Alfândega - Relatos

 
Tópico Aberto

 
 
ORDENAR MENSAGENS: da mais antiga para a mais recente
 

O objetivo do presente tópico é o de servir de espaço para que possamos postar - relatos - sobre as nossas experiências com a alfândega (exclusivamente). Peço que questionamentos sobre a "cota de isenção" sejam reservados para o seu tópico específico - Alfândega - Cota de Isenção.

leia essas informações
 
Índice  
 
 
Res: Preparem-se para 2015, as novas taticas para vistoriar os que chegam do exterior

 mensagem postada em 26/09/2014 - 09:09:14hs
 
 

Eu acho que isso vai aumentar ainda mais a eficiência e eficácia da alfândega. O que pode ser bom para o turista eventual, como a maioria daqui, que viaja um ou duas vezes por ano. Com a fiscalização sendo mais eficaz em pegar os muambeiros, certamente eles não vão precisar mais fazer operações que fiscalizam todos os passageiros de um vôo, por exemplo.

Considero mais justo eles fiscalizarem com base no perfil do viajante do que aleatoriamente, como é hoje, pegando pra cristo quem trouxe pouca coisa mas deixando passar quem viaja 10 vezes por ano e traz 4 malas grandes de coisas para vender - o que acontece muito.

 


 
Res: Preparem-se para 2015, as novas taticas para vistoriar os que chegam do exterior

 mensagem postada em 26/09/2014 - 12:09:11hs
 
 

Uma coisa que não entendi bem...apesar das companhias aéreas passarem com antecedência todas as informações como destino, quantidade de dias, perfil do viajante, peso da mal, etc....como eles saberão quem é por exemplo o João da Silva, que trouxe excesso de muambas? Afinal, desembarcamos todos juntos e muitas vezes se forma uma fila indiana e sem qualquer ordem com o vôo para passar pelo fiscal....??
(mensagem de Mauro Gonzaga Alves Junior)


Mauro,

Agora, a cada chegada de vôo, ao passar pela fila da Alfândega os fiscais estão pedindo o Passaporte de cada um, para identificar o Passageiro.
Olham também os carimbos da imigração dos EUA, para saber quantos dias o passageiro ficou fora. E quantas viagens ao exterior fez nos últimos anos !!!
Com certeza, com esta nova sistemática, eles terão à frente um Lap Top ou Tablet com as relação contendo o nome das pessoas "escolhidas" para passarem pelo Pente Fino, já sabendo que deverão estar trazendo objetos com valor fora da cota.
(em função do peso da bagagem, quantidade de volumes, constatação pelo Raio X, e outras informações pelo CPF como quantidade de dólares comprados ou valor gasto no respectivo Cartão de Credito !!!
Com a Lei de lavagem de dinheiro, eles estão conseguindo quebrar o sigilo fiscal e bancário de todos !!! Hoje já é assim: qualquer valor alto que transite em sua conta corrente tem que ser informada pelo banco a um órgão do MF, que pode fazer o uso que quiser dessa informação !!!
Assim, se for este o caso, é melhor entrar logo na fila do declarar e pagar o respectivo imposto para evitar a multa e constrangimentos ainda maiores como ter confiscada a bagagem acompanhada.
SDS,
Roberval.

 


 
Res: Dúvida Alfandega

 mensagem postada em 25/09/2014 - 10:09:50hs
 
 

Concordo com vc Astrid e complementando seu relato a Argentina não esta segura, existe muitos desempregados pelas ruas e Buenos Aires esta caída e sem manutenção, além dos batedores de carteiras e de taxisistas que infelizmente tornam pejorativas as criticas devida a desonestidade.
Enfim não acho de maneira nenhuma uma boa idéia visitar a Argentina depois dos EUA.

 


 
Res: Dúvida Alfandega

 mensagem postada em 25/09/2014 - 10:09:49hs
 
 



Victor,

Alfandega eh obrigatoria em todo e qualquer pais visitado, mesmo que residente daquele pais, por chegada em aeroportos, portos ou via terrestre advindas de viagens internacionais.

