Voltei - Relato da minha viagem!

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais recente para a mais antiga
 
Índice  
 
 
DIA 18/11 - DIA DE ABRAÇAR O CAPETA

 mensagem postada em 28/11/2007 - 09:11:05hs
 
 

DIA 18/11 – DIA DE ABRAÇAR O CAPETA

Tudo o que for relacionado a preço colocarei no tópico preços ok ?

Saímos do All Star cedo pois seria o dia das COMPRAS !!!! Não sei porque, mas neste dia acordei me sentindo tão bem... sem dores, sem cansaço... INCRÍVEL ISTO !
Fomos ao Flórida Mall, acompanhadíssima do meu caderninho com as dicas dos amigos aqui do site.
Chegamos lá, entramos pela Sears, e fomos na Macys. Comprei um kit da Jadore (meu perfume favorito) e fomos em direção a Victória Secret... Enlouqueci quando cheguei lá.... era meu sonho entrar nesta loja... De cara comecei a provar um monte de coisas e já enchi uma sacola de cremes e o namorido chega do meu lado e fala (tem certeza que tu vais usar tudo isto ?).... já nervoso... eu falei, espera lá fora, ele ficou junto com outros maridos em uma pracinha bem em frente.
Fiz minhas comprinhas, hora de ir para a Apple, pois o namorido que trabalha com tecnologia queria fazer suas compras. Porém... quase ao lado da Apple, tem uma Sephora... ah não... deixa eu ficar aqui e tu fica na Apple vai. Combinado, ele foi para um lugar e eu para outro. Também enlouqueci na Sephora.. quanta maquiagem.. – amo tudo isto – Lá as vendedoras me atenderam super bem e ficam dando dicas de maquiagem. Comprei um rímel, um estojo de pinceis, um conjunto de sombras e um pó. O namorido veio me encontrar quando eu estava na fila do caixa e eu pedi para a vendedora embrulhar para presente. Ele vira e fala: Pra quem ? Eu falei, para mim ué, eu mereço. Ainda pedi para dividir em 2 pacotes (hehehe).
Saímos dali e fomos até a Apple para ele comprar o tão desejado Iphone, neste momento já estávamos cheios de sacolas e estava pesando. Na Apple a vendedora colocou a Iphone em uma sacola tipo mochilinha, eu pedi para ela me dar mais uma pois eu queria colocar algumas coisas e seria mais confortável carregar. Acreditam que ela disse que eu teria que pagar ? Que abuso – o cliente em último lugar !
Fomos almoçar na praça de alimentação e fomos embora... a caminho do estacionamento o que aconteceu ???? O que ? O que ? Nos perdemos !!!!!! Saímos na Sears, anda, anda, anda, anda e nada de encontrar o carro (ainda bem que eu tinha fotografado a placa). Acontece que a Sears tem duas saídas para o estacionamento e saímos na errada... Ok, vamos em frente.
Saímos dali e fomos na Best Buy porque queríamos comprar uma digital nova. Na saída do Brasil o namorido foi declarar a digital que é de 2.7 mpx , o cara olha e fala: _Ah, esta é bem antiga, não precisa..... me senti muito pobre naquele momento...
Lá fomos bem atendidos por uma moça na parte de máquinas digitais, ela foi super atenciosa e ficou batendo um papo conosco. Fomos dar uma olhadinha nos Mp4 e decidimos que íamos comprar um Ipod Nano que estava o mesmo preço da Apple do Flórida. Nossa, fomos super mal atendidos ali, o cara estava com uma má vontade que eu fiquei com vontade de não comprar.
Saímos dali e fomos ao Wall-Mart, queríamos comprar umas comidinhas, pois agora nosso hotel teria microondas e frigobar. Compramos muitas coisas lá, camisetas da Disney, brinquedos, mala, comidinhas congelas, água, refri, etc. Ali também... atendimento 0, o cliente em último lugar. Tinha um telefone sem fio super barato (acho que US$ 12,00), daí estava preso na parede e o namorido foi pedir para uma vendedora alguém para nos atender ali naquele setor, ela disse:
Vendedora: Não tem ninguém para atender
Namorido: Mas eu quero comprar o telefone.
Vendedora: Mas infelizmente agora não tem ninguém para atender
Nomorido: Então não vou poder comprar ?
Vendedora: Agora não !

