Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 
Índice  
 
 
Voltei! 1º dia: Epcot 09/09/15 (Agora com fotos pq aprendi a postar!)

 mensagem postada em 25/10/2015 - 11:10:25hs
 
 

Acordamos felizes e empolgados, mas logo percebemos que alguma coisa não ia bem com o meu pequeno, o Gabriel, que é sempre muito agitado, e de repente ele fez uma ânsia de vômito muito forte, e eu mais que rapidamente o tirei da cadeirinha, e ele vomitou muito no chão. Gente, fiquei toda suja de vômito nas pernas, e eu e meu marido ficamos super preocupados com ele. Os seus lábios estavam pálidos! Pensei: "vou ter que usar o seguro já no primeiro dia" E fomos mesmo assim. No caminho fomos dando água pra ele, e coca cola também. Ao chegarmos ao Epcot, ele ainda tava meio molinho. O parque estava lotado por causa do Food & Wine festival. Como chegamos ao parque quase 40 minutos atrasados por causa deste pequeno contratempo como Gabriel, perdi meu 1o FP, e tive que reagendar pelo aplicativo. Os Kioskes pra marcar os FP tínham mais filas que alguns brinquedos. Então fomos para o 2o FP, que era o Tast Track. Deixei o Leo e o Lucas irem na Ride e eu fiquei com ele brincando nuns brinquedinhos eletrônicos dentro de um pavilhão chamado Innovatios, no ar condicionado, e dando água pra ele. Vimos tb uma apresentação de um grupo que faz música com panelas, talheres, muito legal. E ele foi melhorando, ficando mais animadinho. Nem precisei dar remédio. Depois fui com o Lucas no Soarin, e o Leo ficou com o Gabriel tirando foto com o Tico e Teco. Quando saímos do Soarin, ainda faltava um tempinho pro nosso outro FP, e a fila pra tirar foto com o Mickey estava pequena, então entramos. Tiramos foto com a Minnie e o Pateta também. O Pateta sacaneou meu marido, esfregando a careca dele, e a mim também, despenteando meu cabelo todinho....Rimos muito. Quando acabou já estava na hora do FP pra o Finding Nemo, que é a coisa mais linda! Na saída do Nemo, fomos ao Turtle Talk with Crush, que meus filhos adoraram. Já tinha dado a hora do FP pro Spaceship Earth, e ficamos com medo do Gabriel se assustar como escuro e os animatronics, mas não, ele curtiu. Nessa hora, bateu a fome, e almoçamos no eletric umbrela. Depois do almoço, para desgastar, fomos andar pelos países. Mas estava tão ,mas tão cheio, que nem animamos de entrar em cada um pra ver por dentro. Voltamos para o Future World e demos uma paradinha no club cool. Repetimos o tast Track porque o Lucas amou esse brinquedo. Fomos pro Mission Space, eu e o Lucas, no verde e foi muito tranquilo. Então, saí falando pro Leo ir no laranja, porque não era tão terrível assim como falavam. E eles foram. Fiquei na saída do brinquedo, onde tem um playground e o Gabriel ficou brincando amarradão lá. Assim que entraram no brinquedo, vi uma moça sair carregada por 2 homens, mal conseguia andar, com um olhar meio vago, branca igual um papel. Ela tinha acabado de sair do laranja. Gente, fiquei desesperada, pensando: "O que eu fiz?! Mandei meu marido e meu filho pra isso!???" Dentro de poucos minutos saem os 2 empolgados, comentando felizes sobre o brinquedo. Ufa! A essa altura já estava de noite, e resolvemos então voltar para o World Showcase, pra ir naquela atração que tem dentro do pavilhão do México, muito bonitinha mas nada demais. Estava ainda mais cheio agora. Cheio de gente jovem, em grupos de amigos, e muita gente passando um pouquinho do nível alcoólico normal para um parque temático. Comemos um Funnel Cake com sorvete de creme e calda de chocolate enooorme na França, que todos olhavam, perguntavam onde compramos, se estava bom....Claro que estava! Comemos os 4, e foi quase 10 dólares. Depois, começamos a procurar um lugarzinho pra ver o IlumiNatios, e paramos entre o México e os EUA, e foi um lugar ótimo! Chegamos no hotel arrasados de cansados. Os meninos dormiram até sem banho! O dia seguinte seria o dia de Island of Adventure . - See more at: http://www.viajandoparaorlando.com/forum/exibir.php?pageNum_posts=1&totalRows_posts=21622&id=1480#content

 


 
Voltei! 2º dia, 10/10/15, Sea Wolrd

 mensagem postada em 25/10/2015 - 10:10:38hs
 
 

