Notícias - Gripe Suína - AH1N1

 
Tópico Trancado

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Noticias

 mensagem postada em 29/04/2009 - 00:04:14hs
 
 

O Ministério da Saúde divulgou, nesta terça-feira,
as medidas adotadas para informar a população sobre
a gripe suína e dar informações aos viajantes. Uma
das ações do ministério foi disponibilizar o Disque
Saúde (0800 61 1997), que teve seus profissionais
treinados para prestar esclarecimentos sobre o
tema.

De acordo com o órgão, serão veiculadas 53
inserções de comunicados em oito emissoras de
televisão até o dia 30 de abril. Nas rádios, são
cerca de 2,7 mil inserções nas duas principais
rádios de cada capital e duas redes nacionais. Os
dois jornais de maior circulação em cada Estado
publicarão três comunicados sobre o assunto.

O Ministério da Saúde disponibilizou um hotsite
sobre a doença, com link no portal
www.saude.gov.br. Além disso, o órgão diz ter
confeccionado 300 mil folderes trilíngues
(português, inglês e espanhol), distribuídos nos 46
aeroportos de maior movimento no País.

A Infraero veicula avisos sonoros sobre os sintomas
da doença e os procedimentos a serem adotados em 67
aeroportos. A partir desta quarta-feira, os
principais aeroportos do país passarão a reproduzir
informações sobre a gripe suína em seu sistema de
televisão.

Informações para quem viaja a áreas afetadas:
- Usar máscaras cirúrgicas descartáveis durante
toda a permanência em áreas afetadas. Substituir as
máscaras sempre que necessário.

- Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca
com um lenço, preferencialmente descartável.

- Evitar locais com aglomeração de pessoas.

- Evitar o contato direto com pessoas doentes.

- Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e
objetos de uso pessoal.

- Evitar tocar olhos, nariz ou boca.

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão,
especialmente depois de tossir ou espirrar.

- Em caso de adoecimento, procurar assistência
médica e informar história de contato com doentes e
roteiro de viagens recentes às áreas afetadas.

- Não usar medicamentos sem orientação médica.

Informações para quem chega das áreas afetadas:
Segundo o Ministério da Saúde, viajantes
procedentes, nos últimos 10 dias, de áreas com
casos confirmados de influenza suína em humanos
(como México, Estados Unidos e Canadá) e que
apresentem febre alta repentina, superior a 38ºC,
acompanhada de tosse e/ou dores de cabeça,
musculares e nas articulações, devem:

- Procurar assistência médica na unidade de saúde
mais próxima.

- Informar ao profissional de saúde o seu roteiro
de viagem.

O Ministério da Saúde também disponibiliza no site
outras questões sobre a gripe suína e uma lista de
hospitais de referência.

Medidas anunciadas
O Gabinete Permanente de Emergência, formado por
representantes dos ministérios da Saúde e da
Agricultura e da Anvisa, decidiu monitorar os vôos
procedentes de áreas afetadas (México, Estados
Unidos, Canadá, Espanha, Grã-Bretanha e Nova
Zelândia). O controle começará a ser realizado
dentro dos aviões. Caso seja identificado algum
passageiro com suspeita da doença, todos a bordo da
aeronave serão submetidos à avaliação médica.

Os principais aeroportos do País terão ambulâncias
de plantão para transportar eventuais pacientes das
aeronaves para hospitais especializados, evitando
contato com outras pessoas. O Ministério da Saúde
divulgou em seu site uma lista de hospitais de
referência.

Restrições
Até agora, não há restrição de viagens para
brasileiros. Segundo a Anvisa, a medida só vai
ser tomada caso a Organização Mundial da Saúde
(OMS) julgue necessário. Em entrevista coletiva no
final da tarde desta terça-feira, o gerente da área
de coordenação interprogramática de prevenção e
controle de doenças e saúde ambiental da
Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Rubén
Figueroa, voltou a afirmar que a organização não
vai fazer recomendações de fechar fronteiras nem de
que brasileiros deixem de viajar às áreas afetadas,
por considerar esse tipo de medida "pouco
eficaz".


Também não há restrições ao consumo de carne ou
produtos de origem suína. Segundo o Ministério da
Agricultura, "não existem animais infectados ou
doentes com essa virose mesmo nos países em que
casos humanos foram identificados".

Com informações da BBC Brasil.

 


 
 
A atual narração da atração - Spaceship Earth foi gravada pela atriz Judi Dench. Anteriormente foram narradores: Jeremy Irons (1994-2008), Walter Cronkite (1986-1994) e Vic Perrin (1982-1986).