Parques - Criança Pequena

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Baby Swap e Child Swap

 mensagem postada em 23/06/2007 - 10:06:38hs
 
 

Parques da Disney: Você chega para um funcionário na entrada do brinquedo que quer ir, como você tem crianças, um entra na fila e o outro fica com a criança e eles dão um Fast Pass(sem horário, você pode voltar a qualquer horário), para 3 pessoas. Então eu andava com meu filho maior, meu marido ficava com o menor, logo depois ele andava com meu filho maior de novo sem filas, usando esse passe.

Parques da Universal: Nas saídas dos brinquedos eles tem uma salinha com tv, trocador, algumas até com uns brinquedinhos, chamada Baby Swap. Um entra na fila do brinquedo(que pode ser fila para um ou com o express pass, pois vai mais rápido), o outro fica na sala com a criança. Depois que andar vá para a sala, que o outro já entra direto no brinquedo, sem filas. E como eles não controlam essa salinha, na montanha russa da Múmia, eu andei com meu filho maior, depois meu marido foi e eu fiquei na salinha com o menor. Depois fui de novo e meu marido foi de novo. Andamos 2 vezes cada por esse Baby Swap. Todos que estão nessas salas fazem isso, e como não tem controle acho que pode fazer isso sem problemas. Essa foi uma dica de alguém do site, que funcionou muito bem.

 


 
Amigos com Crianças

 mensagem postada em 23/06/2007 - 10:06:09hs
 
 

Eu sou a favor do vôo noturno. Meu vôo saiu 21: 40 hs, uma hora depois estavam servindo o jantar (pedi refeições para crianças), ele jantou, se entreteu um pouco com os jogo de videogame que tinha no avião, logo depois estava dormindo, e só acordou quando estavam servindo o café da manhão depois de eu muito insistir. Logo o avião chegou. Na volta dormiu em seguida do jantar, só acordando para o café de novo. Durante o dia eles ficam impaciêntes querendo andar pelo avião, acho que não dá muito certo. Ah, meu filho tem 4 anos.

 


 
noturno x diurno

 mensagem postada em 20/06/2007 - 04:06:09hs
 
 

Já pude fazer as duas coisas ...

Minha opnião seria = noturno
. os vôos saem a partir das 22o h,
. meia noite eles fazem o serviço de jantar;
. depois disso vc consegue cochilar um pouco;
. dependendo do horário, vc vai fazer o desembarque em Miami às 5 ou 6 da manhã ...
. se o seu agente te conseguir um bom vôo, vc estará embarcando às 10 ou 11 pra Orlando;
. neste caso vc pode dar uma boa caminhada pelas lojas do aeroporto ( são muitas ), tanto em Miami, enquanto espera o embarque pra Orlando, como na chegada em Orlando, pois , se achar conveniente, faça um lanche por ali mesmo,o check-in será só às 15:00 h;
. se o seu vôo faz conexão em outra cidade ( Atlanta, NY, Dallas ) observe o horário de desembarque em Orlando, pois terá o mesmo problema no horário de check-in no hotel;
. a vantagem do horário noturno é que vc chega com calma;
. a desvantagem do vôo diurno é que vc sai com pressa do hotel,
. se for pela manhã, dependendo do horário vc tem de sair do hotel ainda de madrugada ... pois tem de chegar com 3 horas de antecedencia, e ainda tem de devolver o carro na locadora, td bem é rápido, mas é motivo de correria ...
. de manhã vc tem de correr com as crianças, vestí-las, conferir o check-out no hotel ...
. fica a gosto de cada um ...
. prefiro fazer td com calma ...

abraços

Carlos

 


 
voando com crianças

 mensagem postada em 19/06/2007 - 04:06:03hs
 
 

Vou fazer um breve comentário sobre as minhas
experiências nos vôos com meus filhos ...

