Orlando Tickets Online
 

Bagagem - Alimentos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
Clarisse
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 22/09/2007
 
 
Res: Leite em pó e feijão do Brasil para os EUA
postado por: Clarisse

 mensagem postada em 16/02/2016 - 01:02:27hs
 

Como já falaram, se forem levar comida sempre declare. Tem coisa que pode e coisa que não pode. Já entrei com chocolate e foi tranquilo, falaram que não tinha problema, mas uma vez eu tinha uma maçã e um pacote de biscoito presuntinho da piraquê na mochila, que tinha levado pra comer na escala no aeroporto mas acabei nem comendo, declarei. Eles confiscaram os dois - a maçã por ser fruta e o biscoito por ser derivado de carne (provavelmente era sabor artificial, mas quem sou eu pra discutir com eles por causa de um pacote de biscoito). O cara da alfândega disse que como eu declarei tava tudo certo, eles só iam jogar fora, mas se eu não tivesse declarado e fosse pega teria que pagar uma multa de 200 dólares. Imagina pagar 200 dólares por 1 maçã!

Rafael Nunes Gonçalves Barbosa
 
Membro
 
 
 
Inscrição: 25/02/2013
 
 
Res: Leite em pó e feijão do Brasil para os EUA
postado por: Rafael Nunes Gonçalves Barbosa

 mensagem postada em 09/02/2015 - 09:02:59hs
 

Apenas complementando o post do Roberval que sempre nos esclarece muita coisa, se você não declarar que está levando a comida e for pego você comete 2 crimes.
Um deles é falsificação de documento público (inafiançável) e se não me engano o outro é o de contrabando (pelo fato de sempre que você entra com algo não declarado, não importando o que seja é considerado contrabando)

Abs

 
Num único dia aproximadamente 210 pares de óculos são perdidos em Walt Disney World. Estima-se que desde a sua inauguração em 1971 mais de 1.65 milhões de pares de óculos já foram enviados para o departamento de achados e perdidos ("Walt Disney World Lost and Found "). Outros itens que os convidados costumam perder são os seguintes: telefones celulares (+ 6.000/ano), câmeras digitais (+ 3.500/ano), bonés (+ 18.000/ano) e caderninhos de autógrafos (+ 7.500/ano).