Civilidade nos parques

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
Res: Res: Res: Falta educação

 mensagem postada em 30/06/2013 - 11:06:01hs
 
 

Elô como ja disse não são só os brasileiros que nao tem educacao, concordo plenamente com você. Vi grupo de meninas argentinas (provavelmente viagem de escola ou grupo de 15 anos) furando fila na Hulk, americana sentando no encosto do banco pra ficar mais alta obstruindo a visao da minha filha no believe (Shamu sea world), entre outros que nao me lembro agora. Os brasileiros tenho certeza de lembrar mais coisas pois como ja foi dito rola o fenomeno da vergonha alheia...
mas sem duvida alguma, até porque em alguns momentos somos em maior numero até do que os proprios americanos, a falta de educacao do povo tupiniquim é a mais evidente.
Não sou eu que digo isso, isso é dito por amigos brasileiros que moram em Orlando. Concordo que devemos fazer a nossa parte, e tem mais, nao temos que fazer a nossa parte lá temos que fazer aqui tambem, pois costume de casa se leva a rua... e tem mais queremos que isso aqui melhore ou nao?

 


 
Res: Res: Res: Res: Falta educação

 mensagem postada em 30/06/2013 - 12:06:50hs
 
 

Eu concordo com todos, apenas queria dizer que o povo brasileiro em geral é mal educado. Seja povão, seja rico, emergente e etc. A maior parte é completamente mal educada...
Essa é a minha opinião que vejo pelo meu trabalho e pelas viagens que fiz.

Abs

 


 
Res: Res: Res: Res: Falta educação

 mensagem postada em 30/06/2013 - 04:06:07hs
 
 

Henrique,
Concordo 100% com você!
Temos que começar aqui, em casa!
Seja na rua, no trânsito, nos restaurantes, nos shoppings, etc!!!
É o início de tudo: EDUCAÇÃO!
Elõ

Elô como ja disse não são só os brasileiros que nao tem educacao, concordo plenamente com você. Vi grupo de meninas argentinas (provavelmente viagem de escola ou grupo de 15 anos) furando fila na Hulk, americana sentando no encosto do banco pra ficar mais alta obstruindo a visao da minha filha no believe (Shamu sea world), entre outros que nao me lembro agora. Os brasileiros tenho certeza de lembrar mais coisas pois como ja foi dito rola o fenomeno da vergonha alheia...
mas sem duvida alguma, até porque em alguns momentos somos em maior numero até do que os proprios americanos, a falta de educacao do povo tupiniquim é a mais evidente.
Não sou eu que digo isso, isso é dito por amigos brasileiros que moram em Orlando. Concordo que devemos fazer a nossa parte, e tem mais, nao temos que fazer a nossa parte lá temos que fazer aqui tambem, pois costume de casa se leva a rua... e tem mais queremos que isso aqui melhore ou nao? (mensagem de Henrique Araujo Kalbermatter)

 


 
Falta Educação

 mensagem postada em 01/07/2013 - 09:07:47hs
 
 

Levava uma galeeera nos grupos, e sempre tentava manter o mínimo de educação de cada um...
Mas não podia deixar de reparar nos grupos de outras agências, total falta de educação... deixavam a galera furando fila, gritar nos parques, apostar corrida, esbarrar com outras pessoas que passavam pelos parques, sentam no chão em qualquer lugar...assim, férias de julho vemos de tudo, inclusive falta de educação dos nossos conterrâneos, isso é fato.

Estou bem acostumada, mas para quem não é daqui, sempre diz ''ah são os brasileiros!''

Normal....

Mas se cada um fizer a sua parte, conseguimos manter uma ordem. Eu aprendi assim da minha mãe, e passava para meus passageiros desde o embarque... fora que isso tem que vir de casa, não?

... E as mães mal sabiam o que seus filhos faziam longe de seus olhos....

 


 
Res: Res: Res: Res: Res: O Jeitinho Brasileiro - Vamos mudar isso ?

 mensagem postada em 28/05/2014 - 04:05:52hs
 
 

Os brasileiros são em geral muito mal educados... e por esse motivo, não me sinto nenhum pouco confortável nesse país. Me sinto num lugar sem lei, sem ordem e muito menos progresso.
Tenho vergonha de viajar para fora, e pelo idioma ser reconhecida como brasileira. Assim como em qualquer lugar na minha vida, mantenho minha educação. E me adapto às regras dos locais que frequento.
Infelizmente o que deveria ser regra é minoria.
Quem sabe um dia, consigo sair daqui...



