Enquete - Qual seu maior mico?

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Res: Res: Eu não falo Português- Nely

 mensagem postada em 28/05/2013 - 09:05:12hs
 
 

Sra. Patrícia,

Antigamente não tinha prova de lingua estrangeira para passar no concurso da Policia Federal (aqueles agentes que trabalham na emigração).
Só os Auditores Fiscais que trabalham em aduana tem também prova de inglês em seu concurso.
Poderíamos fazer uma sugestão ao Diretor da Policia Federal para que também coloque prova de inglês ou outro idioma estrangeiro na prova para delegados. Que tal ?




Eu não assisti essa reportagem, mas ano passado presenciei uma cena de dar pena. Uma funcionária da Polícia Federal, aquelas que conferem os passaportes, a menina não conseguia se fazer entender de jeito nenhum em inglês. Poxa, ela estava no embarque internacional, o mínimo é ter inglês básico.
Eu fiquei envergonhada por ela. Ela falando "doingui", acho que queria dizer "doing" e "goungui", acho que era going... enfim, realmente poderiam investir mais nessa área de educação. Eu não ri dela, mas fiquei com pena dela e do turista, pois foi um constrangimento para ambos.
(mensagem de Patrícia Parra)
(mensagem de Ayrton Horikawa)


Sr. Ayrton

Creio que as referidas "funcionárias" não são concursadas e sim TERCEIRIZADAS por alguma empresa prestadora de serviços.

Acredito que os delegados da polícia federal (?????) falam inglês, pelo menos alguns falavam quando trabalhei no terminal de passageiros de cruzeiros marítimos.

Deveriam se atentar ao fato de que no embarque internacional no Brasil, nem todos os passageiros falam português.

 


 
Res: Eu não falo Português- Nely

 mensagem postada em 28/05/2013 - 09:05:28hs
 
 

Sra. Patrícia,

Antigamente não tinha prova de lingua estrangeira para passar no concurso da Policia Federal (aqueles agentes que trabalham na emigração).
Só os Auditores Fiscais que trabalham em aduana tem também prova de inglês em seu concurso.
Poderíamos fazer uma sugestão ao Diretor da Policia Federal para que também coloque prova de inglês ou outro idioma estrangeiro na prova para delegados. Que tal ?




Eu não assisti essa reportagem, mas ano passado presenciei uma cena de dar pena. Uma funcionária da Polícia Federal, aquelas que conferem os passaportes, a menina não conseguia se fazer entender de jeito nenhum em inglês. Poxa, ela estava no embarque internacional, o mínimo é ter inglês básico.
Eu fiquei envergonhada por ela. Ela falando "doingui", acho que queria dizer "doing" e "goungui", acho que era going... enfim, realmente poderiam investir mais nessa área de educação. Eu não ri dela, mas fiquei com pena dela e do turista, pois foi um constrangimento para ambos.
(mensagem de Patrícia Parra)

 


 
Res: Eu não falo Português- Nely

 mensagem postada em 28/05/2013 - 08:05:48hs
 
 

Olá Camilla!!!

Não acho que você tenha feito nenhum comentário desabonador aos brasileiros, muito pelo contrário, acho que você retratou muito bem o que se passa com ALGUNS, vejam bem alguns (graças a Deus que não são todos) brasileiros que acham que o comportamento por muitas vezes descontraído de brasileiros não é interpretado como falta de educação...
Ás vezes as pessoas esquecem que estão em um país diferente, é obvio que quem trabalha com informações turísticas deveria falar outros idiomas e que as informações devem sempre ser dadas ... mas como brasileiros jamais deveríamos condenar... pois há 15 dias foi feita uma reportagem num programa dominical mostrando que aqui em nossa adorada terrinha, nem quem trabalha nos aeroportos ou nos centros de informações turísticas fala idioma nenhum..... quer mico maior????? (mensagem de Nely Rodrigues P. Rezende)


Eu não assisti essa reportagem, mas ano passado presenciei uma cena de dar pena. Uma funcionária da Polícia Federal, aquelas que conferem os passaportes, a menina não conseguia se fazer entender de jeito nenhum em inglês. Poxa, ela estava no embarque internacional, o mínimo é ter inglês básico.

