Embarque - Desembarque - Imigração

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Bateria do Celular x entrada nos EUA

 mensagem postada em 25/07/2014 - 09:07:48hs
 
 

Amigos,
Com a recente mudança na regra de entrada aos EUA, que exige que tenhamos carga em nossos celulares, me preocupa esta questão..afinal, temos que estar no aeroporto com umas 3 horas de antecedência do voo (para ter tranquilidade), se adicionarmos a isto as 10 botas de voo (eu vou direto para NY).... tendo um smartphone é praticamente impossível ter bateria suficiente se deixarmos o cel ligado enquanto no aeroporto...
A dúvida é:
Nós não podemos entrar em voos internacionais portando qq tipo de bateria, não é isso????? Esse recarregador é caracterizado como uma bateria?? Pois não me adiantaria comprar um desses e ter ele confiscado pela alfândega antes de embarcar. Obrigada pela ajuda .. Lota (mensagem de Lota Cristina)


Sim Lota,

O recarregador nada mais é do que uma potente bateria para passar um pouco de carga para a outra, do celular, que está descarregada. O negócio é levar o celular carregado e desligado, para ter carga e poder ligar somente na hora de passar pela alfândega e vistoria do TSA.
Bjs,
Alice.

 


 
Res: Bateria do Celular x entrada nos EUA

 mensagem postada em 25/07/2014 - 08:07:58hs
 
 

Pois é, Lota Cristina, eu também estou pensando nisso com relação aos ipads, meus filhos e meus sobrinhos irão com eles para se distrairem durante o voo. Vou de Copa, Porto Alegre - Panamá e depois Panamá - Orlando. Se descarregarem na ida até o Panamá, será que terei problemas com relação aos ipads?

Sei que no aeroporto do Panamá tem tomadas para os passageiros recarregarem os aparelhos, mas da última vez que passei por lá pelo menos metade delas não funcionava.

 


 
Bateria do Celular x entrada nos EUA

 mensagem postada em 25/07/2014 - 07:07:50hs
 
 

Amigos,

Com a recente mudança na regra de entrada aos EUA, que exige que tenhamos carga em nossos celulares, me preocupa esta questão..afinal, temos que estar no aeroporto com umas 3 horas de antecedência do voo (para ter tranquilidade), se adicionarmos a isto as 10 botas de voo (eu vou direto para NY).... tendo um smartphone é praticamente impossível ter bateria suficiente se deixarmos o cel ligado enquanto no aeroporto...

Pensamos em comprar um "recarregador" portátil como no da foto....

A dúvida é:

Nós não podemos entrar em voos internacionais portando qq tipo de bateria, não é isso????? Esse recarregador é caracterizado como uma bateria?? Pois não me adiantaria comprar um desses e ter ele confiscado pela alfândega antes de embarcar.

Obrigada pela ajuda ..
Lota

 


 
Res: Imgiração Miami - dúvida preferencial gestante

 mensagem postada em 21/07/2014 - 10:07:21hs
 
 

Acrescentando nos EUA não existe fila preferencial em nenhum lugar tanto para idosos ou gestantes todos vão para a fila normal. Nos parques vc tem fila preferencial apenas para deficientes e seus familiares.

 


 
Res: Imigração Miami - dúvida preferencial gestante

 mensagem postada em 21/07/2014 - 10:07:42hs
 
 

Não acredito...
Então é rezar para a fila não estar grande.... =(



CahKoto não existe fila preferencial para gestante, crianças e idosos, todos entram na mesma fila na imigração e nos EUA inteiro.


Bom dia!
Iremos fazer o nosso enxoval agora no final de agosto em Orlando, e desembarcaremos em Miami. Gostaria de saber sobre os guichês de atendimento preferencial, pois vou com meu marido e mais duas pessoas da minha família. Então, elas são atendidas junto cmg? Pois se não, tenho que esperar do mesmo jeito a fila, entendem? rs....
Se alguém já passou por essa experiência e puder compartilhar....
Obrigada
(mensagem de cahkoto)



(mensagem de Fabi Fukushima)


 


 
Res: Imgiração Miami - dúvida preferencial gestante

 mensagem postada em 21/07/2014 - 09:07:57hs
 
 

CahKoto não existe fila preferencial para gestante, crianças e idosos, todos entram na mesma fila na imigração e nos EUA inteiro.


Bom dia!
Iremos fazer o nosso enxoval agora no final de agosto em Orlando, e desembarcaremos em Miami. Gostaria de saber sobre os guichês de atendimento preferencial, pois vou com meu marido e mais duas pessoas da minha família. Então, elas são atendidas junto cmg? Pois se não, tenho que esperar do mesmo jeito a fila, entendem? rs....
Se alguém já passou por essa experiência e puder compartilhar....
Obrigada
(mensagem de cahkoto)


 


 
Imgiração Miami - dúvida preferencial gestante

 mensagem postada em 21/07/2014 - 09:07:05hs
 
 

Bom dia!
Iremos fazer o nosso enxoval agora no final de agosto em Orlando, e desembarcaremos em Miami. Gostaria de saber sobre os guichês de atendimento preferencial, pois vou com meu marido e mais duas pessoas da minha família. Então, elas são atendidas junto cmg? Pois se não, tenho que esperar do mesmo jeito a fila, entendem? rs....
Se alguém já passou por essa experiência e puder compartilhar....
Obrigada

 


 
Res: A tal da salinha de imigração

 mensagem postada em 25/06/2014 - 21:06:55hs
 
 

Nossa, eu ia morrer!!! Que tenso... E não perguntaram nada pra ele? Que coisa estranha!!!!


