Planejamento - Dinheiro, Cartão, Travel Check e Cartão Pré-Pago Internacional

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

Este tópico se presta para que os usuários possam trocar informações e sanar dúvidas sobre a utilização de dinheiro, cartão de crédito, travel check e VTM, mas não para a divulgação de produtos ou cotação de preços.
Quanto ao cartão pré-pago internacional, tendo em vista a proibição da citação de empresas ("3.1") bem como reclamações ("3.3"), antes de adquirir tal produto não deixe de verificar os comentários postados pelos internautas no site Reclame Aqui - link.
Não é permitida a citação de empresas de câmbio no presente tópico em obediência ao nosso regulamento (3.1).
Para informações a respeito da cotação do dólar valham-se de outros veículos de informação como UOL, Terra, ou qualquer outro de sua preferência. Evitando utilizar o presente tópico apenas para tal finalidade.
Destaco ainda que o nosso fórum não se presta para qualquer discussão relacionada a política econômica, partidos políticos e assuntos análogos.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 13/09/2015 - 05:09:56hs
 
 

Excelente sugestão, Leticia!!

Rapidamente fiz umas mudanças na planilha da viagem para simular um cruzeiro de 3 dias e mesmo sem tirar nada da estadia em Orlando (dias de parques etc.) o custo permaneceu o mesmo, só pelo fato de diminuir a quantidade de diárias de hotel, carro, gasolina, comida etc.

Ou seja, gastaríamos a mesma coisa - ou até menos - e ainda faríamos um cruzeiro!

Vou trabalhar melhor essa ideia!

Gente,

Eu e minha esposa vamos voltar à Orlando em maio do ano que vem e só compramos a passagem até agora. Estou muito resiliente e o foco é manter a viagem com replanejamento. Em meia hora conversando, já diminuímos em uns 3 mil reais, basicamente tirando dinheiro para compras e comida, e pegando o carro mais barato disponível, entre outras coisinhas.

O problema é que como já compramos as passagens ficamos presos à quantidade de dias (20 dias). Se fosse comprar hoje, com certeza compraria um período bem menor. Às vezes torço não é nem para que o dólar baixe, mas parando de subir já estaria de bom tamanho.

O que fizemos foi estabelecer um valor total da viagem em reais, somando todos os gastos com a viagem (de passagem à comida, passando por táxi para o aeroporto). Estabelecemos o limite de 33 mil reais (os dois juntos, claro). Daí vamos comprar a quantidade de dólares que der com esse dinheiro e vai ser isso e pronto! Infelizmente não dá para planejar em dólar do jeito que o câmbio está.
(mensagem de José Brasiliano de Oliveira Neto)


Não estou com viagem marcada agora, mas minha irmã está e com vários dias em Orlando. Com o alto custo do dólar, sugeri a ela fazer um cruzeiro.
Em um navio bom, tem programação todos os dias e todas as refeições são incluídas. Eu fiz Oasis Of the Seas, saindo de Ft Lauderdale. São 7 dias de cruzeiro pelo Caribe, dezenas de restaurantes, shows padrão Broadway, surf a bordo, escalada, pista de patinação no gelo e muitas atividades o dia todo. E o preço é bem atrativo.
Tem passeios saindo de Miami, Ft Lauderdale, Tampa e de outras cidades da Florida.
Fica a sugestão para quem precisa racionalizar os custos, mas não quer deixar de aproveitar muito.
(mensagem de Leticia C)


 


 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 13/09/2015 - 10:09:28hs
 
 

Gente,

Eu e minha esposa vamos voltar à Orlando em maio do ano que vem e só compramos a passagem até agora. Estou muito resiliente e o foco é manter a viagem com replanejamento. Em meia hora conversando, já diminuímos em uns 3 mil reais, basicamente tirando dinheiro para compras e comida, e pegando o carro mais barato disponível, entre outras coisinhas.

O problema é que como já compramos as passagens ficamos presos à quantidade de dias (20 dias). Se fosse comprar hoje, com certeza compraria um período bem menor. Às vezes torço não é nem para que o dólar baixe, mas parando de subir já estaria de bom tamanho.