Eu fiquei envergonhada por ela. Ela falando "doingui", acho que queria dizer "doing" e "goungui", acho que era going... enfim, realmente poderiam investir mais nessa área de educação. Eu não ri dela, mas fiquei com pena dela e do turista, pois foi um constrangimento para ambos.

 


 
Eu não falo Português- Camilla

 mensagem postada em 28/05/2013 - 08:05:28hs
 
 

Olá Camilla!!!

Não acho que você tenha feito nenhum comentário desabonador aos brasileiros, muito pelo contrário, acho que você retratou muito bem o que se passa com ALGUNS, vejam bem alguns (graças a Deus que não são todos) brasileiros que acham que o comportamento por muitas vezes descontraído de brasileiros não é interpretado como falta de educação...
Ás vezes as pessoas esquecem que estão em um país diferente, é obvio que quem trabalha com informações turísticas deveria falar outros idiomas e que as informações devem sempre ser dadas ... mas como brasileiros jamais deveríamos condenar... pois há 15 dias foi feita uma reportagem num programa dominical mostrando que aqui em nossa adorada terrinha, nem quem trabalha nos aeroportos ou nos centros de informações turísticas fala idioma nenhum..... quer mico maior?????

 


 
Res: Res: Res: Eu (não) falo Português

 mensagem postada em 28/05/2013 - 12:05:06hs
 
 

Exatamente. É claro que eu falava português com as pessoas, como disse no meu texto original, eu adoro dar dicas e saber das viagem, qual brinquedo gostaram mais, é só que era engraçado ver o que as pessoas falavam sem ter noção que outras pessoas entendem. Tanto que o mico que eu relatei foi o que eu continuei falando em inglês com um brasileiro (mas mesmo assim ele tinha me entendido), só que depois ele viu que eu era brasileira e aí eu fiquei morrendo vergonha. Honestamente, às vezes eu nem percebia se estava falando em português ou inglês, só quando alguém perguntava mesmo.

Eu sou brasileira também, sei como é estar em um país que fala uma língua que eu não entendo e obviamente eu faço a mesma coisa (meus pais então...). Sei que não é fácil e é uma luz no fim do túnel quando achamos alguém que nos entenda. O que não deixa de ser engraçado nós acharmos que falando devagar os outros vão nos entender. Ou fazendo mímicas para pedir alguma coisa (como uma mulher fazendo um gesto obsceno para pedir um canudo, falando que queria um canudo. Se fosse qualquer pessoa ali que não falasse português, ela iria passar por um momento constrangedor) E como eu falei, mesmo eu com a minha plaquinha de Brasil e sem abrir a boca, as pessoas às vezes não percebem, e quando percebiam, eram as crianças. E nesse meio tempo, falam coisas que não deviam achando que ninguém entende, sendo que em Orlando parece ter mais brasileiros que americanos.

E sinceramente, nem todo mundo é um amor de pessoa. Teve brasileiro que por eu ser brasileira pedia desconto, pedia para eu dar brinde, aquelas excursões de 15 anos levavam qualquer um a loucura (jogavam balas no chão, metiam a mão nos doces e a gente tinha que jogar fora, comiam sem pagar...) e, acredite ou não, teve uma mãe brasileira que largou a filha de 6 anos comigo na loja porque o marido estava na montanha-russa e ela queria ir em outro brinquedo.

Enfim, desculpe-me se o meu comentário pareceu egocêntrico, não foi a minha intenção. E eu tenho a minha consciência limpa de que fiz meu trabalho da melhor forma possível, e espero ter melhorado o dia de todos que eu pude ajudar por lá.
(e sim, as vezes eu dava descontos para brasileiros quando eles não pediam)

Eu acho que vc entendeu errado, pelo o que eu entendi, ela disse que acha engraçado as coisas que os brasileiros falam achando que a pessoa nao entende o portugues e nao engraçado os brasileiros tentando falar em ingles. Eu mesmo dentro do elevador em nova iorque escutei uma conversa de um casal absurda, e eles achando que eu nao era brasileiro....no final quando a porta abriu eu sorri pra eles e mandei tomarem cuidado.....ficaram todo sem graça quando viram que eu tinha entendido toda a comversa deles!
BOM DIA

