A emoção da Família Galhano em visitar a Disney pela primeira vez

por 14 jun 2016Artigos


Orlando é uma cidade que inegavelmente se apresenta muito bem estruturada para receber os turistas. Todavia, ainda assim é necessário um pouco de planejamento, principalmente por aqueles estão viajando pela primeira vez (“marinheiros de primeira viagem”) e que não optaram por excursão.

A família do amigo Rodrigo Galhano teve a oportunidade de visitar a Terra da Magia pela primeira vez e, tendo viajado por conta, muito gentilmente concordou em responder algumas perguntas que eu passo a transcrever nessa matéria e que tenho certeza de grande valia para aqueles que planejam conhecer Orlando, vejamos:

P: Inicialmente, como surgiu o interesse de conhecer a cidade de Orlando – Flórida?

R: Bom, conhecer Orlando foi meio que uma tabela por querer visitar a Disney, porém, quando cheguei a cidade vi que é uma cidade incrível, organizada, limpa, com muitos outlets, restaurantes e inúmeras atrações, além claro, dos parques da Disney e Universal.

P: Foi a primeira vez que visitaram o camundongo Mickey?

R: Eu (Renan Galhano) e minha mãe (Roselyne Galhano) foi a primeira vez, a da minha namorada (Suelen Sirqueira), foi a segunda vez.

P: Optaram por excursão ou viajaram por conta?

R: Viajamos por conta própria.

P: E qual foi a companhia aérea eleita? Atendeu as expectativas?

R: American Airlines, atendeu a todas as expectativas, avião novo, confortável, com bastante opções de entretenimento, filmes, jogos, séries.

P: Pelo fato de não optarem por viajar a primeira vez por excursão por certo tiveram que planejar bastante (imagino eu) a viagem. Nesse caso, eu gostaria de saber o tempo de antecedência e os preparativos?

R: Quando compramos o pacote, tínhamos a opção de escolher a data da viagem, então escolhemos a data pra 1 ano depois, porque daria tempo de pagar a viagem, e as outras despesas como passaporte, visto, seguro viagem, entradas dos parques, e claro acompanhar a cotação do dólar.

Como tínhamos bastante tempo para planejar a viagem fizemos tudo com muita calma, definimos os parques que iríamos, escolhemos os restaurantes que queríamos ir, outlets, shoppings, anotamos endereços, conseguimos organizar e planejar tudo, o que nos foi muito importante porque aproveitamos tudo que os parques e a cidade de Orlando podia oferecer

P: Alugaram um veículo? Poderiam contar um pouco a respeito? O que acharam da locadora, do veículo, de transitar em Orlando, pedágios e outros detalhes.

R: Alugamos um carro (Alamo). Bom, pegamos o carro no aeroporto de Miami, tem a opção de retirar o carro com ou sem GPS, nós pedimos sem Gps porque usamos o do celular, baixamos o mapa offline e traçamos a rota até o hotel em Orlando, é uma viagem tranquila porém cansativa, é uma reta de Miami até Orlando, o que dá um sono absurdo, mas a estrada é ótima, o carro que alugamos, um Impala, era sensacional, automático e com cruise control (controle de velocidade) que você escolhe a velocidade e o carro a mantém, isso foi fundamental, era só ver o limite da via e programar.

Os pedágios são ótimos, alguns são iguais aos nossos, tem um funcionário na cabine e você paga a ele e vai embora, porém em alguns pedágios você só retira um ticket, e no próximo pedágio você da esse ticket ao funcionário e ele calcula o valor do pedágio.

Dirigir em Orlando e Miami é muito fácil, o asfalto é ótimo, as vias são bem sinalizadas, a iluminação é ótima, é só ficar de olho no limite de velocidade, e nas saídas, o GPS funciona muito bem, então não tem como errar, e se errar não precisa se desesperar, logo na frente tem um retorno ou alguma outra via que vai te levar ao seu destino, errei o caminho 2x e voltei muito rápido pra via principal e voltei ao caminho normal traçado pelo GPS.

P: No aeroporto, tiveram alguma dificuldade para se localizar?

R: Não, dentro do aeroporto de Miami também era tudo muito bem sinalizado e organizado, foi tudo muito tranquilo, todas as placas são em inglês/espanhol, e algumas até em português.