I don´t believe...

CONTINUA

 


 
DIA 18/11 - CONTINUA

 mensagem postada em 28/11/2007 - 10:11:39hs
 
 

Saímos do Wal Mart e fomos para o Quality fazer o check-in.
Já era noite.... nossa, como a International Drive é movimentada... lá no All Star era tudo tão calminho...

Estava com o voucher (graças a Deus) e a atendente não conseguia localizar a minha reserva. Procurava pelo nome e nada... PQP, procura pelo código. “It´s not possible”...
Ficamos ali uns 20 minutos e vai e volta, tudo com uma má vontade incrível. Mortos de cansados, loucos por uma cama, morrendo de fome...
Pedimos para chamar o superior, é impossível, tenho o meu voucher, como não tem reserva.. o cara foi pegou a cópia do e-mail que a agência enviou e descobriu que não estavam me achando porque no voucher estava: Rosilene Oliveira, porém meu nome é Rosilene de Oliveira e foi assim que cadastram na reserva... é o fim, eu falei, o sistema não puxa todos os Oliveiras que tem ?
Ok, deixa para lá, dá a chave do quarto que eu quero entrar logo... E nem pediram desculpas pelos transtornos.
Fomos para o bloco G, bem longe da recepção, passei todos os dias longe deles...
Quando chegamos no quarto no tinha uma cafeteira e um sache de café... nossa o namorido amou.. Oba !!! vou fazer um cafezinho.... Fez o café, todo o ritual e não conseguiu tomar... nossa que gosto horrível diz ele.... Deixa para lá... Jantamos e fomos dormir pois no outro dias vamos para o Busch Gardens...

Falando em dormir... não sei quem deu a idéia de que a Disney é um ótimo lugar para a Lua de Mel....... (a gente prova lá que é ótimo de cama... deita e dorme) :-)

 


 
DIA 19 - BUSCH GARDENS

 mensagem postada em 28/11/2007 - 10:11:08hs
 
 

Acordamos e fomos em direção ao Busch Gardens... num lindo dia de sol...
Nossa, olha as estradas.. não tem buracos... meu, olha aquele carrão... (gente do interior é assim mesmo).

No caminho, fui tomar uma água... ui... que gosto estranho.... era água de morango... compramos sem saber... e foi esta água que o namorido fez o café... não tinha como ficar bom mesmo.
Chegamos ao Busch Gardens e o parque estava começando a encher...
Nossa... hj vou me divertir (apesar de ir sozinha nos brinquedos eu me divertia muito).

Namorido, vamos pela esquerda porque o fluxo está indo para a direita...

De cara fui na Gwazi que foi a primeira montanha russa que encontrei na direita. Fui no carro sozinha e.... odiei.... passei muito mal... meu estomago embrulhou, meu pulso abriu (acho que todo mundo conhece esta expressão né ?). Eu fiz tanta força que machucou...
Sai de lá desolado... buáááá, eu to enjoada.... Mais uns 15 minutos e começou a doer a minha cabeça... vamos dar uma voltinha de teleférico para ver se melhora.... e nada.
Fui até a Sheikra, mas acabei não entrando... e se eu ficar pior ?
Antes ainda, fui na Montu, se eu não ficar pior vou na Sheikra. Fui na Montu, gostei bastante, parece mais assustadora do que realmente é... mas continuei enjoada... naúseas, uma sensação estranha. Já tive uma crise de labirintite e tive uma sensação de que iria ter outra crise (que é horrível).
Vamos embora... não quero ficar hospitalizada..
Almoçamos e retornamos para Orlando.

A Sheikra vai ficar para a próxima.

No retorno passamos em frente a Ross Dress For Less... falei, namorido, quer dar uma passada ali ? Foi indicado pelo site.
Entramos... que perdição... Assim.. o lugar é bem bagunçadinho, porém ali eu não me importei com isto. Lógico, tem gente que não gosta de lugar assim, mas para mim era tudo novidade.
Eu não encontrei e também não procurei muita coisa (ainda estava ahg !), mas o namorido fez a festa. Comprou agasalhos da Wilson, calças da Tommy, Camisas Calvin Klein, etc. Eu comprei uma bolsa da Tommy e um casaquinho da Wilson.
Fomos embora... eu precisava me reconstituir.

