Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Carolina

 mensagem postada em 24/05/2012 - 09:05:25hs
 
 

Fizemos exatamente isso, minha esposa esta gravida de 8 meses
Fomos para Orlando fazer o enxoval , n levAmos nada de mala e roupas,
Compramos tudo la desde mAlas a roupas para gente e o enxoval do
Bebe , gastamos uns 1000 dólares no enxoval, não nos pararam na alfândega
E deu tudo certo. Dividimos o enxoval nas malas de 3 pessoas caso
Nos revistassem mas nada de revista, pode ir tranqüila

 


 
câmera profissional x amadora

 mensagem postada em 23/05/2012 - 17:05:49hs
 
 

Pessoal,
A Receita libera trazer uma câmera, desde que seja usada na viagem, assim como um celular e um relógio.
Faz diferença se a câmera é profissional? Sendo profissional, tenho direito de passar sem ser taxado?
Um abraço a todos.

 


 
Carolina

 mensagem postada em 23/05/2012 - 13:05:47hs
 
 

Não se preocupe ... isso pode fazer mal pro bebê (rsrs)
Minha sogra (70 anos) comprou quase todo o enxoval do próximo neto dela, trouxe tudo em um saco de viagem (daqueles cheios de zeeper, que o pessoal compra lá em Orlando, e que fica com quase 2 metros de altura.
Passou no bolao, na alfandega de Guarulhos, e não foi parada.
Em tese, os ficais podem taxar todas as compras, à razão de 50% do que passar dos US$ 500 dolares. Mas a dica é a seguinte, não leve nada daqui, para não voltar com muitas malas, e se vier com eletronicos, que passem dos US$ 500, declare-os. Quando a gente toma a iniciativa de declarar, os fiscais nos tratam com muito respeito e as vezes nem nos mandam abrir a mala, e pedem para vc mesmo preencher a DARF e pagar somente o imposto sobre a mercadoria que vc mesmo declarou.
Boa viagem e boa sorte !! SDS.

 


 
Dúvida

 mensagem postada em 23/05/2012 - 13:05:53hs
 
 

Oi gente, não sei se é aqui que pergunto, se for, por favor, me encaminhem ao local certo...

No case de ser pega na alfândega e me taxarem, como deve ser feito o pagamento?????
Deve ser na hora?? Em dinheiro?? Ou pode ser cartão???? Alguém pode me ajudar???

Desde já agradeço!!!

 


 
Aeroporto Guarulhos

 mensagem postada em 23/05/2012 - 10:05:26hs
 
 

Bom dia a todos

Cheguei agora a pouco no aerorporto de Guarulhos vindo de Orlando.
Junto com nosso vôo, outros vôos de Madri, Paris, NY
Estávamos com 4 malas grandes e não vi ninguém ser parado
Inclusive vi um casal com 17 malas, tive a curiosidade de contar, passarem direto
Ainda estou no aerporto esperando minha conexão, mais tarde posto outros relatos

Abs

Wellington

 


 
Aeroporto GIG

 mensagem postada em 22/05/2012 - 16:05:04hs
 
 


Cheguei de manhã cedo no Domingo no aeroporto do Galeão e junto com o meu voo de Miami, chegaram mais dois voos dos Estados Unidos.

Consegui passar direto sem ser parada, mas pelo que eu reparei eles estavam parando aleatoriamente as pessoas que passavam, sem nenhum tipo de critério.

Estava sozinha e passei com uma mala grande, uma média e uma pequena de mão.

Bjs

 


 
GRU - 21/05

 mensagem postada em 22/05/2012 - 13:05:56hs
 
 

Amigos, voltei ontem à noite por Guarulhos. Chegamos no vôo da TAM das 20:15h. Só tinham 2 vôos chegando e a passagem pela policia federal foi muito rápida, fiquei impressionada.
Fomos para o Duty free, também super tranquilo e sem filas e depois passamos pelo nada a declarar. Viemos em 4 adultos, 3 com uma mala grande mais uma mala de mão, e um com duas malas grandes e uma de mão. Passamos tranqüilamente. Uma família de orientais a nossa frente também passou sem problemas.
Tinha bastante gente que muitas malas, inclusive uma família onde cada um tinha 6 malas grandes (achei um absurdo), mas não sei dizer se eles foram parados ou não.
Resumindo, voltar a noite foi ótimo, super diferente da confusão que eu sempre vejo quando voltamos de manhã.