A Alfandega Argentina eh extremamente dificil. Voce tera obrigatoriamente que faze-la e se entenderem e vao interpretar assim, voce tera que pagar taxas sobre todos os bens trazidos ao pais, comprados nos EUA, e mesmo o que voce leva na sua bagagem trazida do Brasil.

Eles tem uma mordida muito mais forte que o governo brasileiro, e a quota de entrada esta em torno de 150 dolares o que multiplicado ao cambio argentino eh um monte de dinheiro. No cambio argentino 1 dolar vale 8.52 pesos argentinos, so para voce ter uma ideia.

Nao vejo com bons olhos esta sua viagem com este tipo de conexao. Seria melhor voce ir a Argentina em outra viagem separada da conexao USAx AR X BR.
A Alfandega brasileira quando comparada com a da Argentina eh uma beleza, tranquila...

Outra dica para voce quando visitar a Argentina. Cuidado com os taxistas. Sempre quando for pagar uma corrida, antes de entregar o dinheiro, fale em tom alto o valor que esta entregando. Por exemplo: Estou te entregando X pesos, e segure a nota ate o taxista olhar e conferir. Muito comum eles dizerem que voce deu uma quantia inferior a cobrada e tentar te confundir para conseguir mais dinheiro.

Seria bom voce ler bastante sobre visitar Buenos Aires antes de resolver a viagem, talvez voce mude de ideia ou se prepare para o que der e vier.

Abracos,

Astrid


Boa noite, estou com uma dúvida a respeito de tratamento alfandegário e sei que aqui não é o melhor local, porém irei explicar a situação com o intuito que alguém possa me ajudar.

Estou indo para Miami e Orlando agora em outubro porém meu pais que também vão sempre tiveram vontade de conhecer buenos aires e decidimos que iríamos para Brasil - EUA - Argentina - Brasil.

Porém como iremos efetuar algumas comprar nos EUA, fiquei com receio de entrar na Argentina com produtos e lá ter uma alfândega como o Brasil.

Neste caso farei duas alfândegas na Argentina e no Brasil? Ou por ser Brasileiro também em visita a Argentina não terei que fazer processo na aduana deles?
(mensagem de Victor augusto)


 


 
Dúvida Alfandega

 mensagem postada em 25/09/2014 - 08:09:22hs
 
 

Boa noite, estou com uma dúvida a respeito de tratamento alfandegário e sei que aqui não é o melhor local, porém irei explicar a situação com o intuito que alguém possa me ajudar.

Estou indo para Miami e Orlando agora em outubro porém meu pais que também vão sempre tiveram vontade de conhecer buenos aires e decidimos que iríamos para Brasil - EUA - Argentina - Brasil.

Porém como iremos efetuar algumas comprar nos EUA, fiquei com receio de entrar na Argentina com produtos e lá ter uma alfândega como o Brasil.

Neste caso farei duas alfândegas na Argentina e no Brasil? Ou por ser Brasileiro também em visita a Argentina não terei que fazer processo na aduana deles?

 


 
Res: Preparem-se para 2015, as novas taticas para vistoriar os que chegam do exterior

 mensagem postada em 25/09/2014 - 05:09:07hs
 
 

Uma coisa que não entendi bem...apesar das companhias aéreas passarem com antecedência todas as informações como destino, quantidade de dias, perfil do viajante, peso da mal, etc....como eles saberão quem é por exemplo o João da Silva, que trouxe excesso de muambas? Afinal, desembarcamos todos juntos e muitas vezes se forma uma fila indiana e sem qualquer ordem com o vôo para passar pelo fiscal....??