 


 
DIA 20 - SEA WORLD

 mensagem postada em 28/11/2007 - 10:11:05hs
 
 

Quando chegamos no hotel no dia anterior, olhei com calma tudo o que o namorido comprou e falei: Eu também quero um monte de roupas....
Resolvemos ir na Dress antes de ir para o Sea World, até porque já tinha visto que este parque não era tão grande.
Acordei bem melhor, tinha tomado uns remédios, só meu pulso doía ainda. (não esqueçam de levar a farmacinha viu ?).
Fomos para a Ross, encontrei uma blusinha da Nike lindíssima, para usar com Jeans por US$ 9,99, depois vi que era da seção infantil e comprei algumas para mim lá.
Comprei mais alguns casaquinhos e uma calça da Calvin Klein e uma da DKNY, mas tive dificuldade em encontrar calças... acho que não soube procurar direito.
Fomos ao Sea World. Este o namorido amou, tinha vários shows e só um brinquedo radical... a Kraken. Combinei, vou nela no final do dia, se eu passar mal a gente já estará indo para casa mesmo.
Vimos vários shows e adorei o show de animais no Seaport Theatre.
Vamos ver a Shamu... uau !!! que lindo... levei a minha capinha de chuva para me proteger porque o namorido queria ficar bem perto.
Lindo, lindo, lindo. Após o show fui para a Kraken... meu Deus, como é demorada, não parava mais de ter looping...heheheh... não passei mal. Até repeti.
Fomos embora em direção ao Premium. Fomos na Nike (compras básicas de tênis), mas que revolta que eu fiquei. Já tinha visto aqui no site que o shox era US$ 59,99, porém eu queria comprar um Nike Air Max 360, vi aqui em Blumenau antes de sair e estava R$ 550,00, sabe quanto eu paguei lá ? US$ 99,99. Eita povo explorado que somos !!
Então, já tinha comprado tanta roupa na Ross que não iria comprar muita coisa no Premium. Ah, esqueci que na Ross compramos malas super baratas também.
Comprei dois shorts de corrida (para ver se eu me empolgo e começo a correr) e duas calças de agasalho.
Passamos na Adidas e o namorido queria um sapatênis. Tinha um lindo que não tinha o tamanho dele. Ainda perguntei para o vendedor: Tem Adidas no Prime ? Ele disse que não. Puxa, pensei eu, que pena (no outro dia fui e tinha – bobinho).
Hora de ir embora... no caminho para o hotel.. olha, uma Walgreens, e é aberta 24 h, vamos ali ?
Paramos lá... entrei com o meu caderninho e a planilha coladinha nele.
Comecei a olhar as coisas e a vendedora veio me atender... quando olhou o meu caderno ficou muito sensibilizada e rodou a loja toda comigo. Também tinha colado as fotos de alguns produtos que eu queria e foi ótimo, não ia lembrar do nome de tudo, as fotos ajudaram.
Amigas – aqui só teve um problema. Eu comprei muita coisa lá (gastei US$ 209,00) e quando cheguei ao hotel dividi em vários saquinhos as coisas, justamente para que se alguma mala se perdesse eu não perderia tudo, etc. Pois bem, um dos saquinhos eu tinha colocado a NF, 2 protetores solares e uns 3 gloss da Victória Secret. Na hora de ir embora, lacrei todas as malas com aqueles lacres de malote. Na fila do check-in uma mulher falou para mim, saiba que eles abrem as malas, eu se sempre encho de meia suja, calcinha e cueca, daí eles abrem, ficam com nojo e logo fecham – diz ela. Eu pensei... putz, devia ter feito isto mesmo... agora já foi.
Chegando no RJ, fui retirar as malas e somente uma mala estava sem os lacres... ainda falei para o namorido, tomara que não tenha sumido nada..
Chegando em casa o que faltou ? Os dois protetores com a NF. Ainda comprei estes dois protetores porque eram bem grandes e agora no verão eu sempre recebo visitas na praia. Pensei, vou deixar lá no apto para quem quiser usar... Que raiva... Que raiva.. Que raiva.. Pior, vai saber onde isto sumiu.
O que eu lembrar o preço coloco lá no tópico ta ?