 


 
Alfandega - guarulhos

 mensagem postada em 22/05/2012 - 13:05:29hs
 
 

e ai gente... como esta essa alfandega de guarulhos hen??

Vou chegar no dia 17/06 as 6 da manha.. e devo trazer coisas de bebe ( carrinho) e etc e tal, fora note e ipad...

o que será que esta pegando por la hen?? alguma novidade??

Daniel Peralta

 


 
Dicas de alfândega....

 mensagem postada em 21/05/2012 - 11:05:41hs
 
 

Bom, gente...acho que quase todos já ouviram falar que algumas coisinhas mudaram na questão de declaração saída de eletrônicos. ( A C A B O U )
Que mais mudou ??? Por que não se declara mais ??

Simples...ganhamos a seleção para sediar Copa e Olimpíadas e cada braço da alcunha federal deve dar "seu melhor" para recolher fundos que custearão a infra-estrutura demandada para tais eventos.

Quando vc viaja, normalmente pergunta ao funcionário pelo balcão de declaração da RF no que é informado que não existe mais. Alguns ficam felizes, mas depois que descobrem o verdadeiro motivo por trás disso (não é desburocratização) ficam com medo. Na verdade, TODOS OS DIAS muitíssimas pessoas conseguem sair ilesas com suas "muambinhas" pelos canais de inspeção dos aeroportos internacionais Brasileiros, o que é "recolhido" quer queira por impostos, ou apreensões, é ínfimo em se considerando o que passa batido, afinal são mais de 8mil passageiros por dia passando por canais com no máximo 4 servidores da RF. Dada esta considerável quantia que o governo deixa de arrecadar, o governo, malandramente apela para o desejo quase insuportável do Brasileiro de se exibir (isso mesmo) com o que tem. Cancela-se o balcão de declaração de saída de bens. O intuito é recolher, ainda que retroativamente os impostos de mercadorias ingressadas, mas não declaradas em uma viagem anterior.
Um exemplo...

Eu passava pelo raios-x da RF com algumas malas sobrantes do nosso vôo...até que se passem os passageiros que estão na "fila do abatedouro" nós esperamos. Eram 2 casais de amigos nos seus 50 anos, ao descobrir que vinham de NY, o fiscal lhes pediu que fossem ao raios-x, rindo descontraidamente se dirigiram ao equipamento.
O primeiro casal...sem problemas.
Quando passou o segundo casal, um IPAD, o fiscal prontamente lhe pediu que mostrasse o IPAD, o passageiro solicitamente abriu a mala de mão, lhe mostrou o aparelho, que era usado. (de fato, a capinha preta estava surrada e havia muitas marcas de dedos na tela) O fiscal, então perguntou se podia dar uma olhada, sem problemas por parte do dono, manuseou o IPAD, o virou do avesso e após uma breve olhada, lhe perguntou onde havia comprado. O sr. responde: "Ah! foi meu amigo ali que comprou pra mim tem mais ou menos 5 meses" "Quanto foi?" perguntou o fiscal. "Xiii....nem lembro, mas foi lá em NY!" , o amigo disse. Daí o fiscal pediu pela "declaração de INGRESSO DE BENS." Daí ele dá um tiro no próprio pé e diz: "Eu não declarei..."
(quando eu ouvi isso...eu disse "-beiço, caiu !!!!")
"Pois bem"...disse o fiscal. " Pois vc vai declarar AGORA"

...resultado do jogo ???

