Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Res: um único problema

 mensagem postada em 09/12/2014 - 08:12:52hs
 
 

Olá Ferreira e família bom dia!

Obrigada pelo relato a respeito da GOL, vou neste vôo em 13/14 de janeiro saindo aqui de Guarulhos e seu relato foi muito importante para me orientar e proceder na rapidez.

Tenho uma dúvida: são dois vôos da GOL para os EUA com escala em Santo Domingo um saindo daqui e agora pelo jeito outro saindo de Campinas e não mais do Rio.

Minha amiga falou que quando chega na conexão em Santo Domingo é um Deus nos acuda pois só tem um restaurante/lanchonete congestionam os banheiros, etc.

Todos nós nos encontramos em Santo Domingo? E depois saem dois vôos para Orlando com diferença mínima de horário ou eles juntam todo mundo em um?

Sem esquecer que tem a turma que fará o mesmo vôo com conexão só que para Miami, deve ser meio bagunçado.

Eu sei que reviver a experiência chata não é legal mas se você puder detalhar mais as conexões eu agradeço.

Quanto à comida já esperava estes relatos: vou levar bolacha, salgadinho tudo que meus filhos gostam para não passarem fome.

Abçs,

Alessandra

 


 
Res: I'm back! Considerações iniciais

 mensagem postada em 09/12/2014 - 08:12:34hs
 
 


Patrícia bom dia, eu de novo!

Um casal amigo nosso que foi em outubro fazer o enxoval da filha também reparou que os preços estão bem mais altos do que no passado.

Não sei se vou conseguir comprar sem converter está tão automático no meu cérebro!

Nós compramos o dólar bem mais barato do que está agora, mas se utilizarmos o cartão em algumas coisas acredito que o custo será bem alto.

Você disse que o Memory Maker vale a pena, mas eu só vou em dois parques da Disney mesmo assim você acha que vale o custo?

Abçs,

Alessandra
(mensagem de AleGGuedes)


Se vocês gostam de tirar fotos com personagens, eu diria que vale muito a pena sim! As fotos ficam com uma qualidade ótima!

Eu fiz os 04 parques, então para mim, valeu muito a pena sim!



 


 
Res: I'm back! Considerações iniciais

 mensagem postada em 09/12/2014 - 09:12:13hs
 
 

Oieeee
bem vinda de volta!
Acompanhei você pelo face, e olha, ADOREI! rs
Pelas fotos, você era a mais animada de todos hahahaha sensacional!

Quanto a isso das crianças, olha, eu também reparei, viu!? Eu não comentei nada pois como foi minha 1ª vez fora do Brasil e lá na Disney, eu não sabia se era algo normal, mas gente, eles tem muitos filhos meeeesmo! hahaha Eu e o Lucas ficamos até assustados, primeiro porque a maioria é loiro de olho azul, e cada família tem uns 3 ou 4, haja coragem, né!? rs

Outra coisa que reparamos foi que os pais são mais enxutos, mais bonitões, e as mães geralmente mais acabadas. São bonitas, mas tem aparência de mal cuidadas, bem judiadas! rs Enquanto aqui no Brasil costuma ser o contrário, né, pais de família mais acabadinhos e as mães todas enxutas e bem cuidadas. Uma prima minha que mora fora do Brasil disse que acha que é pelo fato de lá não ser comum ter diarista e cia, então quem se mata com a casa é a mulher, aqui no Brasil hoje a maioria das pessoas tem uma auxiliar para ajudar nas tarefas do lar. Será isso? rs

Enfim, estou ansioso pelos seus relatos!

 


 
Res: I'm back! Considerações iniciais

 mensagem postada em 09/12/2014 - 10:12:46hs
 
 

Aguardando os relatos tb..........

Gentefui e vou novamente com 1 criança e faço uma megaprodução ( remedios, roupas extras , comida, etc) imagine pra mais.... só de imaginar fico cansada.kkkk

 


 
Res: I'm back! Considerações iniciais

 mensagem postada em 09/12/2014 - 10:12:42hs
 
 

