Segurança

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Uma reportagem interessante sobre a origem da criminalidade.

 mensagem postada em 03/12/2014 - 12:12:02hs
 
 

Amigos,
Para quem se interessa sobre o assunto segurança e criminalidade, gostaria de dividir com vocês uma excelente reportagem publicada na Revista Super Interessante da Editora Abril, há alguns anos atrás.
Segue o LINK: A origem da criminalidade

Lá encontramos as seguintes estatísticas:

No mundo todo, só uma parcela dos crimes é punida.

SÃO PAULO
População do Estado em 1999: 37 milhões
Número de vítimas (estimado): 1,3 milhão - (100%)
Casos notificados: 443 000 - (33,3%)
Inquéritos policiais instaurados: 86 000 - (6,4%)
Prisões efetuadas: 29 000 - (2,2%)

ESTADOS UNIDOS
População dos EUA (1992): 261 milhões
Número de vítimas (estimado): 3,2 milhões - (100%)
Casos notificados: 1,9 milhão - (57,6%)
Crimes esclarecidos que acabaram em prisão: 827 000 - (25,7%)
Condenações nas cortes estaduais e federais: 167 000 - (5,1%)
Sentenciados a prisão: 136 000 - (4,2%)

Fonte: Pesquisa de Vitimização Ilanud e Secretaria da Segurança Pública de SP

É bom lembrar que a maior parte da criminalidade gerada em meio à pobreza tem como vítimas os próprios pobres, que ainda vivem o drama de não ter a quem recorrer, visto que, em muitos bairros de baixa renda, a presença da polícia e de serviços de saúde é muito menor. Isso é verdadeiro especialmente em relação aos crimes violentos, enquanto os crimes contra o patrimônio, guiados muito mais pela oportunidade, ocorrem nas regiões mais ricas das cidades, onde há patrimônio para ser subtraído.
Entre tantas causas da criminalidade, há pelo menos duas que independem de outras e, sozinhas, em sociedades ricas ou igualitárias, geram criminalidade, que são o sexo e a idade da população. É simples assim: quanto maior for o percentual de homens jovens na população, maior será a taxa de criminalidade. “Sexo e idade são os dois únicos fatores inequivocamente relacionados à criminalidade. O censo mais recente mostra que houve um crescimento da população de 15 a 24 anos. Se esse grupo diminuir, o crime diminui naturalmente. Na Califórnia isso ocorreu”, diz Claudio Beato, da UFMG.
Segundo Steven Barkan, da Universidade do Maine, isso dá uma certa previsibilidade ao crime. “Uma grande taxa de natalidade irá, em 15 a 20 anos, gerar uma onda de criminalidade, conforme essa população entra na adolescência. Uma das razões para o aumento da criminalidade nos EUA nos anos 60 foi a entrada da geração baby boom – nascida após a Segunda Guerra – na adolescência”, diz ele. Steven Lewitt, do Departamento de Economia da Universidade de Chicago, e John Donohue III, da Escola de Direito da Universidade Stanford, foram mais longe. Para eles, a queda nos índices de criminalidade ocorrida no início dos anos 90 deve-se à legalização do aborto, ocorrida 18 anos antes. Com menos filhos indesejados, concluíram, o número de delinqüentes caiu.

 


 
 
Com a expansão da área de Fantasyland (Nova Fantasyland) o projeto original que tinha 10 hectares dobrou de tamanho passando a ter 21 hectares.