Hoje foi o nosso segundo dia de viagem, dia de Sea World. Gabriel acordou bem nesse dia, nem parecia que tinha passado mal ontem, graças a Deus! Tomamos café no quarto. Chegamos no parque e, como já tinha lido em algum tópico aqui do fórum, fui direto para o guest relations pra reservar o nosso almoço no shark underwater grill. Reservamos para 14:00. Estava tendo festa de halloween no dia, o Halloween Spoctacular, então o parque estava todo enfeitado no tema, uma graçinha! Nos dirigimos então direto para o estádio do show dos golfinhos, que é sensacional! Me emocionei com o lance dos pássaros sobrevoando a platéia no final. Depois o Leo inventou de ir na Mantha. Fiquei com os meninos aguardando no aquário que tem na saída do brinquedo. Quando ele voltou, estava pálido! Não esperava que seria tão punk! Ficou até meio traumatizado com montanha russa depois disso. Depois que ele retornou da Mantha, fomos correndo pro estádio da Shamu, pra assistir o show, que é muito legal também, mas na minha opinião, o dos golfinhos é bem melhor! Quando saímos, fomos para uma área bem infantil, chamada Shamu's Happy Harbor. Já na entrada, as crianças receberam uma bolsinha, e haviam vários locais de distribuição de doces, e isso pra eles foi a sensação! Foi nessa área que o Gabriel fez sua estréia em montanha russa, na da Shamu, e confirmando o que esperávamos, ele adorou! Tivemos que repetí-la algumas vezes. Na frente dela, tem um brinquedão, parecido com aqueles de casa de festa infantil, onde a criança sobe, anda sobre redes suspensas, cai em piscina de bolas, só que esse devia ter uns 10 metros de altura. Deixamos eles irem sozinhos, mas internamente sabíamos que aquilo não ia dar certo. E não deu outra! Gabriel ficou com o pezinho preso na rede e ficou chorando lá em cima, e o Leo Teve que entrar pra resgatá-lo. Acabou se divertindo tanto lá dentro, subindo e descendo rolando naquelas redes, que eu acabei entrando na brincadeira também, e conclusão: todos nos divertimos muito! Quando já estávamos cansados de tanto brincar ali, nos dirigimos para o restaurante. Deixamos o carrinho numa área descoberta. Estava um sol de rachar! Na entrada do restaurante, agradeci aos relatos lidos por aqui, pois haviam algumas pessoas querendo almoçar ali, mas não tinham reserva, e o cara da porta dizia curto e grosso: sem reserva, sem almoço! Fomos rapidamente direcionados pra nossa mesa, e foi muito legal almoçar com aquele monte de tubarões ao nosso redor, valeu super a pena! A comida, maravilhosa! Quando saímos de lá, percebemos que tinha chovido. Pensei logo no carrinho, e não deu outra, estava encharcado! Fazer o quê!? Como iríamos adivinhar se estava um sol danado? Serviu de lição para os outros parques. O carrinho logo secou, porque estava tão quente e tão ensolarado o dia, que não foi muito transtorno. Depois do almoço tentamos ir no Empire of the Penguim de novo, mas estava uma fila enorme, e perguntei lá na frente pro cara da atração e ele me disse que a ride não estava funcionando. Então desistimos, porque de manhã já tínhamos entrado, fomos até onde os pingüins ficam, tiramos fotos, passamos o maior frio lá dentro,mesmo com os casacos, mas não fomos na ride pois não estava funcionando. Depois fomos andando em direção a Jorney to Atlantis, porque o Lucas queria ir, mas desistiu quando percebeu que o brinquedo molhava no final. A essa altura, faltava 1 hora para o parque fechar, e já tínhamos feito tudo o que queríamos, então resolvemos ir embora, pra aproveitar e fazer umas comprinhas. Fomos para a Toys R Us,comprar o Buzz Lightyear que o Gabriel tanto queria. Depois fomos para a Best By, e terminamos o dia no walmart pra reabastecer.O dia seguinte seria dia de Island of Adventure!

 


 
Res: Resumão - Parte III

 mensagem postada em 25/10/2015 - 10:10:08hs
 
 

Ana, que falta de sorte, mas bom que no final deu tudo certo.

Sobre voltar para Flórida, se não conseguir ano que vem, entre em nosso grupo de 2018...se der certo e os poucos envolvidos por enquanto conseguirem ir, será bom demais!
abs
(mensagem de Claudio H.F.)


Qur grupo é esse, Claudio? Whats App?

