Orlando Tickets Online
 

Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
Juliana Isidoro
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 23/08/2013
 
 
Res: Eu voltei! ... Juh, já começou?
postado por: Juliana Isidoro

 mensagem postada em 21/11/2014 - 15:11:58hs
 

Mah, eu já coloquei todas as fotos no Face e já estou escrevendo. Acho que é o melhor remédio para a DPD rs!!!

Adorei te conhecer também, adorei nosso grupo no whats! Espero que continue!!!!

Beijos!


Oi pessoal voltei essa semana da viagem mais incrível, mágica e perfeita!
Agora entendo pq algumas pessoas demoram pra fazer os relatos e outras nem fazem... a DPD é cruel. Ainda to na fase de não ter ânimo pra nada, parece q eu estava sonhando e acordei e tudo está tão sem graça e pra ajudar as férias ja acabou e já voltei a trabalhar. Mas ouvi uma coisa essa semana, que me deixou super feliz, mas isso conto quando começar os relatos. rsrs
Prometo que assim que eu conseguir separar e organizar as fotinhas da viagem começo os meus relatos aqui.

********************

Juh eu ainda nem consegui rever minha fotos e vc ja começou os relatos???
Que rápida vc hein, tbm ja está craque em escrever por aqui né?! rsrs
Estou adorando ler mais um relato seu e amei ter te conhecido, ah e muitoooo obrigadaaaa pelo sapo de chocolate. rsrs

Bjus



(mensagem de Malena)


Juliana Isidoro
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 23/08/2013
 
 
RELATO 02 - SEGUNDO DIA EM MIAMI (09/11)
postado por: Juliana Isidoro

 mensagem postada em 21/11/2014 - 16:11:16hs
 

Não tenho muito a contar desse dia. No nosso planejamento inicial, faríamos uma pequena viagem de carro até Key Largo, para conhecer a praia e a tão falada estrada até Key West. Não iríamos até o final, porque são muitas horas de viagem. A ideia era só ir até Key Largo e - talvez - um pouquinho a mais.

Mas São Pedro resolveu nos sabotar. O dia amanheceu péssimo, chovia sem parar. Ainda enrolamos um pouco no hotel, mas nada da chuva parar. Resolvemos, então, ir até a Lincoln Road para trocar uma roupa que a minha cunhada comprou errado e dar mais um tempo ao tempo.

Como não parava de chover, abortamos a missão Key Largo. Fica para uma próxima. E o que fazer em Miami com uma chuva incessante? COMPRAS, claro!

Fomos até o shopping Aventura Mall, que fica na cidade de Aventura, a cerca de 25 minutos de Miami. O shopping é incrível e os preços são maravilhosos. Mais uma vez, detonei na Forever e aproveitei para comprar minhas maquiagens na Sephora! Também comprei algumas coisinhas na Disney Store de lá, que é maravilhosa e super completa!

Fizemos um "almojanta" na Cheesecake Factory, que já conhecíamos das viagens e anteriores e adoramos. Cada um pediu seu prato + bebida + uma torta por casal e a conta deu 23 dólares cada, com tip! Super barato, achei bem mais barato que na CF de Orlando.

Não tenho foto dos pratos, mas eu pedi uma salada muito boa (BBQ alguma coisa) e a torta de banana, deliciosa!!!

A volta para o hotel foi bem perrengue. Chovia demais e já era noite. Estávamos em um carro só, meu namorado dirigindo, mal dava para ver os caminho, tamanha era a chuva e a escuridão. Fomos devagar e chegamos bem, graças a Deus!

Não estávamos com fome, então ficamos enrolando no hotel para a fome bater e ir comer em algum lugar. A ideia era tentar algum restaurante em Miami Beach. E a chuva caindo, caindo... Nessa, foi cada um dormindo para um lado e, resultado: só acordamos de manhã. Era dia de partir para Orlando!!!

RESUMÃO SOBRE MIAMI: Eu gostei bastante da cidade, apesar de ser um pouco insegura. Além do episódio do carro, notamos duas pessoas estranhas nos seguindo no caminho entre a AA Arena e o Bayside. Voltamos para a Arena e disfarçamos até eles irem embora. Fiquei com a sensação de ter aproveitado pouco, por conta da chuva. Miami não é uma cidade para andar com chuva, assim como o Rio de Janeiro. Nem vi a cara da praia direito e isso me desapontou um pouco. Com relação às compras, adorei!!! Achei mais opções e mais promoções do que em Orlando. Embora também tenha comprado muito bem em Orlando!!!