Ele quase foi preso por gritar com o fiscal e TUDO o que ele trouxe do exterior, fora ingressado como EXCESSO !!!! ( Ah! e ele ainda pagou uma taxa extra de 25% do excedente por má fé, o que o fiscal exoneraria sem problema se ele não tivesse gritado e chamado o fiscal de palhaço.)

Um outra historia...
Uma família de 5 pessoas Pai, Mãe 3 filhos.

Depois do checkin o pai me pergunta sobre o balcão de declaração, como muitas vezes as pessoas querem declarar Ipod's e minigames, eu sempre pergunto sobre o que seria. O pai me responde que queriam declarar seu IPAD'S, pasmem....5 IPAD'S. Cada um levava um...e o melhor....TODOS TOP DE LINHA E COMPRADOS ALGUNS MESES ANTES NOS EUA EM OUTRA VIAGEM...Vc's acham que eles declararam quando entraram no Brasil ??????? hehehehehe
Esses não pagaram pra ver, voltaram pro carro e deixaram todos os IPAD's dentro e foram viajar. Deram sorte. Tomara que tenham dado sorte na volta.

Agora, a declaração de bagagem acompanhada, ou o "formulário da receita" não é mais obrigatório, o que constitui uma outra armadilha sob o disfarce primário de acabar com as filas da alfândega no desembarque,(o que realmente funcionou) mas que na verdade é fazer o passageiro brasileiro que não lê instruções (eu me incluo nisso) achar que não precisa mais disso...ledo engano. Vc precisa SIM desse papel SE FOR DECLARAR alguma coisa, só nessas condições, então declare e perca menos.

Não se enganem...já vi fiscais cheirarem a roupa bem-arrumada na mala de um passageiro para ver se eram novas.(é claro que esse tinha arrancado as etiquetas)
Tudo é tributável, não só eletrônicos, roupas, ferramentas, cosméticos até chocolate. Tudo em grande quantidade, ainda que diferentes, é sujeito à tributação ou em casos mais extremos á temida TRB. (Termo de Retenção de Bens) É quando "cai o pano" e não tem mais desenrolo.

Um grande abraço a todos e boa sorte na volta !!!!!



 


 
Bruno e Verônica

 mensagem postada em 20/05/2012 - 17:05:10hs
 
 

Quanto ao seu laptop, não sei preocupe. Se ele foi comprado aqui, atrás deverá ter um registro informando que eh do Brasil.
Se ele não foi, voce não poderá sair com ele sem pagar as devidas taxas de nacionalização.

Na alfandega, todos, sem exceção passaram pelo raio-x. Pararam meu irmão e perguntaram o que eram aqueles 50 ganchinhos que havia na mala. Ele disse que era para suporte pra cortina que minha mae comprou pra casa de campo dela. A moça comecou a rir e disse tudo bem.

Na minha mala haviam 5 pares de tenis, 6 perfumes e 40 camisas novas. Ela não falou nada. Nem perguntou sobre eletronicos. So perguntou se a maquina era fotográfica ou se era uma camera filmadora de ultima geração. Eu disse que era os dois. Ela pediu pra ver e não falou nada. Ainda passei com 13 garrfas de whisky que comprei no Duty Free em Miami e meu irmao com mais 4 garrafas.

Não trouxemos celular, nem outros eletrônicos. Mas se troxéssemos provavelmente não teria problema, caso não ultrapassémos a cota de USD 500,00.

Sobre o voo: conhecido como pau-de-arara. A comida eh boa, e as aeromoças foram bem prestativas. Não balançou, nem houve turbulências. Saiu e chegou no horário previsto. As tv ficam nos corredores.

 


 
 
Num único dia aproximadamente 210 pares de óculos são perdidos em Walt Disney World. Estima-se que desde a sua inauguração em 1971 mais de 1.65 milhões de pares de óculos já foram enviados para o departamento de achados e perdidos ("Walt Disney World Lost and Found "). Outros itens que os convidados costumam perder são os seguintes: telefones celulares (+ 6.000/ano), câmeras digitais (+ 3.500/ano), bonés (+ 18.000/ano) e caderninhos de autógrafos (+ 7.500/ano).