 


 
Res: Trio em Orlando - DAY 1 #Chegando, Dirigindo e dormindo (p2)

 mensagem postada em 24/10/2015 - 08:10:15hs
 
 

Alessandra, o Baconator é realmente matador...muito bom. E a possibilidade de ser complementado com mais carnes, queijos e bacon é sensacional. Se não provou em outra oportunidade nesta viagem, já deixei programado para a próxima.
abs

 


 
Res: Trio em Orlando - DAY 1 #Chegando, Dirigindo e dormindo (p2)

 mensagem postada em 23/10/2015 - 06:10:46hs
 
 

Alessandra,
Estamos adorando seus relatos ... por favor continue !!
Quanto a sua pergunta sobre o Hotel, alguns hotéis fazem convênio com operadoras brasileiras, e como elas tem interesse financeiro, passam a indicar somente aquela rede (como foi o caso do hotel citado).
Ele de fato é muito bom, mas se vc quiser, posso te indicar outros 15 que também ficam na região da ID, com faixa de preço parecida.
O Super 8 é bom, já fiquei nele, mas é bem simples e antigo né ?
Tem vários brasileiros trabalhando lá, não só na recepção, como também na manutenção !
Entretanto é bem localizado, oferece um café da manhã razoável (apesar do local ser pequeno) e tem TV a cabo até com canal do Brasil ! Viu lá ?
SDS,
Roberval.

 


 
Trio em Orlando - DAY 1 #Chegando, Dirigindo e dormindo (p1)

 mensagem postada em 23/10/2015 - 06:10:45hs
 
 

Oi gente,
viajei com minha mãe e meu noivo em Setembro e tivemos uma viagem ótima e incrível, daquelas que só seria melhor se tivéssemos mais dias, sabe? Então, para enfrentar a DPD, vim aqui dividi-la com vocês. HAHAHAHAH....

Viajantes: Eu (Alessandra), minha mãe (que já visitou em 99. Sim, faz tempo!) e o noivo (que para fora do país, só foi até a Argentina).
Período: 20 de setembro - 05 de outubro
Hotéis: Super 8 (em Orlando) e Best Western (em Miami)
Parques: TODOS! \O/ ~~~~ + Festa de Halloween.
Voô: TAM (mamãe + eu) e AA (noivo).


Enfim, depois de planejamento, escolhas e horas lendo conteúdo sobre a Disney (aquela linda!), o grande dia havia chegado. Ou mais ou menos, apenas para um dos integrantes. Meu noivo acabou tendo que ir antes de nós por motivos de: comprou a passagem muito depois, se danou.

O ponto de ir sozinho nem era tão problemático. Era mais a aventura que ele viveria depois de chegar, pois teria que nos esperar por 12 horas (mas depois peço para ele fazer um relato sobre a experiência!).

Então, dia 19, por volta das 18 horas levamos o boy para o aeroporto. Aproveitamos para fazer uma ondinha, ver o novo terminal lindo de Guarulhos e ele comeu um lanche antes de partir. No dia seguinte, lá estávamos novamente, bem pela manhã para pegar nosso aviãozinho.

Voamos de TAM. O voô foi tranquilo, a comida foi aquela comida de avião, o entretenimento foi ok. Aquela coisa de classe econômica, né? Triste. Não demos sorte e um cara sentou na terceira poltrona, logo, sem espaço extra desta vez Mas fomos tranquilo e sem problemas.

 


 
Trio em Orlando - DAY 1 #Chegando, Dirigindo e dormindo (p2)

 mensagem postada em 23/10/2015 - 06:10:11hs
 
 

Nosso voô foi GRU-MIA, direto e sem escalas.Chegamos um pouquinho antes do previsto e corre para a imigração. Gente, que fila, DEOS! Nunca peguei uma fila tão grande, nem em New York. Acho que esperamos uns bons minutos (acho que deu mais de 1 hora). O policial nem perguntou nada, só carimbou o passaporte, pediu a digital e já era.

Pegamos nossas malas (já fora da esteira, só esperando) e 'bora maratona. Gente, sério. Eu fico pensando como era esse aeroporto antes do MiamiMover. Se com este trenzinho você já anda como um condenado, sem ele as pessoas faziam como? Será uma estratégia do aeroporto para que a circulação das suas pernas voltem com sucesso? Porque, olha. Nem as esteiras rolantes ajudaram (principalmente por que estávamos sem carrinho, já que custava 5 dólares e 20 reais não está dando para jogar fora assim, e tivemos que puxar a mala no muque mesmo).

Enfim, chegamos a área de locadoras de carro. Esperamos um pouco, tentamos entrar no WIFI do aeroporto (que, achei um absurdo, só dura 30m) e tudo mais para falar com meu boy, mas ele logo apareceu, já todo trabalhado no pique praia.

Tentei usar o totem da Hertz para pegar o carro, PORÉM, ele não é um totem, ele é um atendimento telefônico. E este atendimento é só para quem NÃO TEM reserva. Logo, se já estiver com tudo fechado, espere na fila mesmo. Não gaste tempo como eu! Reservei o carro pela -- palavra censurada -- e não tive problemas. Tudo o que está prometido na hora da contratação foi cumprido. Não me forçaram nenhuma contratação.