. deixe eles com roupas confortáveis, nada de tenis novo, blusa nova ...
. leve um cheirinho dele ou um brinquedo predileto pra deixá-lo se sentindo em casa, Gibis, livros com gravuras e historinhas ajudam a passar o tempo;
. criança com fome é motivo de choro, então carregue bolachas, balas, chiclets , em caso de cêde, a comissária providencia alguma bebida ..., mas comida ela só vai te servir no horário estipulado;
. vale a pena entrar com pedido de comida pra crianças ( kid's meal ) as cias aéreas oferecem lanches especiais ( queijinho, yogurt, gelatinas, etc) cada empresa tem seu cardápio, às vezes disponível no site;
. no embarque vc terá prioridade de entrada, aproveite pra ir deixando-os acostumados ao ambiente, pois vai ficar cheio de gente, nesta hora faça uma visita ao toallet do avião para que ela conheça o espaço;
. durante o procedimento de navegação algumas pessoas podem sentir algum desconforto pela variação da pressurização da nave, então, podem surgir dores de ouvido, cabeça, barriga, dentes, etc. Peça ao seu pediatra um medicamento e sua prescrição, leve consigo na bagagem de mão, inclusive a prescrição no caso de alguém verificar no embarque;
. se vc for usar algum relaxante pra deixar a criança mais aliviada, experimente usá-lo antes da viagem, pra se assegurar como vai ser a reação dela;
. o resto vai ser só festa, eles curtem muito o passeio, vá tranquila ...

Já passei 26 horas dentro de um avião indo pro Japão, com 2 meninos ... um dia eu relato esta experiência...

abraços

Carlos

 


 
Cadeirinha X cinto segurança

 mensagem postada em 19/06/2007 - 02:06:54hs
 
 

Gente, já me preocupei com este assunto, realmente a gente está mal acostumado aqui no Brasil, deixando as crianças soltas no banco de trás ...

Lá nos EUA as leis variam de estado pra estado, e assim, geram confusões a respeito das leis, mas pelo que pude encontrar, a Flórida exige cadeirinha para crianças ( child seat / baby seat ) até os 5 anos, e um assento especial ( booster ) para crianças até 8 anos, somente após esta idade é que pode ficar no cinto normal ...

A multa é muito pequena, 60 dólares e 3 pontos na habilitação , o que gera muita reclamação por parte dos grupos de segurança no trânsito, que acham que devia ser maior ...

procure informação www.buckleupflorida.com

e entre na seção Florida Child Restraint Law


Então, por mais que a gente queira dar uma arriscada, é sempre bom ficar atento as leis locais, e assim, providenciar as cadeirinhas assim que chegar ... pelo menos garante uma multa ou uma confusão maior com a polícia local ...

As cadeirinhas e os boosters vc adquire no walmart, são baratas em relação ao BR, metade dos nossos preços... as cadeirinhas e os carrinhos de bebê vc despacha pela cia aérea, eles não cobram a mais por isto ... compensa mais comprá-las do que alugá-las nas locadoras, vc só será parado numa blitz se vc se envolver num acidente...
Dá pra esperar a 1a. compra no walmart...

abraços

Carlos Sato

 


 
Erika

 mensagem postada em 30/05/2007 - 12:05:40hs
 
 

Fui em fevereiro com 4 crianças de 4, 5, 8 e 10 anos e nenhuma delas usou cadeirinha, foram todas com cinto. Não sei se burlamos alguma regra, pois não tivemos contato com a polícia, mas na locadora não nos foi informada nenhuma exigência a este respeito.
Espero ter ajudado.
Luciana

 


 
Baby Swap e child swap

 mensagem postada em 30/05/2007 - 10:05:08hs
 
 

Viajei em outubro com minha filha que na época estava com 1 ano e 11 meses e utilizei muito o Baby Swap (disney) e o child swap (Universal). Todos os brinquedos que possuem restrição de altura possuem esse comodidade para quem está com criança.
Eles funcionam de maneira diferente!!! Vou tentar explicar.

Universal:
As atrações com restrição de altura possuem uma salinha próximo a área de desembarque (algumas tem televisão com desenho, mesa´para trocar fralda), então o pai anda no brinquedo e a mae fica com a criança. Depois é só trocar e a Mae vai no brinquedo. DIcas importantes: . Não é necessário entrar na fila. É só entrar (todos) pela saída do brinquedo, perguntar onde é o child swap e seguir as placas procurando a salinha. Próximo a salinha vai existir uma passagem para área de embarque, então não precisa enfrentar a fila. Quando a Mâe for andar ela não precisa voltar para fila, é só ir para a área de embarque pale passagem. Se estivar com outra criança que possa ir na atração, ela poderá andar tanto com o Pai e com a Mae (2 vezes ou mais)!!!Fizemos isso todas as vezes e deu certo. PAra voces terem uma idéia andamos 3 vezes seguida na múmia (cada um) pois nossa filha estava dormindo. Era só passar pela passagem que estava na area de embarque!!!