Patrícia Parra
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 17/10/2012
 
 
Res: Bubba
postado por: Patrícia Parra

 mensagem postada em 21/11/2014 - 17:11:11hs
 

Gente, gosto é uma coisa muito pessoal mesmo rs! EU AMO! Tanto que fui no Bubba novamente na viagem e repeti o pedido. Acho super crocante, delicioso. E não sou fã de misturar doce com salgado, mas acho que - nesse caso - o coco faz toda a diferença!


Eu comi um parecido no outback e detesteeeeei tambem! ahhahaahha


Eu já pedi esse coconut shrimp para NUNCA MAIS...kkkk

Eu detestei e meu marido que não é de frescura para comida, tb não curtiu. Nós demos boas risadas comendo, pq ele fez cara feia na primeira mordida e eu nem consegui engolir! rs rs rs


(mensagem de Patrícia Parra)



(mensagem de Priscilla Martins)



(mensagem de Juliana Isidoro)


É verdade! Também acho. É que quando você escreveu, eu lembrei dessa passagem, foi em 2011 e até hj quando entramos no Bubba, já falamos um para o outro: "QUALQUER COISA, MENOS AQUELE COCONUT.."...kkkkk

Eu não sou de misturar muito as coisas, acho que deve ser isso!

Débora Christina Ferreira Pinto
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 28/12/2012
 
 
Res: RELATO 01 - EMBARQUE (07/11) E PRIMEIRO DIA EM MIAMI (08/11)
postado por: Débora Christina Ferreira Pinto

 mensagem postada em 21/11/2014 - 21:11:20hs
 

Juliana,

delicia novo relato!!

Amanhã estou embarcando no mesmo vôo que vc, porém não vamos ficar em Miami, pegaremos o carro e seguiremos direto para Orlando. Achei que vai ser cansativo, mas o maridão que vai dirigir não achou, então vamos nessa!!

Bjs

Ernanimafra
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 24/08/2013
 
 
Coconut shrimp
postado por: Ernanimafra

 mensagem postada em 21/11/2014 - 22:11:51hs
 

Eu gostei... provei no Undershark do Seaworld e no Joes Crab... do Bubba não provei, mas se for parecido vou gostar também!
É camarão empanado com um molho de côco, agridoce... eu gostei... provaria o do Bubba.

Gente, gosto é uma coisa muito pessoal mesmo rs! EU AMO! Tanto que fui no Bubba novamente na viagem e repeti o pedido. Acho super crocante, delicioso. E não sou fã de misturar doce com salgado, mas acho que - nesse caso - o coco faz toda a diferença!


Eu comi um parecido no outback e detesteeeeei tambem! ahhahaahha


Eu já pedi esse coconut shrimp para NUNCA MAIS...kkkk

Eu detestei e meu marido que não é de frescura para comida, tb não curtiu. Nós demos boas risadas comendo, pq ele fez cara feia na primeira mordida e eu nem consegui engolir! rs rs rs


(mensagem de Patrícia Parra)



(mensagem de Priscilla Martins)



(mensagem de Juliana Isidoro)


É verdade! Também acho. É que quando você escreveu, eu lembrei dessa passagem, foi em 2011 e até hj quando entramos no Bubba, já falamos um para o outro: "QUALQUER COISA, MENOS AQUELE COCONUT.."...kkkkk

Eu não sou de misturar muito as coisas, acho que deve ser isso!
(mensagem de Patrícia Parra)


Sabrina Guerreiro
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 20/08/2010
 
 
Relatos? Elena, Thiago, Gabriela, Felipe, cadê vcs?
postado por: Sabrina Guerreiro

 mensagem postada em 22/11/2014 - 18:11:48hs
 

Elena e Thiago, cadê vcs, queremos mais relatos. Contem mais da parte do Harry Potter, pleaaasseeee.
Gabriela, já acabaram os seus? Queremos saber mais de Luiza nos parques.
Felipe, e os vídeos dos 3 malas? Estamos acompanhando as aventuras do Seginho Groisman, Com Certeza! rs

Galera, desanima não, rs

Maysa Freitas
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 27/02/2007
 
 
Renata Martinez
postado por: Maysa Freitas

 mensagem postada em 23/11/2014 - 10:11:25hs
 

Olá Renata, lendo seus relatos,aliás maravilhosos,vi que por conta da infecção do seu marido vc teve que acionar o seguro saúde, e pelo que relatou vc gostou do atendimento, será que podia me dizer que seguro contratou? Acho que pelas regras do site não pode dizer aqui, então vou deixar meu e-mail no recados para vc me passar, pode ser?
Obrigada!!!!!

