Civilidade nos parques

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Muita educação dos americanos

 mensagem postada em 17/03/2012 - 11:03:16hs
 
 

Voltei dia 12 de março de Orlando, e nao tenho nada a reclamar. Eles são extremamente educados, se esbarram em voce ja vao se desculpando, nas filas ninguem fura, ninguem mexe no que é seu, e nas horas dos brinquedos qdo fica todo mundo junto dentro de uma salinha ninguem empurra ninguem, o povo civilizado!!

Estão a uns 100 anos a frente do Brasil, os banheiro extremamente limpos, bem diferentes de parques aqui do Brasil!! No transito a educação não fica atrás, alias voltei mal acostumada, pq la vc vai atravessar e o povo ja freia pra vc passar, cheguei aqui no aeroporto em sp e o motoqueiro quase me atropela na faixa de pedestre e ainda achou ruim.rs

Em todos lugares fomos super bem recebidos, hotel, restaurantes, lojas, parques, etc.



 


 
Não são só os brasileiros!

 mensagem postada em 17/03/2012 - 06:03:08hs
 
 

Pessoal, resolvi colocar um post aqui pois hoje conversando com amigos, falávamos da falta de educação doa americanos. minha viagem foi de 25/02 até 09/03, ou seja peguei a segunda semana mais cheia por causa do Spring Break. Tinham brasileiros, calro, mas a grande maioria era de americanos. Fiquei chocada! Vamos aos exemplos: no HS, nosso banco e costas foram chutados o tempo todo durante o Indiana Jones por 2 crianças americanas. Olhava para trás e nada. No Fantasmic, trocamos de lugar ( e era um lugar ótimo!), pois eram pai e mãe com 4 crianças descontroladas.
Neste dia, quase um acidente grave. Um homem em um daqueles carros elétricos, enquanto estávamos na fila para autógrafo dos Incríveis, parados e conversando, ele acionaou errado o carrinho e ao invés de ir para frente, ele foi para trás e passou por cima do pé e atingiu a perna do meu filho de 7 anos. Pediu desculpas. Em seguida, fomos tirar foto com Mickey Feiticeiro e este homem (mais novo que eu), foi com a família tirar foto com o Pooh, que é perto. A mulher não acertava com a câmera, ele se levantou do carrinho e foi tirar a foto!!! Pra quê ele estava de carrinho, dentro de um lugar fechado, com crianças se não tem problema para andar? Admito que quase perdi a paciência, mas o Mickey me esperava todo sorridente!!!
E não é só. No Islands, na fila para o homem aranha, as filas são separadas com correntes. A criança bem educadinha atrás de mim, soltou a corrente e acertou a minha canela. De novo o "sorry" e "não faça isso!".
Sem contar que quando os parques abriam, as pessoas correm feito loucas com carrinhos sem se preocupar com quem está na frente.
Como eu disse para o meu marido "não é à toa que a SuperNanny saiu da Inglaterra e foi fazer o programa nos EUA, tem muito mercado de trabalho.

Daniele.

 


 
Leonardo V M

 mensagem postada em 13/01/2012 - 04:01:28hs
 
 

É Leonardo. É por essas e outras que a Disney havia feito um filme "educativo", falado em português, "educando" os brasileiros que visitassem seus parques, ensinando a ter educação, não furar filas, ter cuidado para não esbarrar ou "atropelar" as crianças, aprender a usar o banheiro, etc etc.
Isso, naquela época, causou grande indignação para a chamada "elite" e classe política e a Disney recuou e resolveu não divulgar mais o filme que tinha sido produzido especificamente ao público brasileiro.
Agora, quando os EUA passam por uma crise, estão até facilitando o visto para que nós possamos gastar uns miseros reais (dolares) economizados com custo, para ajudar a economia americana a continuar como primeira do mundo.
Não vai aqui nenhuma crítica a ninguém, nem a nenhum país ou instituição. Aliás, basta olhar para trás e consultar a história, para ver como o nosso país foi formado né ??
Um forte abraço e uma palavra de apoio as suas colocações !!! Espero que um dia tenhamos educação para não passar vergonha com nossos compatriotas em qualquer parte do mundo OK ?

 


 
Argentinos, Mexicanos e até americanos

 mensagem postada em 09/01/2012 - 03:01:46hs
 
 

Fui no início de 2011 com minha esposa e filha para Orlando e vi que Mexicanos e Argentinos, em sua maioria adolescentes, praticando o máximo que podiam no quesito falta de educação. Tentando furar fila, falando alto, nas mesas dos restaurantes do Pop Century então, nem se fala, eu tinha pena dos serventes... os adolescentes compravam seus pratos, sentavam quase 1:30h pra comer, davam UMA garfada e o resto deixavam no prato, SEM TOCAR!!! Desperdício total!!! Isso qdo não derrubavam os pratos no chão, etc.. Os serventes ficavam boquiabertos... Vi até americanos se valendo de cadeira de rodas para furar fila, e depois andando normalmente... Vi hordas de adolescentes nas lojas, derrubando as coisas no chão, falando alto, palavrões, com um na fila guardando lugar pra 10, 15 outros e ninguém falava nada... Lamentável...

