Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Estou com duvidas

 mensagem postada em 17/06/2011 - 05:06:33hs
 
 

Vou pra Orlando dia 21/06/11, eu minha irma e a filha de 5 anos. vou levar uma camera e uma filmadora, como faço na alfandega, nem sei como é isso, é a nossa 1 viagem internacional. Como faço pra dizer que vou levar 1 camera e 1 filmadora comigo.
Na volta vou trazer um Ipad 2 de U$ 499.00, e alguns cremes da V.Secrets, pq eu não seu de ferro né?? rsss mas vou ter q declarar né? Esse DARF paga lá na hora ou vcs acham melhor eu tentar passar direto sem declarar? Pq o caro vai ser só o celular de 499 dollares que vou trazer.
Tirem minha duvida, de tanto ler e ficar ate 4 da manha, ja não consigo entender mais nada....e nervoso que ja esta quase chegando, atrapalha mais ainda...rssss

Obriga mesmo galera!!!
Rosana Maciel

 


 
p/Rosana Maciel

 mensagem postada em 17/06/2011 - 05:06:13hs
 
 

Desculpa, entrar na conversa, já entrando..rsrs !! Comprando o IPAD2 , qualquer outro eletronico que vier junto por lei será taxado (o que pode não acontecer, isso vai de sorte, agente da alfandega, raio x , enfim diversas coisas).

Minha esposa comprou VS no Millenia Mall, você comprava 7 cremes por 35 dolares e ganhava mais um. E shampoo e condicionador estavam 3 por 25 dolares.

Ela trouxe em media um 40 frascos dentro das nossas 5 malas...

Espero ter ajudado.

 


 
Suelen (esposa do Edson)

 mensagem postada em 17/06/2011 - 05:06:52hs
 
 

Suelen, pretendo comprar um Ipad 2 de 16g wi-fi que esta U$499,99.
Se eu comprar mais coisas(como V.S, relogios e etc...) minha cota vai passar? Ou seria só para eletronicos acima de U$500?

O mais caro q eu acho q vou comprar sei o Ipad2 mesmo.

Agora V.S, onde esta mais barato?

Rosana Maciel

 


 
Isenções

 mensagem postada em 17/06/2011 - 05:06:53hs
 
 

A norma não exclui outros eletrônicos que não o celular, a máquina fotográfica e o relógio. Games portáteis (PSP/DS) e iPod podem até passar por bens de uso pessoal necessários durante a viagem. Um game portátil quebra um galhão distraindo uma criança durante uma viagem demorada - e um adulto também
Já TVs e XBox e similares é mais difícil, não têm nada a ver com serem necessários para a viagem.

 


 
Bruno

 mensagem postada em 17/06/2011 - 04:06:46hs
 
 

Bruno, a Eliana tem razão. De acordo com as novas normas da Receita Federal, apenas celulares, máquinas fotográficas e relógios são isentos, pois fazem parte da cota de bens de uso pessoal. Importante salientar que neste caso, trata-se de uma unidade de cada objeto. De qq forma, mesmo assim, pode ocorrer a situação descrito por vc abaixo.
Abs

 


 
REVISTA PESSOAL É POSSÍVEL SIM!!!

 mensagem postada em 17/06/2011 - 03:06:17hs
 
 




A respeito da possibilidade da revista pessoal, esta é possível sim. Segue a abaixo o artigo da instrução normativa 1.059 de 2 de agosto de 2010.


Art. 15. Havendo indício de ocultamento de bens junto ao corpo do viajante, a autoridade aduaneira poderá exigir que este se coloque fisicamente em condições que possibilitem a apuração dos fatos.

§ 1º A recusa em atender ao disposto no caput, sem motivo justificável, caracteriza embaraço à fiscalização e acarretará a revista pessoal do viajante, se necessário com o auxílio de força policial, e a aplicação da multa prevista na alínea ‘c’ do inciso IV do art. 107 do Decreto-lei no 37, de 1966, com a redação dada pelo art. 77 da Lei no 10.833, de 2003.

§ 2º Comprovada a ocultação de mercadorias, será aplicada a pena de perdimento prevista nos incisos III ou XVIII do art. 105 do Decreto-lei no 37, de 1966, conforme o caso.

Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Ins/2010/in10592010.htm

 


 
Alfândega Rio de Janeiro

 mensagem postada em 17/06/2011 - 03:06:02hs
 
 

Oi, passei pela alfândega do RJ ontem pela manha e todos ate a hora que eu passei estavam indo pro raio x. Meu marido já ia declarar o MacBook air eu e minha prima passamos depois dele com iPad 2 e netbook e mais um monte de cremes da VS e óculos e relógios, etc. A mulher na alfândega perguntou se o laptop era pequeno e falou que minha prima podia passar e ela tinha tb uma filmadora e para mim ela pediu pra ver a nota fiscal do iPad, mas o outro policial disse que eu podia sair e eu peguei minhas tralhas e dei no pe sem olhar pra trás. Resumindo, no RJ continua tudo uma bagunça. Abraços, Suelen (esposa do Edson).

 


 
Bruno Firenzi

 mensagem postada em 17/06/2011 - 09:06:03hs
 
 

Bruno, o maior problema que vejo nisso tudo é a questão da falta de clareza quanto aos critérios. Não há, ou pelo menos, aparentemente, nada que fale de forma objetiva quanto a taxar roupas, sapatos, etc. Na verdade, como o fiscal pode avaliar que as roupas são suficientes ou não para x dias de viagem ??? É tudo muito subjetivo !!!!

Tenho amigos que trabalham na receita federal e confesso que fico espantado com tamanha falta de critérios específicos em relação às taxações feitas.

Mas volto a repetir o que já disse aqui em vários outros momentos: o melhor de tudo é ser honesto efetivamente, pois aí as chances de dar tudo certo são maiores.

Abraços.

Luciano Abreu

Obs.: este espaço em si é para relatos. Pessoal que tem chegado dos EUA, por favor, deixem seus relatos aqui e as suas experiência para que todos possam debater o que está acontecendo nos aeroportos.

 


 
Brasília e Recife

 mensagem postada em 17/06/2011 - 09:06:21hs
 
 

Realmente, os boatos estão se confirmando!!
Recife e Brasília parecem ser de longe as alfândegas mais problemáticas.
Semana passada, uma conhecida minha disse que teve taxados na alfândega de Recife seus cremes, langeries, roupas e outros objetos ( todos que ela trazia mais de um) na sua volta de Orlando.
Não sei se é impressão minha, mas parece que depois que liberaram as máquinas digitais e outros produtos pessoais a fiscalização ficou bem mais pesada nos aeroportos!!

 


 
Revista Pessoal

 mensagem postada em 16/06/2011 - 09:06:06hs
 
 

Creio que a receita federal não possa ou não tenha "poder" para revistar as pessoas, afinal, não somos criminosos !!!!

Já basta os encargos absurdos que pagamos neste país !!!!

Abraços.

Luciano Abreu

 


 
 
Você Sabia Que ... O número do prédio do corpo de bombeiros da Main Street U.S.A é “71” em homenagem a inauguração do Magic Kingdom que se deu em 01 de outubro de 1971.