 


 
DIA 21 - ISLAND OF ADVENTURE

 mensagem postada em 28/11/2007 - 10:11:01hs
 
 

Bom, hora de ir para os parques da Universal. Antes fomos no Walmart comprar algumas coisas e passamos no Prime... Não é que lá tinha loja da Adidas ? E tinha o sapatênis ? Queria voltar na Adidas do Premium e matar o vendedor de lá.

Bom.. não tinha o endereço no GPS, como eu tinha impresso um mapa da google, coloquei o endereço que tinha lá.
Sabe onde fomos parar ? No estacionamento dos funcionários do Universal Studios... hehehe, vai que eu consigo uma pontinha em um filme ?

O guarda nos direcionou e lá fomos nós.
Chegamos no estacionamento e fomos seguindo o fluxo... nossa, como anda para chegar neste parque.
Oba, chegamos... adorei que o City Walk era a divisão dos dois parques...aproveitei e dei um passeio por lá também.
De cara vi a montanha russa do Incrível Hulk... Que Incrível..... fui para a fila dos “alone”... mas sabe quando a pessoa vê o brinquedo e não se toca ? Eu sentei e comecei a conversar com uma menina ao meu lado, de repente tchuummm – aceleração máxima... uau... amei, quero ir de novo.... mas quero que o namorido vai junto.. tentei usar de toda a psicologia para ele ir e não teve jeito. Eu falava: Não é assustadora, é ótima, ela vai bem rápido mas é legal... não funcionou. Ele alegava que ia ter um ataque cardíaco.
Bom, vamos para o Spidermann, mas antes vamos tirar uma foto com ele... eu estava mais na frente e fui abraçar o Spidermann, pelo meu sotaque ele sabia que eu não era americana e perguntou de onde eu era, falei que era do Brasil e ele começou a falar em português comigo (algumas coisas), de repente o namorido aparece para tirar a foto e fala... Spidermann Anão (eu fiquei olhando com aquela cara de “cala a boca que ele entende”.
Fomos ao brinquedo, bom. é 3 -- palavra censurada -- . tranqüilo.... Ahahahaha, é um 3 D com emoção... mas ele gostou e eu amei.
Sei lá, as vezes sou suspeita a falar, adorei tanta coisa.
Fomos dar uma volta em tudo, mas nos brinquedos só fomos naquele mesmo, o parque começou a ficar cheio e já tinha muita fila.

Vamos para casa, nada de comprar... olha o peso na volta... falando em peso, compramos uma balança por US$ 5,97 no Walmart e depois deixamos lá. Isto é uma coisa que todos os hotéis deveriam ter na recepção né ?

 


 
DIA 22 - UNIVERSAL E RETORNO

 mensagem postada em 28/11/2007 - 11:11:10hs
 
 

DIA 22 – UNIVERSAL E RETORNO

Malas arrumadas... como é difícil isto hein ? Troca pra cá, troca pra lá...

Ida para o parque. Neste dia não nos perdemos.
Chegamos na Universal e estava um pouco cheio.
Tinha fila de 30 minutos no Shrek, mas eu quero ir... vamos nessa.
Não comprei o “fast pass” deles que eu não sei como se chama. Depois que eu vi os preços das roupas e dos tênis, tudo para mim era referência... tal coisa dá para comprar mais um tênis.
O 4D é bem legalzinho... (eu já tinha ido em tantos 3 D e este era o último parque), mas eu amo o Shrek e tudo que é relacionado a ele.
Após o brinquedo fomos para a fila de fotos. O burro não parava de falar. Ficou batendo papo com o namorido, quando chegou a minha vez, tinha muita gente atrás de mim e eu não queria demorar, então não dei papo para ele.
Ele reclamou em tom de brincadeira é claro, que eu tinha sido a única a “esnobá-lo”.
Fui ao encontro do Shrek... “Hi Shrek, I love you !!!... Meu Deus, que Shrek fedido… não agüentei e falei: Klaus (namorido), tira a foto logo porque o cara tá fedendo muito...
Depois fui ao Revenge of the Mummy... pensei que era mais assustadora, mas é bem radicalzinha.
Depois fomos ao Tubarão (que achei a água muito fedorenta) e ao show Fear Factor Live... que também achei legal (o bom destes shows é que tu podes descançar um pouco).
Depois fomos ao Animal Actors e ET..... ai... o ET.... que lindo !
Hora de ir embora porque vamos embora mesmo...

