Parques - Filas - Lotação nos Parques

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

Eis alguns sites onde é possível encontrar estatísticas e previsões com relação a frequência dos parques: TouringPlans.com, EasyWDW, yourfirstvisit.net e Orlando Informer.
O site TouringPlans.com oferece 20% de desconto na sua assinatura para os usuários do Viajando para Orlando basta informar o código: VIAJANDO.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Res: Lotação em Março

 mensagem postada em 11/12/2015 - 10:12:47hs
 
 

Eu também já fui no SpringBreak, em 2013. Fiquei 5 dias.
Os parques estavam BEM LOTADOS. Cheios de estudantes, grupos de estudantes e muita MUITA gente mesmo. Os parques da Universal estavam mais vazios do que os da Disney (só fui no MK e no Hollywood), mas também exigiam paciência. Dá para aproveitar, mas não é o período onde você vai aproveitar MAIS.
Se é sua única opção, iria com o espírito de que o que der para aproveitar será lucro. Se programar MUITO bem com FP+, chegar sempre na abertura dos parques e aproveitar o clima e saber que haverá filas grandes.
Sugiro que se possível, você adie para Abril. Quando fui, em 2013, uma moça foi 2 semanas depois de mim e disse que estava MUITO melhor.

 


 
Res: Lotação em Março

 mensagem postada em 11/12/2015 - 10:12:30hs
 
 

Boa noite, na semana de 17/03 a 28/03 costuma ser cheio os parques, por fv?
(mensagem de Mariana B Cruz)


Mariana
Após o dia 11 de março tem início o spring break que são as pequenas férias de escolas americanas ! Assim o índice de ocupação aumenta bastante ! Dá uma olhadinha neste link LINK..
Sds
Roberval
(mensagem de roberval taylor)


Posso dizer com experiencia o que significa o Spring Break. Estive em 2015 no período de 27/03 a 07/04 e enfrentei esse período. Os parques ficavam absolutamente lotados com filas enormes nas atrações e para todo lado vc vê uma legião de jovens. Meu hotel (Buena Vista Suites) estava entupido de jovens. No entanto, aproveitei muito.

 


 
 
No pavilhão da Itália (Epcot), note como os tijolos do campanário que ficam embaixo são muito maiores do que aqueles que ficam no alto (diminuem progressivamente), mais um exemplo da utilização da "perspectiva forçada".