ENTENDO QUE O SEU OBJETIVO ERA PRATICAR SEU INGLES, MAS CREIO QUE TAMBÉM FAZIA PARTE DAS FUNÇÕES AJUDAR OS TURISTAS QUE NÃO TIVERAM OPORTUNIDADE DE APRENDER O IDIOMA E QUE PRECISAVAM DE AJUDA E ORIENTAÇÃO.
ACHAR ENGRAÇADO OS BRASILEIROS PASSANDO POR DIFICULDADES POR NÃO FALAR INGLES, JÁ NÃO ACHO TÃO ENGRAÇADO ASSIM.
ME PARECEU MAIS EGOCENTRISMO

ABRAÇOS





Eu trabalhei lá na loja de doces do Harry Potter ano passado, e o que não faltaram foi micos.

1-"Eu não falo Português"

No meu primeiro mês de trabalho, eu usava a minha nametag com um "eu falo português" e "yo hablo español" com muito orgulho no peito. Mas depois de um mês, eu percebi que eu falava português o dia inteiro, e o meu objetivo do intercâmbio era melhorar o meu inglês. Se eu abrisse a boca para falar português, não conseguia mudar mais a língua, porque brasileiro e mais brasileiros ouviam e aí começava... Eu adoro falar e dar dicas e saber do que que as pessoas estão gostando... mas tem aqueles dias que tudo que você quer é ficar quieta e trabalhar (tinha dias que eram 10 horas em pé, sem poder sentar nem um segundo, correndo para lá e para cá).

Eis que um dia estou eu lá, atrás do balcão de doces e chega o brasileiro me pedindo um doce, fazendo o maior esforço para me pedir em inglês. Eu já acostumada a ficar falando em inglês e sem a minha plaquinha, falei em inglês com ele. Eis que a minha amiga que estava no caixa era brasileira e eu pergunto para ela, em bom português, que horas era o break dela. Só que o cara que eu tinha vendido o doce estava na fila para pagar e me olhar com uma cara de . "Você é brasileira! E ficou aqui me fazendo falar com o meu inglês macarrônico!"

Ai gente, que vergonha.

2-"Eu disse que ela ia entender"
Outra de quando eu estava com a minha plaquinha que não dizia que eu era brasileira. Na hora de pagar, chega uma mulher com a mãe e fala comigo em português.

Mãe: "Ela não vai entender."

Eu, segurando o riso, fico muda e pego o sapo e entrego para ela.

Ela agradece, olha para a mãe e diz, toda sorridente. "Eu não disse que ela ia entender?"

3-"Mãe, olha, ela fala português!"
A coisa mais incrível é que mesmo quando eu usava a plaquinha com o "eu falo português" os adultos nunca viam, mas sempre as crianças falavam "Oh! Mãe, olha! Ela fala português!"

4-Cuidado com o que vocês falam quando acham que as pessoas não te entendem.
Em Orlando principalmente, o que mais tem são brasileiros. Uma das meninas do meu grupo era bem loira de olho claro e trabalhava num restaurante. Chegou uma brasileira com o filho, toda irritada já e fez um pedido. A menina bateu e na hora de pegar, a mulher tinha pedido errado, e ela teve que refazer. O filho perguntou o que estava acontecendo para a mãe e ela disse "É que essa -- palavra censurada -- bateu o pedido errado." A menina sorriu para ela, fez tudo de novo e quando a mulher ia embora disse: "Me desculpe, senhora, mas eu tinha entendido você pedir uma coisa diferente." A mulher não tinha onde enfiar a cara!

Só para deixar claro que eu não era má me fingindo que não falava português e sempre que a situação pedia eu falava em português com as pessoas. Mas que é divertido as vezes ouvir o que as pessoas falam quando acham que você não entende, ah é. (mensagem de CamillaL)
(mensagem de Carlos/Fátima/Carol Rodrigues)
(mensagem de marcelo paiva)

 


 
mico que eu fiz a pessoa pagar

 mensagem postada em 27/05/2013 - 10:05:15hs
 
 

estava eu na fila da tommy, quando uma mulher falava muito alto com alguém, ou seja ela tava na fila e a pessoa no setor de camisas polo e ficavam tentando se comunicar rrsrsrs e chegou minha vez no caixa.

só que eu estava com uma camisa dos estados unidos, um óculos escuro e não falei nada quando cheguei no cx dele...e o caixa começou a meter o pau na mulher que tava falando alto dizendo que não entendia pq ela gritava e ainda disse " só pode ser brasileira" .

do nada ele disse pra mim: where are you from....respondi Brazil....ele ficou vermelho na hora, e começou a rir de sem graça.

depois ele me explicou que achou que eu era americano porque tava comprando pouco e tinha jeito de americano rsrsrsrsr mais foi um mico que ele nunca mais vai querer repetir.

