Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Marcela

 mensagem postada em 30/09/2011 - 10:09:21hs
 
 

Pelo que eu saiba não tem um número certo, eles olham pela relação dias de viagem e número de roupas, mas também não é assim tão ao pé da letra.
E outra esses 500 dólares são mais pra eletronicos, claro entra outras coisas, mas se não me engano é mais pra eletronico e coisas do tipo. Com relação aos preços das coisas, eles devem ter um modo de descobrir e talz, principalmente se tratando de eletronicos.
Sei que pode trazer, um celular, uma maquina digital, um relógio e um aparelho de mp3, sem entrar na cota.
Mas assim ninguém vai pra lá pra comprar só 500 dólares, não dá nada isso, eu se fosse você, e como vou ano que vem, renovaria o quarda-roupa todinho sem medo, a possibilidade de eles taxarem roupa é remota, mas existe, mas mesmo assim eu iria na cara de pau pelo nada a declarar, até porque tudo ali é de uso pessoal e tá sem etiqueta...
Não irei comprar eletronicos, então vou comprar bastante roupas, e qualquer coisa divido nas malas dos meus familiares e talz, pra dar uma mesclada nas coisas.

Mas como quer trazer mais roupas, acho que da pra vim tranquilo, sem muitos exageros tipo, a roupas muito parecidas, ou de tamanhos muito variáveis ai sim acho que pode caracterizar comércio.

E olhe lá, tem coisa que mesmo pagando imposto vale mais a pena do que comprar aqui..

 


 
Jurema

 mensagem postada em 30/09/2011 - 10:09:48hs
 
 

O imposto pode pagar nos bancos do aeroporto mesmo, se não estou enganado, e o valor são 50% em cima do que excede na cota dos 500 dólares.

Se não me engano é isso.

Mas já ouvir dizer que se você for pega e tiver trazendo coisa fora da cota, e não declarou, eles cobram 50% por não ter declarado e mais 50% do excedente, mas não sei se isso é certo, alguém confirma aí.

 


 
Jane e Felipe

 mensagem postada em 29/09/2011 - 07:09:25hs
 
 

Obrigada pelas respostas!
Acho que deu pra ter uma noçao, no caso, se eles pararem...eles abrem a mala e vasculham? e eles determinam o valor? como eles descobrem o valor? eu queria passar a cota...mas to pensando se vai valer a pena, mas tb nao queria ir pro nada a declarar (caso eu tenha passado) pq corro o risco de ser pega e pagar tudo e aí sim ir no prejuizo...acho que nao hora vou avaliar pelo rosto do responsavel pela alfandega né?
dentro da cota, quantas roupas eu posso trazer? sao 20, mas nenhuma igual? correto?
quanto a isso da mala ser perdida....é um absurdo essas coisas viu?? irresponsabilidade da compania...


outra coisa, vcs acham vantagem comprar aquelas sacolas plasticas que tiramos o ar para nao ocupar muito espaço???

 


 
Marcela

 mensagem postada em 29/09/2011 - 05:09:14hs
 
 

Marcela calma rsrs.
realmente eu me referi a um provável extravio de bagagem que algumas vezes acontece. Eu já trabalhei em cia aérea e em agência de turismo e violação de bagagem é um problema sério. Felizmente nunca me aconteceu. E na grande maioria das vezes eles entregam a bagagem no outro dia e com a vantagem de nao passar pela alfandega rsrs. Te aconselho inclusive a colocar alguma coisa que diferencie sua bagagem já na esteira. Desta vez amarrei algumas fitas vermelhas achando que ficaria mais fácil. Parece que todos tiveram a mesma idéia. Tinham várias com fitas vermelhas. da próxima vez usarei outra cor.
Eu tirei a etiqueta de muitas roupas até porque fomos com quase nada e usamos as roupas lá. Estas usadas procurei deixar por cima. mas roupa nova é facilmente identificav e eles estão longe de ser bobinhos.
É realmente uma questão de sorte, eu nunca fui parada . Meu marido só não parou dessa vez.
mas o que realmente conta são os eletrônicos. Precisa ter muito azar de pegar um agente federal de mau humor tamanho que queira somar tudo.
Até porque o número de peças permitido é grande. Dê uma lida na lei e veja se o que vc pretende trazer se encaixa no que é permitido, aí passe tranquila.
Quanto ao tamanho das malas eu trago o que tenho direito, 02 malas de 32Kg cada. E 05 Kg de bagagem de mão. Meu marido implica pq acha que o tamanho das malas absolutamente cheias chama muita a atenção.
Passe tranquila.
Beijos.

