Walt Disney World - FastPass+ - Atrações - Necessidade

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Disney para portadores de necessidades especiais II

 mensagem postada em 03/03/2015 - 10:03:26hs
 
 

Disability Access Service Card ou mais conhecido como DAS Card
O DAS Card é um cartão que oferece acesso prioritário a atrações aos visitantes que apresentam dificuldade em esperar na fila por conta de uma condição física ou mental preexistente. É importante ressaltar que o fato de se usar cadeira de rodas, ou ter uma restrição na visão por exemplo, não dão direito ao DAS Card, já que grande parte das filas e atrações dos parques da Disney são acessíveis, com rampas, elevadores e recursos para a compreensão do show/brinquedo.



Para aqueles visitantes que necessitam de acesso prioritário a uma determinada atração, o DAS Card pode ser obtido no balcão do Guest Relations de cada um dos parques, no primeiro dia de visita. Para usar, logo que chegar no parque, se dirija até o Guest Relations e diga ao atendente que você ou alguma pessoa do seu grupo, possuí dificuldades em esperar na fila das atrações. O atendente vai pedir mais informações, como por exemplo qual é a condição do visitante e se avaliar necessário, irá emitir o DAS Card. Em tempo, todos os funcionários da Disney, especialmente os do Guest Relations, estão preparados e treinados para avaliar cada caso e recomendar acessos alternativos, quando necessário.

Para imprimir o cartão, o atendente irá tirar na hora uma foto do visitante portador da necessidade especial (se não estiver confortável com isso, você mesmo poderá tirar a foto dele ou dela). Além disso, irá anotar dados como por exemplo o período da sua viagem, a idade do visitante e a condição do visitante.

Logo após imprimir o cartão, o atendente do Guest Relations irá te perguntar em qual atração você deseja ir primeiro. Com isso, ele/ela irá checar o tempo atual de fila da atração e anotar o no DAS Card um horário para que você possa entrar. Se a fila tiver duração de menos de 10 minutos, basta apresentar o DAS Card na entrada da atração e acessá-la pela fila do Fastpass+ ou entrada alternativa em alguns casos. Caso a duração da fila for maior do que isso, o horário de retorno será sempre 10 minutos antes do horário que você entraria se estivesse na fila do brinquedo naquele momento. Matemática confusa?
Em dias de parque super cheios, como por exemplo, nos meses de Junho e Julho, e também em Dezembro, os horários de retorno podem ser de até 20 minutos antes da duração da fila normal.
Depois de ir na primeira atração, basta dirigir-se até a entrada da segunda e apresentar o DAS Card para que o funcionário que fica na porta possa anotar o seu horário de retorno, considerando a mesma regra acima. A cada entrada, o funcionário da atração irá riscar a linha em que foi anotada o horário de retorno para que você e a Disney possam ter o controle.

Algumas dicas para o uso do DAS Card
– No Guest Relations, seja bem específico em explicar a necessidade especial que o visitante possuí, para que o atendente possa detalhá-la no cartão e evite que você tenha que responder dezenas de vezes durante o dia a razão pela qual você tem o DAS Card.
– Enquanto espera o horário de retorno na atração, aproveite para passear pelo parque, conhecer as lojas, os restaurantes e ir nas atrações e shows com pouco tempo de fila. O tempo de retorno anotado no cartão é inicial e você pode voltar em qualquer horário após o anotado.
– Todo o seu grupo, terá acesso prioritário a atração, sempre que o visitante dono do benefício estiver junto. Não adianta tentar entrar com o cartão, sem que o visitante não esteja lá. Se o funcionário que verifica o DAS Card desconfiar que você está o DAS Card e outra pessoa que não está junto, poderá fazer perguntas e negar o acesso.
– Você pode repetir as atrações quando quiser e os pontos para conhecer e tirar foto com os personagens também são elegíveis para acesso prioritário.
– Chegar no parque cedo ajuda muito já que as filas tentem a ser bem pequenas nas primeiras duas horas do dia.
– Todos os visitantes do seu grupo continuam tendo direito ao Fastpass+ que pode ser usado normalmente no decorrer do dia.

Meu filho/filha/irmã/irmão/etc é portador de determinada síndrome ou restrição. Tenho direito ao DAS Card?
Como dissemos acima, depende da avaliação do Guest Relations. A regra geral é a capacidade do visitante de esperar (em pé ou sentado) a fila de uma atração. Mas a emissão do cartão vai depender da análise feita pelo funcionário da Disney.