Isso q a receita ira fazer é um absurdo . Estou revoltada e indignada. Irão controlar todos os passos de quem viaja( profissão, salário, viagens q faz, peso de malas e até tipo de poltrona). É uma invasão de privacidade! Não ê possível que isso seja totalmente legal!! Pq não diminuem os impostos para q possamos comprar aqui? Pq não interceptaram os 5 funcionários da CBF q chegaram de Miami com 40 malas? O que a gente compra no exterior são produtos q aqui são caríssimos devido aos impostos, como um determinado hidratante que custa USD 10,00 nos EUA e aqui, nesse país de corruptos custa R$ 145,00! Será que realmente o povo brasileiro não pode fazer nada contra essa medida? Estou começando achar que a saída para esse pais é o aeroporto!
(mensagem de sandra regina maia)


 


 
Alfândega confins

 mensagem postada em 25/09/2014 - 05:09:11hs
 
 

Boa tarde pessoal,

Estou em Miami e chegarei no voo direto para BH no dia 01/10 às 9:00

Comprei um IMac de 1300 dólares que irei declarar e pagar a taxa, fora isso comprei um Iphone 5s, minha esposa comprou roupas e presentes para as crianças, nada fora do normal.

No caso eu irei declarar e ela não.

Minha dúvida é, mesmo eu declarando meu Imac eles vão passar o resto da minha bagagem no raio x?

Como está sendo as revistas do não declarar?

Obrigado

 


 
Notas Fiscais separadas

 mensagem postada em 25/09/2014 - 05:09:48hs
 
 

Pessoal, se fizermos as compras no exterior de forma fracionada, a fim de que tenhamos notas fiscais de pequenos valores, ou que não ultrapassem em muito a cota, isso ajuda em algo ou o fiscal vai abrir a mala e taxa da forma e quanto achar que deve?
Toda vez que ele para alguém, obrigatoriamente eu devo apresentar a nota fiscal e ele deve fazer o cálculo de imposto entre a diferença da nota e da cota ou não?
Grato.

 


 
Res: Alguem ja chegou por Viracopos / Campinas

 mensagem postada em 25/09/2014 - 10:09:42hs
 
 

Ana
nao é bme por ai

O fiscal do MAPA/IBAMA DESTROI os alimentos apreendidos ali mesmo, nafrente do viajante.

Eu já vi até aquele queijo famos portugues e presuntos serem destruidos assim.

Ana

Eles abrem todas as malas?
O que vc quis dizer com comida?
Chocolate?

Obrigada
(mensagem de IVANA PEREIRA)


Ivana chocolate passa numa boa , eu quis dizer queijos , salames produtos que ñ necessitam de refrigeração que eu já trouxe outras vezes por GRU e nunca tive problema alguns tipos de maionese ...o duro é que eles pegam e dizem que aquilo não pode entrar mais depois acaba ficando com eles ...Gosto muito de trazer generos alimenticios esses produtos lá são baratos e tentadores aqui são carissímos.
Normalmente pedem para abrir a mala sim , espero que vc dê sorte e passe numa boa ...
Meu intuito não é por medo apenas alertar se tiver passando a cota de eletronicos o melhor é declarar do que se aborrecer depois ....

(mensagem de Ana Politano)


 


 
Res: Preparem-se para 2015, as novas taticas para vistoriar os que chegam do exterior

 mensagem postada em 25/09/2014 - 10:09:55hs
 
 

Isso q a receita ira fazer é um absurdo . Estou revoltada e indignada. Irão controlar todos os passos de quem viaja( profissão, salário, viagens q faz, peso de malas e até tipo de poltrona). É uma invasão de privacidade! Não ê possível que isso seja totalmente legal!! Pq não diminuem os impostos para q possamos comprar aqui? Pq não interceptaram os 5 funcionários da CBF q chegaram de Miami com 40 malas? O que a gente compra no exterior são produtos q aqui são caríssimos devido aos impostos, como um determinado hidratante que custa USD 10,00 nos EUA e aqui, nesse país de corruptos custa R$ 145,00! Será que realmente o povo brasileiro não pode fazer nada contra essa medida? Estou começando achar que a saída para esse pais é o aeroporto!

 


 
 
No cemitério localizado ao lado da Mansão Mal-Assombrada você encontra várias lápides, sendo que aquela que pertece Madame Leota tem a sua face entalhada e de tempos em tempos ela acorda e olha fixamente para você.