(...) Quanto a isso das crianças, olha, eu também reparei, viu!? Eu não comentei nada pois como foi minha 1ª vez fora do Brasil e lá na Disney, eu não sabia se era algo normal, mas gente, eles tem muitos filhos meeeesmo! hahaha Eu e o Lucas ficamos até assustados, primeiro porque a maioria é loiro de olho azul, e cada família tem uns 3 ou 4, haja coragem, né!? rs
Outra coisa que reparamos foi que os pais são mais enxutos, mais bonitões, e as mães geralmente mais acabadas. São bonitas, mas tem aparência de mal cuidadas, bem judiadas! rs Enquanto aqui no Brasil costuma ser o contrário, né, pais de família mais acabadinhos e as mães todas enxutas e bem cuidadas. Uma prima minha que mora fora do Brasil disse que acha que é pelo fato de lá não ser comum ter diarista e cia, então quem se mata com a casa é a mulher, aqui no Brasil hoje a maioria das pessoas tem uma auxiliar para ajudar nas tarefas do lar. Será isso? rs
(mensagem de Thiago Acquaviva)


Thiago,

A respeito da taxa de natalidade, não só dos EUA mas mundial, em rápida pesquisa na internet, encontramos que: Cresce o número de mulheres que optam pelo terceiro filho...
A melhora na economia também explica o retorno das famílias maiores. O Brasil entrou em um ciclo de prosperidade em 2004. Virado o capítulo da estabilização monetária, a inflação permaneceu estável e o real se valorizou, o que encorajou alguns casais a ter mais filhos. Os Estados Unidos são um exemplo de país onde a taxa de fecundidade acompanha o ritmo da economia. Em 1910, cada americana tinha em média 3,4 filhos. O número desabou para 2 na Grande Depressão, nos anos 30. Subiu na década de 50, chegando a 3,6. Caiu para menos de 2 durante a crise energética dos anos 70. Com a recessão dos últimos anos, o índice voltou a cair.
As novas famílias de três ou mais filhos não vão alterar o cenário demográfico atual. A tendência de queda na taxa de fecundidade no Brasil deve se manter nas próximas décadas. Pelas estimativas do IBGE, as brasileiras terão 1,5 filho em 2030, o mesmo que as europeias. A fecundidade baixa, na Europa, é motivo de preocupação. O crescimento populacional do continente é o menor do mundo, o que acarreta um aumento expressivo no total de idosos e a diminuição da população em idade ativa. São poucos jovens para trabalhar e muitos velhos para ser sustentados. A partir de 2040, o Brasil começará a sentir os efeitos nocivos da queda na fecundidade. Quem sabe, até lá, mais mulheres não se lancem na agradável (e custosa) aventura de gerar uma prole numerosa.

O que notamos nos EUA é que muitas famílias, quando vão aos Parques, levam junto os amigos de seus filhos ! Como todos são parecidos (todos caucasianos, olhos claros etc) isto nos faz pensar que são todos irmãos ou da mesma familia, mas nem sempre isto é verdade !! rsrs

As mulheres norte-americanas estão optando por ter filhos mais tarde, e um número de mulheres maior do que em qualquer momento do passado está optando por não ter filhos, de acordo com um novo relatório do Serviço de Recenseamento dos Estados Unidos.

SDS,
Roberval.

 


 
Res: um único problema

 mensagem postada em 09/12/2014 - 10:12:38hs
 
 

Ferreira,
Minha experiência com a GOL para Orlando também foi horrível. Pago mais caro, mas GOL nunca mais. A comida foi uma massa muito ruim (não tinha outra opção) que fez minha filha passar mal ainda no avião. Encontrei a comissária mais mal humorada de todos os tempos. E sem entretenimento (faz diferença para mim). Em Santo Domingo foi tranquilo, mas sem nenhum apoio da companhia.
Carlos Eduardo

 


 
Res: I'm back! Considerações iniciais

 mensagem postada em 09/12/2014 - 10:12:07hs
 
 

Roberval, você como sempre muito esclarecedor. Obrigado!
Agora está explicado rs Mas realmente nem sempre são todos filhos, as vezes são sobrinhos, filho de amigos, ou parentes em geral, mas da mesma faixa etária né.

Obrigado e um abraço!

 


 
Res: I'm back! Considerações iniciais

 mensagem postada em 09/12/2014 - 10:12:56hs
 
 

Amiga, feliz por voltar com seus relatos, você escreve tão bem que sempre escuto sua voz ao ler!!

Comece a escrever logo pq minha ansiedade tá de matar, e eu viajo em 16 dias, quero ler tudoooooo, pra ficar mais ansiosa e já sentir o cheiro de Orlando através dos seus relatos, ok?

Bjs amo!!!