Orlando é uma cidade que se propõe a ser um destino inesquecível para todos e oferece muitos recursos especiais a quem necessita. Pesquise, pergunte e não deixe de curtir a terra da magia que foi feita a todos. Mais informações sobre a acessibilidade do Walt Disney World Resort, podem ser obtidas nos telefones +1 (407) 824-4321 (voz), +1 (407) 827-5141(TTY).

 


 
Disney para portadores de necessidades especiais

 mensagem postada em 03/03/2015 - 10:03:05hs
 
 

Como um dos destinos turísticos mais visitados do mundo, a Walt Disney World em Orlando está preparada para receber todos os visitantes, e uma das questões que mais nos perguntam aqui no Vai Pra Disney é sobre a inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais dentro dos parques. Você encontrará, abaixo, informações detalhadas sobre o Disability Access Service (DAS) que a Disney implementou no ano passado e como tornar a viagem para a terra da magia mais proveitosa a todos.

Logo na entrada de cada parque, você irá encontrar um mapinha especial com informações de acesso adaptado para os diferentes tipos de restrições que uma pessoa pode ter, como por exemplo restrições motoras, auditivas, visuais e cognitivas. Nele estão destacadas informações relvantes sobre os recursos e facilidades oferecidos dentro dos parques. Entre eles destaco:

Locais para locação de cadeiras de rodas e carrinhos elétricos (chamados de ECVs ou Scooters) Mapas e guias em braile; Equipamentos de narração para atrações e shows; Equipamentos de legendas para algumas atrações e shows; Cartões explicativos disponíveis para a grande maioria das atrações; Interpretação das atrações em língua de sinais (disponível de acordo com uma agenda preestabelecida); Vagas reservadas nos estacionamentos; Banheiros acessíveis e de uso acompanhado; Saídas de emergência, bem como procedimentos de evacuação para portadores de necessidades especiais.

A primeira coisa a se fazer é se dirigir a um balcão do Guest Relations, na entrada de cada parque, para se informar mais sobre como o parque é acessível para cada tipo de restrição. Como é de se imaginar, a Disney está super preparada para lidar com diferentes tipos de necessidades especiais e os funcionários são bem solícitos e compreensivos em cada caso. Vale lembrar que em todos os Guest Relations, você conta com funcionários brasileiros ou que falem português para lhe auxiliar.

(continua)

 


 
Res: Criança com TDAH e TOD

 mensagem postada em 03/03/2015 - 10:03:26hs
 
 

Boa noite a todos, é um prazer estar de volta!
Pretendo fazer minha terceira viagem a Orlando este ano e queria levar meu filho de 8 anos portador de TDAH e TOD. Ele toma medicamentos controlados e tem, como toda criança como ele, dificuldade de se socializar e resistir a longos períodos de espera, como instabilidade no comportamento.
Alguém poderia me informar se os parques oferecem algum atendimento especial para crianças com esse tipo de transtorno? Procurei no site oficial e há informações somente sobre deficiências fisicas. Obrigada!
(mensagem de Emanuela Seabra)


Emanuela,

"É comum que crianças com Perturbação de hiperatividade e déficit de atenção (PHDA ou TDAH) apresentem também outros problemas. As patologias que surgem habitualmente associadas à PHDA são os comportamentos de desafio e oposição, ansiedade, transtornos de conduta, tiques e perturbações do humor. Assim, os comportamentos de oposição constituem a maior percentagem de casos.
O transtorno de oposição e desafio (TOD) pode ser definido como um padrão persistente de comportamentos negativistas, hostis, desafiadores e desobedientes observados nas interações sociais da criança com adultos e figuras de autoridade de uma forma geral, sejam pais, tios, avós ou professores. As crianças com TOD facilmente perdem a paciência, discutem com os adultos, desafiam e recusam obedecer a solicitações ou regras, incomodam deliberadamente os outros, não assumem os seus erros e estão quase sempre irritadas. Devido aos sintomas mencionados, existe nestas crianças ou adolescentes um prejuízo significativo no funcionamento social e acadêmico. Estão constantemente envolvidas em discussões e são muitas vezes rejeitadas pelos colegas de escola, o que lhes traz problemas ao nível da auto-estima. Os sintomas iniciam-se antes dos oito anos de idade e esta perturbação apresenta-se, em número significativo de casos, como um precursor do transtorno de conduta, forma mais grave de perturbação disruptiva do comportamento.
O conhecimento de certas estratégias comportamentais pode ajudar muitos pais a corrigirem hábitos que, de uma maneira ou de outra, acabam por contribuir para o aumento da tensão familiar."

O que os pais não devem fazer:

• Dar ordens á distância ;
• Dar ordens vagas;
• Dar ordens complexas;
• Dar ordens com antecedência;
• Dar ordens acompanhadas de muitas explicações;
• Dar ordens sob a forma de pergunta;
• Dar ordens em tom ameaçador.