Tayaneribei
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 14/08/2014
 
 
1º Dia: Saída de Brasília e chegada em Miami
postado por: Tayaneribei

 mensagem postada em 23/11/2014 - 14:11:15hs
 


1º Dia: 7/11 (Sexta-feira): Ida para Miami
O grande dia chegou. Embora fosse a nossa terceira viagem para a Terra da Magia, desta vez tinha um significado especial, já que iríamos fazer o enxoval do nosso baby. O nosso voo partia às 11:32 de Brasília. Acordamos cedinho, tomamos nosso café e partimos para o aeroporto.
Essa foi a primeira vez que fizemos uma viagem internacional pela TAM. Adorei a experiência e não quero outra vida. Sei que ao fazer uma vigem deste porte priorizamos o preço, mas planejando a sua viagem com antecedência dá para economizar. No nosso caso, voamos com milhas, o que tornou tudo mais econômico.
Voltando para o relato do voo. Comparado a America Airlines e Delta, na minha opinião, a TAM ganhou em disparado. Fomos muito bem atendidos no check-in. O voo saiu na hora correta. O espaço entre as poltronas era confortável. Toda a tripulação falava português e eles eram muito educados. Cada poltrona tinha a sua tela com o entretenimento. Na poltrona tinha um kit com manta, meia, pente, escova de dentes, pasta e caneta. Quanto a alimentação, comparada às outras companhias que já experimentei achei melhor, talvez só deixe à desejar no quesito quantidade.
O voo foi tranquilo, com poucas turbulências. Chegamos em Miami, por volta de 16:20 (horário de Miami) e fomos logo dirigidos à imigração. As filas estavam grandes. O rapaz pegou os nossos passaportes, conferiu e perguntou o motivo da viagem. Em seguida registramos os dedos na máquina e fomos liberados. Saindo desta área chegamos ao local para a retirada das malas, que já estavam fora da esteira. Passamos por outro controle onde entregamos o formulário.
Nos encontramos com a nossa família (tia e sogra) que tinham chegado um pouco antes do RJ. Porém, como nem tudo são flores, fomos surpreendidos com um problema. Minha sogra chamou uma amiga portuguesa para nos acompanhar na viagem. Pela sua condição não precisava de visto para ingressar nos EUA. Elas sairam do RJ e fizeram conexão em SP. Despacharam as malas e no momento de ingresssarem no avião rumo à Miami a atendente da TAM perguntou onde estava o comprovante da taxa de 14 dolláres, necessária no caso de quem não tinha visto. Taxa??? Alguém lembrou de verificar se precisava de algo??? Não! Conclusão: a portuguesa não pode embarcar. Ficou retida. Minha sogra e tia vieram preocupadas com ela, que tinha afirmado que ia desistir da viagem, embora tudo estivesse pago, inclusive o cruzeiro.
Quando chegamos em Miami ficamos sabendo desta confusão. Detalhe: do grupo todo, apenas o meu esposo falava inglês. Fomos então nos informar com a TAM se a portuguesa tinha conseguido embarcar em outro voo, até porque a minha sogra tinha retirado a mala dela na esteira (olha a fragilidade da segurança), porém a TAM se negava a dar informações, alegando privacidade. Tentamos ligar para o Brasil, em busca de informações, até porque no dia seguinte todos nós íriamos embarcar em um cruzeiro, inclusive a portuguesa. Não conseguimos contato. Perdemos muito tempo com isso. Desistimos e fomos alugar o carro.
Pegamos o metro e chegamos na Budget. Alugamos um Chevrolet Impala e demos graças a Deus, naquele momento, pela portuguesa não estar ali, pois o carro quase não comportou todas as malas (4 malas médias + 1 mala de mão). Em função disso, fomos direto para o nosso hotel (Ramada Miami Airport). Optamos por este hotel em função do preço, já que ficaríamos apenas uma noite. Pelas fotos tinha a impressão que o hotel não era muito seguro, mas não é verdade. O hotel tem uma recepção. Foi todo reformado. Quartos limpos. Bom café da manhã. Só deixando a desejar por não ter elevador, frigobar ou microondas, o que acho fundamental para quem vai ficar mais de um dia. No nosso caso, o hotel cumpriu bem o seu papel, pois só chegamos lá para dormir, mas subir as escadas com as malas quase vazias foi chatinho, imagina com elas cheias.
Fizemos o check-in, deixamos as malas no quarto e fomos ao Wall mart comprar itens básicos (shampoo e condicionador John Frieda= 5 dolláres cada um; creme hidratante Cetraphil= 10 dolláres o pote; entre outros itens como barbeador, espuma, protetor solar e água).
Saindo do Wall Mart fomos para a Best Buy que fica próxima ao Dophin Mall, porém não tinha a câmera que eu desejava. Minha Tia comprou controles para video game por 50 dolláres cada e retornamos para o shopping. Todos estavam com muita fome. Nos dirigimos para o Cheesecake Factory, mas a fila de espera era de 40 minutos. Não tínhamos condição de esperar. Resolvemos partir para o nosso socorro em Orlando: Pizza Hut. Após a refeição voltamos para o hotel.