Concordo com voces. Vi um casal de brasileiros abrindo embalagem de biscoitos (varios) para provar antes de comprar. Um funcionario do supermercado nao falou nada, acionou o seguranca da loja e este acionou a policia. Resultado voces ja imaginam...sairam algemados do local. Isso aqui eh considerado vandalismo e roubo.
Vejo em algumas lojas escrito em portugues: "NAO ABRIR AS CAIXAS DOS PRODUTOS, PECA ASSISTENCIA A UM FUNCIONARIO" em letras garrafais e em portugues...porque sera?

Minha filha presenciou na Forever 21 a mesma bagunca de sempre. La eles foram gentis e pediram que todos saissem da loja.
Nestas horas me sinto envergonhada e nao sinto vontade de ajudar, nem traduzir nada. Se se arriscam em um pais estrangeiro a agir assim, no minimo, estao preparados para arcar com as consequencias.
Agora a pergunta: Estas atitudes sao praticadas no Brasil ou so quando estao em paises estrangeiros?

Queria muito que isso nao fosse verdade. (mensagem de Fortunne)

 


 
Res: Res: Res: Res: Res: Res: O Jeitinho Brasileiro - Vamos mudar isso ?

 mensagem postada em 02/07/2014 - 03:07:18hs
 
 

Me sinto como vc Daniela, estava na fila da montanha russa do Aerosmith e tinha uma excursão de adolescentes brasileiros fazendo uma ZONA, gritavam, se empurravam, derrubavam refrigerante no chão. Estavam realmente me incomodando, mas fiquei extremamente envergonhada ainda quando ouvi o trio na minha frente comentarem "aposto 5$ como são brasileiros".

Estive na argentina em novembro e no passeio das cataratas havia uma excursão de adolescentes, com certeza eram de uma escola muito simples, e por mais que bagunçassem como adolescentes nenhum comportamento era inapropriado.

 


 
O Jeitinho Brasileiro - Vamos mudar isso ?

 mensagem postada em 02/07/2014 - 03:07:11hs
 
 

Me sinto como vc Daniela, estava na fila da montanha russa do Aerosmith e tinha uma excursão de adolescentes brasileiros fazendo uma ZONA, gritavam, se empurravam, derrubavam refrigerante no chão. Estavam realmente me incomodando, mas fiquei extremamente envergonhada ainda quando ouvi o trio na minha frente comentarem "aposto 5$ como são brasileiros".
Estive na argentina em novembro e no passeio das cataratas havia uma excursão de adolescentes, com certeza eram de uma escola muito simples, e por mais que bagunçassem como adolescentes nenhum comportamento era inapropriado. (mensagem de Pamela Damasio)


Pamela, Larissa, Daniela, Rafael,

É quando a gente viaja para o exterior (não só em Orlando) muitas vezes ficamos com Vergonha de sermos brasileiros !!!
Primeiro pelo motivo citado em seus posts (falta de educação do povo), e depois porque somente notícias muito ruins do Brasil são publicadas e veiculadas lá fora.
É roubo, corrupção, mentiras do governo, criminalidade em alta, estupros, assaltos, enfim, tudo de ruim !!!
Em restaurante, os brasileiros falam muito alto, dão gargalhadas, cometem gafes, enfim, logo se sabe quando tem uma mesa de patrícios lá fora !!
Muitas vezes eu e minha família ficamos conversando em inglês em nossa mesa, para que ninguém saiba que nós também somos brasileiros ...
Quem sabe um dia consigamos sair daqui e emigrar para um País um pouco mais decente que o nosso !! Mas também tem explicação: o Brasil foi formado com todo tipo de gente que não prestava na Europa: presidiários, prostitutas, ladrões, tudo o que era gente que não interessava lá eles mandavam para cá !! Deu no que deu !
Bjs,
Alice.




 


 
Falta de educação

 mensagem postada em 02/07/2014 - 05:07:19hs
 
 

Confesso que eu esperava ver muita falta de educação vinda de brasileiros por lá, mas fiquei surpresa e ver que todos se comportavam bem. Vi poucas excursoes de adolescente, mas eram calmas e organizadas.

Vi muita gente mau educada (que esbarram e nao te olham, que falam alto, que gritam, que as gritas choram fazendo alarde e ninguem se importa, que joga coisas no chao ou deixa na mesa, etc) vindo de pessoas que falavam espanhol. Mas nao sei nacionalidade.

