Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
?????Res: Cheguei hoje 15/10 GRU

 mensagem postada em 16/10/2014 - 16:10:56hs
 
 

Marcia, obrigado pela resposta didática rs..

Apenas para esclarecer, pois acredito que possa ser a dúvida de outras pessoas também....

Então se eu for, junto a minha esposa (grávida) fazer o enxoval do bebê, e aproveitar para comprar umas roupinhas para nós, teremos a seguinte situação:

a) nossas roupas, perfumes, cremes, etc, desde que compatíveis com o tempo de viagem, entram na cota de isenção;

b) já todo o enxoval entrará na cota dos U$ 500,00, correto?

Logo, o melhor a fazer seria tentar dividir as malas de forma que cada um ficasse com seus bens pessoais e itens do enxoval que não ultrapassem os U$ 500,00 correto?

Assim, mesmo que fóssemos parados, não caberia a imposição de pagamento de tributos porque, (1) temos roupas e itens pessoais compatíveis com o período de viagem e de uso próprio e (2) o enxoval está no limite de U$ 500,00 para cada um de nós....

Esta correto este entendimento? Lembrando que as notas também seriam aconselháveis serem divididas com cada responsável.

Obrigado.

Mauro,

Itens de uso pessoal não é aquilo que você traz para você, e sim o que usou durante a viagem.

Por exemplo, uma pessoa que passe 30 dias em Orlando indo de malas vazias para lá pode trazer muito mais coisas isentas de impostos na categoria itens pessoais do que uma pessoa que vá de malas vazias mas que passe apenas 3 dias por lá.

Itens pessoais isentos é aquilo que você precisou usar durante a viagem, devendo a quantidade de itens ser compatível com a duração e motivo da viagem.
Assim, hipoteticamente, uma pessoa que passe 15 dias em NY em janeiro pode trazer uns 2-3 casacos de inverno, umas 5 blusas, uns 5 conjuntos de 2ª pele. Tudo isento, sem entrar na cota de U$ 500.
Uma pessoa que viaja a negócios, pode comprar uns 2 ternos no exterior (de qualquer valor) também isento.
Uma pessoa que vai a Orlando no verão e passe uns 10 dias por lá, pode voltar com uns 2 pares de tênis, umas 10 camisas, 5 calças, isentos.
Mas nessa conta entra os itens que você levou do Brasil também. Nesse último caso, 10 dias em Orlando são compatíveis com 2 pares de tênis, se você já está indo com 1 do Brasil, então só 1 que você comprar lá vai ser isento.

Esses números são hipotéticos, cada fiscal tem uma orientação a seguir, sei lá se eles tem uma tabela dias de viagem-motivo-roupas isentas na mala. Mas, o que ele falam é isso. É isento os itens pessoais usados, desde que a quantidade seja compatível com a duração e motivo da viagem. Acima disso, entra na cota de U$ 500.
(mensagem de Marcia 0 oliveira)


 


 
?????Res: Cheguei hoje 15/10 GRU

 mensagem postada em 16/10/2014 - 16:10:49hs
 
 

Mauro,

Itens de uso pessoal não é aquilo que você traz para você, e sim o que usou durante a viagem.

Por exemplo, uma pessoa que passe 30 dias em Orlando indo de malas vazias para lá pode trazer muito mais coisas isentas de impostos na categoria itens pessoais do que uma pessoa que vá de malas vazias mas que passe apenas 3 dias por lá.

Itens pessoais isentos é aquilo que você precisou usar durante a viagem, devendo a quantidade de itens ser compatível com a duração e motivo da viagem.
Assim, hipoteticamente, uma pessoa que passe 15 dias em NY em janeiro pode trazer uns 2-3 casacos de inverno, umas 5 blusas, uns 5 conjuntos de 2ª pele. Tudo isento, sem entrar na cota de U$ 500.
Uma pessoa que viaja a negócios, pode comprar uns 2 ternos no exterior (de qualquer valor) também isento.
Uma pessoa que vai a Orlando no verão e passe uns 10 dias por lá, pode voltar com uns 2 pares de tênis, umas 10 camisas, 5 calças, isentos.
Mas nessa conta entra os itens que você levou do Brasil também. Nesse último caso, 10 dias em Orlando são compatíveis com 2 pares de tênis, se você já está indo com 1 do Brasil, então só 1 que você comprar lá vai ser isento.

Esses números são hipotéticos, cada fiscal tem uma orientação a seguir, sei lá se eles tem uma tabela dias de viagem-motivo-roupas isentas na mala. Mas, o que ele falam é isso. É isento os itens pessoais usados, desde que a quantidade seja compatível com a duração e motivo da viagem. Acima disso, entra na cota de U$ 500.

 


 
 
No pavilhão americano (Epcot) note que o número romano "IV" do relógio da torre está representado como "IIII" da mesma forma como era empregado na época colonial.