Ida para o aeroporto.. No dia anterior combinamos que iríamos gastar todos os dólares restantes para não voltar com nada para o Brasil. Enfim, fizemos isto e ficamos com algumas moedas...... O namorido fala... tomara que não tenha nenhum pedágio né... aí meu Deus... quando nos aproximamos do aeroporto: pedágio... e agora ? Ufa, US$ 0,75.. ainda bem. Prometemos nunca mais fazer isto, da próxima vez vamos ficar com mais dinheiro e gastar no Free Shop, esta foi por pouco. Alguns minutos depois... outro pedário... IXI, e agora ? Será que eles aceitam cartão ? Comecei a contar as moedinhas, pior é que tinha um monte de 1 cents, o marido juntou todas, deu para o atendente que começou a contar, não terminou a contagem e disse que poderíamos ir embora...
Não, não, não...
Chegamos ao aeroporto... e agora ? Para carregar as malas (tem que pagar o carrinho)... será que aceita cartão ? Aceita.. menos mal.
Fizemos nosso check-in tranqüilo e volta para casa naquela lata de sardinha com os funcionários mal humorados chamada AA.
Nosso vôo era Orlando – Miami – RJ – Floripa.
É muito bom viajar, mas estava com saudade da comida e da rotina tipo: Domingo a noite assistir Globo News, ou GNT, ou Multishow...
Chegamos cansados, mas felizes pelo sonho realizado – chegamos num lindo dia de sol. O sol me acompanhou por todos os dias !
Pega mala... carrega... ixi... não vai caber no nosso Kinder Ovo... vim toda esmagadinha com o banco super para frente para caber todas as malas.

Muitas pessoas perguntaram porque não ficamos até a 6a feira (Black Friday), porém o namorido faz MBA e teria aula. Teria... porque quando chegamos aqui descobrimos que foi cancelada... De qualquer forma se eu ficasse mais um dia lá iria a falência...

FINALIZANDO MEUS RELATOS: ainda to radiante, foi um sonho realizado e que pretendo voltar outras vezes... na volta eu vinha pensando... puxa... como somos pessoas abençoadas.. lógico que todos nós trabalhamos para poder conquistar as coisas, mas quanta gente que nunca teve a oportunidade ou nunca terá de conhecer um lugar assim, por diversos motivos, saúde, morte, etc.
E pensei, devemos agradecer a Deus todos os dias por me dar saúde para poder correr atrás dos sonhos.
Para mim a Disney mostrou que por alguns momentos “O mundo é perfeito e todas as pessoas são felizes”.

Bjão para todos.... obrigada por todas as dicas e façam perguntas, ajudarei no que eu puder.

Rosilene e Klaus (namorido).

 


 
Primeiro dia – Saida de Floripa – 09/10/07

 mensagem postada em 29/11/2007 - 09:11:46hs
 
 

Saímos de floripa as 16:00 hs destino a são paulo (garulhos), chegamos lá as 17:00, e fomo direto ao balcão da AA para fazer nosso check in.
Tudo feito, malas despachadas, estávamos prontos e alucinados por estar embarcando ao melhor destino do mundo.
As 22:40, fizemos o nosso embarque, e daquele momento em diante tudo era festa.
Novas descobertas, novos caminhos, novos cheiros, novas comidas, pois na flórida se come mal, quem quer..