 


 
Marcela Prado

 mensagem postada em 29/09/2011 - 04:09:30hs
 
 

O que a Jane quis dizer é em relação a extravio de bagagem que pode acontecer, não podemos eliminar esse risco, mas podemos dizer que é bem pequeno a chance mas existe, no caso de extravio você terá que entrar em contato com a CIA aérea e fazer os trâmites.

Como eu disse, a alfândega é um pouco "loteria" não da pra ter 100% de certeza, se irá ou não ser parada, mas tirar as etiquetas é uma ótima pedida. Não quer dizer que sem etiqueta o agente da alfândega não possa taxar isso, é muito relativo isso, e em relação a número de malas, isso aí pode chamar atenção deles né, mas como nossa amiga Jane contou, ela veio com 8 malas e não teve problema, o que prova que é meio na sorte passar na alfândega.

Em relação a taxa caso seja pega na alfândega e tenha que pagar alguma taxa, ela é de 50% do valor que excede os 500 dólares da cota.

Se falei algo errado pessoa, me corrijam aí.

 


 
Jane Beatriz

 mensagem postada em 29/09/2011 - 12:09:06hs
 
 

Como assim se sumir alguma mala? se sumir oq eu faço? acho que tenho um treco ahahuahua eles devolvem? vou ter que pagar algo?

entao...eu vou viajar com minha amiga, e os pais e o irmao menor...eu to praticamente sozinha, vou comprar umas 2 malas grandes pq quero bastante roupa! vc diz espalhar as roupas, já sem etiquetas né?

e onde faz esse seguro saude? como é?

 


 
tempo do desembarque até a porta de aeroporto

 mensagem postada em 29/09/2011 - 09:09:21hs
 
 

Galera por favor alguém sabe qual a estimativa de tempo que vou gastar para pegar as malas e passar pela alfândega em São Paulo?
Vamos retornar à São Paulo no dia 17/10, uma segunda-feira às 9:15 da manhã (horário da chegada do avião) e combinei com um serviço de transporte às 11h no aeroporto.
Será que dá tempo???

 


 
Marcela

 mensagem postada em 29/09/2011 - 08:09:18hs
 
 

Nós também renovamos o guarda roupa, como todo mundo faz.
Então para não cairmos no tal pente fino se tivesse, espalhamos as compras em todas as malas.
cada mala ficou com numa variedade de roupas de vários tamanhos e modelos. Até porque se sumir alguma mala, uma das pessoas da família não perde tudo.
Algumas pessoas estavam sendo paradas, mas nós passamos tranquilamente com 08 malas enormes,bagagens de mão e bolsas.
Não nos pediram plano de saúde, apenas nós por conta própria sempre viajamos com seguro, mas nunca usamos. Vale a pena fazer Qualquer atendimento de saúde lá é muito caro e infelizmente ninguém está livre dessas surpresas desagradáveis. Eu por exemplo sempre quebro algum dedo em viagem. Ad amigas aqui do Vpo, dizem que é porque eu ofereço sempre um dedo para voltar, tipo: Eu daria um dedinho para voltar aqui no próximo ano.hahha

 


 
Felipe

 mensagem postada em 29/09/2011 - 12:09:55hs
 
 

Entendi...eu nao pretendo comprar eletronicos, ja comprei os que queria por aqui mesmo...talvez um ipod, que levarei na mao...eu to indo pra lá com apenas 1 mala pequena pq pretendo comprar mala lá para trazer roupas. Entao, se eu tirar as etiquetas nao terei problema? sera que eles param tb pela quantidade de mala?
queria ter uma noçao da taxa pra eu me preparar, pra ter noçao do que tenho que guardar especialmente para estes eventuais.

Vou ficar 15 dias..sera que vao achar que eu quero revender? é tudo pra mim!!! e pra minha mae...pq vou sem ela



pergunta nada haver com o assunto: eu tenho que ter um plano de saude por lá também? eu li que na entrada no pais pedem do seguro saude. Oq é isso? meu plano é da petrobras...sera que serve pra lá tb? Oo

 


 
Marcela Prado

 mensagem postada em 28/09/2011 - 11:09:44hs
 
 

Então marcela, isso aí depende muito se você cair na malha fina, digamos assim, e o agente for muito cri cri, porque tenho um amigo que vai todo mês e traz encomendas pra vender aqui pros amigos, e ele dificilmente é parado, e das vezes que foi parado, sempre é liberado pela quantidade maior de coisas serem roupas e sem etiquetas e talz.
Mas como as amigos comentam aqui, eles podem sim querer taxar roupas, devido a quantidade de peças e os dias que ficou lá, mas é claro que normalmente eles encrencam mais com eletrônicos do que com roupas.

Essa questão de alfândega é praticamente loteria né.

 


 
 
No corredor da atração "Haunted Mansion" você irá ver uma placa onde está escrito "Tomb, Sweet, Tomb!" ("Tumba, Doce, Tumba")