Orlando Tickets Online
 

Nevada - Las Vegas

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
Chelli
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 18/07/2012
 
 
Res: Relato EUA Trip Grand Canyon South - Pt 2
postado por: Chelli

 mensagem postada em 26/11/2015 - 20:11:38hs
 

Olá Bruna,

Estava lendo seus relatos e imagino o desespero de olhar para os lados e só ver neve!!!
Estarei indo para Las Vegas com o meu marido para passarmos o ano novo, andei lendo em outros relatos que lá em Vegas levamos muitos choques é verdade?
Confesso que estou meio apreensiva quanto a isso pois não gosto desses choquinhos, rsrs, até brinquei com meu marido que se eu soubesse disso antes nem iria para lá.

Maria Teresa L Dos Santos
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 12/09/2010
 
 
Res: Relato EUA Trip Grand Canyon South - Pt 2
postado por: Maria Teresa L Dos Santos

 mensagem postada em 10/11/2015 - 21:11:58hs
 

Olá Bruna!

Nossa, que sufoco!
Não queria estar no seu lugar naqueles momentos.
Já passei por uma aventura semelhante querendo sair de Boston em pleno inverno. A sorte é que, como vocês, não estávamos com crianças no carro.
Agora ficam as lembranças e as histórias para contar.
Espero por mais relatos.

Abs,
Maria Teresa

Bruna Mello Veiga Ferrarez
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 01/11/2012
 
 
Relato EUA Trip Grand Canyon South - Pt 2
postado por: Bruna Mello Veiga Ferrarez

 mensagem postada em 10/11/2015 - 18:11:32hs
 

Dia 31/12: Mas... pegadinha do Malandro kkkkk.
Eu acordei feito criança ganhando presente, pulando de alegria pois estava nevando! Primeira vez na vida vendo tanta neve, e ela caindo é lindo demais!


Fomos para a recepção, tomar nosso café da manha quando descobrimos que não era uma nevasca qualquer. Era A NEVASCA! O recepcionista nos aconselhou a ir logo embora antes que fechassem as estradas. Resgatamos mãe e filha espanholas que estavam desesperadas na recepção pois não estavam com carro, e não havia nenhuma outra maneira delas voltarem para LV. Estava tudo parado por causa da neve. Então enfiamos 5 malas nossas, mais 2 delas e 4 pessoas em um SUV. Foi mala no meu colo, e elas duas espremidas atrás e partimos para Vegas!

E ai eu agradeço imensamente porque tínhamos uma mala pequena lotada de comida e uns 2 galões de água, pois, meus amigos, foram 10 HORAS na estrada. Só que essas 10 horas foram para chegar em Kingman, cidade no meio do caminho. Teve momentos em que ficamos horas parados no mesmo lugar, no meio do nada, só se via neve, neve, neve, e eu já não estava mais achando graça nela. Ninguém sabia o que estava acontecendo, não tinha nenhuma autoridade para avisar, até porque acho que eles nem conseguiam chegar onde estávamos. Gente, eu tive que me enfiar no meio da neve fofa, que ia até meu joelho, até um arbusto para fazer de banheiro, não só eu, como várias mulheres desesperadas.


Para vcs terem uma ideia de como foi.

Quando o carro andava, era a 10 km/h. Nesse ritmo tartaruga, chegamos em Kingman, umas 21hs da noite. Ainda faltavam umas 2 horas de estrada até Las Vegas, se a estrada tivesse normal. Chegamos a tentar, pois, gente, era Ano Novo, mas a estrada tinha muito neve e muitos carros capotados, então, por amor à vida e com muita tristeza, desistimos. A ideia era dormir em algum hotel em Kingsman, mas, a pegadinha não tinha acabado. Todo mundo que ficou preso na estrada decidiu fazer o mesmo, ou seja, não havia nenhum hotelzinho, por mais caro, ou mais simples que fosse, com vaga. Meia-noite passou e ainda estávamos no meio da rua sem saber onde dormir, até que nos indicaram um posto de gasolina, daqueles de caminhoneiro, que tem banheiro, lanchonete e segurança. Uma moça super gente boa de um hotel nos emprestou dois cobertores, nem aceitou dinheiro, e o rapaz do posto deixou que colocássemos nossas muitas malas dentro da loja de conveniência para que pudéssemos dormir dentro do carro. Eu mal dormi, passei muito frio, mesmo com muitas roupas e cobertor, além do desconforto de ter 4 pessoas dormindo em um carro. Assim que amanheceu, nos certificamos da condição das estradas e seguimos nosso caminho até Vegas.

Sou teimosa e um dia ainda volto a Vegas para passar o Réveillon kkkk. Além da aventura, o resultado foi muita história para contar, muito papo em Portunhol e neve suficiente para minha vida toda.
E nunca façam um roteiro assim, se há algo inadiável na viagem, contem com imprevistos como esse. Sempre! Só para constar, uma moradora de Kingsman disse que, em 20 anos que ela mora lá, nunca tinha visto uma nevasca como aquela. Então, não se garantam no que é comum.

 
O Marrocos foi o primeiro país a reconhecer os Estados Unidos como país independente. No seu pavilhão no Epcot, mais especificamente no restaurante Marrakesh você encontra numa parede (área de espera) uma réplica de uma carta trocada entre o sultão Mohammed III e o presidente George Washington.