 


 
Segundo dia - Chegada em Miami – 10/10/2007

 mensagem postada em 29/11/2007 - 09:11:41hs
 
 

Chegamos em miami por volta das 7:00 hs da manhã, e fomos direto para a Imigração.
Chegamos na imigração, que por sinal estava vazia, só com algumas filas que duraram uns 40 minutos.
Fizemos todo aquele tramite chato daqueles americanos loucos por segurança.
Tira sapato, tira cinto, é uma doidera aquilo..
Enfim passamos por aqueles policiais, e fomos para o saguão onde ficam as esteiras com as malas.
Demoramos uns 40 minutos até encontra as nossas malas e enfim sair daquele aeroporto.
Chegamos no estacionamento, aguardamos uns 20 minutos para pegar o ônibus da Avis, para ir até o nosso passaporte para a liberdade. O nosso carro alugado.
Chegamos na Avis, entregamos o voucher de reserva do nosso chevlrolet cobalt.
Tudo encaminhado, a menina do balcão nos pergunta, vocês querem alugar um GPS?
Haha, pensei comigo... Tinha estudado muito a minha viagem, Google Earth, mapas fornecidos por tios que vão todos os anos para os USA.
Não senhora eu me garanto. Hahahaah, para que eu fui falar.
Pegamos o carro, tanque cheio, abri o mapa e me direcionei para o Bayside, pois o nosso check in no hotel Best Western Atlantic Beach & resort, começava apenas as 15:00.
Eram 10:00 da manhã, quando saímos do estacionamento da Avis, em direção ao bayside.
Meus amigos, quando eu cheguei na primeiro elevado, me deparei com umas 30 saidas, e pensei qual ir....
Ali começava a me dar mal, e a Renata falando e rindo, tu te garante, agora vai negão, te vira. Hahaahahah
Meus amigos, eu sei que quando notei estava pagando o pedágio para ir a Key West. Hahahaahah, mais tudo era festa, afinal estávamos em lua de mel.
Perguntas ali, aqui, acolá, chegamos ao Bayside.
Mortos de cansados, fomos direto comer no Hard Rock Café, que por sinal ta meio abandonado, pois quando estive lá em 97, estava mais conservado.
Comemos um cheeseburguer no verdadeiro estilo americano.
Acabando de almoçar, fomos passear pelo Bayside.
Dona Renata minha esposa, em uma de suas caminhadas pelos corredores, me inventa de passar pela loja da Victorias Secret, que por sinal estava tudo em promoção.
Resumo de tudo, a muié gastou 200 doletas entre cremes, glós, e aparatos femininos para ela e a mulherada da família.
Após ela dar um abraço no capeta, demos mais algumas voltas, e fomos para o hotel.
Mais uma vez nos perdemos, hahaha, mais uma vez levei uma tirada da esposa.
Tudo bem, estávamos em Miami, com aquelas palmeiras o céu azul, o sol brilhando, ou seja, tudo muito lindo..
Chegamos a tão esperada Ocean Drive, com os prédios em arte déco, coloridos, aquela badalação de cidade grande.
Da Ocean dr, para a Collins av, era rápido.
Chegamos no hotel Best Western Atlantic Beach e resort, fizemos o check in, e o Sr da recepção nos pergunta: vocês querem ficar em um quarto de frente para o mar, por mais 10 dolares. Hahaha, pensei na hora, bota ai parceiro. É hoje que vamos arrepiar este hotel..
Na chegada ao quarto, a Renata abre a porta e da de cara com um janelão de vidro com uma sacada de frente para a cara do gol.
Era ali meus amigos, o melhor lugar do mundo. Aquela praia linda, aquelas palmeiras, aquele sol, tudo era show de bola.
Nos instalamos no quarto, tomamos um banho e ligamos para o nosso amigo que mora em miami. Marcamos de nos encontrar no hotel as 19:00hs.
Acordamos com ele batendo na porta, ai meus amigos, só foi festa.
Botei um bermudão, camiseta, tênis, e fomos conhecer miami beach a noite.
Fomos a ocean drive, fotos, fotos e mais fotos. Após passear pela ocean, fomos a Lincoln rd, passeamos naquele calçadão cheio de gente, que por sinal é o melhor lugar de miami, vários restaurantes, lojas, galerias de arte.
Ali visitamos, a loja da apple, conhecemos o Iphone, fomos a galeria do pernambucano Romero Brito, e acabamos ganhando deste nosso amigo uma impressão de uma pintura dele. 40 doletas, pois tinha coisas caríssimas lá.
Jantamos em um restaurante muito astral, comi uma ceasar salad, pois estava meui ruim do estomago, Renata comeu uma pasta com Fungui, e o nosso amigo comeu uma carne.
Após a janta, fomos para o Wallgreens, para comprar umas coisas para o café da manhã, pois o hotel não tinha café incluso.