Mario Martins
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 17/09/2012
 
 
Res: 1º Dia: Saída de Brasília e chegada em Miami
postado por: Mario Martins

 mensagem postada em 23/11/2014 - 16:11:45hs
 


1º Dia: 7/11 (Sexta-feira): Ida para Miami
O grande dia chegou. Embora fosse a nossa terceira viagem para a Terra da Magia, desta vez tinha um significado especial, já que iríamos fazer o enxoval do nosso baby. O nosso voo partia às 11:32 de Brasília. Acordamos cedinho, tomamos nosso café e partimos para o aeroporto.
Essa foi a primeira vez que fizemos uma viagem internacional pela TAM. Adorei a experiência e não quero outra vida. Sei que ao fazer uma vigem deste porte priorizamos o preço, mas planejando a sua viagem com antecedência dá para economizar. No nosso caso, voamos com milhas, o que tornou tudo mais econômico.
Voltando para o relato do voo. Comparado a America Airlines e Delta, na minha opinião, a TAM ganhou em disparado. Fomos muito bem atendidos no check-in. O voo saiu na hora correta. O espaço entre as poltronas era confortável. Toda a tripulação falava português e eles eram muito educados. Cada poltrona tinha a sua tela com o entretenimento. Na poltrona tinha um kit com manta, meia, pente, escova de dentes, pasta e caneta. Quanto a alimentação, comparada às outras companhias que já experimentei achei melhor, talvez só deixe à desejar no quesito quantidade.
O voo foi tranquilo, com poucas turbulências. Chegamos em Miami, por volta de 16:20 (horário de Miami) e fomos logo dirigidos à imigração. As filas estavam grandes. O rapaz pegou os nossos passaportes, conferiu e perguntou o motivo da viagem. Em seguida registramos os dedos na máquina e fomos liberados. Saindo desta área chegamos ao local para a retirada das malas, que já estavam fora da esteira. Passamos por outro controle onde entregamos o formulário.
Nos encontramos com a nossa família (tia e sogra) que tinham chegado um pouco antes do RJ. Porém, como nem tudo são flores, fomos surpreendidos com um problema. Minha sogra chamou uma amiga portuguesa para nos acompanhar na viagem. Pela sua condição não precisava de visto para ingressar nos EUA. Elas sairam do RJ e fizeram conexão em SP. Despacharam as malas e no momento de ingresssarem no avião rumo à Miami a atendente da TAM perguntou onde estava o comprovante da taxa de 14 dolláres, necessária no caso de quem não tinha visto. Taxa??? Alguém lembrou de verificar se precisava de algo??? Não! Conclusão: a portuguesa não pode embarcar. Ficou retida. Minha sogra e tia vieram preocupadas com ela, que tinha afirmado que ia desistir da viagem, embora tudo estivesse pago, inclusive o cruzeiro.
Quando chegamos em Miami ficamos sabendo desta confusão. Detalhe: do grupo todo, apenas o meu esposo falava inglês. Fomos então nos informar com a TAM se a portuguesa tinha conseguido embarcar em outro voo, até porque a minha sogra tinha retirado a mala dela na esteira (olha a fragilidade da segurança), porém a TAM se negava a dar informações, alegando privacidade. Tentamos ligar para o Brasil, em busca de informações, até porque no dia seguinte todos nós íriamos embarcar em um cruzeiro, inclusive a portuguesa. Não conseguimos contato. Perdemos muito tempo com isso. Desistimos e fomos alugar o carro.

(mensagem de TayaneRibei)


Tayaneribei, fiquei confuso! Ao mesmo tempo que elogia a TAM faz duras críticas quanto a segurança da empresa que vetou embarque de um passageiro porém não retirou sua mala do voo.

Ernanimafra
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 24/08/2013
 
 
Res: Envio de fotos
postado por: Ernanimafra

 mensagem postada em 23/11/2014 - 18:11:39hs
 

Amigos, não estou conseguindo postar as fotos no meu relato. Alguém poderia me orientar em como fazer isso?
(mensagem de TayaneRibei)


Oi Tayane... você pode adicionar fotos através do fb, que as fotos devem estar em um álbum do seu perfil no fb. Depois você marca a foto desejada com o botão direito do mouse e copia a URL e em seguida cola aqui no seu relato...

Tem esse video oficial ensinando sobre fotos no VPO

https://www.youtube.com/watch?v=hvKvZge4QYE#sthash.5Y0y6s7s.dpuf

 
Walt Disney World Resort tem o tamanho da cidade de São Francisco ou o dobro do tamanho de Manhattan.