 


 
Eu também já paguei mico

 mensagem postada em 27/05/2013 - 02:05:34hs
 
 

Uma vez fui para Orlando.
Vieram umas meninas do Japão e ficaram me perguntando uma porção de coisas, em japonês. Eu tentava falar para elas que eu não falo Japonês, e elas pareciam não acreditar (não sei porque).
Eu falava que era brasileiro e elas continuavam sem acreditar, até que foram embora.
fiquei muito triste com isso !!
Juro que vou aprender falar japonês para a proxima vez que for la !!

 


 
Res: Res: Eu (não) falo Português

 mensagem postada em 27/05/2013 - 12:05:29hs
 
 

Eu acho que vc entendeu errado, pelo o que eu entendi, ela disse que acha engraçado as coisas que os brasileiros falam achando que a pessoa nao entende o portugues e nao engraçado os brasileiros tentando falar em ingles. Eu mesmo dentro do elevador em nova iorque escutei uma conversa de um casal absurda, e eles achando que eu nao era brasileiro....no final quando a porta abriu eu sorri pra eles e mandei tomarem cuidado.....ficaram todo sem graça quando viram que eu tinha entendido toda a comversa deles!
BOM DIA

ENTENDO QUE O SEU OBJETIVO ERA PRATICAR SEU INGLES, MAS CREIO QUE TAMBÉM FAZIA PARTE DAS FUNÇÕES AJUDAR OS TURISTAS QUE NÃO TIVERAM OPORTUNIDADE DE APRENDER O IDIOMA E QUE PRECISAVAM DE AJUDA E ORIENTAÇÃO.
ACHAR ENGRAÇADO OS BRASILEIROS PASSANDO POR DIFICULDADES POR NÃO FALAR INGLES, JÁ NÃO ACHO TÃO ENGRAÇADO ASSIM.
ME PARECEU MAIS EGOCENTRISMO

ABRAÇOS





Eu trabalhei lá na loja de doces do Harry Potter ano passado, e o que não faltaram foi micos.

1-"Eu não falo Português"

No meu primeiro mês de trabalho, eu usava a minha nametag com um "eu falo português" e "yo hablo español" com muito orgulho no peito. Mas depois de um mês, eu percebi que eu falava português o dia inteiro, e o meu objetivo do intercâmbio era melhorar o meu inglês. Se eu abrisse a boca para falar português, não conseguia mudar mais a língua, porque brasileiro e mais brasileiros ouviam e aí começava... Eu adoro falar e dar dicas e saber do que que as pessoas estão gostando... mas tem aqueles dias que tudo que você quer é ficar quieta e trabalhar (tinha dias que eram 10 horas em pé, sem poder sentar nem um segundo, correndo para lá e para cá).

Eis que um dia estou eu lá, atrás do balcão de doces e chega o brasileiro me pedindo um doce, fazendo o maior esforço para me pedir em inglês. Eu já acostumada a ficar falando em inglês e sem a minha plaquinha, falei em inglês com ele. Eis que a minha amiga que estava no caixa era brasileira e eu pergunto para ela, em bom português, que horas era o break dela. Só que o cara que eu tinha vendido o doce estava na fila para pagar e me olhar com uma cara de . "Você é brasileira! E ficou aqui me fazendo falar com o meu inglês macarrônico!"

Ai gente, que vergonha.

2-"Eu disse que ela ia entender"
Outra de quando eu estava com a minha plaquinha que não dizia que eu era brasileira. Na hora de pagar, chega uma mulher com a mãe e fala comigo em português.

Mãe: "Ela não vai entender."