 


 
Terceiro dia 11/09/2007 – Miami

 mensagem postada em 29/11/2007 - 10:11:14hs
 
 

Cansados ainda da festa de casamento, a viagem, neste dia dormimos até mais tarde, acho que até umas 10:00hs.
Tomamos café com nosso apetrechos que tínhamos comprado no wallgreens na noite enterior (nesquik, philadelphia, pão de fatias).
Nesta manhã uma luz passou em minha cabeça, e me disse, Victor aluga este GPS, que tu vais te dar bem.
Dito e feito, falei: mulher vamos no aeroporto pegar o GPS.
Ela me tirou mais uma vez: ahh te entregasse é? Hahaha. Vê se eu posso...
Bom, chegamos na Avis, alugamos o GPS, dali em diante meus amigos, a viagem, que já era uma festa, virou mais fexxxxxteenha ainda.
Com o Gps alugado e a mulher falando tudo em português de portugal, fomos para coconut grove.
Chegamos tranquilamente, não erramos uma rua.
Estacionamos o carro no Coco Walk (shopping), demos umas passeadas por lá, e almoçamos por lá também.
Após o almoço, fomos tomar um legitimo milk shake americano, no jhonny rockets, bem em frente ao cocowalk.
Realmente muito bom esta bebidinha, e após nos encaminhamos para as ruas de coconut grove, e minha esposa já estava me carregando para as lojas, hehehe, mais que mania né?
Bom passeio aqui, passeio ali, acabei ganhando uma bermuda cargo da guess que a minha esposa tinha achado por $ 23,00 doletas, aqui no Brasil, nem na C&A nós compramos aquelas da marcadiabo deles por R$ 47,00..
Saímos do cocowalk, demos umas voltas de carro ali na região, sendo que me dirigi para a Venetian Pool, que por sinal quem tiver tempo de tomar banho lá, é muito legal, vale a pena.
Após fomos ao Biltimore Hotel, conhecidíssimo, por hospedar grandes celebridades, é um tipo copacabana palace, ir ao rio sem bater foto na frente não é ir ao rio.
A mesma coisa este Biltimore.
Depois fomos em direção ao Dolfim mall, pois tínhamos uma encomenda de baterias para câmera digital de uma amiga, e este nosso amigo de miami, nos indicou lá, pois a loja da sony tinah recém sido aberta, e eles estavam com preços bons lá.
Fomos lá, compramos as baterias, passeamos bastante e nos cansamos também.
Acho que já era umas 8:00hs da noite, e fomos ao hotel tomar um banho, pois iríamos jantar novamente na linconl rd.
Fomos ao hotel, tomamos um banho e nos dirigimos para a lincoln, para jantar.
Passeamos por ali novamente e achamos outro restaurante muito astral, com velinhas acesas nas mesas, aquela meia luz bem romântico (embora eu não seja muito).
Ficamos ali, comemos pasta com camarões. Gostoso demais, me lembro do gosto adocicado daquilo.
Na hora de pagar a conta, adivinham quanto? $70,00 doletas, quase cai da cadeira, burro não viu o cardápio antes, se deu mal.
Mais ainda sim aquele era um jantar de chegada, só nos dois, lua de mel, o astral das velinhas.
Tudo vale a pena quando a alma não é pequena....
Fomos para o hotel dormir, pois amanhã do dia seguinte era, a viagem para orlando com paradas nas praias.