P: E com relação ao clima, qual mês visitaram Orlando? Quais as dicas para aqueles que pretendem viajar nessa época do ano e estão pensando no que colocar na mala?

R: Viajamos em Maio, ficamos do dia 06/05/16 até dia 19/05/16, o clima lá estava bem quente, claro que nada comparado ao nosso verão. Coloque na mala camisas, camisetas, shorts e bermudas, eu particularmente levei calça jeans a toa, é importante por protetor solar e boné/chapéu, ainda mais se viajar com crianças, o sol lá queima bem, ainda mais ficando parado nas filas dos brinquedos.

P: Qual o hotel que ficaram hospedados? Quais as suas impressões?

R: Seralago, o hotel é simples, ar-condicionado, banheiro com banheira, secador de cabelo, ferro de passar e frigobar, não tinha micro-ondas nem fogão.

P: Quantos parques tiveram a oportunidade de conhecer? Qual o que mais apreciaram? E qual a atração tornou-se a predileta (se é possível eleger apenas uma né)?

R: Visitamos os 2 parques da Universal e os 4 da Disney: Magic Kingdom, Animal Kingdom, Hollywood Studios e Epcot.

Não tem como escolher um atração predileta, todos eles tem brinquedos incríveis, os simuladores do Transformers, Homem Aranha, Simpsons, Harry Potter, são sensacionais, as montanhas russas, impossível ter um predileto.

P: Com relação a alimentação, conseguiram se adaptar bem?

R: Sim, tinha algumas opções “saudáveis” que tinham arroz, legumes, e uma carne/frango, isso nos parques, nos restaurantes por Orlando alguns tinham um buffet de saladas e sopas liberado (Cici’s e Ponderosa SteakHouse) que apesar de não ter a variedade de legumes e verduras que temos no Brasil, dava pra matar um pouca a saudade!

P: E com relação as compras, tiveram oportunidade para visitar os principais shoppings e outlets?

R: Sim, visitamos diversos, porém, uma dica muito importante, vão direto a Ross, as roupas lá são muito baratas e tem inúmeras marcas, e vende de tudo lá, malas, bolsas, relógios, perfumes, porém tem que procurar bem, e claro para as pessoas que gostam de marcas específicas, os Outlets são as melhores opções

P: Se pudesse escolher um momento especial durante a viagem, qual seria?

R: As queimas de fogos dos parques, é incrível, tem gente que vai embora sem ver a queima de fogos, não sabem o que estão perdendo! É só ficar de olho no horário que vão ter as queimas de fogos.

P: No que tange os parques da Disney vocês chegaram a utilizar o FP+? Poderiam comentar como foi a experiência?

R: Foi ótima, funciona muito bem e vale a pena ficar de olho pra conseguir marcar para as atrações que ficam mais cheias! Economiza um tempo precioso, por causa dos FP+ consegui bater fotos com muitos personagens, porque economizava tempo nos brinquedos e podia gastar um pouco mais de tempo nas filas pra bater foto. Nós selecionamos as atrações do FP+ pelo app da Disney cerca de 2 semanas antes da viagem. Como a minha namorada Suelen já havia ido selecionou as melhores atrações que quase sempre são as que tem as maiores filas e assim economizamos muito tempo de fila.

P: Na ótica de vocês eu pergunto: Orlando é só para crianças?

R: Não, Orlando não tem idade! Tem diversão, boa comida, ótimos lugares pra fazer compras, agrada a todos de todas as idades e gostos!

P: Alguma dica ou recomendação que gostariam de deixar para os amigos do VPO?

R: Não recomendamos excursão, viagem com grupos grandes que dependem de horário pra tudo a não ser que não saibam dirigir e não tenham outra opção, pois dirigir lá é muito tranquilo, você não ficar preso a horários e pode visitar tudo com calma sem precisar ficar se preocupando com horário, o GPS dos telefones funciona muito bem lá, é só baixar o mapa offline ou comprar um chip por lá pra ter internet, ou você pode usar o wifi dos parques pra traçar as rotas.

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MacroBaby VIP
Booking.com


%d blogueiros gostam disto: