Orlando Tickets Online
 

Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
Rodrigo Bolina
 
Membro
 
 
Rio de Janeiro - Rj
 
Inscrição: 24/06/2012
 
 
GIG dia 18/05
postado por: Rodrigo Bolina

 mensagem postada em 20/05/2013 - 14:05:06hs
 

cheguei dia 18/05 pelo rio de janeiro.
a fila do free shop estava mais cheia do que a alfandega rsrs, fui ao free shop só pra pegar umas encomendas de bebidas que fiz, talvez tenha demorado uns 15 minutos lá dentro.

após fui para o nada declarar morrendo de medo porque estava com um laptop e um gps que comprei lá, sem falar que comprei muitas coisa que ultrapassou o limite de U$500 porém como nada era tão absurdo assim fui na cara e coragem.

ao chegar na fila não tinha ninguém, e o agente logo que me viu levantou da cadeira e eu disse logo a frase: FU...rsrsrsrs

mais logo ele mandou eu seguir em direção a saída sem problemas...não tinha como saber se alguém foi mandado pro raio x porque tava vazio mesmo.

agora tô de laptop novo rsrsrs

Pedro Meneguelli
 
Membro
 
 
Florianopolis - Sc
 
Inscrição: 09/05/2013
 
 
GIG 21/05
postado por: Pedro Meneguelli

 mensagem postada em 22/05/2013 - 10:05:51hs
 

Bom dia!

Ontem voltei pelo Rio. Haviam poucas pessoas na fila, mas estavam parando muita gente. Eu havia preenchido uma declaração no avião, pois pensava realmente em declarar o violão que eu trouxe. Mas na hora de entrar na fila, um dos funcionarios do aeroporto me disse que não precisava declarar pq era de uso pessoal.
Resultado, fui na fila do nada a declarar e fui parado. Me mandaram pro Raio-X e o fiscal, muito educado por sinal, foi direto no violão. Mostrei a nota pra ele de U$ 1000,00 e ele disse que eu tinha q pagar o imposto total. Foi então que mostrei a ele a declaração preenchida, provando que eu tinha mesmo a intenção de declarar o instrumento. Ele foi muito gentil e liberou que eu pagasse o imposto como se eu tivesse declarado. Ou seja U$ 250,00.

O que achei curioso é que mesmo passando pelo raio-x, eles não viram a minha câmera, as 3 lentes e 2 iphones que estavam dentro da mala.

Talvez vir com uma coisa grande que realmente chame atenção valha a pena. Não sei. Mas tive a impressão de que declarar é sempre o melhor. Ser parado foi bem constrangedor. Tinha gente com 4 malas enormes cheias de roupas e eletronicos, sendo taxadas em R$ 3000,00. E TODOS os fiscais, me pareceram muito educados e flexíveis.

Boa sorte!

Renata Lelles
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 24/03/2011
 
 
GIG dia 17/05
postado por: Renata Lelles

 mensagem postada em 22/05/2013 - 11:05:28hs
 

Cheguei bem cedo pela Copa. Na hora estava chegando mais dois vôos, um da França e outra da Itália. Eu não trouxe eletronicos, só muuuuuuuuuuuuuita roupa e brinquedos e baboseiras.

Fui na fila do nada a declarar e a fiscal perguntou qual vôo...qdo falei da copa...mandaram a gente direto pro raiox. Passamos todas as malas e nos liberaram. Todo mundo que vinha de Orlando acho que estava sendo parado...mas não vi ninguem com mala aberta nem sendo taxado.

Na hora só lembrava do caso que li aqui do rapaz que tinha 166 peças de roupas....bem, eu contei as minhas....deu quase 70 kkkkkk...juntando mais marido e filho...acho que dava umas 120.....kkkkk

Isabella Cunha
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 02/03/2010
 
 
GIG - 20/05
postado por: Isabella Cunha

 mensagem postada em 22/05/2013 - 20:05:48hs
 

Chegamos na segunda de manhã no Rio pela TAM e o que vi foi uma fila enorme no nada a declarar. Muita gente sendo parada e quem passava sem ir para o raio x, pelo que vi, foi por ter uma quantidade de malas compatível com cada pessoa ou família. Fomos a 3 lugares diferentes nessa viagem e éramos 5 pessoas, sendo que uma era criança. Voltamos com 7 malas e minha mãe que estava com apenas 1 passou primeiro, o fiscal a liberou de cara mas quando chegou minha vez, perguntou se eu estava sozinha, eu disse que não e que estava com mais 4 pessoas. Mostrei até aonde estava minha família, minha cunhada e irmão vinham logo atrás de mim e ele nos liberou.
O que sempre percebi é que eles são muito coerentes, vêem a quantidade de malas e se não há exageros eles liberam.

Thiago Queiroz de Brito
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 12/05/2013
 
 
Res: GIG 21/05
postado por: Thiago Queiroz de Brito

 mensagem postada em 23/05/2013 - 08:05:09hs
 

Bom dia!