SDS,
Roberval


PS.: Mais informações sobre a acessibilidade do Walt Disney World Resort, podem ser obtidas nos telefones +1 (407) 824-4321 (voz), +1 (407) 827-5141 (TTY).

 


 
Criança com TDAH e TOD

 mensagem postada em 03/03/2015 - 00:03:54hs
 
 

Boa noite a todos, é um prazer estar de volta!
Pretendo fazer minha terceira viagem a Orlando este ano e queria levar meu filho de 8 anos portador de TDAH e TOD. Ele toma medicamentos controlados e tem, como toda criança como ele, dificuldade de se socializar e resistir a longos períodos de espera, como instabilidade no comportamento.
Alguém poderia me informar se os parques oferecem algum atendimento especial para crianças com esse tipo de transtorno? Procurei no site oficial e há informacoes somente sobre deficiências fisicas.
Obrigada!

 


 
Res: Ingressos OTO

 mensagem postada em 02/03/2015 - 16:03:32hs
 
 

Comprei meus ingressos na OTO, consigo marcar o fastpass?
(mensagem de Sabrina L.M.Q.)


Prezada Sabrina,

Após efetuar a aquisição dos seus ingressos na empresa Orlando Tickets Online para poder fazer o agendamento do FASTPASS+ você deve escrever para eles, geralmente para o e-mail contabilidade@orlandoticketsonilne.com.br ou reservas@orlandoticketsonline.com.br, e solicitar o número do seu ingresso.

Com o decantado número em mãos você poderá fazer o seu cadastramento no site MyDisneyExperience.com (caso já não tenha) e fazer o agendamento.

Lembrando que os hóspedes de resorts do Walt Disney World podem fazer seleções FASTPASS+ até 60 dias antes de sua visita, para cada dia de ingresso válido para o parque. Já os visitantes com passe anual e os diários da Disney (que não se hospedam em um hotel/resort Walt Disney World) podem fazer seleções FASTPASS+ até 30 dias antes de sua viagem.

Um forte abraço,
Luiz Carlos ºoº

 


 
Res: Fastpass

 mensagem postada em 02/03/2015 - 10:03:12hs
 
 

Danielle,

se só aparecem os próximos 30 dias significa que ele não reconhece ainda sua reserva em hotel da Disney (talvez, só seus ingressos).
Assim, você deve "linkar" a reserva do hotel Disney à sua conta do My Disney Experience. Só após fazer isso você terá acesso aos 60 dias seguintes.
Se não tiver o código, já li por aqui que pode pedir para te enviarem.
Abraço.

 


 
Fastpass

 mensagem postada em 27/02/2015 - 08:02:54hs
 
 

Ola, tudo bem?

Estou i do novamente em maio e nunca prestei atencao que poderia marcar os fastpass com 60 dias de antecedencia por estar em um hotel dentro da disney. Semana que vem ja poderia marcar mas, mesmo estando logada no meu my disney experience, so aparece disponivel 30 dias. Alguem sabe me dizer o que fazer???
Obrigada!!!

 


 
Res: Marcar FASTPASS com voucher

 mensagem postada em 30/01/2015 - 08:01:47hs
 
 

Roberta,

É possível sim marcar os FP's com voucher.
Você precisar em primeiro lugar criar uma conta no My Disney Experience, cadastrar os convidados, e depois vincular o voucher como se fossem tickets. Ele pedirá para escolher quem são as pessoas a serem associadas e confirmar.
Depois que você tiver vinculado, em notifications aparecerá as mensagens informando que teve sucesso.
Aguarde 30 dias antes de cada parque para marcar os fastpass.
Quando você trocar o voucher pelos ingressos, eles automaticamente estarão vinculados à sua conta. E os fastpass gravados.
Fiz assim em minha última viagem, e deu tudo certo.

Pessoal, comprei os ingressos da Disney com uma operadora, e ao invés do ingresso, ganhei um voucher para trocar lá na porta. Dessa forma não terei como marcar o fastpass??
(mensagem de ROBERTA MAIA)



(mensagem de Leandro Delazari)


Bom dia Pessoal.

Eu também fiz dessa forma e funcionou perfeitamente!!
Uma dica é utilizar o aplicativo de celular, que é muito mais fácil e prático.

