossas expectativas! Vamos tentar falar um pouco de cada participante.


Ana: A esposa linda! A responsável pelos vídeos de bom dia a cada saída do hotel

Victor: O guia, interprete, camera mam, editor oficial da galera.

Pedro: nosso sobrinho corajoso! Aproveitou tudo que foi permitido. Para ele quanto mais adrenalina melhor! Mas vamos combinar que rolou um medinho do fantasma!

Daniela: muito corajosa quando seus pés estavam no chão! Nada de voar!!

Lico: para ele a melhor montanha russa se chamava Outlet sem mochila!

Vanesca: seu maior desejo era sair casada com o Harry Potter, mas não rolou!!

Marcelinho: O Mulambinho, responsável por 90% das risadas incontroláveis!

Jamille: fez o setor gastronômico de Orlando fechar mais tarde!

Rone: o medroso mais corajoso que eu conheço! Mesmo com medo, foi em todos os brinquedos!

Cadu: mais uma semana em Orlando levaria seus pais a falência. Já acordava perguntando: hoje é dia de comprar?

Carol: minha assistente! Está em treinamento para me substituir na aposentadoria.

Soraya: a protetora. Sempre com a antena ligada nas crianças pequenas e nas crianças idosas!

Eugênio: surpreendeu a todos. Disposição melhor que muitos garotinhos de 20 anos.

Elzinéia: muito guerreira. Andava o dia inteiro e ainda sobrava energia para uma cervejinha gelada a noite.

E no meio da viagem ainda tivemos a grata surpresa de nos encontrar e passar alguns dias com 3 pessoas maravilhosas, Eliane "a mãe babona", Pedro
"o jogador americano" e João "o cantor".


No video de hoje contamos a organização antes da viagem e a chegada a Orlando

assistam aqui: Video parte 1

Espero que curtam nosso video e deixem seu "Joinha" lá no vídeo.

 


 
Res: RELATO 07 (14/11) - ISLAND E UNIVERSAL

 mensagem postada em 17/12/2014 - 21:12:53hs
 
 

Oi Juliana... muito massa essa área do HP! Gosto muito também, mas minha esposa ama demais... kkk
Sobre esse expresso de um parque para o outro... como faz a ride? a pessoa tem que ter o ingresso park to park ou quem tem ingresso normal? como eles fazem esse controle?

 


 
Res: Um sonho possível – Embarque em NY e Desembarque em Orlando (03/11 - Segunda) PARTE 3

 mensagem postada em 17/12/2014 - 22:12:17hs
 
 

Malena,

Realmente quem curte carro enloquece, né? E quanto ao fato de ele ser automatico: quase quebrei o pescoço da galera freando loucamente o carro rs.

Pelo que vi alugou pela Alamo, né? Foi td tranquilo fazer o check-in pelo toten? Acho que vou fazer pela internet antes de ir
(mensagem de ThiagoGalvano)


Oi Rafael.
Ah sei bem como é isso, peguei o carro um pouco no estacionamento e dei uma freada q quase batemos a cabeça no para brisa. Kkkk

E alugamos na Alamo sim, mas não foi direto com eles foi através de uma locadora aqui no Brasil e chegamos a fazer o check in aqui pelo site, porém após o check in tem que confirmar uns dados e imprimir o contrato mas essa opção pelo site só é permitido pra quem alugou diretamente com a Alamo, como no nosso caso foi através de terceiros tivemos que ir ao totem confirmar e imprimir o contrato. Mas foi super tranquilo usar o totem.

 


 
Res: ORLANDO 2014 com 14 - O Início

 mensagem postada em 18/12/2014 - 11:12:23hs
 
 

Ernanimafra

colocaremos um video por semana pois dá um pouquinho de trabalho de editar, mas fazemos com o maior prazer, pois no final juntamos todo e fazemos um filme completo e guardamos como recordação.

Júlia

a galera de 2010 tb são da família, mas dessa vez além de uma outra parte da familia tem alguns amigos. Com certeza terão momentos engraçados nos próximos videos. hehehe

 


 
Res: ORLANDO 2014 com 14 - O Início

 mensagem postada em 18/12/2014 - 12:12:24hs
 
 

Que delicia, ter relato de vcs!!