A hora que descemos para o estacionamento estava uma chuva RUDE. Com raios, trovões e aquela sensação de que o tio Vitor (assistidores de Castelo Ra-tim-Bum lembrarão) estava bravo. Enfiamos as malinhas no porta malas e fizemos aquilo que todos dizem para não fazer: partimos para Orlando.

Como nosso voo foi diurno, achamos melhor partir logo para Orlando e já estar devidamente instalados no dia seguinte. Eu tinha contado um tempo para todo o procedimento até o carro, mas lógico que demorou mais. Acho que só por volta das 20horas estávamos saindo. E aquela chuva tensa.

A viagem foi bem tranquila. Isso depois de uma sofrência básica descobrindo onde ficava o farol, onde ficava o limpador de para-brisas e de quase começar a usar o GPS do carro por que a internet não pegava no Waze. Mas tudo deu certo no fim. Minha mãe aprendeu a setar a velocidade automática do carro e depois de uma paradinha em uma das plazas pelo caminho nosso pique melhorou, ficamos mais dispostos e nem deu vontade de dormir (citando apenas mamãe e eu, por que o boy coitado, estava acordado desde o voo do dia anterior!).

Achei o sistema de plaza bem bacana. A Ju já havia comentado no relato dela, mas eu não tinha compreendido. É realmente bastante prático ela ficar no meio da estrada e evitar que você tenha que realizar retornos e afins. Nossa estréia alimentícia foi um lanche do Wendy's. Gostei bastante do sabor, só me arrependi de ter pedido um lanche de frango apimentado (demais!) ao invés de um Baconator. Mas depois a gente come esse quilo de bacon. O mocinho do caixa entendia mais ou menos português e saiu elogiando meu inglês, o que foi ótimo para tirar aquela barreira inicial de "DEOS, vou falar tudo errado neste país!". HAHAHAH... Eu falo inglês bem, mas sempre rola aquela tensão, né?

Enfim chegamos em nosso lar provisório pelos próximos dias.

Ficamos no SUPER 8 da American Way. Falarei mais do hotel em uma "resenhinha" só dele, mas já antecipo que olhando as fotinhos dele eu não ficaria lá. Todavia, uma amiga do trabalho havia visitado Orlando em Novembro e disse que o hotel era digno e justo e seguro. Dada a situação do dólar e o cenário inexplicável onde TODOS os Rosen Inn estão sempre esgotados em todos os lugares (gente, por que isso, me expliquem!), resolvi reservar lá mesmo. Tinha uma indicação de confiança e sabia que eles não cobraram nada de taxa de resort.

Fizemos o check-in rapidamente (recepção funcionando mesmo de madrugada), tomamos banho e capotamos lindamente. Ansiosos para o nosso primeiro dia de verdade ((:

 


 
Relatos

 mensagem postada em 23/10/2015 - 10:10:22hs
 
 

Bom dia a todos!!! AMEI esse site, as trocas de informações são maravilhosas!!! Vou para a Disney em 13/11/15 com meu esposo e não vejo a hora! Já fomos em 2013 mas os relatos estão nos mostrando várias pontos que deixamos passar e com certeza dessa vez não deixaremos!!!! Muito obrigada!

 


 
Res: Relato 16 – 10/05/2015 – Downtown Disney – É a vez dos dinossauros

 mensagem postada em 23/10/2015 - 09:10:38hs
 
 

Olá Hilton

Bateu saudade das "comprinhas" em Orlando.
Com o dólar mais favorável, era muito bom. Mesmo agora creio que ainda deve valer a pena.
Fui 2 vezes na Burlington para comprar casacos, excelentes por sinal.
Obrigada pelos detalhes das suas mensagens.

Abs,
Maria Teresa
(mensagem de Maria Teresa L dos Santos)


Maria Teresa

Obrigado pelos retornos.
Na época que fui, o dólar estava cotado a R$ 3,20 e achava muito caro. Vendo como está hoje, nem acho mais isso.
Mas mesmo com essa alta, tem muita coisa que vale a pena comprar, como roupas e brinquedos.
Como na época que fui já estava chegando o verão, não encontrei peças de frio, por que queria ter comprado casaco lá.

abraços

 


 
Res: Voltei! 1º dia: Epcot Center

 mensagem postada em 22/10/2015 - 10:10:51hs
 
 

Olá Luciana

Que bom que o seu filhote melhorou logo e conseguiu aproveitar o dia no Epcot.
Criança surpreende mesmo, num instante já se recupera.
Estou aguardando os seus relatos.

Abs,
Maria Teresa

 


 
 
Observe enquanto você assiste o vídeo que antecede a atração Soarin (Epcot) o número do vôo 5505. Trata-se de uma homenagem a data da sua inauguração oficial que ocorreu em 05 de maio de 2005.