Visto

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Tirei o visto hoje: RELATO

 mensagem postada em 20/07/2007 - 21:07:32hs
 
 

Pessoal,

Sou do Rio de Janeiro e tirei o meu visto no dia de hoje. Tenho 24 anos, sou publicitário e trabalho em uma multinacional americana.
Meu horário estava marcado para às 13h. Cheguei lá 20 minutos antes e uma grande fila já se formava do lado de fora do consulado. Quando eram 13h15 perguntei ao segurança (brasileiro) que horas iriam liberar a entrada. Este nem olhou na minha cara e respondeu que era "para aguardar".
Começaram a primeira triagem umas 13h20. Tinham umas 100 pessoas na fila e só entraram realmente as que estavam com o horário marcado para às 13h, ou seja, se o seu horário é 10h da manhã, não adianta chegar 3h antes, pois só vão deixar você entrar no horário marcado. Ainda do lado de fora do consulado já pediram para ver a taxa de US$ 100,00 paga no Citibank, e conferiram o meu nome em uma folha de papel (para ver se era mesmo o meu horário).
Mais uma fila do lado de fora, uns 10 minutos de espera, uma policial revistava as bolsas de todas as mulheres: celulares e um monte de coisas são proibidas (sugiro que deixem suas coisas em casa ou no trabalho e levem somente a documentação necessária).
Finalmente entrei no consulado (eram umas 13h40). Detector de metais e mais uma fila, onde um funcionário avisava que a prioridade de atendimento seria para todos aqueles que tivessem com os formulários preenchidos (dica: levem os formulários já preenchidos e com um N/A em todos os campos deixados em branco).
Quando cheguei ao balcão, o funcionário recolheu o meu passaporte novo e os dois passaportes antigos, conferiu o preenchimento dos formulários, destacou o canhoto do pagamento da taxa do Citibank e me deu uma senha, que serviria em um primeiro momento para a coleta de digitais e posteriormente para a entrevista.
A partir desse momento seguiu-se uma longa espera, de aproximadamente 1 hora e meia.
É importante ressaltar que enquanto você aguarda para a coleta de digitais, a sua documentação está sendo re-analisada e você ainda corre o risco de ter que corrigir alguma informação. Se isso acontecer, irá aparecer no painel de senhas o número de um guichê distinto daquele em que estão sendo coletadas as digitais e aí você vai ter que ir até lá, pegar a sua documentação, corrigi-la e aguardar mais uma vez pela sua vez de coletar as digitais.
Depois de coletar as digitais, fui para a espera da entrevista. Quando cheguei haviam 2 guichês de atendimento operando (de 7 disponíveis), mas em determinado momento, um deles fechou, restando apenas 1 (um). A espera foi muito longa e já estava sem paciência quando finalmente chegou a minha vez. O entrevistador foi muito simpático e apenas questionou o fato de eu ter apenas 4 meses nessa nova empresa e poder tirar férias no final do ano. Expliquei que havia feito um acordo e por ser uma agência de publicidade, não teria problema em perder alguns dias de trabalho nessa época. Ele não me pediu declaração de imposto de renda, carteira de trabalho, nada...
IMPORTANTE: O meu entrevistador SÓ FALAVA INGLÊS. Eu falo inglês, portanto, não tive problema algum durante a entrevista, mas acredito que as pessoas que não falam inglês ou ficam nervosas ao ter que falar, devem passar um sufoco com ele.
Depois de passar pela entrevista, fui até o balcão do serviço de courier e tive que pagar uma taxa de R$23,00 para receber o passaporte em casa (os passaportes não são mais entregues no dia, pelo menos aqui no RJ).
RESUMINDO:

1- Foi tudo muito tranquilo, mas muito desorganizado;
2- Vi apenas uma pessoa tendo o visto negado, durante as 4h em que fiquei lá;
3- Esteja preparado para qualquer tipo de pergunta durante a entrevista. Prepare-se também para ter as suas respostas questionadas;
4- Mantenha a calma, pois não é nenhum bicho de 7 cabeças.

Meu último comentário vai para os autores dos relatos abaixo: Saibam que qualquer país do mundo não garante a sua entrada mesmo que você tenha o visto. É assim na Inglaterra, EUA e até mesmo no Brasil. Mas esse é um assunto que não deve nem ser comentado, pois eles não "implicam" com a sua cara. Se acharem que você tem que ser interrogado, responda as perguntas, defenda-se e aproveite as suas férias, pois quem não deve não teme, certo?
Abraço a todos.

 


 
 
O Storybook Circus se estabeleceu no Carolwood Park - Este nome faz referência ao trem a vapor que estava no quintal de Walt Disney.