 


 
Quem sabe no futuro...

 mensagem postada em 27/06/2011 - 07:06:54hs
 
 

A verdade nua e crua é que o povo Brasileiro é muito mal educado. Sem generalizar, obviamente, mas infelizmente a maioria não respeita o direito do próximo, como se o direito individual estivesse acima do coletivo.
Não só o Brasileiro, mas diversas outras etnias tem a mesma educação, ou melhor, nenhuma. Aqui não existem culpados, já que o problema é cultural e este vem de lá, de muito antes do Brasil ser Brasil e que se arrasta até hoje com a falta de educação, saúde, e blá blá blá...
Não tenho vergonha de ser Brasileiro, muito pelo contrário, afinal, sou um patriota de carteirinha, mas tenho muita vergonha de DIZER que sou Brasileiro.

Apenas minha opinião, sem intenção de causar polêmica, questionar opiniões ou coisa parecida, até porque aqui é o "lugar" que mais me encanta.
Graças a Deus aqui estamos rodeados de pessoas muito bem educadas.

Forte abraço a todos e nos vemos por ai!
Fernando Passi

 


 
Rafael Ribeiro,

 mensagem postada em 27/06/2011 - 06:06:13hs
 
 

Como postei num outro tópico, eu tb fui de excursão ano passado, e sim, infelizmente algumas pessoas te olham com uma certa reprovação, já que a maioria dos adolescentes que vão desacompanhados acabam furando filas e se comportando de modo mais extravagante.

Até entendo, pois sem os pais pra fiscalizar e repreender, alguns podem mesmo deixar os ensinamentos de lado.(embora tenha presenciado mães furando filas com seus filhos para se juntar ao grupo)
Embora eu reprove totalmente esse comprotamento, seja ele feito por quem vai de excursão ou não, você acaba sendo "incluído" por estar junto.

Mas o pior aconteceu com o meu grupo, pois a assistente do guia, uma pessoa absolutamente sem noção, vinha caminhando com todos em direção ao show fantasmic, como estávamos em sentido contrário à fila, ela sugeriu que todos fossem "entrando disfarçadamente" entre os que já estavam caminhando em direção ao local do show....já que estava muito longe o final da fila...ABSURDO!
Na mesma hora eu contestei! Jamais me submeteria a isso!
Onde já se viu? A pessoa que deveria dar o exemplo, pois ali era responsável pelos adolescentes sem os pais, incentivando a falta de deucação!
Mas felizmente conheci muita gente educada também, que não compactuava com esses comportamentos.

E eu procurei me afastar daqueles que agiam em desacordo com meus princípios de educação.

Curta os passeios e como eu sempre digo, faça a sua parte, assim eu agi durante os 16 dias que viajei.

Um abraço,

Kika

 


 
Lastimável

 mensagem postada em 27/06/2011 - 03:06:54hs
 
 

Fiquei muito triste em saber que existem excursões tão mal educadas. Eu estou indo agora dia 15 de julho e infelizmente, com um grande grupo de excursão. Será que posso sofrer algum tipo de sansão ou indelicadeza, simplesmente por estar em um grupo? Espero ser bem recebido pois sempre tratei todos com o maior respeito em todos os lugares.

 


 
Ahhhh os americanos

 mensagem postada em 19/04/2011 - 09:04:26hs
 
 

Galera, esse subterfúgio de usar cadeira de rodas sem necessidade, é uma forma de furar fila, igualzinho aos brasileiros. Em 2009, estava hospedada em um hotel da Disney e um AMERICANO me ofereceu pra comprar a Mug dele. Eu não aceitei. Eu duvido que as excursões de adolescentes americanos sejam mais educadas que as nossas. Talvez não sejam tão frequentes. Acho que grupos de excursões pra disney é mais comum na nossa cultura. Em NY eu vi ordas de adolescentes americanos tão mal educados e barulhentos quanto os nossos. Não estou defendendo a atitude deles, mas, com certeza, adolescente se comportar de forma inadequada não é privilégio nosso.
Eliane.

 


 
Ahhh os brasileiros

 mensagem postada em 18/04/2011 - 03:04:28hs
 
 

Não dá para generalizar tanto... encontrei brasileiros em hotéis e compras e com os que conversei foram todos simpáticos e estavam felizes por estarem lá..
Vi americanos furando a fila na maior tranquilidade, assim como um casal brasileiro com seus filhos furando a fila na minha frente dentro do Epcot... Mesmo tentando chamar a atenção do que eles estavam dando de exemplo para os filhos, nem deram a mínima pra mim...daí pude dizer todos os palavrões possiveis.. Não ganhei nada com isso, mas pelo menos ouviram a minha indignação!!! Além de mal educados se faziam de surdos...

 


 
Educação nos parques

 mensagem postada em 18/04/2011 - 02:04:34hs
 
 

Falando de educação, nada nunca se comparará a péssima impressão que fiquei dos visitantes dos parques na EuroDisney. Tanto em filas quanto nos restaurantes e até qdo nos esbarravam era um festival de falta de educação. E não eram cometidos por brasileiros, viram? Na hora da parada, pedi com muita educação (e em francês) a uma francesa para deixar minha filha ficar sentada na calçada a sua frente (ela estava em pé) e ela me respondeu sonoramente NÂO. No restaurante, eles deixavam os carrinhos proximos as suas mesas e que cada um que viesse com sua bandeija que se virasse para passar. E por aí vai...

 


 
 
Toda a água da atração Splash Mountain do parque Magic Kingdom pode ser drenada em apenas 5 minutos e basta 20 minutos para encher novamente o sistema.