Disney:
Na Disney não existe a tal salinha, então quando chegar na entrada do brinquedo (fila) procure o cast member (geralmente é o que está recolhendo o Fast PAss) e diga que quer fazer o Baby Swap. Nessa hora é bom a criança estar por perto. Ele te dará um ticket (tipo o fast pass mas sem limite de horario) e o Pai vai no brinquedo. A Mãe fica esperando do lado de fora e depois é só trocar. A Mãe não precisará entrar na fila, pois com o ticket do Baby Sawp ela entrará pela fila do Fast Pass. O ticket do Baby Swap pode ser utilizado por 3 pessoas ao mesmo tempo.
Dica Importante. Essa dica foi dada por uma cast member brasileira na TOT. Pegue apenas um Fast Pass do brinquedo (com o ingresso do pai), e no horário de utilizar o fast Pass solicite um ticket de Baby Swap. Com isso o pai que irá primeiro não precisará enfrentar a fila convencional (vai pela do fast pass) e quando voltar a Mae vai pelo Fast Pass também (ticket do Baby Swap). Além disso você pode pegar outro Fast Pass em uma outra atração que tenha Baby Swap antes que o horario termine. Exemplo: Torre do terror e Rockin Roller Coaster

Espero que tenho esclarecido as dúvidas. Ficou um pouco grande mas é para ficar bem explicado. Qualquer duvida é só perguntar!!!

 


 
Rodrigo

 mensagem postada em 30/05/2007 - 09:05:41hs
 
 

Me falaram que você não precisa entrar na fila do brinquedo, você entra pelo baby swaap e lá um anda e depois outro, será que entendi errado. Já iria direto para o baby swaap, então tenho que entrar na fila do brinquedo e depois eles me encaminham para o baby swaap?

 


 
Duvidas

 mensagem postada em 30/05/2007 - 09:05:48hs
 
 

Baby Swapp: entravamos e eu minha esposa na fila, qdo da entrada do brinquedo minha esposa ficava com a criança esperando eu andar , eu andava e trocava com minha esposa, ela ia andar e eu ficava com a Ana , ela entrava sem fila , claro. Mas vc precisa avisar o cast member que irá usar o Baby Swap.Super tranquilo.
A restrição do brinquedo é pela altura e não pela idade , caso seu filho ( a) tenha altura minima poderá andar na atração, caso contrário não.
Flávia cadeirão do carro eu levei um emprestado de um amigo de NY, mas vc pode levar o seu daqui sim, não conta como bagagem, assim como o carrinho de passeio. Tem uns no Wall Mart bem barato 15 dólares, mas é meio desconfortável para ficar o dia todonele, além de que não tem posição para deitar. Voce pode levar um bom daqui ou comprar lá um com 3 posições que tá uns 100 dólares da Chicco, que foi o que comprei.
Ela aproveitou bem os parques sim, basta vc respeitar horários dela, comida, sono, etc.. Na Disney use o Baby Care, tem toda estrutura para troca de fraldas,soneca, almoço, etc... leve as papinhas da Gerber compradas no Wall Mart e use o Baby Care para as refeições dela, lá tem até micro ondas.
Fiz em 10 dias, os 4 parques da Disney, 2 da Universal, o sea World e Bush Gardens. No meu caso só não vale a pena o Bush Gardens , o resto vale a pena , dando preferencia aos 4 da Disney , é claro, os melhores e mais bem estruturados.

 


 
Cadeirinha Carro

 mensagem postada em 30/05/2007 - 09:05:57hs
 
 

Estou viajando com minha filha de 2 anos agora em Junho. Preciso de algumas respostas, se alguém puder me ajudar? A cadeirinha do carro para alugar custa $10,9 por dia. No walmart está saindo por $29, $39, $49...ou seja, sai muito mais barato!!! Nem que eu jogue fora depois!!! A questão é: como fazer do local do aluguel do carro até o wallmart? Fiquei sabendo q eles não alugam por 1 dia (no mínimo uma semana). Alguém tem alguma dica???? Ah, e no avião, quem já viajou com criança de dois anos, como foi? Eles se comportaram ou foi um berreiro? Estou morrendo de medo de minha filha não deixar ninguém dormir. Normalmente ela dorme a noite toda, mas como nunca andou de avião estou com medo de achar o ambiente muito diferente do normal....
Conto com a ajuda de todos!!!!

 


 
 
Observe enquanto você assiste o vídeo que antecede a atração Soarin (Epcot) o número do vôo 5505. Trata-se de uma homenagem a data da sua inauguração oficial que ocorreu em 05 de maio de 2005.