 


 
Quarto dia 12/09/2007 – Saída de miami para orland

 mensagem postada em 29/11/2007 - 11:11:19hs
 
 

Acordamos por volta de 8:30 da manhã, me despedi daquele marzão lindo, daquele sol maravilhoso que batia na sacada do quarto, e ali mesmo sozinho fiz uma promessa. Em 2009 estaremos novamente aqui, mais desta vez com amigos.
Arrumamos as malas, fechamos a conta, inclusive a taxa de parking (caro demais, acho que 18 doleta por dia), fomos ao wallgreens comprar umas cocas, águas, para levar no carro, pois o dia iria ser longo, e estava calculando chegarmos em orlando só a noite.
Após passar no wallgreens e comprar as tralhas, fiz uma surpresa para mina esposa.
Tinha conversado com este nosso amigo de miami, onde poderia comprar um lap top com preço justo, e loja de boa procedência.
Ele me indicou o Office Deppot.
Era ali mesmo que eu iria dar o susto nela.
Saímos em direção ao office deppot, para a surpresa, chegando lá ela estranhou,e perguntou que loja é esta.
Então falei, vou realizar teu (nosso) sonho. Na hora ela ficou toda feliz, dito e feito meus amigos, comprei um lap top para ela (para nós né?), hehe,, ganhamos uma maletinha de neopreme, sendo que já tinramos o bixo da caixa.
Saímos da loja, ela com um sorrizo na orela, com aquele brinquedinho novo no carro, alisava feito uma criança pequena.
Fomos em direção a primeira parada acho que era Hollywood.
Chegamos em Hollywood, cidade muito bonita, como todas da flórida. Passeamos de carro por ali, e nos dirigimos até a praia.
Conhecemos a cidade, e tocamos o nosso chevrolet cobalt vermelhito, para Fort Lauderdale, uma das cidades mais linda que eu já vi.
Já tinha ido em Fort L. em 94, mais agora estaríamos vendo de outra maneira, pois estava dirigindo, pois naquela época tinha ido de excursão.
Gente, Fort L. eu moraria tranqüilo, mais só depois de me aposentar no Brasil, a cidade é toda arborizada, com aqueles canais magníficos, não é a toa que eles chamam esta cidade de veneza americana.
Aqueles pequenos barcos atracados nos canais, realmente lindo demais, é muita emoção para um coração.
Fomos até a praia de Fort L. batemos umas fotos, e tocamos o carro para pompano Beach.
Estávamos tranqüilos, sem hora para chegar, almoçávamos a hora que a fome aparecia, o carro com isopor cheio de coca cola, águas, (um bando de farofeiro), mais é bom...
Aquela festa no carro, a Renata com o brinquedo novo, eu curtindo as paisagens, a cidade, a estrada, sintonizado na WA1A, só tocando musicas excelentes, tava tudo muito bom....
Enfim chegamos a Pompano Beach, passeamos por ali, praias, compramos uns imãs de geladeira, para por na nossa casa nova.
Todo o lugar que íamos, a Renata comprava um imã de geladeira e um copinho pequeno, que mais parecia se de cachaça, com o nome do local, para por em uma estante lá em casa.
Bom, visitando ali, aquelas praias da costa da Flórida, nos tocamos pela turnipike, em direção a capital intergalactia do entretenimento e da diversão.
Com aquele GPS alugado, tudo tinha ficado mais fácil, ganhamos enormemente em tempo, pois não havíamos mais nos perdido.
Indo pela turnipike, até orlando , paramos em dois plazas, o primeiro para comer, e o segundo para ir ao banheiro, pois a ida ainda era longa.
Pegamos um final de tarde lindo, aquele sol indo embora no horizonte, naquele retão com asfalto de primeiro mundo.
Chegamos em Orlando por volta de 23:30, na hora que embiquei o carro na international drive, só faltou chorar, pois estava respirando o ar mais mágico do mundo.
Chegamos no hotel Ramada In, fizemos o check in, e fomos para o quarto.
Chegando no quarto mais uma surpresa, uma vista linda para o Sky Lake, o mesmo lago que fica o wet´n wild.
Aquelas luzes, aquele agito todo na minha frente, a renata estava apaixonada pelo quarto e por tudo que estávamos vivendo.
Meus amigos, nem dormi direito, cheguei a dormir de cortinas abertas ovacionando aquele lago, e céu estrelado, pois o outro dia tinhamos MGM

 


 
 
Todo o lixo do parque Magic Kingdom é transportado por um sistema denominado "AVAC" que locomove os detritos até a central de processamento utilizando gás comprimido a uma velocidade de quase 100 km/h. Posteriormente todo o lixo é processado e reciclado.