Enquete - Você tem receio de voar?

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Leonardo

 mensagem postada em 06/06/2011 - 01:06:30hs
 
 

Concordo contigo!
Apesar da minha área não ser especificamente a aviação comercial, eu trabalho, estudo e vivo o turismo. Não digo turismo de venda de passagens, falo de gestão, mercado, volume e etc.
Mas passei a me interessar por causa de acidentes após ver um trabalho sobre Chernobill sobre a causa inicial do acidente, e posteriormente um sobre a plataforma da petrobras e atualmente venho pesquisando sobre os acidentes áereos, pois mais do que nunca tenho viajado.

 


 
Leonardo

 mensagem postada em 06/06/2011 - 12:06:34hs
 
 

Tenho certeza de que você vai agregar o assunto com conhecimentos técnicos pois todos os pilotos que conheci brasileiros sempre me ensinaram muito.
Mas eu não entendi uma coisa, se a culpa foi dos pilotos do Legacy, por que o controlador de voo foi condenado pela justiça militar? Por que o laudo não os apontou como culpados? Por que a justiça Brasileira se deu por satisfeita com o resultado final?

Não sei como postar os links aqui, não entendo bem das regras do que é permitido ou não no fórum, mas quem tiver curiosidade pode ver que na decisão de 19 de maio deste ano um controlador foi condenado por impossibilitar a comunicação com o avião por conta de um erro de programação e um outro foi inocentado pois acreditou-se que sua inexperiência o impossibilitou de resolver o problema. Pois ele só tinha 9 meses de experiencia na função.

Eu digo isso pois na verdade eu sou a favor do fim da ANAC, pra mim ela é a responsável por tudo que vem dando errado na aviação comercial aqui no Brasil.
Se fosse na época do DAC, esse avião teria caído.

 


 
Rafael

 mensagem postada em 06/06/2011 - 11:06:02hs
 
 

Não sei se vc já viu aqui no forum, mas eu sou piloto de uma empresa aérea brasileira, portanto podemos polemizar sobre partes técnicas q eu adoro!
Quanto a barbeiragem na condução do veículo, a operação do transponder está intrínseca a condução da aeronave, portanto, barbeiragem. Por mais q estivessem de acordo com o plano apresentado.
O problema de comunicação naquele setor não é uma falha humana, visto q os equipamentos disponíveis é q não tinham alcance suficiente pra uma cobertura maior de comunicação.
E sim, eu penso em sair do Brasil daqui alguns anos e passar uma temporada pelo Oriente Médio, comunidade árabe... ali sim é um bom mercado pra pilotos, pois paga-se bem, a vida é relativamente "ocidentalizada" e estamos mais pertos do Brasil do q países como India e China! É um caso a se pensar de passar uns anos fazendo meu pé-de-meia ali...
Aqui no Brasil realmente ainda há uma forte demanda, e tem mesmo muita gente nova entrando direto na aviação comercial, claro, cumprindo todas as exigências.

 


 
Leonardo

 mensagem postada em 06/06/2011 - 10:06:01hs
 
 

Sem querer polemizar, mas acredito que quando dizemos barbeiragem significa um erro na condução de algum veículo. Certamente eles erraram, mas no momento do acidente eles estavam no sentido e direção do plano de voo e na altitude determinada pelo controle de voo.
E ainda havia um problema de comunicação causado por outra falha humana no controle de voo.
Estou falando da parte técnica do assunto, aliás, o principal culpado do acidente está preso aqui no brasil sentença de maio deste ano.

E um dado a mais estão faltando pilotos no mundo todo. Caso alguém tenha interesse, atualmente na Asia existe uma enorme necessidade para pilotos comerciais, assim como aqui no Brasil. Eu tenho um amigo que no dia seguinte que terminou o numero de horas foi contratado por uma cia aérea. E ja esta voando.

 


 
Rafael

 mensagem postada em 06/06/2011 - 09:06:18hs
 
 

Por acidente ou não, o transponder de um avião deve permancer ligado durante todo o vôo. Ele é acionado quando o avião alinha na pista pra dcolar e desligado após o pouso.
Se desligaram intencionalmente, tavam afim de barbeiragem sim.