Mulher: "Vai sim, é só falar devagar." Ai ela vira para mim: "EU QUE-RO UM SA-PO DE CHO-CO-LA-TE."

Eu, segurando o riso, fico muda e pego o sapo e entrego para ela.

Ela agradece, olha para a mãe e diz, toda sorridente. "Eu não disse que ela ia entender?"

3-"Mãe, olha, ela fala português!"
A coisa mais incrível é que mesmo quando eu usava a plaquinha com o "eu falo português" os adultos nunca viam, mas sempre as crianças falavam "Oh! Mãe, olha! Ela fala português!"

4-Cuidado com o que vocês falam quando acham que as pessoas não te entendem.
Em Orlando principalmente, o que mais tem são brasileiros. Uma das meninas do meu grupo era bem loira de olho claro e trabalhava num restaurante. Chegou uma brasileira com o filho, toda irritada já e fez um pedido. A menina bateu e na hora de pegar, a mulher tinha pedido errado, e ela teve que refazer. O filho perguntou o que estava acontecendo para a mãe e ela disse "É que essa -- palavra censurada -- bateu o pedido errado." A menina sorriu para ela, fez tudo de novo e quando a mulher ia embora disse: "Me desculpe, senhora, mas eu tinha entendido você pedir uma coisa diferente." A mulher não tinha onde enfiar a cara!

Só para deixar claro que eu não era má me fingindo que não falava português e sempre que a situação pedia eu falava em português com as pessoas. Mas que é divertido as vezes ouvir o que as pessoas falam quando acham que você não entende, ah é. (mensagem de CamillaL)
(mensagem de Carlos/Fátima/Carol Rodrigues)

 


 
Res: tem q ser mico nos eua?

 mensagem postada em 27/05/2013 - 09:05:24hs
 
 

então minha primeira ida a disney e eua ainda será em novembro... mas eu já fui para europa... e na primeira vez q eu fui há alguns anos atrás, internet ainda era coisa de luxo aqui no Brasil, então a gente se virava com telefone quando tinha dinheiro e carta via correio mesmo...
E eu queria mandar uma carta para o Brasil, eu na Alemanha, aproveitei o intervalo de 30 min nas aulas de alemão que eu fazia e fui na livraria comprar envelope e aproveitei para perguntar onde tinha correio, a moça educadamente me disse q correio só no centro da cidade, mas q em frente ao mercado tinha uma máquina de venda de selos e eu já poderia deixar na coletora de envelope ao lado da máquina....
Corri lá, colocava moeda e vinha uma informação : "nicht gültig" e eu não sabia o que era gültig.. achei q tinha pouco dinheiro, coloquei mais moedas e a mesma mensagem... aí entrei no mercado comprei um chocolatinho barato e paguei com uma nota alta para vir mais moedas de troco, voltei na máquina e enchi de moeda e a msm msg....
Aí pensei em pedir para alguém me ensinar pq a primeira coisa q me passou pela minha cabeça q eu não estava sabendo usar... lembrei das minhas aulas de alemão e a professora falando q eles são mto polidos e rígidos, então montei mentalmente a frase em alemão: "o sr(sra) poderia por gentileza me ajudar?" e pedia para quem estava passando... tudo q eu consegui foi as pessoas fazendo q não com a cabeça e passando direto por mim.... E foram várias que fizeram isso...
Fiquei em choque de ver povo tão mau educado, aí q olhei para a imagem, eu parada em frente ao mercado com as mãos cheias de moeda e pedindo por favor para me ajudarem..... puts.... eles acharam q eu queria esmola!!!!!
Na hora sentei no meio fio e chorei mto... mas hj dou mtas risadas!!!!
Ahn... e qdo cheguei no meu alojamento e fui olhar "Nicht gültig" significa "fora de funcionamento".... ou seja, além de tudo o problema não era comigo, era a máquina que estava quebrada
Espero q em novembro na disney eu não cometa mais nenhum desses!!!!! hehehehehhe
Andréa (mensagem de Tercimar Andréa Grassmann)


kkkkkkk

que fora, hein!!!!

Espero que vc não pague nenhum mico na Disney, mas se acontecer, rir é sempre o melhor remédio.