O que fizemos foi estabelecer um valor total da viagem em reais, somando todos os gastos com a viagem (de passagem à comida, passando por táxi para o aeroporto). Estabelecemos o limite de 33 mil reais (os dois juntos, claro). Daí vamos comprar a quantidade de dólares que der com esse dinheiro e vai ser isso e pronto! Infelizmente não dá para planejar em dólar do jeito que o câmbio está.
(mensagem de José Brasiliano de Oliveira Neto)


Não estou com viagem marcada agora, mas minha irmã está e com vários dias em Orlando. Com o alto custo do dólar, sugeri a ela fazer um cruzeiro.
Em um navio bom, tem programação todos os dias e todas as refeições são incluídas. Eu fiz Oasis Of the Seas, saindo de Ft Lauderdale. São 7 dias de cruzeiro pelo Caribe, dezenas de restaurantes, shows padrão Broadway, surf a bordo, escalada, pista de patinação no gelo e muitas atividades o dia todo. E o preço é bem atrativo.
Tem passeios saindo de Miami, Ft Lauderdale, Tampa e de outras cidades da Florida.
Fica a sugestão para quem precisa racionalizar os custos, mas não quer deixar de aproveitar muito.

 


 
Res: Nada de carro mais, nem compras, nem nada.

 mensagem postada em 13/09/2015 - 12:09:18hs
 
 

Estou nesse esquema tb, João.
Primeiro hotel na Universal, depois hotel na Disney.
Não vou mais no Busch Gardens, cancelamos as compras e não vamos mais alugar carro. Mas compramos o ingresso de 14 dias da Universal...vai ter parque de monte!

Praticamente cortei tudo da viagem, só pra não cancelar.

Nada de carro mais, nem compras, nem nada.

1º Hotel próximo da Universal, e 2º hotel próximo da disney, bem próximo mesmo!
(mensagem de João Leonardo Amaral Soares)


 


 
Res: Não desistam

 mensagem postada em 12/09/2015 - 07:09:14hs
 
 

Aqui em casa não estamos querendo desistir não, mas estamos pensando em como economizar...
Ainda não colocamos na ponta do lápis, mas ainda não desistimos por completo de ficar em um dos All Stars mesmo outros hotéis fora do complexo Disney sendo mais baratos porque dependendo da quantidade de dias que formos em parques da Disney (estamos pensando em no mínimo 6, dos 12 que estaremos lá) poderemos utilizar o transporte deles pra ir e voltar dos parques, economizando assim não só no aluguel do carro como também no estacionamento, além de utilizar o ônibus grátis para o percurso aeroporto/hotel/aeroporto... tem a chance de conseguir o free dining plan também, mas como não comemos muito e acho que conseguimos economizar bem com comida, se tivermos a opção vamos preferir o desconto no quarto...

Agora não sei o que vale mais a pena nos outros dias (dos parques da Universal, etc), se é alugar carro, algum outro meio de transporte (taxi? Uber? algum transfer?) ou mudar de hotel...

 


 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 12/09/2015 - 07:09:08hs
 
 

Gente,

Eu e minha esposa vamos voltar à Orlando em maio do ano que vem e só compramos a passagem até agora. Estou muito resiliente e o foco é manter a viagem com replanejamento. Em meia hora conversando, já diminuímos em uns 3 mil reais, basicamente tirando dinheiro para compras e comida, e pegando o carro mais barato disponível, entre outras coisinhas.

O problema é que como já compramos as passagens ficamos presos à quantidade de dias (20 dias). Se fosse comprar hoje, com certeza compraria um período bem menor. Às vezes torço não é nem para que o dólar baixe, mas parando de subir já estaria de bom tamanho.

O que fizemos foi estabelecer um valor total da viagem em reais, somando todos os gastos com a viagem (de passagem à comida, passando por táxi para o aeroporto). Estabelecemos o limite de 33 mil reais (os dois juntos, claro). Daí vamos comprar a quantidade de dólares que der com esse dinheiro e vai ser isso e pronto! Infelizmente não dá para planejar em dólar do jeito que o câmbio está.