Ontem voltei pelo Rio. Haviam poucas pessoas na fila, mas estavam parando muita gente. Eu havia preenchido uma declaração no avião, pois pensava realmente em declarar o violão que eu trouxe. Mas na hora de entrar na fila, um dos funcionarios do aeroporto me disse que não precisava declarar pq era de uso pessoal.
Resultado, fui na fila do nada a declarar e fui parado. Me mandaram pro Raio-X e o fiscal, muito educado por sinal, foi direto no violão. Mostrei a nota pra ele de U$ 1000,00 e ele disse que eu tinha q pagar o imposto total. Foi então que mostrei a ele a declaração preenchida, provando que eu tinha mesmo a intenção de declarar o instrumento. Ele foi muito gentil e liberou que eu pagasse o imposto como se eu tivesse declarado. Ou seja U$ 250,00.

O que achei curioso é que mesmo passando pelo raio-x, eles não viram a minha câmera, as 3 lentes e 2 iphones que estavam dentro da mala.

Talvez vir com uma coisa grande que realmente chame atenção valha a pena. Não sei. Mas tive a impressão de que declarar é sempre o melhor. Ser parado foi bem constrangedor. Tinha gente com 4 malas enormes cheias de roupas e eletronicos, sendo taxadas em R$ 3000,00. E TODOS os fiscais, me pareceram muito educados e flexíveis.

Boa sorte! (mensagem de Pedro Meneguelli)


Minha dúvida é essa: vou trazer um iphone 5 pra uso pessoal e mt roupa (pra mim e pra familia - pai, mãe, sobrinhas..) e fico na dúvida se vou para a fila de quem declara.. pois o iphone é para uso pessoal e as roupas tb (muitas ja vão estar usadas, pois comprei pra mim e já irei usando no dia a dia la em Miami e Orlando)..

Patrícia Parra
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 17/10/2012
 
 
Res: Res: GIG 21/05 - THIAGO
postado por: Patrícia Parra

 mensagem postada em 23/05/2013 - 08:05:02hs
 

Bom dia!

Ontem voltei pelo Rio. Haviam poucas pessoas na fila, mas estavam parando muita gente. Eu havia preenchido uma declaração no avião, pois pensava realmente em declarar o violão que eu trouxe. Mas na hora de entrar na fila, um dos funcionarios do aeroporto me disse que não precisava declarar pq era de uso pessoal.
Resultado, fui na fila do nada a declarar e fui parado. Me mandaram pro Raio-X e o fiscal, muito educado por sinal, foi direto no violão. Mostrei a nota pra ele de U$ 1000,00 e ele disse que eu tinha q pagar o imposto total. Foi então que mostrei a ele a declaração preenchida, provando que eu tinha mesmo a intenção de declarar o instrumento. Ele foi muito gentil e liberou que eu pagasse o imposto como se eu tivesse declarado. Ou seja U$ 250,00.

O que achei curioso é que mesmo passando pelo raio-x, eles não viram a minha câmera, as 3 lentes e 2 iphones que estavam dentro da mala.

Talvez vir com uma coisa grande que realmente chame atenção valha a pena. Não sei. Mas tive a impressão de que declarar é sempre o melhor. Ser parado foi bem constrangedor. Tinha gente com 4 malas enormes cheias de roupas e eletronicos, sendo taxadas em R$ 3000,00. E TODOS os fiscais, me pareceram muito educados e flexíveis.

Boa sorte! (mensagem de Pedro Meneguelli)


Minha dúvida é essa: vou trazer um iphone 5 pra uso pessoal e mt roupa (pra mim e pra familia - pai, mãe, sobrinhas..) e fico na dúvida se vou para a fila de quem declara.. pois o iphone é para uso pessoal e as roupas tb (muitas ja vão estar usadas, pois comprei pra mim e já irei usando no dia a dia la em Miami e Orlando).. (mensagem de thiago queiroz de brito)


Não há problema em trazer consigo um iphone 5, pois é para seu uso pessoal.

Quanto às roupas, tome a cautela de tirar as etiquetas, pois assim pode ser que configure "uso pessoal" durante sua estadia nos EUA.

Thiago Queiroz de Brito
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 12/05/2013
 
 
Res: Res: Res: GIG 21/05 - THIAGO
postado por: Thiago Queiroz de Brito

 mensagem postada em 23/05/2013 - 08:05:36hs
 

Bom dia!

Ontem voltei pelo Rio. Haviam poucas pessoas na fila, mas estavam parando muita gente. Eu havia preenchido uma declaração no avião, pois pensava realmente em declarar o violão que eu trouxe. Mas na hora de entrar na fila, um dos funcionarios do aeroporto me disse que não precisava declarar pq era de uso pessoal.
Resultado, fui na fila do nada a declarar e fui parado. Me mandaram pro Raio-X e o fiscal, muito educado por sinal, foi direto no violão. Mostrei a nota pra ele de U$ 1000,00 e ele disse que eu tinha q pagar o imposto total. Foi então que mostrei a ele a declaração preenchida, provando que eu tinha mesmo a intenção de declarar o instrumento. Ele foi muito gentil e liberou que eu pagasse o imposto como se eu tivesse declarado. Ou seja U$ 250,00.