Resolvi começar meus relatos pelo ínicio da "aventura".
Chegamos em miami cedinho, e fomos pra fila da imigração.

Meu namorado foi primeiro e eu fiquei aguardando. Eu o vi apontando pra mim, provavelmente perguntaram com quem ele tava. Sei que logo depois vi ele andando e não era pra onde ficam as malas.

Fui ao guiche, o oficial perguntou "vc está com aquele senhor né?", respondi que sim. Ele conferiu minhas digitais, tirou minha foto, perguntou quantos dolares eu tinha, com o que eu trabalhava e carimbou meu passaporte e disse que eu aguardasse meu namorado lá aonde pega a bagagem.

Fui, peguei minha mala, a do namorado, sentei e esperei. Até que toda aquela area ficasse vazia. Somente eu e duas meninas que estavam atras de mim na fila da imigração, junto a uns meninos. Eu até tava tranquila,pois ja tinha lido aqui na VOP sobre a tal salinha.

Mas foi passando muito tempo e nada. A fila da imigração tava enorme, e não vinha mais ninguém. Ate que apareceu um cara, acompanhado dum oficial, pegou a mala dele e voltou pra tal salinha. Aí comecei a pensar 1001 coisas. Depois de 2 anos planejando, sonhando, já pensou se ele fosse mandado de volta?
Demorou muiiiiiiiiito, aí ele saiu da salinha, SOZINHO. Ufa. Essa foi a primeira aventura.

OBS: vale ressaltar que ele ja fez intercambio de 2 meses em NY, já viajou pros EUA mais outras 2 vezes a turismo e a trabalho. Não sabemos porque ele ficou retido. Ele disse que na salinha tava cheio de gente, mas ninguem falava nada. Ate que no fim um oficial perguntou novamente com o que ele trabalhava e liberou. (mensagem de Juliana Medina)

 


 
Res: Res: Entrada com amigos

 mensagem postada em 24/06/2014 - 17:06:21hs
 
 

Na primeira vez que fui passei pelo guiche de imigracao junto com minha mae, minha irmã e minha filha, mesmo morando em casas separadas. Na segunda vez que fui, fomos 4 amigas, duas crianças... entramos na mesma fila, mas seríamos chamadas separadamente, no entanto a senhora da imigração chamou minha amiga e quando viu que ela não falava ingles ela me chamou também, e passamos juntas, eu, uma amiga e o filho dela. Ela foi super bacana, uma simpatia. alias, os agentes de ambas as vezes foram super simpaticos, brincaram com minha filha e com o filho da minha amiga inclusive.

se o agente for bacana, os amigos podem acabar passando juntos sim.

 


 
A tal da salinha de imigração

 mensagem postada em 24/06/2014 - 17:06:55hs
 
 

Resolvi começar meus relatos pelo ínicio da "aventura".
Chegamos em miami cedinho, e fomos pra fila da imigração.

Meu namorado foi primeiro e eu fiquei aguardando. Eu o vi apontando pra mim, provavelmente perguntaram com quem ele tava. Sei que logo depois vi ele andando e não era pra onde ficam as malas.

Fui ao guiche, o oficial perguntou "vc está com aquele senhor né?", respondi que sim. Ele conferiu minhas digitais, tirou minha foto, perguntou quantos dolares eu tinha, com o que eu trabalhava e carimbou meu passaporte e disse que eu aguardasse meu namorado lá aonde pega a bagagem.

Fui, peguei minha mala, a do namorado, sentei e esperei. Até que toda aquela area ficasse vazia. Somente eu e duas meninas que estavam atras de mim na fila da imigração, junto a uns meninos. Eu até tava tranquila,pois ja tinha lido aqui na VOP sobre a tal salinha.

Mas foi passando muito tempo e nada. A fila da imigração tava enorme, e não vinha mais ninguém. Ate que apareceu um cara, acompanhado dum oficial, pegou a mala dele e voltou pra tal salinha. Aí comecei a pensar 1001 coisas. Depois de 2 anos planejando, sonhando, já pensou se ele fosse mandado de volta?
Demorou muiiiiiiiiito, aí ele saiu da salinha, SOZINHO. Ufa. Essa foi a primeira aventura.

OBS: vale ressaltar que ele ja fez intercambio de 2 meses em NY, já viajou pros EUA mais outras 2 vezes a turismo e a trabalho. Não sabemos porque ele ficou retido. Ele disse que na salinha tava cheio de gente, mas ninguem falava nada. Ate que no fim um oficial perguntou novamente com o que ele trabalhava e liberou.

 


 
 
Na atração Haunted Mansion - mais especificamente no salão de baile - o órgão lá existente trata-se de uma réplica daquele utilizado no filme 20.000 Léguas Submarinas.