 


 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 12/09/2015 - 12:09:41hs
 
 

Oi Tatiane bom dia!

Não sei se no site você poderá ter uma ideia geral dos congelados mas eu fui em janeiro e experimentei vários.

Achei a maioria deliciosos, tem congelados individuais a U$ 1,50 , U$ 2,00.

Para as crianças não fugi muito do macarrão com almôndegas e consegui um queijo parmesão ralado então deu para levar bem.

Aqui em casa temos um vício em miojo muito apropriado em tempos de vacas magras kkk e lá tem uma marca boa então no aperto ia miojo.

Para quem ficar em quarto com cozinha ou casa é mais fácil mas só com um microondas no quarto já resolve muito.

Tem para quem gosta vários sanduíches pocket e para os homens que comem mais tem os congelados com carne que são ótimos e baratos.

Para os parques nós levávamos sanduíches de pão de forma com peito de peru e algumas latas de refri zero e garrafas de água.

Achei até suco de caixinha para o pequeno mas é difícil encontrar por lá.

O mais importante, e que funciona bem com as crianças mais velhas e adolescentes, são os combinados, estabelecer cotas e limites de lembrancinhas , até o meu de 5 anos entendeu bem os limites.

Se quiser muito uma coisa terá que abrir mão de outra...falando assim dá aquela dor no peito... vocês devem imaginar que eu sou muito comedida e econômica mas é justamente o contrário...quero comprar tudo que eles querem quem segura é o meu marido e eu aprendi a me controlar então eu sei que não é fácil dizer não para eles lá!!

De qualquer forma eu ainda acho que quem já está no meio do caminho deve ir até o final!!

Apertamos aqui e ali e conseguimos !

Abçs,

Alessandra

 


 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 11/09/2015 - 10:09:31hs
 
 

É dureza mesmo, mas concordo que é melhor não desistir. É bom demais e a lembrança é mesmo pra sempre.

Por aqui, eu evito pagar comida no cartão de crédito porque é doído pagar a fatura. Mas roupas etc não sofro tanto. Sou bem seletiva nas roupas e não vou para marcas caras, por exemplo, então mesmo com dólar caro ainda sai mais barato do que aqui (pelo menos as coisas que eu gosto e encontro no meu tamanho lá).

Abs,

Késsia


Quanto a alimentação obviamente não tem como fugir. Mas de repente tentar pegar os planos de refeição grátis que a disney oferece com a hospedagem é uma boa. Se não, economizar mesmo na refeição.
(mensagem de Gabriela Uberti)


Quando o assunto é DP, e em tempos de crise, sugiro fugir dos planos que incluam serviço de mesa (Table Service), gasta-se uma nota preta com gorjetas, e é bem complicado não pagar, pois eles são muito atenciosos na mesa. Melhor ficar só nas refeições de balcão (Quick Service).

Um lugar que eu gosto de comer em Orlando quando to com muita fome e quero pagar pouco é no Cicis Pizza. Lá tem buffet com pizzas, massas, sopas, saladas, sobremesas e bidas refil à vontade. Tudo bem gostoso e o preço é ridículo. O buffet completo custa tipo uns U$5,00 e uns U$2,00 pra incluir bebida liberada. Crianças ainda pagam metade. Come-se muito e vc passa o resto do dia sem fome. Fica a dica...

abs

(mensagem de Rodrigo Bamberg)


 


 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 11/09/2015 - 10:09:24hs
 
 


Quanto a alimentação obviamente não tem como fugir. Mas de repente tentar pegar os planos de refeição grátis que a disney oferece com a hospedagem é uma boa. Se não, economizar mesmo na refeição.
(mensagem de Gabriela Uberti)


Quando o assunto é DP, e em tempos de crise, sugiro fugir dos planos que incluam serviço de mesa (Table Service), gasta-se uma nota preta com gorjetas, e é bem complicado não pagar, pois eles são muito atenciosos na mesa. Melhor ficar só nas refeições de balcão (Quick Service).