O que achei curioso é que mesmo passando pelo raio-x, eles não viram a minha câmera, as 3 lentes e 2 iphones que estavam dentro da mala.

Talvez vir com uma coisa grande que realmente chame atenção valha a pena. Não sei. Mas tive a impressão de que declarar é sempre o melhor. Ser parado foi bem constrangedor. Tinha gente com 4 malas enormes cheias de roupas e eletronicos, sendo taxadas em R$ 3000,00. E TODOS os fiscais, me pareceram muito educados e flexíveis.

Boa sorte! (mensagem de Pedro Meneguelli)


Minha dúvida é essa: vou trazer um iphone 5 pra uso pessoal e mt roupa (pra mim e pra familia - pai, mãe, sobrinhas..) e fico na dúvida se vou para a fila de quem declara.. pois o iphone é para uso pessoal e as roupas tb (muitas ja vão estar usadas, pois comprei pra mim e já irei usando no dia a dia la em Miami e Orlando).. (mensagem de thiago queiroz de brito)


Não há problema em trazer consigo um iphone 5, pois é para seu uso pessoal.

Quanto às roupas, tome a cautela de tirar as etiquetas, pois assim pode ser que configure "uso pessoal" durante sua estadia nos EUA. (mensagem de Patrícia Parra)



Vou fazer isso, tirar etiqueta de tudo, não trazer caixa de nada... e rezar pra alfandega não frescar hehehehe

Macsouza
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 11/04/2013
 
 
Res: Res: Manaus
postado por: Macsouza

 mensagem postada em 23/05/2013 - 08:05:32hs
 

Em Manaus, considero a alfândega mais rígida do que SP, mas nada absurdo. Eles procuram mais eletro-eletrônicos, claro que pessoas sozinhas, com muitas bagagens chama atenção (quando é uma família com criança é compreensível ter mais bagagens), mas acredito que aqueles sacolões enormes típicos de quem traz "muamba" chama mais.

Já desembarquei em Manaus mais de 10x vindo do exterior e só uma vez me mandaram para a fila do declarar (Em SP já devo ter desembarcado tb uma 10x e o fiscal mal olhou para minha cara...rs), eu estava só e com sacolão...Eu tinha 10 bonecas de pano da Ariel para o aniversário das minhas filhas, além de outros brinquedos, mas eles só se interessam pela procedência do meu Ipad (comprado no Brasil) e do meu PC (corporativo e também comprado no Brasil), roupas, brinquedos e as bonecas eles não encrencaram.

De qualquer forma eu não havia declarado as bonecas porque foi U$10,00 cada uma, provavelmente ultrapassei a quota em roupas (com certeza...rs), mas todas para uso pessoal, então confesso que realmente não declarei nada.

No lado de declarar, eles agora têm um raio X para pessoa, não só para mala, então para os que costumavam vir com 3 iphones no bolso, agora é complicado se mandarem para fila de declarar.

Qualquer dúvida é só falar.

Diiego Fagundes
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 20/02/2013
 
 
Res: Res: Manaus
postado por: Diiego Fagundes

 mensagem postada em 23/05/2013 - 10:05:48hs
 

Raquele e Ana Carolina, voltei por Manaus dia 20/05/2013, e foi bem tranquilo. Estava com uma mala grande e uma pequena, minha esposa com uma média e uma pequena, e perguntei ao fiscal em qual delas eu deveria passar, ele me mandou para o nada a declarar.

Já a pessoa que ia na minha frente não teve a mesma sorte, o fiscal mandou ela para o raio-x e perguntou se tinha mais alguém da familia para passar. Ela estava com duas malas grandes, a mala pequena e mais uma bolsa. Ví algumas pessoas com mais de duas bagagens sendo destinadas ao raio-x, mas também ví outras com pouca bagagem na fila.

Diego

Marcelle Cirne
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 24/10/2011
 
 
Brasília
postado por: Marcelle Cirne

 mensagem postada em 24/05/2013 - 10:05:25hs
 

Pessoal,

Bom dia!
Alguém tem notícias da alfândega em Brasília? Soube de uma moça que teve sua mala apreendida, sem ter chance sequer de pagar o imposto, porque veio cheia de coisa para vender. Queria saber se foi falta de sorte ou se a marcação lá está cerrada mesmo.

Em agosto, vou para Miami passar oito dias e queria comprar muita roupa de bebê, pois tenho uma lojinha no facebook. Mesmo se eu tirar a etiqueta de tudo, é muito arriscado?

 
A estátua de Walt Disney segurando a mão do Mickey (The Partners Statue - Magic Kingdom) foi criada por Blaine Gibson. O artista ao esculpir o rosto de Walt buscou representá-lo sorrindo observando as pessoas felizes desfrutando o parque.