Dinheiro

 
  por Luiz Carlos Pantoja Filho
 
 
 

Procure levar a quantia que você entende necessária para custear a sua alimentação, transporte, ingressos e algum dinheiro para fazer as suas compras.

Dica: Na Flórida, toda a mercadoria que você adquirir, além do preço da etiqueta, inclua também 6% (seis por cento) de imposto. A bem da verdade, dentro da área de Orlando as denominadas "sales tax" (imposto de consumo sobre mercadorias) variam de 6% (seis por cento) a 7% (sete por cento).

Todavia, se você estiver interessado em comprar aparelhos eletrônicos e outras peças de grande valor trate de providenciar um cartão de crédito internacional, pois as facilidades de utilização em Orlando são grandes, sem contar que nos parques é possível pagar desde a sua alimentação até fazer compras utilizando o cartão.

Traveller's check também são muito bem aceitos em Orlando. Outra opção fica por conta do Visa TravelMoney que nada mais é do que um cartão pré-pago, recarregável, protegido por senha, que você carrega no Brasil (pagando o câmbio do dia da carga) que pode ser utilizado na rede credenciada Visa e também lhe permite fazer saques nos caixas ATM (rede Visa/Plus), para maiores informações acesse: Visa do Brasil.

Dica: Não ande com todo o seu dinheiro no bolso, para a sua segurança utilize o cofre do hotel.

Os americanos utilizam bastante as moedas ("coins"):

  • penny - 1 cent
  • nickel - 5 cents
  • dime - 10 cents
  • quarter - 25 cents
  • half-dollar ou fifty-cent piece - 50 cents

As notas são de US$ 1,00, US$ 5,00, US$ 10,00, US$ 20,00, US$ 50,00 e US$ 100,00 dólares. Valendo destacar que os comerciantes geralmente verificam a autenticidade daquelas acima de US$ 50,00 - com uma caneta especial.

A nota de US$ 2,00 já foi quase totalmente retirada de circulação, contudo, continua valendo pois trata-se de uma moeda legal.

 


TAGS:  Dinheiro   Moeda Americana  

 

Voltar