 


 
Res: um único problema

 mensagem postada em 09/12/2014 - 12:12:42hs
 
 

Eu fui de Gol e não achei ruim, a parada em Santo Domingo é rápida, dá tempo de ir no banheiro, comprar uma bebida ou outra coisa rápido, os voos sairam todos na hora sem atraso, pra quem tem tablet ou algum player pra musica não deve sentir falta da tela de filmes. Teve um sanduiche de frango na ida que achei muito bom pra comida de avião, o macarrão era fraco mesmo.

 


 
Um sonho Possível – O início

 mensagem postada em 09/12/2014 - 14:12:09hs
 
 

Olá amigos do VPO, criei coragem pra iniciar meus relatos(até que enfim!rs) mas antes de tudo gostaria de me apresentar e contar um pouquinho da minha história para quem ainda não me conhece aqui no grupo.

Meu nome é Malena viajei com meu esposo Wagner, do dia 31/10 a 16/11, fomos primeiro para Nova Iorque - uma passagem rápido para conhecer um pouquinho da cidade - e depois Orlando, para realizar meu sonho de uma vida inteira em conhecer a Disney.

Bem, eu sou completamente Disneymaníaca mesmo no alto dos meu 27 anos quando se trata de Disney sou eterna criança, amo tudo relacionada aquele mundo, fã assumida do Mickey e da Minnie, cresci ouvindo, lendo e assistindo as histórias de contos de fadas... Então ir para Disney sempre foi um grande sonho, mas que eu achava impossível de se realizar.
Impossível porque eu achava que somente rico ia para a Disney, cresci e morei boa parte da minha vida em uma cidade pequena, embora fique na grande São Paulo, e não conhecia ninguém que tivesse ido sequer para os EUA , nem parente, amigo, amigo do primo do vizinho ninguém mesmo...

Pois assim cresci apenas com o sonho mas que sinceramente não imaginava realizá-lo parecia algo bem distante de mim. Me casei há 2 anos atrás e foi nessa época que comecei a ver que não era tão impossível assim uma viagem dessa, se economizássemos um pouquinho era algo totalmente possível, cheguei a olhar valores em alguns lugares porém ainda era um valor alto para nós então teria que decidir festa de casamento ou viagem para a Disney, e como romântica por natureza que sou lógico que me vestir de noiva ter meu dia de princesa tbm sempre foi um sonho e acabei optando pela mesma, com o pensamento: casar é uma vez só já a Disney eu ainda teria uma vida toda para conhecer.

Passado um ano que casamos e acalmado nossos bolsos com os gastos que normalmente temos ao iniciar uma vida a dois, voltei a pesquisar tudo sobre Orlando e foi aí que conheci o VPO e alguns outros blogs que só foram alimentando essa minha fome, quer dizer, sonho de conhecer a Disney foi então que comecei também a pesquisar preços ja traçando um planejamento de datas, parques e etc, porém surgiu mais um obstáculo: convencer o marido da viagem, pois sozinha eu não iria.

Ele achava que Disney era pra criança(aquele engano comum de que a Disney é só castelo da cindera e alguns brinquedos infantis) e também achava que era um valor bem alto a ser gasto pra isso. Olha não foi fácil convence-lo mas fui persistente apresentei o verdadeiro mundo Disney para ele, que existia muito mais do que só o Castelo da Cinderela, mostrei os outros parques SW e US tudo mais que existia em Orlando e foi assim que aos pouquinhos ele foi se acostumando com a idéia.
Ah e guardem bem essas palavras ditas pelo marido sobre a viagem: Estou indo apenas por sua causa, mas bem provável que essa seja a primeira e ultima vez que iremos...

Bem, após convencer o marido comecei então a planejar a viagem de fato, pesquisar preços de tudo e me viciar no VPO que me ajudou muito, inclusive me encorajou a fazer tudo por conta o que tornou a viagem bem mais viável para nós.
Nos organizamos primeiramente para tirar passaporte e visto, e mais uma vez com ajuda da internet e do VPO foi tudo bem tranquilo.

Compramos as passagens direto com a TAM, voo NY-ORL direto com a JetBlue, ingressos dos parques e hotel no Orlando Tickets e carro em um outro lugar – que não posso falar aqui devido as regras. Foi os melhores preços que encontrei na época.

Ah esqueci de falar essa contagem e planejamento foi de 1 ano e 3 meses até o grande dia...

 


 
 
Cinderella Castle foi inaugurado concomitantemente com o Magic Kingdom em 01 de outubro de 1971, após 18 (dezoito) meses despendidos para sua construção, foi concebido para resistir até mesmo a furacões, graças a sua estrutura interna de aço, fundação de concreto e parte externa em fibra de vidro.