Orlando Tickets Online
 

Planejamento - Dinheiro - Limite - e-DPV

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

Este tópico se presta para que possamos trocar informações relacionadas ao limite de numerário que podemos levar na viagem sem a necessidade de fazer competente declaração. A Declaração Eletrônica de Porte de Valores (e-DPV) deverá ser apresentada pelo viajante, por meio da internet, no endereço eletrônico - link. Não para a troca de informações relacionadas a cotação do dólar, nem para declinar o nome de empresas.

leia essas informações
 
Índice  
Walter Marinho
 
Membro
 
 
Natal - Rn
 
Inscrição: 16/01/2007
 
 
Geane
postado por: Walter Marinho

 mensagem postada em 07/03/2008 - 09:03:43hs
 

Não e bem assim, em todos os países se tem uma norma para entrar no País. Um caso que esta em bastante evidencia ultimamente são dos brasileiros que foram barrados na Espanha. segue parte da matéria:

"Para os policiais, os estudantes não tinham provas da viagem para Lisboa, onde participariam de um congresso científico. Argumentaram também que eles estavam com 250 euros cada um, quando, pelas regras, os passageiros têm de ter, no mínimo, 70 euros para cada dia de estada"
http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL339081-5602,00.html

Exige-se SIM que cada brasileiro tenha como comprovar que tem como se sustentar, durante o periodo da viagem, o que acontece é que, muitos (a grande maioria) eles não pedem para ver o quanto estão levando. Eu inclusive tenho uma amiga que estava entrando nos EUA por Atlanta (uma das piores) e quase foi barrada por este motivo, se vc tiver como comprovar o limite do seu cartão não deve ter problema algum.

 
Num único dia aproximadamente 210 pares de óculos são perdidos em Walt Disney World. Estima-se que desde a sua inauguração em 1971 mais de 1.65 milhões de pares de óculos já foram enviados para o departamento de achados e perdidos ("Walt Disney World Lost and Found "). Outros itens que os convidados costumam perder são os seguintes: telefones celulares (+ 6.000/ano), câmeras digitais (+ 3.500/ano), bonés (+ 18.000/ano) e caderninhos de autógrafos (+ 7.500/ano).