Notícias - Gripe Suína - AH1N1

 
Tópico Trancado

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
A gripe

 mensagem postada em 04/05/2009 - 18:05:53hs
 
 

Gente sei do poder da Globo e também sei o poder dos EUA. A globo é mestre em detonar o Rio de Janeiro. As pessoas de fora tem medo de sair e morrer com bala perdida. E eu sei q não está facil viver em nunhuma cidade grande. Quanto aos EUA eles tb são mestres em esconder seus problemas e coitado de quem falar sobre eles. Acredito que as coisas estejam controladas. O tio do meu marido chegou essa semana de Orlando e disse q não viu nada demais. Mas eu sinceramente estou amarelando para minha ida mes que vem. Não me sinto tranquila em viajar com uma criança para Orlando e parar em Miami. E quanto a dengue. Conheço pessoas que deixaram de vir ao Rio sim. Inclusive a mãe de uma amiguinha da minha filha morreu. Eu só não sai daqui pq não tive como abandonar trabalho e escola de filha. Sei que as vezes a ida para Orlando é uma oportinidade. E sei o quanto ficamos LOUCOS em ir. Mas eu não me sentiria bem entrando em brinquedos fechados, banheiros... Com uma filha de 7 anos. A Disney diz estar acompanhando a gripe de perto e Orlando já oferece mascaras nos hotéis. Mas sinceramente quem acredita q os EUA falam a verdade em relação a números de vitimas e de Estados afetados. Nesse momento estou acompanhando e avaliando se vale ir no meio da crise ao segundo olho do furacão. Considerando o México o primeiro.
Vamos torcer para isso passar logo. Afinal uma ida a Orlando é coberta de sonhos e fantasias e não cabe estresse e medo.

 


 
 
Num único dia aproximadamente 210 pares de óculos são perdidos em Walt Disney World. Estima-se que desde a sua inauguração em 1971 mais de 1.65 milhões de pares de óculos já foram enviados para o departamento de achados e perdidos ("Walt Disney World Lost and Found "). Outros itens que os convidados costumam perder são os seguintes: telefones celulares (+ 6.000/ano), câmeras digitais (+ 3.500/ano), bonés (+ 18.000/ano) e caderninhos de autógrafos (+ 7.500/ano).