Acompanhei os videos das outras viagens e amei...turma boa e divertida!!

Vou acompanhar tudo de novo!!

Detalhe: estávamos na mesma época lá..só que cheguei no dia 23 e ainda ficamos no mesmo hotel...quer dizer, vcs ficaram no Rosen Inn At Pointe?

 


 
Quando o VHS criou um sonho!

 mensagem postada em 18/12/2014 - 17:12:30hs
 
 

Olá pessoal!
Demorou mas consegui voltar para o vpo, minha viagem foi em Maio desse ano, e desde a volta as coisas se tornaram muito difíceis, a volta para a realidade, minha mãe infartou, uma pessoa super “querida” bateu atrás do meu carro e se recusou a pagar, trocamos de carro e houveram mil problemas com o carro “novo”, e juntem tudo isso com a construção da minha casa comigo dentro da mesma, que se arrasta desde Março. Quem disse que a vida seria fácil? Mas como aqui não é muro das lamentações, vim compartilhar com vcs um pouquinho da experiência da nossa viagem, já adianto que só tive coragem de voltar ao vpo, pq nessa loucura de promoções de passagens aéreas e num dia de estress por todos os problemas que já citei, deu a louca no meu marido e ele comprou passagens para voltarmos para Orlando em março de 2015, assim bateu aquele friozinho na barriga do planejamento da viagem, junto com um peso na consciência por ter sido tão ajudada aqui pelo vpo durante nosso primeiro planejamento, e não ter contribuído nem um pouquinho contando da nossa viagem.

Vou começar com aquela historia que já li aqui muitas vezes e não foi diferente da minha, desde pequena assistia os VHS dos filmes da Disney, e depois do filme vinha aquela crueldade da propaganda dos parques. Os olhos brilhavam né? Mas meu pai nunca teve condições de pagar uma viagem dessas pra nós, digo nós, eu e minha irmã 4 anos mais nova, e ai como isso era “coisa de gente rica”,( na época acho que era mesmo, não conhecia ninguém que tinha ido pra Disney, todas as crianças da escola, do bairro e os primos eram pobres iguais, (menos mau)) o sonho ficou em standby, mas aquela coisa de assistir 2 vezes por dia o mesmo desenho sempre continuou, (o favorito a Bela e a Fera, mas tinha que intercalar com o Mogli, que era o favorito da minha irmã), e sempre no final a crueldade da propaganda, os anos foram passando, a gente cresceu, me casei e um ano depois do casamento deu siricuticus de VAMOS PRA DISNEY, meu marido também sempre quis ir pra lá, acho que não tanto pela magia Disney, mais pelos EUA como país, pelas rides dos parques, pela festa do consumismo em terras americanas, com o agravante que todos os colegas de trabalho já haviam ido e diziam o quanto era bom (isso instiga qualquer um né?). Então começamos a planejar, estudar, economizar, com dois anos de antecedência, Orlando virou obsessão por dois anos, mas confesso pessoal, que só acreditei de verdade que iriamos pra Disney realizar aquele sonho de tantos anos, quando estava sentada dentro do avião. E assim fomos nós, duas crianças de quase 30 anos nas costas, rumo ao Mundo Mágico, cheios de dúvidas, inseguranças e muita expectativa.
Posso afirmar com toda certeza, para aqueles que duvidam se vale a pena investir numa viagem dessas, que não viramos “gente rica” mas posso dizer que tudo que vivemos lá nos enriqueceu muito como pessoas, realizar sonhos com certeza enriquece a vida, e digo mais cada centavo gasto em viagem é o melhor dinheiro gasto, pois cria lembranças que não tem dinheiro no mundo que pague.
Bom gente, é isso, sei que está gigante e cheio de parênteses e esse aqui que nem é um relato, mas se vcs quiserem saber como foram meus dias lá, posso relatar brevemente, mesmo não tendo o dom de ser sucinta posso tentar.

 


 
 
Toda a água da atração Splash Mountain do parque Magic Kingdom pode ser drenada em apenas 5 minutos e basta 20 minutos para encher novamente o sistema.