Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Quinto dia Animal Kingdom

 mensagem postada em 30/05/2007 - 16:05:32hs
 
 

Esse parque gostamos bastante a maioria das atrações pude levar minha filha. Começamos pelo 3D Its to be a Bug, muito legal,pode assustar um pouco os pequenos, mas a Ana se comportou bem mais uma vez e até aplaudiu no final.
Saindo de lá fomos tirar umas fotos na árvora da vida, vale a visita para fotos.
Subimos em direção a Africa para pegar o Fast Pass para o Kalimanjari Safari e chegamos 11hs para pegar o fast pass e marcaram 16 hs para voltar na atração.
Como estava ali por pero fui andar em um trenzinho da atração Wild Life train, achei bem fraquinho,totalmente dispensável, se era para ver alguma coisa não vimos nada, só mato, se bem que não entendiamos nada do que o guia falava, mas não vimos nada.
Descemos até a Dinoland, área muito legal para os peqeuenos, enquanto minha esposa ficou com a Ana alí no play ground, eu fui fazer o Dinossaur que é muito legal e o Primavera Whirl, meio sem graça, mas vale.
Ali mesmo em Dinoland fizemos um lanche rápido trazido do hotel e fomos asssitir ao show do Rei Leão em um teatro fechado. O show é ótimo , vc fica bem perto dos atores, estilo musical da Broadway mesmo, as crianças adoram, muito bem feito, a melhor atração do parque.
Assistimos a parada da tarde, Mickey Jamim Parade, a mais fraquinha da Disney, mas não quer dizer que não seja boa. Aliás foi neste parque que conseguimos tirar fotos como os personagens, Mickey, Minie e Pateta, a fila estava rápida , ao contrários dos outros parques e tiramos vários clicks com eles.
Fizemos o Safari com o fast pass , a Ana adorou, vimos todos os bichos de pertinho, girafas, rinocerontes, veados, elefantes, zebras, etc.. só demos azar que o leão estava dormindo embaixo de uma árvore ,mas deu para fazer um registro.
Nesta atração é bom pegar o fast pass logo que vc entra no parque, pois a hora que fui já não tinha mais fast pass e a fila estava em 2 horas.
Já no final de tarde deixei minha esposa assistindo o show do Nemo, e fui para Everest.Minha esposa disse que o show do Nemo é lindo, vale a visita sem dúvida.
Quando ia pegando o caminho da Everest, ops, chuva, bem fraquinha. Para minha surpresa a galera começou ir embora, eram umas 17hs,mas esperei a chuva passar 10 minutos, o céu abriu e lá fui eu ao Everest, dei tanta sorte que não tinha quase fila, resultado, fui 3 vezes em 40 minutos, entrava e saia. Aliás sou um cara de sorte, com excessão do Bush Gardens não peguei fila para nada.
Saí da Everest e fui encontrar minha mulher na saída do parque , ela estava meio brava, pois estava lá plantada a meia hora, mas não resisiti a ausencia de filas e me esbaldei na Everest.
Saimos do parque 18 hs, fomos para o Hotel tomar um banho ,jantamos no Vitorios e a noite passeio ao Florida Mall, chegamos no Shoping 19:50 achando que ele fechava as 22 ,mas fomos informados que fechava 21hs, só ficamos uma hora nele, minha mulher gastou aquela uma hora na tentação feminina Victoria Secrets. Lembranças para mamãe, cunhadas, sobrinhas, tias, aquela festa,ela saiu com 24 cremes de lá. O problema foi colocar isso tudo na mala depois...
De lá fomos comprar cartão telefonico, pois no primeiro dia compramos o tal de caipirinha ao lado do Camilas e ligamos de orelhão e durou muito pouco, uns 20 minutos, tivemos que comprar outro neste dia, mas seguimos os conselhos de um brasileiro que reside lá de usar o cartão pelo telefone do hotel e não usar orelhão que come rápido os créditos. Só fica esperto se o seu hotel tem ligações locais grátis, como o meu tinha local free, ficava mais fácil, falamos uma hora a mais falando pelo fone do hotel.

Bom amanhã volto com a primeira decepção, Busch Gardens.

 


 
 
Geralmente a Disney emprega a técnica conhecida como "perspectiva forçada" para fazer com que os edifícios pareçam maiores do que são realmente. Contudo, no pavilhão americano (Epcot), ocorreu o inverso, o prédio de 05 andares aparenta ter apenas 02, com o objetivo de manter o estilo da época colonial.