Julho 6, 2016 @ 5:00 am

5 perigos que os tubarões enfrentam na natureza

 
 

Nova montanha-russa Mako e a área temática Shark Wreck Reef no SeaWorld Orlando alertam para as ameaças que esses animais sofrem no mundo todo

Há menos de um mês inaugurou no SeaWorld Orlando a Mako, a nova hypercoaster do parque, que tem 61 metros de altura, e é a mais alta, mais rápida e mais longa montanha-russa de Orlando. Ela é a peça central da a Shark Wreck Reef, que apresenta a já existente atração Shark Encounter, opções gastronômicas, lojas de presentes e algumas exibições interativas e educacionais que alertam os visitantes para os perigos que os tubarões enfrentam na natureza.

Nas diversas estações educacionais, os visitantes podem conhecer as diferentes espécies e classificações de tubarões e descobrir, por exemplo, como os eles se alimentam. Essas divertidas e interativas exibições desvendam alguns mitos sobre os tubarões, incluindo a informação de quantas pessoas são mortas em ataques de tubarões (10 em 2015) comparado com quantas morrem por picadas de insetos (725 mil) ou por doenças causadas por parasitas (10 mil).

As estações também explicam como o comportamento humano está colocando em risco alguns tubarões ao ponto de extingui-los. Eles são caçados por causa de sua barbatana - considerada uma iguaria em alguns países - e também acidentalmente mortos por longas linhas de pescas ou redes de pescas comerciais. Confira abaixo outros fatos sobre os tubarões:

Tubarões são frequentemente mal interpretados

  • Pessoas gastam bilhões de horas por ano nos oceanos, e mesmo assim houve apenas 98 ataques reportados em 2015. Desse total, 6 foram fatais.
  • Mais pessoas morrem a cada ano de picadas de abelha, atingidas por raios e avalanches, atacadas por cães, picadas de mosquitos e quedas em escadas do que de ataques de tubarão.

Os tubarões precisam da nossa ajuda

  • Mais de 100 milhões de tubarões são mortos todos os anos, principalmente devido ao uso das barbatanas para fazer sopas, consideradas iguarias em alguns países.
  • Devido à pesca excessiva, 32% dos tubarões de mar aberto estão em risco de extinção.

O que nós podemos fazer

  • Não coma sopa de barbatanas e incentive outras pessoas a terem a mesma postura.
  • Procure por recursos de frutos do mar sustentáveis nos mercados e restaurantes. Frutos do mar sustentáveis são pescados ou criados de uma maneira que os responsáveis podem equilibrar a quantidade retirada do oceano e a velocidade que essas espécies se reproduzem, mantendo assim uma população saudável.

TAGS:  Tubarões   Sharks   SeaWorld  

Luiz Carlos Pantoja Filho
publicado por
 

Luiz Carlos Pantoja Filho  

Criador e Webmaster do site Viajando para Orlando (carinhosamente conhecido como VPO), advogado, apaixonado pela obra de Walter Elias Disney e pelos parques de Orlando, pai da Manuella, marido da Greicy Pantoja...

Deixe um comentário

* não será publicado

Deixe o seu comentário (Facebook)