Um lugar que eu gosto de comer em Orlando quando to com muita fome e quero pagar pouco é no Cicis Pizza. Lá tem buffet com pizzas, massas, sopas, saladas, sobremesas e bidas refil à vontade. Tudo bem gostoso e o preço é ridículo. O buffet completo custa tipo uns U$5,00 e uns U$2,00 pra incluir bebida liberada. Crianças ainda pagam metade. Come-se muito e vc passa o resto do dia sem fome. Fica a dica...

abs

 


 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 11/09/2015 - 09:09:57hs
 
 

Aqui já estamos em pânico, mas não vamos desistir.
Compramos 14 dias de ingressos da Universal em uma promoção que saiu o mesmo preço de 2 dias e eu queria muito comprar somente o ingresso para a festa de Natal no MK que é meu sonho, mas como somos 5 se brincar o sonho terá que ser adiado.
Sinceramente se o dólar continuar subindo iremos viver de congelados, lanches comprados em supermercado e talvez eu leve biscoitos e outras coisas daqui na mala.
Vou olhar no site do Wal Mart e converter o preço, se valer a pena eu irei fazer isso pra não precisar abrir mão da viagem. Odeio economizar em comida, mas dessa vez parece que vai ser necessário
Já estamos esperando o dólar a 4,50 e se não subir mais que isso até Dezembro, confesso que fico até aliviada, pois já ouvi dizer que em dezembro ele chega a 5 reais.

 


 
Res: Não desistam!

 mensagem postada em 11/09/2015 - 08:09:56hs
 
 

Gente, realmente o dólar está insustentável!!! Mas a previsão infelizmente é de só piorar. O dolar deve fechar o ano em R$ 4,5 (ou mais). E estão prevendo dólar a espantosos R$ 6,00 ano que vem (vai depender dos rebaixamentos e do possível aumento de juros no eua, atraindo maior investimento). Enfim, tempos difíceis.

Penso que quem não comprou ainda nada, mas está querendo ir, deve se programar para outra data.

Agora, acho que quem JÁ comprou não deve desistir. As multas são elevadas e a frustração de não ter o sonho realizado também. Mas acho que existem maneiras de economizar. Compras definitivamente só o essencial. Não está valendo a pena mesmo. Deixem para outros momentos. E compra é uma das coisas que mais gasta.

Quanto a alimentação obviamente não tem como fugir. Mas de repente tentar pegar os planos de refeição grátis que a disney oferece com a hospedagem é uma boa. Se não, economizar mesmo na refeição. Acho que sem refeição com personagens (só se for muittoooooo essencial, tipo aniversario e olhe lá). Levar lanches para o parque tambem. Eu particularmente não gostei muito da comida dos parques, então sempre levava lanches de qualquer forma. Uma coisa barata que vi é que se vendia no burger king 2 sanduiches por 5 dolares. Acho que é tipo de coisa para se jogar. Vitorios e Camilas vale a pena também. Nessa época, se eu fosse, nem pensaria em gastar muito com comida.

Outra dica é escolha bem os passeios que vai fazer. Sei que queremos fazer tudo, mas o dindin realmente vai pesar. Então, selecione os parques que tem mais afinidade. Geralmente, se voce compra mais de um da mesma rede é mais barato. Por exemplo, as vezes vá para o MK mais de uma vez (eu fui só uma e outra no haloween, não deu tempo para fazer tudo, é muito cansativo). AS vezes é a oportunidade para conhecer o parque bem. A viagem costuma ser muito cansativa por fazermos um parque por dia... Então faça mais, Universal é bom fazer em mais dias também.. Ai voce aprecia os detalhes, se delicia na area do HP.

E por fim acho que esqueça cartão de crédito... Como está tudo muito incerto é perigoso pagar algo já com dolar alto e chegar aqui pagar com o dolar mais alto ainda, além do adorado IOF.

 


 
 
Em Main Street U.S.A. encontra-se um quartel de bombeiros "Fire Station n.71". Porque n.71? É o ano em que o Magic Kingdom foi inaugurado 1971.