Mas senti a diferença já no aviao da volta. Pessoal falando e rindo alto no avião, sem dar passagem na hora de sair, parando um tempao na hora de colocar as malas em cima, e sem o minimo pudor em ver uma fila enorme se formando...

Quando chegou entao eu fiquei louca. Na fila da alfandega eu fui na maior calma e todo mundo me passava, o minimo de respeito. Eu tava na curva da fila, as pessoas saiam de tras e iam furar na curva. O cara de tras batei com o carrinho na minha perna 3x, e so se desculpou quando eu olhei MUITO feio. Quando percebi, ele estava na minha frente!

Acho que tem muito daquilo: brasileiro no país dos outros se finge de educado. Mas deveriamos todos trazer os bons modos.

 


 
Res: Falta de educação

 mensagem postada em 02/07/2014 - 05:07:31hs
 
 

Confesso que eu esperava ver muita falta de educação vinda de brasileiros por lá, mas fiquei surpresa e ver que todos se comportavam bem. Vi poucas excursoes de adolescente, mas eram calmas e organizadas.

Vi muita gente mau educada (que esbarram e nao te olham, que falam alto, que gritam, que as gritas choram fazendo alarde e ninguem se importa, que joga coisas no chao ou deixa na mesa, etc) vindo de pessoas que falavam espanhol. Mas nao sei nacionalidade.

Mas senti a diferença já no aviao da volta. Pessoal falando e rindo alto no avião, sem dar passagem na hora de sair, parando um tempao na hora de colocar as malas em cima, e sem o minimo pudor em ver uma fila enorme se formando...

Quando chegou entao eu fiquei louca. Na fila da alfandega eu fui na maior calma e todo mundo me passava, o minimo de respeito. Eu tava na curva da fila, as pessoas saiam de tras e iam furar na curva. O cara de tras batei com o carrinho na minha perna 3x, e so se desculpou quando eu olhei MUITO feio. Quando percebi, ele estava na minha frente!

Acho que tem muito daquilo: brasileiro no país dos outros se finge de educado. Mas deveriamos todos trazer os bons modos. (mensagem de Juliana Medina)


Juliana, também já notei isso. Mas tb já presenciei falta de modos, algumas vezes de brasileiros, outras de estrangeiros, não necessariamente americanos.

 


 
Res: Res: Falta de educação

 mensagem postada em 02/07/2014 - 07:07:42hs
 
 

Mais uma vez acho que isso demonstra que " quando a casa está arrumada e tem dono, os ratos não fazem a festa", onde existe ordem as pessoas tem em geral que entrar nos eixos inconscientemente, onde não tem, a coisa rui mesmo., Isso se explica biologicamente.
bj

Confesso que eu esperava ver muita falta de educação vinda de brasileiros por lá, mas fiquei surpresa e ver que todos se comportavam bem. Vi poucas excursoes de adolescente, mas eram calmas e organizadas.

Vi muita gente mau educada (que esbarram e nao te olham, que falam alto, que gritam, que as gritas choram fazendo alarde e ninguem se importa, que joga coisas no chao ou deixa na mesa, etc) vindo de pessoas que falavam espanhol. Mas nao sei nacionalidade.

Mas senti a diferença já no aviao da volta. Pessoal falando e rindo alto no avião, sem dar passagem na hora de sair, parando um tempao na hora de colocar as malas em cima, e sem o minimo pudor em ver uma fila enorme se formando...

Quando chegou entao eu fiquei louca. Na fila da alfandega eu fui na maior calma e todo mundo me passava, o minimo de respeito. Eu tava na curva da fila, as pessoas saiam de tras e iam furar na curva. O cara de tras batei com o carrinho na minha perna 3x, e so se desculpou quando eu olhei MUITO feio. Quando percebi, ele estava na minha frente!

Acho que tem muito daquilo: brasileiro no país dos outros se finge de educado. Mas deveriamos todos trazer os bons modos. (mensagem de Juliana Medina)


Juliana, também já notei isso. Mas tb já presenciei falta de modos, algumas vezes de brasileiros, outras de estrangeiros, não necessariamente americanos.

(mensagem de Patrícia Parra)

 


 
 
O patriotismo de Walt sempre foi evidente em sua obra. Assim, no Magic Kingdom, existem inúmeras bandeiras asteadas nas lojas em Town Square e ao longo da Main Street U.S.A., mas elas foram impressas de maneira a - propositalmente - não terem o número correto de estrelas e listas, com o objetivo de assim não terem que ser retiradas toda noite, como é obrigatório para as bandeiras oficiais.