Planejamento - Viajando com Criança

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 02/10/2014 - 16:10:24hs
 
 

Oi Suane, obrigado pelo posicionamento sincero, assim que é bom!
De uma certa forma, claro que a questão financeira é sempre importante. Mas independentemente dela, temos tb que ter um certo controle, ou seja, mesmo que possamos não nos convém esbanjar.

Vc tocou num ponto forte da ferida: quem quer ir pra Orlando sou eu e não a criança. Eu sei disso. Tanto que tentei de todas as formas programar a gravidez da minha esposa em função de fazermos uma viagem pra lá até os 6 meses de gestação, o quê na minha opinião seria preferível porque poderíamos fazer o enxoval lá, etc. e sem bebê para pagiar.

Mas, por força do destino, as coisas não aconteceram como eu programei, e na época que ela engravidou, só poderíamos viajar até o início do mês de setembro, e, como nessa época ainda é muito quente por lá, e tb coincidiu com estarmos em fase de acabamento de nossa casa, achei conveniente não ir esse ano.

Daí, na situação atual se eu for esperar a criança ficar numa idade minimamente aproveitável para ela, eu teria que esperar 5 anos pelo menos. Por isso meu desejo era ir ano que vem porque depois eu só voltaria após 5 anos mesmo.

Como eu quero levar meus pais e os pais da minha esposa (e a gente nunca sabe o que pode ocorrer com eles) e, considerando ainda que eu alugaria uma casa justamente em função de ter condições mais apropriadas para a hipótese, eu achei que poderia dar certo.

Outro ponto importante que vc tocou foi o incômodo que a criança poderia sentir durante 10 horas de vôo... essa é das principais coisas que me fizeram pensar se valeria a pena ir, pois, se a criança chorar muito e ficar inquieta, é ruim para os pais, para a criança e tb para os demais passageiros não? Todavia, li em algum local que crianças, quanto mais novas dão menos trabalho em viagens (com alguns relatos de pais confirmando essa tese), e isso me fez pensar na possibilidade de que poderia dar certo.

Vc tb tem razão sobre a criança nessa idade não se lembrar de nada.

Mas o diferencial desta viagem seria justamente estarmos com os nossos pais, ou seja, com quatro avós por perto, daria para ficar mais sossegado.

Na verdade seria uma viagem de celebração de uma vida que chega e de outras quatro por ainda nos fazerem companhia.

Mas levarei em conta suas colocações antes de decidir. Porque se eu tiver um pingo de dúvidas, claro que vou preferir preservar a criança, nem que eu espere mais 5 anos...(fazer o quê!!). Aí eu fico aqui lendo!!

Obrigado mais uma vez,

Abs.



 


 
Res: Viajar com bebê de 11 meses - viável?

 mensagem postada em 02/10/2014 - 13:10:47hs
 
 

Renata, eu também não viajaria sem meu filho, se eu não puder levar, não vou.

O meu ponto de vista não foi dizendo que nesses casos de ter bebê é melhor não levar a criança, e sim de não ir agora.

Na verdade, acho que um grande limitador disso tudo é a grana, pois como eu disse, tendo dinheiro sobrando e quem ajude, não vejo problema nenhum. Você leva a criança com 11 meses, 1 ano, 2 anos e assim por diante como eu sei que muitos amigos aqui do VPO fazem, eles PODEM é diferente, eu não posso, ainda não é o meu caso, toda viagem que é faço, até mesmo dentro do Brasil é muito bem pensada e planejada justamente porque tenho que fazer poupança, juntar grana porque apesar da nossa querida presidenta dizer que quem ganha mais de 2 salários mínimos já é classe média, eu que ganho bem mais que isso me considero pobre, porque o que eu pago de Imposto de Renda, INSS e demais taxas daria pra sustentar outra família.

E sobre o " incomodo" pra criança, desculpe, mas 10h de vôo não é nada lindo quando se é pequeno desse jeito e está passando por essa situação por uma necessidade dos pais e não do próprio bebê. No meu vôo tanto de ida quanto de volta de Orlando haviam várias crianças que passaram a noite toda chorando, resmungando, berrando, fazendo malcriações e indispostas. Eu só conseguir sentir dó delas, tão pequenas a ponto de não conseguirem compreender uma série de coisas, mas os pais não estão nem ai, eles querem realizar um sonho que muitas vezes são mais deles do que das crianças. Eu mesma já li aqui no fórum inúmeras vezes as pessoas falando que foram pra Disney quando eram crianças, que não lembram de nada, ou quase nada, mas tenho certeza que os pais lembram bastante. É válido? Não sei, cada um sabe de suas necessidades, de seus sonhos e possibilidades.

O meu filho tem 15 anos, aproveitou MUITO, ele vai lembrar pra vida inteira dos momentos que passamos juntos, pude realizar meu sonho e o dele, se eu pudesse teria ido antes quando ele fez 8 anos, mas não deu. Então pro próximo filho eu já decidi, nada de levar bebê em viajens longas pra me agradar, somente se ele também puder participar. Mas é só uma questão de ponto de vista e respeito todas, o importante é sermos felizes com nossas escolhas :-)

 


 
 
Com a expansão da área de Fantasyland (Nova Fantasyland) o projeto original que tinha 10 hectares dobrou de tamanho passando a ter 21 hectares.