 


 
Medo de Avião

 mensagem postada em 06/06/2011 - 09:06:45hs
 
 

Apesar de entender um pouco o que se passa nos céus do Brasil eu morro de medo de avião!
Comentando sobre o post da colega Priscilla, os pilotos do Legacy não foram barbeiros. Mesmo com o transponder desligado, eles estavam na altitude indicada pelo controlador de voo, este que na verdade foi o culpado do acidente e ja foi condenado pela justiça braileira. Os pilotos do Legacy foram condenados por um crime bem mais brando pois eles na raix do problema, não foram culpados pelo acidente. Esta é a mais pura verdade.
O acidente da Air FRance é que leva pro lado da barbeiragem, mas realmente é complicado sem instrumentação no escuro pilotar, mas ja tivemos dezenas de outros casos iguais onde os pilotos conseguiram salvar o avião.
O acidente em SP no terminal da TAM, que o pai de um grande amigo veio a falecer, também foi falha humana, a pista não teve nada com isso. Que eu me lembre o único que foi uma falha mecanica real foi o do focker 100 em Congonhas.
Os aviões são seguros, os equipamentos são bons, turbulencia não derruba avião, as pistas são seguras(dos aeroportos internacionais).
Na sua grande maioria as tripulações são experientes, principalmente nos internacionais...
Mas eu morro de medo!
ehehehe

 


 
Priscilla

 mensagem postada em 06/06/2011 - 09:06:09hs
 
 

Muito boa mais essa tentativa de usar a racionalidade para aplacar o nossos medos. Mas......
Eu trabalho com estatísica o tempo todo e uso muito esse tipo de argumento. Mas não funciona para o meu medo de avião. Ele está lá e pronto.
Antes eu tinha medo só de pouso e decolagem, depois dos acidentes da Gol e da AF, agora tenho medo o tempo todo.
Não tem barbeiro lá em cima? E os pilotos do Legacy?
Te digo mais, trabalho em uma grande empresa, onde as pessoas viajam muito. Não tem acidente aéreo que não vitime um empregado. Morte violenta por assalto, eu só sei de uma vítima. Logo, na minha cabeça, se vc trabalha aqui, tem muito mais chance de morrer de acidente aéreo, que num assalto.
Eu não me importo de esperar pela próxima viagem à Disney, mas certamento usaria o método de entrar em coma do Andros, para viagens aéreas.

 


 
Priscila

 mensagem postada em 05/06/2011 - 10:06:05hs
 
 

Excelente seu post com intuito de tranquilizar um pouco mais as pessoas!! Vou só fazer uns adendos...
De vez em quando tem uns doidos fazendo barbeiragens sim... rsrs...
Quanto ao tempo de estudo, te garanto q não é tanto assim.
Pra uma pessoa se tornar piloto comercial e poder ingerssar numa companhia aérea, em resumo, bastam 1 ano de aulas teóricas em escola de aviação e 150 horas de vôos, q podem ser feitas em 1 a 2 anos tranquilamente, sendo essa a parte bastante mais cara da coisa. Curso superior existe, mas ainda não é exigido.
Hj em dia há uma demanda muito forte por pilotos no Brasil, o q fez com q as exigencias baixassem mais ainda pra ingressar numa cia aérea, porém nunca abaixo desse limite mínimo q eu escrevi, por ser lei. Sendo assim, vc pode entrar em muitos aviões no Brasil e encontrar co-pilotos com 21, 22 anos de IDADE, recém formados, porém com certeza ao lado de um comandante já experiente o suficiente pra tal função.
Eu tenho 30 anos de idade, 11 de aviação, porém só tenho 2 anos de aviação comercial, quando entrei na Webjet. Infelizmente só consegui entrar um pouco tarde... pois na época a concorrência era muito mais forte.
Na cabine existem 2 pilotos, o comandante e o primeiro oficial... co-piloto já não é mais muito usado!
E com relação a sua turbulencia, tenha certeza q foram mais de 10 metros de queda, pelo menos!!! 1 metro vc nem ia sentir!!

Bjs pra moças e abraços pro moços!

 


 
Julia

 mensagem postada em 04/06/2011 - 10:06:15hs
 
 

Vc nem imagina como tentei mudar nossa ida. Acho um pecado perder um dia. Mas ~essa foi a única maneira que conseguimos.
Eu não entrei no site nos últimos dias e perdi seu email no recados e bate-papo.
Vou deixar o meu.
Beijos.

 


 
Tenho e assumo!!!hehehe

 mensagem postada em 03/06/2011 - 07:06:31hs
 
 

Acabei de voltar de Orlando.

Na ida, no trecho Miami X Orlando, pegamos uma turbulência DAQUELAS....aff, devo confessar que morri de medo, apesar de também acreditar que, se for para ser, será!!!

Foi uma preparação para o BG!!!hehehe

Bjss

 


 
 
Observe enquanto você assiste o vídeo que antecede a atração Soarin (Epcot) o número do vôo 5505. Trata-se de uma homenagem a data da sua inauguração oficial que ocorreu em 05 de maio de 2005.