 


 
Res: Marcar FASTPASS com voucher

 mensagem postada em 29/01/2015 - 22:01:01hs
 
 

Roberta,

É possível sim marcar os FP's com voucher.
Você precisar em primeiro lugar criar uma conta no My Disney Experience, cadastrar os convidados, e depois vincular o voucher como se fossem tickets. Ele pedirá para escolher quem são as pessoas a serem associadas e confirmar.
Depois que você tiver vinculado, em notifications aparecerá as mensagens informando que teve sucesso.
Aguarde 30 dias antes de cada parque para marcar os fastpass.
Quando você trocar o voucher pelos ingressos, eles automaticamente estarão vinculados à sua conta. E os fastpass gravados.
Fiz assim em minha última viagem, e deu tudo certo.

Pessoal, comprei os ingressos da Disney com uma operadora, e ao invés do ingresso, ganhei um voucher para trocar lá na porta. Dessa forma não terei como marcar o fastpass??
(mensagem de ROBERTA MAIA)


 


 
Compartilhar fastpass+ com amigos e familias que ficarão fora do complexo

 mensagem postada em 21/01/2015 - 10:01:36hs
 
 

Vou tentar explicar com mais calma e peço desculpas pela demora ao postar.

Comecei a planejar minha viagem em agosto do ano passado. Resolvi ficar fora do complexo pelo custo beneficio mesmo.

Para começar a explicar vou tentar falar quem vai viajar comigo:

A) Na minha viagem vai minha esposa (Janceline) minha filha (Melissa) e eu (José), sairei aqui dia 13/03 fazendo o primeiro parque dia 15/03 sendo que dia 16/03 não irei a parque e sim as compras retornando aos parques dia 17/03.

B) Meu amigo resolveu ir junto e fará o primeiro parque dia 17/03, ele vai ficar no complexo Disney, vai junto com sua esposa (Deisy), sua filha (Laura) e ele (Thiago).

C) Além disso, vai outro amigo, mas este só chegará no dia 25/03 e também ficará no complexo Disney, irá com sua Esposa (Lidiane), sua filha (Rafaela) e ele (Marcus).

A Família "B", comprou o Memory Maker e compartilhou com todos que irão juntos, ou seja , Família “A” e Família “B”, pelo menos é o que consta na minha reserva no app do my disney experience.

Como o primeiro dia de parque da família "B", é dia 17/03 eles já podem marcar seus fast passes.

Ressalto que quando abriu a possibilidade para ele marcar seus fast pass eu pelo minha conta poderia marcar para eles e não para mim.

Então de imediato ele marcou os fast pass para sua família. E Nos passou todos as opções marcadas por ele para nós por e-mail, informando que não conseguiu marcar para todos.

Aí começou a saga de fuçar no app, e descobrimos que se copiar os fastpass para todos os membros da família e amigos todos terão os mesmo fast pass.

Vou tentar explicar com calma.

Aqui na foto a baixo estão meus fast pass marcados, lembrando que eu não posso marcar fast pass pois ainda faltam mais de 30 dias para minha viagem:



Na imagem abaixo vou dar o exemplo do fast pass marcado para o parque animal kingdom no dia 17/03.



Já nas próximas duas imagens demonstram que a atração “its thoug to a bug” está marcada para 6 pessoas, ou seja, os 3 da família do Thiago, ou seja, Família “B” e 3 pessoas da minha família, ou seja, Família “A”.






Agora vou tentar explicar como ele fez:

Ele, o Thiago, da família B, entrou no app dele, onde minha conta e minha família já estavam vinculadas na conta dele e marcou os fast pass para ele.

Depois de marcado o fast pass para a Família “B”, ele entrou novamente em fast pass para copiar para seus membros da família e aparecerá está tela:



Nesta tela vc clicará em modify my existent fastpass+ selections.

Depois de clicado aparecerá está tela:



Aqui vc clicará em copy a set of fastpasses to other party members.

Depois de clicado aparecerá a tela copiar de quem, como na imagem abaixo:


Com isso vc selecionará o usuário que vc quer copiar o fast pass, por exemplo o meu José Neto, e clicará em next.

Ao clicar em next, aparecerá a tela a seguir:



Nesta tela vc só precisará selecionar para quem vc quer copiar, no caso que estamos simulando eu copiei os fast pass que estão marcados para mim e copiei e de forma grotesca colarei para o usuário que eu quiser ou para todos os guests, feito isso clica em next.


Feito isso tudo vc terá copiado para todos os seus convidados que tenham ingressos validos, inclusive para quem está fora do complexo que é o meu caso.


Fiz essa explicação bem rápida pois a correria do dia não me deixou fazer antes.

Espero que eu esteja correto nas informações.

 


 
 
Com a expansão da área de Fantasyland (Nova Fantasyland) o projeto original que tinha 10 hectares dobrou de tamanho passando a ter 21 hectares.