 


 
Res: Eu (não) falo Português

 mensagem postada em 27/05/2013 - 09:05:26hs
 
 

BOM DIA

ENTENDO QUE O SEU OBJETIVO ERA PRATICAR SEU INGLES, MAS CREIO QUE TAMBÉM FAZIA PARTE DAS FUNÇÕES AJUDAR OS TURISTAS QUE NÃO TIVERAM OPORTUNIDADE DE APRENDER O IDIOMA E QUE PRECISAVAM DE AJUDA E ORIENTAÇÃO.
ACHAR ENGRAÇADO OS BRASILEIROS PASSANDO POR DIFICULDADES POR NÃO FALAR INGLES, JÁ NÃO ACHO TÃO ENGRAÇADO ASSIM.
ME PARECEU MAIS EGOCENTRISMO

ABRAÇOS





Eu trabalhei lá na loja de doces do Harry Potter ano passado, e o que não faltaram foi micos.

1-"Eu não falo Português"

No meu primeiro mês de trabalho, eu usava a minha nametag com um "eu falo português" e "yo hablo español" com muito orgulho no peito. Mas depois de um mês, eu percebi que eu falava português o dia inteiro, e o meu objetivo do intercâmbio era melhorar o meu inglês. Se eu abrisse a boca para falar português, não conseguia mudar mais a língua, porque brasileiro e mais brasileiros ouviam e aí começava... Eu adoro falar e dar dicas e saber do que que as pessoas estão gostando... mas tem aqueles dias que tudo que você quer é ficar quieta e trabalhar (tinha dias que eram 10 horas em pé, sem poder sentar nem um segundo, correndo para lá e para cá).

Eis que um dia estou eu lá, atrás do balcão de doces e chega o brasileiro me pedindo um doce, fazendo o maior esforço para me pedir em inglês. Eu já acostumada a ficar falando em inglês e sem a minha plaquinha, falei em inglês com ele. Eis que a minha amiga que estava no caixa era brasileira e eu pergunto para ela, em bom português, que horas era o break dela. Só que o cara que eu tinha vendido o doce estava na fila para pagar e me olhar com uma cara de . "Você é brasileira! E ficou aqui me fazendo falar com o meu inglês macarrônico!"

Ai gente, que vergonha.

2-"Eu disse que ela ia entender"
Outra de quando eu estava com a minha plaquinha que não dizia que eu era brasileira. Na hora de pagar, chega uma mulher com a mãe e fala comigo em português.

Mãe: "Ela não vai entender."

Mulher: "Vai sim, é só falar devagar." Ai ela vira para mim: "EU QUE-RO UM SA-PO DE CHO-CO-LA-TE."

Eu, segurando o riso, fico muda e pego o sapo e entrego para ela.

Ela agradece, olha para a mãe e diz, toda sorridente. "Eu não disse que ela ia entender?"

3-"Mãe, olha, ela fala português!"
A coisa mais incrível é que mesmo quando eu usava a plaquinha com o "eu falo português" os adultos nunca viam, mas sempre as crianças falavam "Oh! Mãe, olha! Ela fala português!"

4-Cuidado com o que vocês falam quando acham que as pessoas não te entendem.
Em Orlando principalmente, o que mais tem são brasileiros. Uma das meninas do meu grupo era bem loira de olho claro e trabalhava num restaurante. Chegou uma brasileira com o filho, toda irritada já e fez um pedido. A menina bateu e na hora de pegar, a mulher tinha pedido errado, e ela teve que refazer. O filho perguntou o que estava acontecendo para a mãe e ela disse "É que essa -- palavra censurada -- bateu o pedido errado." A menina sorriu para ela, fez tudo de novo e quando a mulher ia embora disse: "Me desculpe, senhora, mas eu tinha entendido você pedir uma coisa diferente." A mulher não tinha onde enfiar a cara!

Só para deixar claro que eu não era má me fingindo que não falava português e sempre que a situação pedia eu falava em português com as pessoas. Mas que é divertido as vezes ouvir o que as pessoas falam quando acham que você não entende, ah é. (mensagem de CamillaL)

 


 
 
Para os muçulmanos somente Alá é perfeito, razão pela qual, inúmeras imperfeições foram propositalmente inseridas no pavilhão do Marrocos (Epcot).